“ESSE CARA NÃO SOU EU!”

O Poder de Deus, Onipotente, é Amor Onipresente que constitui a Substância de TUDO e de TODOS, formando a Unidade Perfeita indissolúvel, gloriosa e permanente. Fitar esta Realidade em pleno silêncio e quietude, traduz o que dizem vários “praticistas de cura espiritual” sobre o valor indescritível contido nas “contemplações absolutas de DEUS EM AUTOCONTEMPLAÇÃO.

A maior parte da humanidade continua sendo entendida como o leão da parábola, criado entre cordeiros, e que vivia acreditando ser mais um deles! O leão, desde o princípio, sempre esteve sendo um leão, apenas vivendo sob uma falsa sugestão de “ser um cordeiro”. Que lhe aconteceu? Apareceu na região  um outro leão, emitindo seus rugidos próximo a ele, que fê-lo se identificar com sua real natureza, percebendo o “desmoronar” da  SUGESTÃO QUE, ATÉ ENTÃO. APARENTEMENTE O ILUDIA, LEVANDO-O AO ERRO DE SE IDENTIFICAR COM UM CORDEIRO QUE JAMAIS TEVE EXISTÊNCIA

Esta simples parábola desmantela a CRENÇA com que a humanidade defende “estágios de consciência”, “evolução”, “buscas” por iluminação, e tantas mais! Quando Paulo disse que O CRISTO VIVIA COMO ELE, nunca pregou que fosse um “Paulo evoluído”, pois reconheceu a Verdade antes dita por Jesus: “E VÓS TAMBÉM TESTIFICAREIS”, POIS “ESTIVESTES COMIGO “DESDE O PRINCÍPIO”!

Esta postagem mais se detém neste ponto crucial, que é fazer com que alguém afirme SER TOTAL E UNICAMENTE O CRISTO, sem que o faça “da boca para fora”!

 TERÁ ELE CONHECIDO A VERDADE SOBRE SI MESMO, COMO SE DEU COM O LEÃO, HABILITANDO-SE A DECLARAR QUE “ESSE CARA NÃO SOU EU”! 

*

INSTRUÇÕES FUNDAMENTADAS NA VERDADE DE QUE DEUS É TUDO!

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus”.

Filipenses, 4: 6

O desconhecimento da Verdade de que O UNIVERSO REAL ESTÁ FEITO, é o que aparenta gerar as ansiedades e falta de paz nas pessoas! A crença coletiva grita aos quatro ventos a ilusão: “o futuro a Deus pertence!” Mentira! O AGORA ETERNO E CONSUMADO É O QUE PERTENCE A DEUS!

Desse modo, a incerteza de um fictício “futuro desconhecido” toma conta de quase todos, que seguem ansiosos quanto a tudo que creem estar fazendo, e é quando quem conhece a Verdade, como a conhecia Paulo, tenta mostrá-la em forma de “instruções”, ciente de serem elas necessárias, até que a Verdade Absoluta seja conhecida por todos que, por conhecê-la, verdadeiramente possam desfrutar a “vida do AGORA pela Graça divina”.

Assim disse Paulo: “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus”.

A “instrução” foi o que Paulo sabiamente utilizou, por saber que seus ouvintes filipenses pouco ou nada entendiam da Realidade Absoluta. Jesus também usava esse tipo de artifício, ajustando a Verdade à aparente situação do povo. Por que disse para “amarmos os inimigos”? Seus ouvintes não iriam todos entender que “SOMOS TODOS UM NA UNIDADE PERFEITA”! As instruções absolutas eram mescladas com “recomendações úteis”, e de aplicação prática e imediata!

Aos leitores do Facho de Luz, a Verdade é revelada tal como É!  DEUS É TUDO! VIVEMOS EM SEU UNIVERSO ESPIRITUAL, PRONTO E PERFEITO!

Com esse conhecimento, fica entendido que as “aparências temporais” não antecedem um suposto “futuro incerto”; antes, são vistas  como “contínuo desdobramento tridimensional” do AGORA CONSUMADO DE DEUS!

O que devemos fazer, é NOS PERCEBERMOS COMO INTEGRANTES DA ONIAÇÃO DIVINA, e não como realizadores de “feitos das aparências”, que não passam de ilusórias “sombras fenomênicas”. 

DÊ FRUTOS PERMANECENDO “EM MIM”!

“Aquele que permanecer em MIM, dará frutos”, disse Jesus. “Permanecer EM MIM” significa “cada um reverenciar, glorificar e ser o “Senhor Seu Deus”, o Verbo ESSENCIAL sendo reconhecido como única e eterna Identidade Espiritual.

Há milênios que a  HUMANIDADE VEM RECEBENDO ENSINAMENTOS QUE  DIRECIONAM  CADA UM PARA DENTRO DE SI MESMO!

O suposto “mundo exterior” não é nada do que aparenta ser, sendo unicamente um “cativeiro” feito de falsos grilhões! Sendo ilusório, atrai o interesse da maioria às suas miragens hipnóticas, com que desviam as pessoas da Verdade que as poderia “tornar livres”!

Jesus era radical: “Sem MIM, nada podeis fazer”! Falava do Espírito da Verdade, onipresente e sem começo e sem fim, atuando internamente como o Cristo que somos!

A Fé mais importante é a que torna alguém CONVICTO de SER O CRISTO, alheio às sugestões de nascimento, mudança e morte. Por que Jesus nunca admitia ter “elo com mortais”? Nunca poderia fazê-lo, pois, sabia que DEUS CONSTITUÍA o Cristo, sua verdadeira e eterna IDENTIDADE!

O encontro de Moisés e Elias com Jesus e seus discípulos se deu para comprovar sua missão, assim descrita por ele: “Eu vim para dar testemunho da Verdade”! Sabia que não somos “nascidos da carne”, e que a Vida que vivemos é DIVINA, portanto, ETERNA!  Sabia também que DEUS UNICAMENTE NOS VÊ EM MIM, ou seja, EM SI MESMO!

