Mensagens da Verdade (Dárcio) – 49

49

“NÃO VOS ALEGREIS PORQUE OS ESPÍRITOS VOS OBEDECEM” 

Após terem ido pregar o Evangelho, os discípulos retornaram a Jesus, muito alegres, dizendo-lhe: “Senhor, até os demônios se sujeitaram a nós, em teu nome!” Disse-lhes Jesus:

“Eu via Satanás cair do céu como um relâmpago. Olhai que vos dou poder para pisar aos pés serpentes e escorpiões e domínio sobre todo o poderio do inimigo; nada vos poderá causar dano. Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem; alegrai-vos, antes, por estarem os vossos nomes escritos no Céu (Lc. 10: 1-20).

As pessoas do mundo religioso se prendem muito a “inimigos”,  a “demônios”, a “Satanás”, e, sem “CONHECEREM A SI MESMAS”, acabam vivenciando unicamente o ilusório “mundo de crenças coletivas”, em que DOIS PODERES – do bem e do mal –  é aceitos, ora se lamentando e ora se alegrando, dependendo de terem se julgado “perdedoras” ou “vencedoras”. No caso, os discípulos se viam “vencedores”, vindo alegremente contar a Jesus que os “demônios” se lhes sujeitaram! Que lhes respondeu Jesus? O seguinte:

“NÃO VOS ALEGREIS PORQUE OS ESPÍRITOS VOS OBEDECEM; ALEGRAI-VOS, ANTES, POR ESTAREM OS VOSSOS NOMES ESCRITOS NO CÉU”.

 Traduzindo, o que Jesus lhe revelou,  foi o seguinte:

“Não se alegrem por, estando ainda “no mundo”, isto é,  na “CRENÇA EM DOIS PODERES”, testemunharem um poder vencendo a outro! Tal “alegria” aflora de uma FALSA CRENÇA! A CRENÇA DE QUE DEUS NÃO SEJA O ÚNICO PODER! Vejam-se alegres, mas, POR “FORMAREM” A ONIPOTÊNCIA! Por figurarem na UNIDADE PERFEITA da Realidade divina  e do PODER ÚNICO! VEJAM-SE COM O “NOME DE DEUS” – RECONHECENDO QUE, EM SUA LUZ INFINITA, NÃO HÁ TREVAS”.

Jesus lhes revelava a VERDADE ABSOLUTA: SOMENTE DEUS É REALIDADE!  E  Deus, sendo reconhecido como onipresente, e como a Vida eterna de todos, exclui a “crença em dois poderes”.  Assim fica elucidado que “demônios” eram somente “crenças” que levavam em conta “inimigos”, ou seja, “PODERES”,  ALÉM DE DEUS!

AFIRMAÇÃO DO DIA

Vejo-me imune a todos os supostos “poderes do mal” ou “demônios”, que não passam de ilusórias manifestações da falsa CRENÇA EM DOIS PODERES! No Céu está escrito o Meu Nome, o Nome do Eu Sou Onipotente, que cobre o espaço infinito com a Sua Luz e Seu Domínio! Sei que, a Mim, basta-me alegrar-me neste reconhecimento:

“O Meu Nome – Eu Sou – está escrito no Céu!”

Deixe um comentário

Back to Top