Sob a Luz eterna da Verdade – 33

 

33

“NÃO SABEIS QUE SOIS O TEMPLO DE DEUS?”

– III –

 Quando a Metafísica explica que DEUS É TUDO, e que a suposta “matéria” é NADA, se somente retivermos intelectualmente a explicação, de quase nada ela nos adiantará! Por quê? Por  não a cumprirmos corretamente na “vida prática”, permanecendo fora de nossa VISÃO DO OLHO SIMPLES, QUE NÃO ENDOSSA “APARÊNCIAS” COMO REALIDADES!

Aparências são meras IMAGENS MENTAIS insubstanciais, que são falsamente ACREDIDITADAS PELA HUMANIDADE.

SABER QUE “SOMOS O TEMPLO DE DEUS” DESVIA-NOS DA CRENÇA COLETIVA QUE ENTENDE O CORPO COMO CORPO CARNAL, REDUZINDO-O AO SEU “NADA ORIGINÁRIO”, E NOS VEMOS LIVRES PARA RECONHECER A DEUS  COMPREENDIDO ALHEIO A APARÊNCIAS E SENDO O TEMPLO DE DEUS QUE VERDADEIRAMENTE É! 

Sob a Luz eterna da Verdade – 32

32

“NÃO SABEIS QUE SOIS O TEMPLO DE DEUS?”

– II –

Quando a Metafísica explica que DEUS É TUDO, e que a suposta “matéria” é NADA, se somente retivermos intelectualmente a explicação, de quase nada ela nos adiantará! Por quê? Por  não a cumprirmos corretamente na “vida prática”, permanecendo fora do  NOSSO OLHO SIMPLES por seguirmos ENDOSSANDO APARÊNCIAS, acreditando terem elas EXISTÊNCIAS SÓLIDAS!

Assim disse Buda:“Olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo e mente são o“ NADA”. SOMOS O TEMPLO DE DEUS, REALMENTE O SOMOS, DESDE QUE NOS DEDIQUEMOS  A CONTEMPLAR A TOTALIDADE ESPIRITUAL DE DEUS  E A RECONHECER QUE APARÊNCIAS NÃO SÃO EXISTÊNCIAS SÓLIDAS, MAS SIM, “IMAGENS MENTAIS FALSAS, TAIS COMO AS DE UM PESADELO…

Sob a Luz eterna da Verdade – 31

31

I

“NÃO SABEIS QUE SOIS O TEMPLO DE DEUS?”

Aquele que permanecer em Mim conhecerá a Verdade, e a Verdade o libertará“, disse Jesus.  NOSSA LIBERDADE, portanto, é diretamente proporcional à Verdade que for por nós conhecida. Afinal, QUE É A VERDADE?  Ao indagar se “sabemos ou não” que SOMOS O TEMPLO DE DEUS, Paulo revela a Verdade que SOMOS,  ou seja, QUE SOMENTE DEUS É, E QUE NADA ALÉM DE DEUS EXISTE COMO VERDADE OU COMO AQUELE QUE SOMOS!

Deus é ESPÍRITO, a Verdade SOBRE O “UM” QUE EXPRESSAMOS,  e não existe matéria nem supostos seres carnais nascidos. Disse Isaías: “Os povos, PARA MIM, são o mesmo que NADA, uma coisa que NÃO EXISTE!”,

Os textos sobre O ABSOLUTO pregam que DEUS é TUDO E ÚNICO, E QUE, AFORA DEUS, TUDO É PURÍSSIMO NADA. Por isso o ilusório “mundo material” foi chamado por Jesus de “mundo do pai da mentira”, dizendo também que “DESTE MUNDO” NÃO SOMOS!

Conhecemos a VERDADE quando “este mundo” é reconhecido POR NÓS COMO SENDO O PARAÍSO, FICANDO TODAS AS SUAS HIPNÓTICAS IMAGENS TEMPORAIS VISTAS COMO PESADELOS E VIVIDAMENTE SENDO DESCARTADAS COMO NADAS”

Sob a Luz eterna da Verdade – 30

30

“PAI, GLORIFICA TEU FILHO!”