Desse modo, “aquele” que diz “Eu tenho medo”, “Eu sou diabético”, “Eu sou tímido”, etc., apenas AFIRMA SER A ILUSÃO! COMO FOI DITO, DEUS UNICAMENTE O VÊ “EM MIM”, PERFEITO COMO O PRÓPRIO DEUS!

Portanto, “permanecer em MIM” é praticarmos o “juízo justo”, em que “honramos o Filho como honramos o Pai”!

Jamais fale de “MIM”, sem que saiba estar a falar de Deus! DEUS É TUDO, E, NESSE TUDO, ESTÁ MANIFESTO O CRISTO “UM COM O PAI”, QUE SOMOS!

*

COMENTÁRIOS SOBRE “O CORDEIRO DE DEUS DESTRÓI O MAGNETISMO ANIMAL” – 21

21

O Cordeiro de Deus requer que adoremos e sirvamos a Deus com a inspiração da santidade.

O Cordeiro de Deus, agindo em nós, atinge o alvo: o pecado da adoração mundana, e o derruba de sua aparente entronização no pensamento. O poder e a presença do próprio Deus sustentam o Cordeiro e, por conseguinte, a oração genuína alcançará o erro básico em toda situação, naquilo que parece ser e no que alega fazer – nada mais do que uma farsa ridícula. Então, regozijar-nos-emos insensatamente, quando a carnalidade da besta for rechaçada pela inocência de nossa verdadeira natureza dada por Deus. O que procurou subverter o bem naquilo que é semelhante ao Cristo pode ser visto em sua estupidez negativa, e a harmonia universal do Cordeiro do Amor reinará.

Quando a autora diz que “O Cordeiro de Deus requer que adoremos e sirvamos a Deus com a inspiração da santidade”, explica a aparente atuação de nosso ser nas aparências, ou seja, enquanto nos percebermos usando a suposta mente humana, devemos “agir pelo não agir”. em consonância com a nossa real identidade espiritual, ação que decorre da Oniação absoluta, a única atividade real de todos nós como o Cristo que somos, “oculto” em Deus. Dessa forma o suposto “ego” faz o papel de “sombra” do Eu divino ÚNICO, que constitui nossa identidade crística; e, sendo assim, não “age de si mesmo”, mas “inspirado pela santidade” do Cristo que somos.

Jamais a sombra de alguém em movimento tem sua aparente movimentação por decisão de si mesma! A “sombra” caminha “em consonância” com aquele que lhe deu a aparente movimentação. Este é o “servir a Deus” citado pela autora, quando o “ego” se mostra ativo, mas sem “vida própria”.

Jamais uma “sombra” se santifica! Por isso a base do estudo da Verdade está no axioma que diz “não haver vida na matéria”.

Este é o sentido de adorarmos e servirmos a Deus “com a inspiração da santidade”. Neste “agir pelo não agir”,  agimos “mediante  a inspiração da santidade”,  sem ego e como o Cristo, o que equivale a dizer que a”Mente de Cristo” Se manifesta INCLUSIVE como a suposta “mente carnal”, o que faz refletir, aos olhos do mundo, “a Vontade do Pai”  “assim na terra como é no céu”. Este processo é chamado, pela Ciência Cristã, de “espiritualização do pensamento”. Uma coisa deve ficar bem clara: unicamente a Mente de Deus é realidade!

CONTINUA NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA..>

QUALQUER PONTO DA ONIPRESENÇA É DEUS!

“Pai, glorifica o teu nome! ” Então veio uma voz do céu: “Eu já o glorifiquei e o glorificarei novamente”.

João 12:28

Um axioma, ou princípio matemático, declara que “toda reta é infinita”; isso implica a Verdade de que qualquer de seus pontos, por ser formador da reta, tem idêntica natureza dela.

Assim como a reta é infinita, e são os seus pontos de igual natureza, quando a Metafísica Absoluta declara que DEUS É TUDO, INFINITO E ONIPRESENTE, de modo análogo declara que “qualquer que seja o Filho de Deus considerado”, é ele o próprio Deus, presente na Onipresença”, glorificado pelo Pai e como o Pai, e de modo permanente!

Ao “pedir glorificação a Deus”,  assim orou Jesus: “Pai, glorifica o teu nome! “. A resposta que obteve foi a seguinte: “Eu já o glorifiquei e o glorificarei novamente”.

A “voz do céu” era a Voz do Pai em Jesus, apagando-lhe a ILUSÃO de já não estar em perfeita, imutável e divina glorificação!

Por que esta mensagem está lhe sendo dirigida? Para saber que Jesus ficou ciente de “já estar glorificado”? NÃO! É para VOCÊ saber que, como Jesus, VOCÊ ESTÁ AGORA GLORIFICADO! DEUS SÓ O VÊ COMO UM FILHO PERFEITO E GLORIOSO DELE! Por isso, Paulo declarou que “DEUS TESTIFICA, COM O NOSSO ESPÍRITO, QIE SOMOS FILHOS DE DEUS”.

Jamais negue esta  Verdade, por se identificar com as mentiras da “mente carnal”! MANTENHA-SE EM DEUS, RECONHECENDO ESTAR GLORIFICADO POR ELE, POIS DEUS É A VERDADE QUE VOCÊ SEMPRE É!

*

 

 

 

TODO ”CRISTÃO DESPOJADO” SE REVELA COMO O CRISTO!

Quantas não foram as vezes que, falando com cristãos, deles ouvi: “Eu sou convertido! Salvo por Jesus!”. Nesta convicção ilusória, muitos deixam de “conhecer a Verdade” para unicamente viverem como “parasitas da Luz divina de Jesus”, e não da PRÓPRIA LUZ!

