O ESPÍRITO DE DEUS CONSTITUI A SUA PERFEIÇÃO E O SEU PRÓPRIO SER!

Assumir, reconhecer e contemplar a Verdade que somos, ou seja, que DEUS É TUDO, requer uma convicção absoluta de que JAMAIS ESTIVEMOS SENDO “alguém” nascido da carne! Para a ilusória “mente carnal”, a imperfeição faz parte de todos os seres, afirmando ela que “ninguém é perfeito, a não ser Deus”! Esta aparente “verdade” traz em si mesma a GRANDIOSA ILUSÃO que até hoje aparenta “prender a humanidade” no “sonho de Adão”, como se fosse possível haver “alguém” que não fosse DEUS, PERFEIÇÃO INFINITA, “DESDE O PRINCÍPIO”!

O apego coletivo a CRENÇAS FALSAS é tamanho, que MESMO RECEBENDO A VERDADE de que “somos Luz” ou que “somos deuses”, continua a humanidade se identificando com “carnais”, com “gerações terrenas”,  em suma, com a ILUSÃO de que DEUS NÃO SEJA TUDO!

A Seicho-no-ie declara a seguinte revelação absoluta: “No âmago da matéria, no âmago do  corpo, EXISTE UM SER SUMAMENTE PERFEITO E MARAVILHOSO! Este, sim, é o VERDADEIRO TU PRÓPRIO, exatamente como Deus o criou, e é a VIDA, eternamente SAUDÁVEL E IMPERECÍVEL!”.

Quando João diz que, “SEM O VERBO, DEUS, NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ”; quando Paulo diz que “Somos o TEMPLO DE DEUS, e que O ESPÍRITO DE DEUS É QUEM HABITA EM NÓS”;  e quando Jesus diz que “Vós TAMBÉM testificareis, POIS ESTIVESTES COMIGO “DESDE O PRINCÍPIO”, nenhum deles nos associava com suposto “carnal nascido”! Entretanto, como bem disse Joseph Murphy, NINGUÉM PODERÁ DIZER “EU SOU DEUS” por VOCÊ, ou EM SEU LUGAR”!

Em suas primeiras aulas dadas sobre a Verdade, Mary Baker Eddy expunha aberta e claramente que DEUS CONSTITUI NOSSA PERFEIÇÃO E NOSSO VERDADEIRO E ÚNICO SER; mas a Verdade chocava e não era aceita! Em vista disso, a revelação foi sendo “moldada ao gosto popular”, chegando ela ao ponto de assim dizer: “Se eu esconder ainda mais a Verdade, a Verdade ficará perdida novamente!”

O mundo é “mundo que adota a mentira”! Diz aceitar que DEUS É PERFEITO, mas sempre posicionando os seres DISTANTES DA PERFEIÇÃO, entulhando neles suas CRENÇAS FALSAS E IN INIDÔNEAS, apregoando a ILUSÃO de “leis cármicas”, “evolução”, “pecados”, “livre-arbítrio”, e, pasmem, explicando que além de “encarnação”, existe ainda a suposta “reencarnação”, CRENÇAS JAMAIS PASSADAS AO MUNDO POR JOÃO, PAULO, JESUS, E DEMAIS REVELADORES DA VERDADE ABSOLUTA!

“Não se deita “vinho novo em odres velhos”, disse Jesus! A Nicodemos, disse ele que todos TERIAM QUE “NASCER DE NOVO”, SEREM ODRES NOVOS, EXPULSANDO COM DETERMINAÇÃO E VIGOR TODA SUPOSTA “IDENTIFICAÇÃO COM MORTAIS”! Caso contrário, a VERDADE não somente ficará desconhecida, como, também, a NINGUÉM poderá LIBERTAR!

 *

Deixe uma resposta