III

“Jesus Cristo está em vós”, diz a Bíblia em 2 Cor. 13:5. Estando aparentemente no mundo, a fim de dar testemunho da Verdade, Jesus fazia suas orações para se refazer dos envolvimentos com o falso “mundo de aparências” recebendo A GLORIFICAÇÃO PLENA DO PAI. Se suas orações tivessem sido ensinadas sem a visão errônea da maioria dos ensinamentos religiosos do mundo, a Verdade de que “Deus não faz acepção de pessoas” abrangeria TODOS OS FILHOS DE DEUS,

“Jesus Cristo está EM NÓS”, mas nunca como “bebê oriundo de ventre materno”, e sim como emanação ATEMPORAL DO VENTRE QUE JAMAIS GESTOU!

JESUS ESTÁ EM VOCÊ COMO O CRISTO CÓSMICO, COMO A “UNIDADE PERFEITA” QUE, INDIVIDUALIZADA EM CADA FILHO, SE RECONHECE ESTAR AGORA “GLORIFICADO PELO PAI” ,

Revelando esta Verdade, assim disse Jesus:

“E VÓS TAMBÉM TESTIFICAREIS, POIS ESTIVESTES COMIGO DESDE O PRINCÍPIO”!

E estará “testificando”, orando como  Jesus:

“PAI, GLORIFICA TEU FILHO!”

Sob a Luz eterna da Verdade – 29

29

“PAI, GLORIFICA TEU FILHO!”

II

As Escrituras revelam que “Deus não faz acepção de pessoas”,  Se Jesus dizia em suas orações: “Pai, glorifica teu Filho”, já conhecia em profundidade a Verdade de que O Cristo é tudo em todos. O que veio bloqueando a assimilação direta e imediata de suas revelações foi o falso entendimento de O FILHO SER SÓ JESUS, E NÃO UMA UNIDADE PERFEITA CHAMADA “CORPO DE CRISTO, IMPESSOAL, ONIPRESENTE, GLORIFICADA POR DEUS DESDE “ANTES QUE O MUNDO EXISTISSE”.

Disse Jesus em sua oração: Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer.
E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse
.

Como Jesus “nos glorificou na terra”? Revelando que TODOS SOMOS A LUZ DO MUNDO!

Sob a Luz eterna da Verdade – 28

28

“PAI, GLORIFICA TEU FILHO!”

Levantando seus olhos ao céu, disse Jesus: “Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti;.
Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer.
E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse
.

Nesta oração, Jesus demonstra os pontos essenciais que conduzem toda a humanidade à plena libertação de cada indivíduo, mediante o chamado  RENASCIMENTO ESPIRITUAL, que nada mais é, senão revelar individualmente que SOMOS, DESDE O PRINCÍPIO, UMA UNIDADE PEFEITA EM EXPRESSÃO, em que O CRISTO É TUDO EM TODOS, E NÃO SOMENTE “PARTE” DO SER QUE SOMOS!

Disse Jesus: Assim como deste ao FILHO poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste.
E a vida eterna é esta: que te conheçam, A TI MESMO, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.

 

Em outras  palavras, PARA QUE CONHEÇAM JESUS CRISTO COMO “UNIDADE PERFEITA” E NOS CONHEÇAMOS TAIS COMO JESUS SE CONHECE:

COMO O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA!

Sob a Luz eterna da Verdade – 27

27

=“ATÉ QUANDO ESTAREI CONVOSCO?” 

V

Que sentido teria o desabafo feito por Jesus, após ser informado de que seus discípulos já haviam aceito e tomado ILUSORIAMENTE COMO REALIDADE uma “imagem hipnótica” em que “um menino aparentava estar “possuído pelo demônio”.