Jesus pregou o seu Evangelho afirmando que SOMOS A LUZ DO MUNDO, e que “COLOCÁSSEMOS NO ALTO A NOSSA LUZ PRÓPRIA”. Isto significa nos vermos sendo o CRISTO, e jamais como supostos “CRISTÃOS convertidos”!

Paulo não disse SER CONVERTIDO, mas sim CRUCIFICADO! “Não sou mais eu”, convertido ou não” E DISSE ISSO declarando QUE “O CRISTO VIVE EM MIM”!

Para as igrejas, “VIVER EM MIM” É VIVER EM JESUS, ou seja, DESPREZANDO O CONSOLADOR, dito por Jesus como o “outro Consolador” que ficaria CONOSCO ETERNAMENTE!

São tantos os erros disseminados pelas igrejas, e em nome de Jesus, que não podem mais sequer serem corrigidos! E quem insistir em nelas permanecer, ficará iludido enquanto em suas mentiras permanecerem!

Paulo entendeu e cumpriu em SI MESMO o Evangelho! Despojou-se do Paulo carnal achando o CRISTO EM MIM, isto é, O CRISTO NA UNIDADE PERFEITA, EM QUE “SOMOS TODOS DEUSES”!

 *

JAMAIS TENHA MEDO DA ILUSÃO!

“Não temas, ó pequeno rebanho! porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino”.

Lucas 12: 32

A suposta “mente que tem medo” é a própria mente irreal criadora de “ situações geradoras de medos hipnóticos”, somente aceitos por ela própria!  Numa palestra, uma senhora me perguntou o seguinte; “Por que ao meditar,  quando percebo estar caminhando interiormente à Verdade, de repente interrompo a meditação em curso?” Saltou-me à mente o que respondi a ela: “MEDO DE DEUS!”. Na mesma hora ela concordou!

As Escrituras contêm diversas passagens “tirando o medo” das pessoas! O medo parece existir porque sempre tem sua origem na “mente carnal”, E SE COM ELA NOS IDENTIFICARMOS. 

Quando estamos na Mente de Cristo, pensamos como Jesus, que disse: Não temas, ó pequeno rebanho! porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino”. 

Disso se deduz que ACREDITAR SER MORTAL DO MUNDO, E NÃO O MEDO, É A ILUSÃO A SER DESACREDITADA E DESMANTELADA!

Em Tiago 4: 8, podemos ler: Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos; e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.

Não há ninguém afastado de Deus, que é TUDO! Aqueles que assim erroneamente se julgam, crendo ser pecadores,  ou que têm a “mente dividida”, são os mais propensos a acreditar em “medo de Deus” e em “medo do diabo”. A libertação dessas “crenças falsas” remete todos à Unidade Perfeita, em que, vendo-se no Reino da Verdade, percebem a Realidade divina, completamente DESTITUÍDA DE MEDO!  

*

DESMASCARE A ILUSÃO COM A VERDADE IMUTÁVEL

As revelações da Verdade Absoluta promovem o conhecimento de que TUDO UNICAMENTE SE EVIDENCIA COMO BEM PERMANENTE, uma vez que DEUS É O UNIVERSO INFINITO E PERFEITO EM EXPRESSÃO. “Sem o Verbo, Deus, NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ\”, diz o Evangelho de João,

TUDO QUE DEUS FAZ É PERMANENTE, INCLUSIVE O CRISTO QUE SOMOS! Por esse motivo, alertou-nos Jesus para que “não chamássemos a ninguém de pai sobre a face da Terra! Sabia que iriam aparentar existir “obras falsas e mutáveis”, geradas pelas falsidades chamadas “nascimento e morte”.

A Seicho-no-ie assim diz: “A ilusão, sendo uma forma de apego, é farta de dores”! Infelizmente, Masaharu Taniguchi incorporou,  ao ensinsamento perfeito a ele revelado, várias “formas de apego”.  De que modo? Implantando “Culto a antepassados”, reconhecendo “pais na Terra”, só para citar exemplos. Tudo isso é ilusão do tamanho do infinito, que somente faz com que alguém viva apegado à ilusória “existência fenomênica”!

SOMOS “FRUTOS DO VENTRE QUE JAMAIS GESTOU”, disse Jesus, cortando pela raiz a ILUSÃO de que “temos antepassados e parentes” do “mundo do pai da mentira”!

Somos obras permanentes de Deus, sem matéria e sem ilusão! E quando nos identificamos total e unicamente com DEUS, testificamos que O CRISTO É TUDO EM NÓS, como disse Paulo! E é quando endossamos, em nós mesmos, a Verdade dita por Jesus aos judeus:“Antes que Abraão existisse, EU SOU”.  Descartava por completo a suposta idade humana e ligação de parentesco com alguém do mundo! Dava-nos o que fazer com a ILUSÃO: Descartá-la sempre que nos “associasse com “mudanças”, para nos possibilitar “PERMANECER EM MIM”, NO MESMO “EU SOU” IMUTÁVEL QUE É DEUS, ENTENDENDO NOSSA IMUTABILIDADE COMO “A VERDADE SEM ILUSÃO” QUE SOMOS!

 *

IDENTIFIQUE-SE COM A MENTE QUE SÓ PERCEBE A PERFEIÇÃO!

Quando imperfeições, doenças e problemas são aparentemente “percebidos”, nossa certeza deve ser absoluta, ou seja, de que NENHUMA DESSAS “APARÊNCIAS” SÃO NEM PODERIAM SER REALIDADES!

SOMENTE DEUS É REALIDADE, E A PERFEIÇÃO ONIPRESENTE É O QUE REALMENTE SE EVIDENCIA COMO FATO ETERNO!

Se alguém “enxergar” a ilusão de imperfeição, em vez de “lutar para aperfeiçoá-la”, deve imediatamente IDENTIFICAR-SE COM A MENTE REAL, DIVINA E ONIPRESENTE, que a TUDO mantém em DIVINA ORDEM!  Em outras palavras, devem ser “soltas todas as imagens enganadoras da ilusão”, na certeza de que A REALIDADE DIVINA É PERFEITA E TRANSCENDENTE A TODAS ELAS!

