Sob a Luz eterna da Verdade – 18

18

O REAL SENTIDO DO BATISMO DE JOÃO

Enquanto o real sentido do Batismo e do Evangelho de João não ficarem bem explicados à humanidade, a ´ponto  de serem seguidos em suas metas prioritárias, o Cristianismo verdadeiro não poderá ser cumprido como deveria ou como poderia.

A humanidade se vê abarrotada de teologias e crenças que fogem da fé e convicção absolutas de que a realidade divina É obra  perfeita, consumada e perpétua de Deus, enquanto o grosso da humanidade se mantém em seu ilusório patamar de aparências mutáveis e temporais, que nada atestam como tendo duração permanente!

Uma pomba, simbolizando o Espírito Santo, pousa em Jesus, ao receber ele o a Voz do Alto identificadora de sua real natureza como ALGUÉM QUE JAMAIS NASCE, JAMAIS MUDA E JAMAIS MORRE! Que disse a Voz a Jesus? “Tu és o MEU FILHO AMADO EM QUEM ME COMPRAZO”.

Não há VERDADE PERSONALIZADA! Exemplificando, se uma conta, cinco vezes cinco, resulta em 25, este resultado se repetirá sempre que alguém refizer a mesma conta, seja feita por Jesus, Moisés, Tomé, José, Maria, ou por qualquer outro! Jesus é VERDADE UNIVERSAL!

Se VOCÊ for receber o Batismo de João neste ENTENDIMENTO demonstrado por Jesus, DE DEUS VOCÊ  TAMBÉM OUVIRÁ: “TU ÉS O MEU FILHO AMADO EM QUEM ME COMPRAZO”

Quem duvidar, estará negando o que disse Paulo: “NÃO SABEIS QUE SOIS O TEMPLO DE DEUS E QUE O ESPÍRITO  DE DEUS HABITA EM VÓS?” E estará negando Jesus, quando disse: “Fareis as obras que eu faço, e as fareis maiores do que estas!”.

Jamais receba o Batismo de Deus sem estar de vívida posse de sua real e verdadeira IDENTIDADE CRÍSTICA!

Sob a Luz eterna da Verdade – 17

17

“TUDO É SEMPRE DEUS EM COMPLETA AUTOMANIFESTAÇÃO”

 

Quando nos recusamos a “endossar aparências”, afirmando para nós mesmos que DEUS É TUDO, devemos simultaneamente RECONHECER QUE TEMOS A MENTE DE CRISTO, QUE PERCEBE O PARAÍSO AQUI E AGORA COM A MÁXIMA NATURALIDADE, E SEM O MÍNIMO ESFORÇO.

 

Não se identifique jamais com a chamada “mente carnal”! Não é a Mente que temos e não nos vem dela o Reino verdadeiro em que todos AGORA vivemos.

Desde o princípio existe em TODOS NÓS a Mente de Cristo! Aceite com naturalidade esta Verdade, reconhecendo saber o que

sabe a Mente do Cristo EM VOCÊ!

Sob a Luz eterna da Verdade – 16

16

“ISTO NÃO  É O QUE APARENTA SER”

Praticamos a Verdade QUANDO REINTERPRETAMOS corretamente o suposto “mundo de aparências” contemplando o “visto” como sendo NOSSO CÉU ​_​_PERMANENTE – UMA PERFEITA OBRA DE DEUS JAMAIS SENDO TORNADA UMA ILUSÃO DE MASSA!

Tudo que DEUS FAZ dura perpetuamente COMO PERFEIÇÃO ABSOLUTA, CABENDO A TODOS NÓS  NOS DESVIARMOS DAS SIMPLES APARÊNCIAS MENTIROSAS PARA HONRARMOS O PAI COMO “UNIDADE PERFEITA”, SEMPRE SE EXPRESSANDO COMO ONIAÇÃO!

E ASSIM, TEREMOS “VENCIDO O MUNDO”!

Sob a Luz eterna da Verdade – 15

15

A FÈ COMO CERTEZA DO  “NÃO VISTO”

Jesus, vendo o mundo pela fé, e não como aparências, sabia existir unicamente o mundo “visto pela fé”, de modo que devemos nos amoldar aos fatos perfeitos e  eternos da Existência, e não mais aceitarmos “dois mundos”, como faz a irreal “mente humana”, chamada por Paulo de “a inimizade contra Deus”.