Para Jesus, TODA A REALIDADE é DEUS, UMA UNIDADE PERFEITA, revelada como BEM ONIPRESENTE PERMANENTE,  em que  o SUPOSTO mundo  é FEITO DE NADAS, por não haver Verdade nele! É o que disse Jesus sobre suas “miragens” : um mundo do pai da mentira,

 

Em Eclesiastes encontramos:

TUDO QUE DEUS FAZ DURA PERPETUAMENTE; NADA PODE SER ADICIONADO NEM RETIRADO!

Que fez Jesuz com o menino? NADA, A NÃO SER VÊ-LO “SENDO UM CONSIGO  MESMO –  PERFEITO NA UNIDADE!

Sob a Luz eterna da Verdade – 26

=“ATÉ QUANDO ESTAREI CONVOSCO?”

IV

Ciente de que seus discípulos não puderam CURAR O MENINO POSSUÍDO PELO DEMÔNIO,  disse Jesus a eles: Ó geração sem fé e perversa! Até quando estarei convosco? Até quando vos terei de suportar? Trazei-me aqui o menino”. E Jesus repreendeu o demônio; que “saiu” do menino,

 

A “geração sem fé e perversa” estaria sendo aquela que DÁ CRÉDITO a “aparências fenomênicas” e DISCORDA DAS REVELAÇÕES DA VERDADE, que  são eternas, confiáveis e verdadeiras. Por isso, frente a um Lázaro supostamente “morto”, Jesus pôde afirmar: “EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA”!

Esse é o tipo de “repreensão” empregada por Jesus, destemidamente incrédulo com relação às aparências e firmemente plantado nas obras “permanentes de Deus”, a que “nada” pode ser acrescentado nem retirado.

Sob a Luz eterna da Verdade – 25

=“ATÉ QUANDO ESTAREI CONVOSCO?”

III

“Apresentei-o aos teus discípulos, mas eles não conseguiram curá-lo”. Então Jesus exclamou: “Ó geração sem fé e perversa! Até quando estarei convosco? Até quando vos terei de suportar? Trazei-me aqui o menino”. E Jesus repreendeu o demônio; este saiu do menino, que daquele momento em diante ficou são.

 A visão errada e limitada dos fatos, quase sempre fundamentada em falsidades ou aparências, revelou a Verdade ali presente, só reconhecida como “menino são” por Jesus., Os discípulos levaram a bronca de Jesus por terem acreditado e  endossado um irreal  quadro hipnótico, dando a ele realidade e negando que UNICAMENTE DEUS É REALIDADE EVIDENCIADA!

A Verdade JAMAIS pode perceber crenças em nascimentos, mudanças,  pecados e mortes! A  Verdade é Deus, percebendo A SI MESMO sendo TUDO!

“Vós sois deuses, diz a Escritura”,  “E ela não pode ser cancelada!”

Sob a Luz Eterna da Verdade – 24

 

“ATÉ QUANDO ESTAREI CONVOSCO?”

II

“Apresentei-o aos teus discípulos, mas eles não conseguiram curá-lo”. Então Jesus exclamou: “Ó geração sem fé e perversa! Até quando estarei convosco? Até quando vos terei de suportar? Trazei-me aqui o menino”. E Jesus repreendeu o demônio; este saiu do menino, que daquele momento em diante ficou são.

E Jesus repreendeu o demônio; este saiu do menino, que daquele momento em diante ficou são.

De que consistia a repreensão empregada por Jesus?  Tratava-se da “impersonalização do erro”, que impediu Jesus de se iludir com a aparência de “haver alguém possuído pelo demônio”, quando, para Jesus, havia sempre TÃO SOMENTE a Unidade Perfeita. formada inteiramente por Deus, trazida à Luz pelo reconhecimento da Verdade do Bem Permanente, sempre evidenciado de modo onipresente em toda a Realidade da REAL EXISTÊNCIA;

Por isso, os discípulos foram taxados como “geração sem fé e perversa”! Pareciam NUNCA na vida terem ouvido falar na TOTALIDADE DE DEUS ou na UNIDADE PERFEITA!

Sob a Luz eterna da Verdade – 23

23

 

“ATÉ QUANDO ESTAREI CONVOSCO:”?