Despenda o tempo disponível e necessário para DAR CRÉDITO À VERDADE DE QUE “O REINO DE DEUS É CHEGADO”!  E QUE É NELE QUE VIVEMOS!

Jamais avalie ILUSÃO em ESCALA de “gravidade”! SÓ CONSIDERE “MUITO GRAVE” ACREDITAR EM DEUS E EM IMPERFEIÇÕES! DEUS É TUDO, É ÚNICO, E SOMOS UM COM ELE!

Jamais esteve VOCÊ separado de Deus! Jamaiss teve VOCÊ “outra mente” vendo “imperfeições” como existentes!

“Olhai para MIM, e sereis salvos”, já dizia Isaías antes da vinda de Jesus, E quando veio Jesus, REPETIU ISAÍAS, dizendo: “Vinde a MIM, vós que estais cansados e oprimidos, que EU VOS ALIVIAREI”.

“Olhar para MIM” ou “VIR A MIM” é simplesmente SOLTAR O CENÁRIO DA ILUSÃO E SE PERCEBER JÁ ESTANDO “EM MIM”!

*

*

UNIDADE PERFEITA: NOSSA MORADIA REAL!

Se cumprirmos em nós mesmos a oração de Jesus: “Oro para que todos sejam UM”, estaremos em Deus, sendo Deus, e sendo “deuses”, ou seja, estaremos SENDO A VIDEIRA TODA E, SIMULTANEAMENTE,  SENDO UM DE SEUS RAMOS ESPECÍFICOS! Nesse sentido, assim disse Jesus: “EU E O PAI SOMOS UM, MAS O PAI É MAIOR DO QUE EU”.

Caso alguém nos perguntasse: “Em que consiste a Metafísica Absoluta, ou a Ontologia?”, poderíamos assim responder: “Consiste em cumprirmos em nós mesmos que SOMOS A UNIDADE PERFEITA”!

E PARA ISSO, A NATUREZA HIPNÓTICA DAS “APARÊNCIAS”, CHAMADAS DE “MUNDO”, SÃO INTEGRALMENTE DESCARTADAS COMO “NADAS”, OU COMO  SIMPLES SUGESTÃO HIPNÓTICA!

Na UNIDADE PERFEITA, livres de “imagens falsas”, e como “HABITANTES DO PARAÍSO”, temos a VIDA IMORTAL sendo vivida sem tropeços e sem preocupações. Isto porque será NA TOTALIDADE DE DEUS que reconhecemos estar, sem a Ilusão de nascimentos e mortes, c contemplando o FATO de que O CRISTO É TUDO EM TODOS, MANIFESTO COMO UNIDADE PERFEITA!

Por que Jesus não aceitou ser chamado de “Bom Mestre”? Sabia que UNICAMENTE DEUS É PERFEIÇÃO  EM SUA UNIDADE PERFEITA, E QUE A BONDADE DIVINA SE EXPRIME COMO A BONDADE DO CRISTO QUE TODOS AGORA SOMOS!

“SEGUE-ME TU”, disse Jesus a Pedro, desejoso em saber “ o que seria de suposto “outro” que, naquele momento, aparentasse não se interessar pela Verdade.

A mesma pergunta é  continuamente formulada por aqueles, interessados em saber “quando o marido, esposa,  filho, neto ou vizinhos” viriam a se mostrar desejosos de conhecer a Verdade! E continua valendo a mesma resposta dada a Pedro:

“SEGUE-ME TU”!

A crença em OUTROS somente será dissipada pela nossa adesão completa à UNIDADE PERFEITA, forma única possível de rechaçarmos a FALSA CRENÇA EM “VIVOS NA MATÉRIA”!

“EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA”, disse Jesus. Por isso Paulo DECLAROU que O CRISTO É A NOSSA VIDA!  SABIA QUE “EU SOU” É A TOTALIDADE DIVINA. SOZINHA SE EVIDENCIANDO!

*

COMENTÁRIOS SOBRE “O CORDEIRO DE DEUS DESTRÓI O MAGNETISMO ANIMAL” – 20

20

Jesus nos deu a preparação específica necessária para destruir o dragão, quando disse a Satanás: “Está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele darás culto”.

“Preparação específica necessária para destruir o dragão”:

“Está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele darás culto”.

Assim a autora descreveu o princípio fundamental do estudo da Verdade:

DEUS É TUDO!

As pessoas desconhecem que “cultuam o dragão”, ao retirarem ilusoriamente de Deus a Sua Onipotência!  Por que o suposto “mal” é destruído, quando unicamente a Deus nós adoramos? Isto se dá quando destituímos todo poder de “aparências hipnóticas”, o que irá nos requerer convicção, radicalismo, atitude e dedicação. A real adoração não tem nada a ver com mortais se ajoelhando e cultuando um Deus apartado deles! Os “joelhos dobrados” representam o “sumiço do ego”, e não sua ilusória presença em oração!

“Os verdadeiros adoradores”, disse Jesus, “adoram o Pai em espírito e em verdade”, e o entendimento sobre como é esta adoração ao “Senhor TEU DEUS”, está explicitado na revelação do apóstolo Paulo:

“Glorificai a Deus no VOSSO CORPO e no VOSSO ESPÍRITO, os quais pertencem a Deus”.

O que  vimos até aqui, neste artigo, sobre a natureza ILUSÓRIA do “erro”, ou do suposto “mundo de aparências”,  está sintetizado nesta frase de Jesus, que constitui o chamado “autotratamento”, isto é, a forma correta de lidarmos com as “crenças hipnóticas” pelo consciente descartar de todas elas! É quando contemplamos a NOSSA PRESENÇA, não mais como humanos, supostamente submissos às crenças dualistas da suposta “mente carnal”, mas sim, como “deuses”, seres perfeitos INTEGRADOS À ONIPRESENÇA, de forma que Deus seja de fato honrado como Onipotência onipresente.