Qual era a dituação.do servo do centurião, que solicitava a Jesus ajuda para aquele servo que parecia não estar nada bem? O servo estaria bem como sempre, pois o bem feito por Deus é permanente! Jamais muda! Jesus elogiou a fé do centurião POR TER ele a CERTEZA DA CURA, COMO DE FATO SE DEU!  Mas sempre, a Verdade é a Verdade, que independe de correções ou de melhorias. Para Jesus, seja quem for, VIVE SEMPRE PERFEITO COMO DEUS, E É NESTA VISÃO DO PARAÍSO QUE DEVEMOS NOS AMOLDAR

Sob a Luz eterna da Verdade – 14

14

“DAI, E VOS SERÁ DADO!”

Segundo a Bíblia, Homem e Mulher fomos “feitos por Deus” à Sua Imagem e Semelhança, e postos DIRETAMENTE NO PARAÍSO, representado por UM JARDIM CHAMADO “JARDIM DO ÉDEN”. Isto nos serviria como lembrete permanente de que não somos donos de bens materiais, mas de um  Jardim TODO UNO e TRASCENDENTE, igualmente DIVINO E PERTENCENTE A TODOS.

Somos tudo que nossa Consciência assume e admite ser, expressando o que sabemos que SOMOS, sempre vivendo na Glória de nos percebermos sendo UM,  numa UNIDADE sempre ativa e completa, e sempre testemunhando a “Dativdade” que emana da Graça, em que o Pai é percebido SENDO glorificado como o Seu FILHO AMADO que somos…

Sob a Luz Eterna da Verdade – 13

13

ATENHA-SE AO QUE É FATO PERMANENTE!

Quando alguém vacila e diz estar se sentindo enredado pelas “aparências”, deve se ocupar unicamente com a PRESENÇA da Mente divina.  A “casa dividida não subsiste”, bastando nos aquietarmos com a Verdade

de que TODA A REALIDADE É DEUS, QUE É TUDO!

 

O Cristo é sempre TUDO que Se exprime como Você! Atenha-se a este FATO, por ser permanente e intocável pelas ilusórias “aparências”!

Sob a Luz eterna da Verdade – 12

12

“BATA A PORTA NA CARA DO ERRO”!

Sendo indagada sobre como se protegia das influências hipnóticas do erro, Mary Baker Eddy respondeu:“Quando o erro bate à porta de vocês, deixam que ele entre; mas se bater â minha porta, eu bato a porta na cara dele!” SIMPLES ASSIM!

 

Disse Jesus: “EU SOU A PORTA”. Citava a Verdade IMPESSOAL “EU SOU DEUS” sendo unicamente DEUS PRESENTE COMO NOSSA PORTA: SEM DUALIDADE, SEM “OUTROS”, SEM NADA ALÉM DE DEUS!

Sob a Luz Eterna da Verdade – 11

11

SEJA TESTEMUNHA CONVICTA DA ONIAÇÃO DE DEUS!

O desconhecimento de que DEUS É TUDO é o que faz a maioria lidar com as revelações divinas não como algo perpetuamente se cumprindo, mas como “crenças” passiveis ou não de darem certo. As Verdades que Jesus conhecia eram por ele vistas como “sempre em cumprimento”. Por isso podia ele afirmar que “O PAI CONHECE NOSSAS NECESSIDADES ANTES DE LHO PEDIRMOS ALGO”.

A oração, quando aceita,  já está em seu próprio atendimento permanente! ISSO SIGNIFICA NOS MANTERMOS CONCORDANDO COM O MESMO PONTO DE VISTA DE DEUS, CONCORDANDO COM A PRECE ATENDIDA E DISCORDANDO DAS APARÊNCIAS EM CONTRÁRIO.

Sob a Luz Eterna da Verdade – 10

ASSUMINDO SUA NATUREZA DIVINA!

