“MUDANÇA IMEDIATA E ESPECÍFICA DE REFERENCIAL”

Supor erroneamente que “vivemos em mundo terreno”, com “corpos humanos nascidos”, é a aceitação da grandiosa ILUSÃO que a Verdade destrói. A maioria parte de “vida material” como existente, enquanto a Verdade revela que DEUS É ESPÍRITO, e que somos todos O ESPÍRITO DE DEUS em Evidência eterna ou permanente. Nossa adesão a esta Verdade é chamada de “mudança de referencial”.

Aquele que ACEITA A TOTALIDADE DE DEUS, aceita também a NULIDADE DE EXISTÊNCIA MATERIAL, e se põe a reconhecer que, como disse Paulo, “em DEUS vivemos nos movemos e temos o nosso Ser”. Esta é a VIDA REAL vivida ATRAVÉS DA “TROCA DE REFERENCIAL”.

A “transfiguração de Jesus” representa a “mudança de referencial”, em que, vendo-o como Luz divina, três discípulos testificaram sua REAL PRESENÇA ILUMINADA!

 

Quando aparentemente “fazemos concessões ao mundo”, lidando com ele e com a maioria iludida por ele como se fôssemos humanos, e não “deuses”, podemos empregar a “TROCA DE REFERENCIAL ESPECÍFICA”, QUE LIDA COM CADA SITUAÇÃO DE FORMA IMEDIATA E  ESPECÍFICA, e nos facilita a não endossarmos a ILUSÃO.

Todos os ilusórios “sensacionismos negativos”, sugeridos pela “mente carnal”, INSINUAM os reais “sensacionismos permanentes verdadeiros”, sob os quais em DEUS vivemos! E o nosso imediato reconhecimento desse fato corta pela raiz as pretensões com que a ilusória “mente carnal” intenta nos iludir, em nossos supostos “contatos cotidianos”.

Se a prática da Verdade for reduzida apenas às “contemplações”, dificilmente alguém passará o dia todo endossando os seus princípios; e, o que mais lhe sucederá, será endossar a ILUSÃO.

Todo FILHO DE DEUS vive, aqui e agora, no “Paraíso das Delicias”, mantido por Deus, o que precisa ser reconhecido de forma a VIVENCIARMOS SEUS “SENSACIONISMOS REAIS”, POSITIVOS E ABSOLUTOS!

Alguém recentemente assim me disse: “Você viu como o mundo todo está um verdadeiro caos?”, e eu, na hora, “mudei de referencial” e respondi: “Jesus disse que o Reino de Deus se faz presente no mundo inteiro”. E a pessoa, silenciando-se, concordou!

Não tem o mínimo cabimento “conhecermos a Letra da Verdade”, e passarmos o dia todo endossando ILUSÃO! Muito pelo contrário, sempre devemos reconhecer que “estamos na Paz do Cristo”, que “a Alegria do Pai é a nossa Alegria, que “tudo que o Pai possui,  já está dado a nós”, para que, desse modo, percebamos nossa VIDA PLENA, COM AS “SENSAÇÕES DE DEUS” SENDO A NOSSA VIDA COM ABUNDÂNCIA!

No mundo vigora a Lei Mental: “AQUILO QUE FOR RECONHECIDO, APARECERÁ!”.

*

Deixe uma resposta