Não apenas leia e concorde! Marque e grave bem, para pôr imediatamente em prática!

Como Jesus adorava a Deus? Vendo-se SENDO DEUS! Sem levar em conta “outro” poder! Sem levar em conta “outra” presença! Quem quiser se conhecer “sendo a Verdade”, terá de fazer exatamente a mesma coisa!

 

CONTINUA NA PRÓXIMA SEGUNDA=FEIRA..>

RECONHEÇA SER “FRUTO DO VENTRE QUE JAMAIS GESTOU”!

É comum, quando alguém lê o que Jesus disse: “Eu,  de mim mesmo, nada faço; o Pai em mim é quem faz as obras”, achar que ele se referia às suas supostas “obras terrenas”. Enquanto esta crença falsa for mantida, a VERDADE ABSOLUTA dita por ele continuará oculta, e não percebida em seu real sentido!

Jesus não dava crédito nenhum ao mundo rotulado por ele próprio de “mundo do pai da mentira”, pois veio “acordar a humanidade” para VERDADE de que unicamente O REINO DE DEUS, ONIPRESENTE, PERFEITO E PERMANENTE, É REALIDADE!

As revelações requerem reconhecimento pleno, para serem “vivificadas pelo Espírito divino”! Se temos revelado que DEUS É BEM ONIPRESENTE IMUTÁVEL, quando reconhecemos o FATO, é ele “trazido à luz”. E nesse reconhecimento se inclui a admissão de que TODO SUPOSTO MAL É AUSÊNCIA JÁ OCUPADA PELO BEM!

O erro fundamental é a CRENÇA FALSA  de que “nascemos de ventre materno”. Aceitar essa mentira é se convencer de que SOMOS MORTAIS!

Da multidão bradou certa mulher a Jesus: “Bem aventurado o ventre que o gestou!”, ao que ele respondeu: “BEM AVENTURADO O VENTRE QUE JAMAIS  GESTOU!”. Dava à humanidade a “VERDADE ABSOLUTA DA EXISTÊNCIA”

Para Jesus, as obras feitas pelo Pai eram TODAS QUE HÁ NA UNIDADE PERFEITA, inclusive O SER QUE JESUS ERA E OS SERES QUE SOMOS TODOS!

A Fonte de TUDO É UM “VENTRE QUE JAMAIS GESTOU”! SOMOS SEM COMEÇO E SEM FIM, SOMOS O VERBO EM EXPRESSÕES INDIVIDUALIZADAS! Por isso, O PAI DE JESUS É  IGUALMENTE O NOSSO PAI, E SOMOS TODOS O CRISTO  SOMOS –  ETERNAMENTE!

Ao dizer “ter vindo ao mundo para dar testemunho da Verdade”. dava Jesus a Verdade que registrou em sua oração, para que TODOS FÔSSEMOS UM – ASSIM COMO ELE E O PAI SÃO UM – PERFEITOS NA UNIDADE!

*

DEUS É LUZ, DEUS É AMOR!

Segundo a Bíblia, DEUS É LUZ e DEUS É AMOR! Que mais a Bíblia diz? Que nosso Corpo é Templo de Deus, que o Espírito de Deus habita em NÓS, e que “devemos glorificar a DEUS no nosso Corpo e no nosso Espírito, que PERTENCEM A DEUS”!

Que fazer com estas revelações? Muitos nada fazem, alguns as leem rapidamente, concordam com o lido, e se dão por satisfeitos. NO ENTANTO, SÃO REVELAÇÕES ABSOLUTAS QUE REQUEREM NOSSA ATENÇÃO MÁXIMA! Estão dizendo que AQUILO QUE DEUS É, É O QUE TODOS NÓS AGORA SOMOS!

De nada nos adianta ler que DEUS É LUZ OU QUE É AMOR, se nos mantivermos identificados com as crenças mentirosas do “mundo do pai da mentira”!

Aos judeus que o viam como “carnal com menos de cinquenta anos de idade”, Jesus não os poupou de ouvir a Verdade: “Antes que Abraão existisse, EU SOU!” Estava, primeiramente, dizendo a Verdade SOBRE SI MESMO, e então, passando-a aos demais!

Igual deve ser o nosso procedimento, diante das mentiras que a suposta “mente carnal” apresenta sobre quem somos! SOMOS  DEUSES! ESTA É A VERDADE, SEJA DURANTE AS “CONTEMPLAÇÕES”, SEJA EM QUALQUER SITUAÇÃO DO SUPOSTO “MUNDO FENOMÊNICO”!

Estando nas “contemplações”, devemos dedicar o tempo que nos for possível para fazer uma IDENTIFICAÇÃO TOTAL com as revelações absolutas! Devemos reconhecer que VIVEMOS imersos na LUZ e no AMOR DE DEUS, tanto universalmente como especificamente, como O CRISTO QUE SOMOS!

Que não seja levado nenhum “ser humano” às “contemplações”! ELAS DEVEM TER INÍCIO COM A VERDADE DE QUE DEUS É TUDO, TUDO É DEUS! E ENTÃO,  “CONTEMPLAREMOS DE FATO” , VIVIDAMENTE, A VERDADE DE QUE DEUS É AQUELE QUE SOMOS!

Como fazia Jesus, ENUNCIE A VERDADE SOBRE SI MESMO, E PARA SI MESMO, SEM SE INTERESSAR POR SABER SE SEUS SUPOSTOS “OUVINTES” POSSAM OU NÃO ESTAR ACREDITANDO! DEUS É LUZ, DEUS É AMOR, E SENDO TUDO, VOCÊ É A LUZ E O AMOR DE DEUS EVIDENCIADOS COMO O CRISTO!

*

DECIDA-SE POR DISCORDAR RADICALMENTE DOS SENTIDOS HUMANOS!