10

A incredulidade diante das claras e absolutas revelações trazidas por mestres e profetas de todos os tempos , que ousaram desafiar o mundo das irreais aparências materiais com a Verdade libertadora de que DEUS É TUDO! PRESENÇA PERMANENTE de Seu Universo único à espera do reconhecimento de  

DEUS É ESPÍRITO E, COMO DISSE JESUS, IMPORTA SER POR NÓS ADORADO EM ESPÍRITO E EM VERDADE.

Assuma sua REAL Natureza Divina, pois O CRISTO á a Verdade revelada sobre quem SOMOS, literal e completamente, AQUI E AGORA!

Sinta-se DONO do Reino  divino! Jamais negue ter sido herdeiro de tudo quanto Deus possui! Rompa de vez com as crenças mentirosas e limitantes, assumindo seu papel REAL  como FILHO ILUMINADO DE DEUS!

Sob a Luz eterna da Verdade – 9

9

UM REINO UNO EM ONIAÇÃO

“É do agrado do Pai dar-nos o Seu Reino”, disse Jesus. Desse modo, garantia que todas as obras reais, e mantidas aqui e  agora por Deus, já são todas nossas, em Unidade oniativa, todas sendo pertencentes a todos nós pela vontade do Pai.

“Não acumuleis tesouros onde ladroes minam e roubam, e onde as traças corroam”, disse Jesus! Mas “ajuntai tesouros no céu”, completava ele. Sabia que os bens reais já nos foram todos dados por Deus, como UNIDADE, e que assim deviam todos serem reconhecidos!

Vivemos em Deus, e não numa ILUSÂO chamada “mundo do pai da mentira”.

Sob a Luz eterna da Verdade – 8

8

UMA UNIDADE PERFEITA AGINDO PELA MENTE DE CRISTO!

Muito embora a Bíblia enfatize a Verdade de que “TEMOS A MENTE DE CRISTO”, segue a humanidade alheia a essa Verdade e aceitando como fato a ILUSÃO de que DEUS não seja nossa Mente única!

“Que haja EM VÓS a mesma Mente que houve em Cristo Jesus” , disse Paulo! Sabia que o segredo para “SERMOS UM” reside em não vacilarmos no reconhecimento da Verdade de SER DEUS A MENTE ÚNICA EM PERFEITA E UNIVERSAL EXPRESSÃO!

Nossa concordância com a Verdade de que “temos a Mente de Cristo” deixa-nos na condição de “não resistir ao maligno”., uma vez que a ilusão da presença do mal somente persiste se persistirmos NO ENDOSSO

da mentira de que DEUS NÃO SEJA NOSSA MENTE ÚNICA!

A mente ilusória parecia ser real e prometer a Jesus as “coisas do mundo”; entretanto, diante da fala de Jesus, “Está escrito: somente adorarás o Senhor Teu Deus!”, perdeu o “diabo” sua aparente loquacidade e sua suposta “atuação” naquele cenário!

Sob a Luz Eterna da Verdade – 7

7

UMA UNIDADE PERFEITA CHAMADA “JARDIM DO ÉDEN”.

Habitue-se a considerar a Existência em sua natureza real, plena , una, completa, perpetuamente perfeita.

“Aquiete- se saiba: EU SOU DEUS!” O ESPÍRITO DE DEUS É SOBRE VOCÊ SENDO A TOTALIDADE DE SEU SER REAL! Por isso, endosse a

Verdade de que “DE MIM!  e “EM MIM, o Poder Se empressa pela Graça e Verdade!”  – como Unidade Perfeita!

Sob a Luz eterna da Verdade – 6

 

6

 

“A GRAÇA DE DEUS LHE BASTA!!

 

 Nossa vivência se revelaria sempre plena e completa quando, como fazia Jesus, agradecêssemos ao Pai por sempre nos atender e nunca desviarmos os olhos da Oração Absoluta que nos mantém convictos da Verdade de que “a Graça de Deus nos basta”.

 

“Eu sei que sempre me ouves”, orava sempre Jesus, negando a possibilidade de não ser atendido pela Graça de Deus,  mantenedora eterna de TUDO que seja Realidade ou BEM PERMANENTE!