Quando a Metafísica revela que “todos os sentidos humanos” não mostram a Realidade, e que, em vista disso, são falsos e não confiáveis, não significa deixarmos de vê-los atuando erroneamente! Apenas DISCORDAMOS DELES, cientes da Verdade de que REAL É UNICAMENTE O QUE DEUS FAZ, o que significa entendermos que unicamente o Bem e a Perfeição absoluta estão perenemente manifestados “para quem tem olhos para ver”.

“Olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo e mente são o NADA”, disse Buda. Esta revelação deve ser por nós considerada para recordarmos que DEUS E O SEU BEM PERMANENTE É TUDO!

Quando Jesus disse “ter vindo para juízo”, ou seja, “para que os que veem sejam cegos e para que os que não veem vejam”, estava repetindo a fala de Buda, para que DISCORDÁSSEMOS DAS APARÊNCIAS, para que não vivêssemos uma ILUSÃO COLETIVA, mesmo estando cientes de que DEUS É TUDO!

Estas Verdades,  segundo Paulo, são as “loucuras de Deus”! E que nos disse ele? “Se quiser ser sábio, FAÇA-SE LOUCO PARA SER SÁBIO”!

Se nos empenharmos em VIVER AS REVELAÇÕES ABSOLUTAS, DEIXAREMOS DE SER ILUDIDOS PELAS APARÊNCIAS, DESDE QUE DELAS DISCORDEMOS COM A AUTORIDADE DO CONHECIMENTO!  Como dizia Marie S. Watts, ouvindo um ‘Bom dia’ do diabo, responderíamos: “Bom dia, Deus!”

A maioria sequer conhece estas falas de Buda e de Jesus! Vive na VERDADE sem ter consciência alguma desse FATO. Acredita ter nascido na carne, e que, certamente, morrerá um dia! SOMENTE SE LIBERTARÁ QUANDO SOUBER QUE DEUS É A VIDA DE TODO SER VIVO, E QUE A VIDA DE DEUS É PERFEITA, ETERNA E ÚNICA!

A ILUSÃO apenas aparenta inverter o bem para apresentá-lo como “ IMAGEM HIPNÓTICA DO MAL”. MAS O FATO É QUE O BEM É PERFEIÇÃO CONSTANTE, E ASSIM O TRATAMOS PARA NOS LIVRARMOS DA CRENÇA EM “PARES DE POSTOS”!

DISCORDANDO DAS “APARÊNCIAS”, ENDOSSAMOS A VERDADE DE QUE O BEM É PERMANENTE! E é quando praticamos o Budismo e o Cristianismo “ao mesmo tempo”! 

*

*

O CORPO DE UM SONHADOR ESTÁ EM SEU QUARTO. E NUNCA EM SEU SONHO!

Esteja alguém sonhando, seja um bom sonho ou um pesadelo, todos os cenários vistos por ele são irrealidades aceitas como realidades. Exatamente o mesmo ocorre com aquele que estuda a Verdade; terá de se convencer da IRREALIDADE DO SUPOSTO MUNDO MATERIAL, ENTENDÊ-LO COMO SONHO OU PESADELO, PARA SE ATER RECEPTIVO À PERCEPÇÃO DO GLORIOSO REINO DE DEUS, AQUI E AGORA INTEIRAMENTE MANIFESTADO!

Por mais que uma mentira seja aceita como verdadeira, jamais consegue ela alterar ou modificar a Verdade. Por isso, os ensinamentos revelam que DEUS É TUDO, QUE SEU BEM É ONIPRESENTE E PERMANENTE,  E QUE SEU TESTEMUNHO É MAIOR DO QUE O DADO PELOS  HOMENS!

Paulo deixou claro que “o que é visto pelos homens não é o que Deus faz”! E diz que “o que DEUS FAZ”, é perceptível ao Espírito de Deus que de Deus recebemos para O percebermos espiritualmente!

Em vista disso, não mais se deixe ILUDIR pelas “mentiras do mundo dos homens, que se dividem sempre em boas e más! Permaneça no “Testemunho de Deus, na Verdade eterna e na Perfeição onipresente, de modo a desmentir todas as “aparências” do bem e mal das crenças do mundo!  Para isso, TEMOS A MENTE DE CRISTO, a própria Mente do Pai sendo a Mente do Filho! Desse modo, o REINO DE DEUS será reconhecido como “quarto do sonhador”, os seus “sonhos e pesadelos” serão as “aparências”, reconhecidas como nulidades, e cada “sonhador” será reconhecido como DESPERTO, “em Deus vivendo, se movendo e tendo o seu Ser”!

*

“SEJA COMO A DE JESUS A ATITUDE DE VOCÊS!”

Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus,
que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se;
mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. 

Filipenses 2: 5-7

Quando Paulo disse para que nossas atitudes fossem as mesmas de Jesus, que estando ciente de “ser Deus”, esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens”, muitos entenderam equivocadamente o seu real sentido espiritual.

Certa vez, falando sobre a Verdade Absoluta a um grupo de evangélicos, um dos presentes assim me disse: “Você fala sem a “doçura” que tinha Jesus, e me fica difícil crer naquilo que diz! Devia expressar a doçura de Jesus em suas palavras!”. Respondi a ele: À que doçura de Jesus você se refere? À que ele demonstrou, chamando os “doutores da lei” de serpentes, ou de raça de víboras? Ou quando disse aos fariseus que eles “tinham por pai o diabo?”

A bondade de Jesus foi refutada por ele, ao ser chamado de “bom mestre”! Defendia a BONDADE DIVINA ONIPRESENTE, E NÃO A SUPOSTA BONDADE DE PREGADORES OU MENSAGEIROS da Verdade!

Se assim não for entendida, a citação de Paulo será distorcida em seu conteúdo, e o ideal pareceria sermos “pacatos e bondosos” frente às deformações feitas ao mundo pelo entendimento errôneo passado pelas igrejas! Alguém do mundo, vendo Jesus dando chibatadas em vendilhões do templo, endossaria ser ele o CRISTO? Ou mandando “pregar o Reino de Deus” aquele que desejava primeiro enterrar o pai para só depois vir segui-lo?

“Não há nem bem nem mal, mas o pensar o torna assim”, disse Shakespeare. Imitaremos Jesus imitando-o primeiro em suas “orações absolutas”, sem nos tornarmos servos do ego de outrem, algo que dista infinitamente da Verdade! E nossa identificação com Deus nos deixa “esvaziados de nós mesmos” para que O CRISTO POSSA SER CONTEMPLADO EM NÓS MESMOS E TAMBÉM NOS DEMAIS! E, NESSE CASO, MESMO QUE “PALAVRAS DURAS” SEJAM DITAS, SERÃO “AJUSTES” ADVINDOS DO “AGIR PELO NÃO AGIR”, E NUNCA POR “FALTA DE DOÇURA”! Estaremos mantendo em pauta o que disse Jesus: “BOM SÓ HÁ UM, QUE É DEUS!”

*

A VIDA PELA GRAÇA MEDIANTE CONTEMPLAÇÕES E PRÁTICA DA CIÊNCIA MENTAL


 

Com o aparente envolvimento de cada dia com o falso “mundo do pai da mentira”, alguém que estude a Verdade com o firme propósito de colocá-la em prática, terá de destinar sempre alguns momentos para reconhecer seus princípios absolutos e as leis mentais com que os princípios são endossados, através de afirmações da Verdade, negações da ilusão e programações do subconsciente, que nos gravem a Existência única de Deus, de Sua Onipresença, Onipotência, Onisciência, e Oniatividade.

Um exemplo simples, que recentemente me aconteceu, foi de eu ter-me lembrado de uma antiga música de John Lennon, chamada “Love”, que eu conhecia com outro grupo musical da década de 70. Como não era um grupo famoso no Brasil, eu não me lembrava mais de como se chamava. Tentei pesquisar pelo Google, pela Wikipedia, mas sem sucesso; só a gravação original de John Lennon me aparecia. Então pensei: “Parece que a outra gravação eu nunca mais poderei ouvir”!

No dia seguinte, ocupado com outra atividade, vi saltar-me à memória o nome do Grupo: “The Lettermen”. O subconsciente sabia o nome, e ele me foi revelado.

A Ciência Mental faz nos saltar à lembrança, de modo idêntico ao da música citada, as revelações espirituais programadas pelo consciente no subconsciente da mente, e que nos aparecem reveladas sempre que delas necessitarmos.

Quando com assiduidade nos dedicamos às “contemplações absolutas”, e endossamos os seus princípios através da Ciência Mental, com facilidade viveremos a Vida pela Graça, sem medo, sem dúvidas e sem preocupações infundadas! 

*

TROCANDO “IMAGENS FALSAS” PELO REINO DE DEUS!

NÃO BASTA a Verdade ser apenas conhecida intelectualmente sem que seja vivida na vida prática, como exemplicava Jesus! O suposto “mundo fenomênico” é pura ILUSÃO, e o que se acha manifestado, universalmente, é unicamente DEUS com Suas Obras todas perfeitas!

“O Reino está presente no mundo inteiro”, disse Jesus! Que terá de ser feito? Uma consciente SUBSTITUIÇÃO DE “IMAGENS FRAUDULENTAS”, que só simulam ser realidade, pela ADMISSÃO DEDICADA da Presença unicamente da PERFEIÇÃO ABSOLUTA, já presente em toda parte!

Esta atitude, fundamentada no “não visto”, é a “FÉ”, base da prática da Verdade! E nossa atenção em NÃO NOS DESVIARMOS do que é verdadeiro, é nossa CERTEZA das “coisas não vistas”.

O centurião, que pedia a Jesus que curasse um de seus servos, sabia que “o mal” se reduzia a NADA diante da Verdade que Jesus conhecia! Por isso recorreu a ele, o que significava que NÃO SE SENTIA HABILITADO A ANULAR A “APARÊNCIA DO MAL”, QUE LHE APARECIA COMO “SERVO COM SAÚDE COMPROMETIDA”.

Em suas obras sobre “cura metafísica”, Joel S. Goldsmith deixou bem claro o sentido de se anular a ILUSÃO. Dois princípios disseminou ele para isso: a “impersonalização” da ilusão e a “nadificação” da ilusão. Tais princípios fazem parte do livro “Ciência e Saúde”, de Mary Baker Eddy; entretanto, com a didática com que os aclarou Goldsmith, eles se tornaram bem mais fáceis de serem praticados! 

Se, no caso trazido a Jesus pelo centurião, fossem aplicados estes princípios, como seria? Com a “impersonalização”, o servo seria tirado de foco, pois o suposto “mal” não estaria sendo vivido pelo suposto “servo doente”, mas sim, seria transferido para a HIPNOSE UNIVERSAL IMPESSOAL, que REPRESENTA a ILUSÃO COLETIVA DE “VIDA APARTADA DE DEUS”!

Em seguida, a ilusão seria “nadificada”, uma vez que A VERDADE É QUE DEUS É TUDO, E TODA ILUSÃO DE MAL ESTARIA SENDO INTEIRAMENTE “NADA”!

Com estes dois princípios, Goldsmith realizava “curas metafísicas” em profusão, que muito o alegravam. Mas chegou ao ponto de perceber que A VERDADE SOBRE CADA PACIENTE – A DE SER O CRISTO  –  NÃO LHES FICAVA ACLARADO , MAS SIM, A SUPOSTA “CURA”, OU “APARÊNCIA”, MELHORADA OU CURADA!

O ENSINAMENTO ABSOLUTO parte de DEUS SENDO TUDO! Nunca OFERECE  “resistência ao mal”, assim como também nos instruiu Jesus!  As Verdades são CONTEMPLADAS A PARTIR DO REFERENCIAL DE DEUS, que “testemunhou” Sua “criação” como sendo MUITO BOA.