 

 

Sob a Luz eterna da Verdade – 5

5

O AQUI E AGORA PARADISÍACOS

Toda a Realidade Absoluta precisa ser reconhecida como “Obra Acabada” consumada em Mim – em eterna Oniação. “Tudo que Deus faz dura perpetuamente, jamais sendo passível de receber melhorias, correções ou curas! Desvie-se  de “aparências” que simulem necessitar de reparos, reconhecendo TUDO como Perfeição absoluta da condição  atemporal e perfeita do Aqui e Agora paradisíacos sempre a expressar AQUILO QUE ETERNAMENTE E!

 

“Sem Mim nada podeis fazer”, disse Jesus, trazendo ao foco a Verdade de que “em Mim” se expressa o BEM PERMANENTE, que apenas precisa ser reconhecido como presente “Obra Acabada” – mantida continuamente pela Oniação.

Sob a Luz eterna da Verdade – 3

3

“DEUS É LUZ E NELE INEXISTEM TREVAS!”

 A suposta humanidade não percebe sua própria Luz sem trevas que,  “desde o princípio”, resplandece como Unidade Perfeita que, para ser percebida, bastaria ser admtida como SEM TREVAS, COMO NOS ACENTUA A PRÓPRIA REVELAÇÃO.

 Quantas preces você já fez, enaltecendo  JÁ ESTAR NA LUZ  EM QUE AS CHAMADAS TREVAS INEXISTEM? NUNCA FEZ PRECES ASSIM? Suas preces devem se iniciar com seu TOTAL RECONHECIMENTO de que “DEUS É LUZ E NELE INEXISTEM TREVAS!” Por isso Jesus nos dizia PARA NÃO RESISTIR AO MALIGNO!

 Note bem: RESISTIR ÀS TREVAS SIGNIFICA ENDOSSÁ-LAS COMO EXISTENTES EM DEUS! Contemple o FATO REVELADO, E TERÁ A VERDADE ENDOSSANDO A SI MESMA COMO SUA EXPERIÊNCIA “DESTE AGORA”!

Sob a Luz eterna da Verdade – 2

2

A suposta “negação de si mesmo”, se tivesse sido entendida pela humanidade, a Luz que somos teria  posto fim às irreais presenças das “trevas”. “Não resistais ao mal”, dizia Jesus! Mas não foi atendido!

Continuamos vivendo todos num iluminado Reino divino, assim citado pelas Escrituras: “Em Deus vivemos, nos movemos e temos o nosso ser”. Não há como acreditarmos em palavras contrárias que  endossem mentiras sobre QUEM SOMOS!”.  Sendo revelado, por exemplo, que Pedro negaria por  três vezes a Verdade que conhecia sobre Jesus ou sobre si mesmo, sua posição constante seria  a de que SOMOS A AUSÊNCIA DO CHAMADO HOMEM NATURAL OU HUMANO.

Jamais se identifique com mortais ou com supostos “seres humanos”, mesmo que encontre falas de Jesus nesse sentido. “Sois deuses” foram suas revelações sobre QUEM SOMOS, E QUE JAMAIS PODEREMOS NEGAR!

Sob a Luz eterna da Verdade

1

Quando lemos que “ESTE É O DIA QUE O SENHOR FEZ!”, DE IMEDIATO traduzimos a revelação de que TUDO É DEUS, É DIA ETERNO, É LUZ RESPLANDECENTE DA GLÓRIA do “EU ÚNICO” em Sua iluminada Auto expressão.”Vós sois a Luz do mundo”, reconhecia Jesus a Verdade que somos e deixando claro que “ mais somos o que jamais DEIXAMOS DE SER como expressões da Verbo iluminado que se Se evidencia como “DIA INFINITO QUE O SENHOR FEZ”.

A Verdade não nos vem por “aparências”, disse Jesus, sem que fosse BEM compreendido. Não poderia testemunhar que “Somos Luz” e que seríamos também um suposto “outro” que cada em um tivesse de “ser crucificado” ou anulado! Toda errônea identificaçãp com “outro eu” apenas seria uma MENTIRA, por não ser a Verdade QUE SOMOS, RAZÃO PELA QUAL devemos

nos indentificar ÚNICA E RADICAMENTE COM “o dia que o Senhor fez”, pois é com esta iluminada aceitação que vivenciamos O UM como UNIDADE PERFEITA.

Back to Top