Permanecendo neste REFERENCIAL DA LUZ, COM “O PAI FAZENDO AS OBRAS”, ficam as aparências boas e más anuladas!

QUE NOS FICARÁ SOBRANDO? O REINO DE DEUS, PRESENTE EM TODA PARTE, PERFEITO E INVIOLÁVEL! ENQUANTO A ILUSÃO SE REVELA ESTANDO AUSENTE, REDUZIDA A “NADA”.

*

TUDO JÁ DEU CERTO, PORQUE DEUS É TUDO!

Um erro comum da humanidade acaba sendo sua adesão ao chamado “mundo do pai da mentira” e sua suposta lógica fundamentada no “nada”. Com essa “lógica ignorante”, a mente humana em tudo  desenha e antevê dificuldades, que geram preocupações, dúvidas e receios de que “algo” possa “não dar certo”!

As revelações absolutas nos atestam que TUDO JÁ DEU CERTO, PORQUE DEUS É TUDO – sendo inclusive o “Filho de Deus ” que somos”;

As falsas “crenças coletivas” amarram as pessoas de modo idêntico a “um traço de giz”, que ilusoriamente,  hipnotiza e “amarra” uma galinha e a faz se julgar estar por ele imobilizada no chão!

Numa empresa em que trabalhei, havia um gerente que, dentre os demais, era todo ano premiado pela Diretoria como campeão de vendas. Parecia-me conhecer a Metafísica; porém, quando perguntei a ele se a conhecia, não se mostrou interessado em afirmar que sim. Mas, “pelos frutos os conhecereis”, disse Jesus! Perguntei em seguida o que ele fazia para ganhar tantos “prêmios pelas vendas”, e ele me disse: “Eu vendo trocadores de calor, e quando a chefia me passa a “meta de vendas” em dado período, 5000 metros quadrados de área de troca, por exemplo, eu gravo na mente o triplo, 15000 metros quadrados e a elejo como “minha meta pessoal”! Trabalhando desse modo, ao final, tendo vendido só a metade, 7500 metros quadrados, eu teria vendido cinquenta por cento acima do que seria a “meta da empresa”!

“PENSE GRANDE”, diz a Metafísica! TUDO! JÁ DEU CERTO!  A Verdade requer determinação, decisão e fé, para que sempre, ininterruptamente, testemunhemos que O BEM É PERMANENTE, E É “TRAZIDO À LUZ” COMO BEM VISÍVEL VINDO DE ACRÉSCIMO!

Varra de aceitação todos os ilusórios entraves e obstáculos sugeridos pela “mente carnal”! Permaneça resolutamente no Fato de que TUDO JÁ DEU CERTO, cuidando, entretanto, de levar em conta a sábia recomendação para “não dar o passo maior do que as pernas!” Pratique corretamente os princípios espirituais e mentais, aguarde e acolha, PRIMEIRO, que a manifestação natural dos bens acrescentados se dê VISIVELMENTE, para fazer o uso correto e adequado deles! 

*

JESUS ENTRE FARISEUS E MESTRES DA LEI

Os fariseus e os mestres da lei perguntaram a Jesus: “Por que os seus discípulos não vivem de acordo com a tradição dos líderes religiosos, em vez de comerem o alimento com as mãos ‘impuras?”

Respondeu Jesus: Profetizou Isaías acerca de vocês, hipócritas; como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens’.
Vocês negligenciam os mandamentos de Deus e se apegam às tradições dos homens”.

Marcos 7: 5-8

A paciência demonstrada por Jesus, em seus contatos com a hipocrisia do mundo, é mesmo a de alguém que “conhecia a Verdade” de que UNICAMENTE DEUS EXISTE E TEM REALIDADE! Por isso, sempre  salientava a hipocrisia da suposta “mente carnal”, que apenas se preocupa com exterioridades, sem levar em conta os reais ensinamentos da vida, que somente a interiorização consegue trazer à luz!

Num sentido mais profundo, a crítica à hipocrisia do mundo inclui também o desmantelamento da “crença em evolução”, que é o desejo de alguém em se exibir com aparente diferenciação e superioridade em relação ao próximo. Numa só declaração, Jesus pôs  fim também a essa crença que avalia “carnais pelas aparências”. Assim, ao criticar aos que criticavam seus discípulos, por comerem sem antes lavar as mãos, Jesus criticava as “doutrinas terrenas”, abertas às melhorias de carnais em seus supostos e ilusórios “estágios de consciência”, algo que seria o contrário de seu real ensinamento, que diz: “Estivestes comigo desde o princípio”.

A ilusão faz “gato e peteca” daqueles que não entendem as suas armadilhas! O desejo natural seria o de se ter o necessário para serem cumpridos os próprios objetivos de alguém, mas a mente de “querer sempre mais”, ou de “querer tudo”, é a própria “mente carnal” em si, sempre a escravizar  pessoas dentro de seu cercado de “possuir bens”, de modo insano e egoísta!  Muitas vezes, mais se satisfazem em exibir  aos demais um “carro de luxo”, ou uma “mansão”, do que com o fato  de os possuírem! E Buda já dizia: “Quanto mais bens, menos paz”!

Identificando a hipocrisia, Jesus salientava a “personalidade falsa e humana”, que aparentava viver num real“cativeiro” de crenças coletivas, sempre atrapalhando e desviando alguém do real conhecimento da Verdade de que O CRISTO É A TOTALIDADE DO SER QUE TODOS SOMOS! 

Disse-lhes Jesus:” Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens’.
Vocês negligenciam os mandamentos de Deus e se apegam às tradições dos homens”.
 

A que mandamentos de Deus se referia Jesus? Por certo, aos dois principais:

“Amarás o Senhor Teu Deus de todo o teu coração e de todo o teu entendimeto; e amarás o teu próximo como a ti mesmo”.

*