 

“Apresentei-o aos teus discípulos, mas eles não conseguiram curá-lo”. Então Jesus exclamou: “Ó geração sem fé e perversa! Até quando estarei convosco? Até quando vos terei de suportar? Trazei-me aqui o menino”. E Jesus repreendeu o demônio; este saiu do menino, que daquele momento em diante ficou são.

 

Como teriam agido os discípulos de Jesus, quando fracassaram em curar o suposto “menino com demônio”, sendo considerados por ele como GERAÇÃO SEM FÉ E PERVERSA?

Seria SEM FÉ todo AQUELE que deixasse de RECONHECER O MENINO em sua divindade perfeita e permanente, em sua expressão UMA com o próprio CRISTO a observá-lo, ou seja, o “menino são” sempre estivera ali presente em  forma de Luz divina, Verdade Absoluta jamais passível de ser alterada por irrealidades vistas pelos supostos “sentidos humanos”, todos falsos e contrários à Verdade de que DEUS É TUDO!

Sob a Luz eterna da Verdade – 22

22

DEUS SOMENTE RECONHECE A SI MESMO COMO LUZ

Enquanto a Luz divina não for reconhecida como TUDO, as crenças voltadas a LUZ E TREVAS continuarão a iludir a humanidade com os ilusórios “bem e mal” das aparências.

Mesmo com as revelações da Verdade sendo ditas e repetidas à humanidade, se não forem aceitas e programadas para desativar de fato as crenças falsas, elas insistirão em permanecer, devido à inércia,  , e elas não se mostrarão cedendo com facilidade.

Que é a “inércia”? A tendência de uma condição em permanecer em atividade ou em repouso, segundo um dado momento. Alguém parado em pé dentro do ônibus em movimento, caso seja ele brecado bruscamente, o corpo antes nele parado será jogado para frente, devido à inercia de movimento trazida ao ônibus.. E se a inércia for de  movimento, com o ônibus sendo acelerado em vez de brecado, o corpo da pessoa será , movido para frente, pela inercia de movimento,

Enquanto sob a ilusão dualista de luz e trevas, a Verdade de que TUDO É UNICAMENTE LUZ parecerá atuar como a inercia. E quando com a Verdade reconhecida trocamos o fato ilusório pelo FATO REAL, SUJEITAMO-NOS À Verdade emanada por Deus, e vivemos esta Verdade conforme a fomos aceitando!

De nada nos valerá somente lermos que “estamos na resplandecente LUZ DE DEUS, se ficarmos endossando a inércia de “estarmos sob as crenças do bem e do mal”. Por isso a Bíblia diz que “em Deus vivemos, nos movemos e temos o nosso ser”. E sempre endossamos o fato REAL, em que A LUZ RESPLANDECE,  MESMO QUE “AS TREVAS PARECESSEM EXISTIR!”

Sob a Luz eterna da Verdade – 21

21

VIVA NA LUZ QUE NÃO PARA DE BRILHAR!

Em seu Evangelho, assim diz João: “Nele estava a luz. E a vida era a luz dos homens; e a luz resplandece sobre as trevas e as trevas não a compreenderam”.

O trecho explica que a luz RESPLANDECE sobra as trevas sem serem as trevas consideradas como existentes, que é o erro comum da maioria, sempre a considerar LUZ E TREVAS como “mundo.

Ao meditar, NÃO TENHA “OLHOS PARA TREVAS”, POIS NÃO ´PDDEM “COMPREENDER” A LUZ SEMPRE ONIPRESENTE!

Viva no referencial da TOTALIDADE DA LUZ, que é a TOTALIDADE DE DEUS! VIVER NA LUZ QUE BRILHA ETERNAMENTE É SIMPLEMENTE “ADORAR UNICAMENTE O SENHOR SEU DEUS!

Sob a Luz eterna da Verdade – 20

20

“DESPERTA , Ó TU QUE DORMES”!

Os alertas bíblicos, no que dizem respeito a que despertemos espiriritualmente, devem ser reconhecidos como lembretes de que este “mundo de aparências fenomênicas” seja NADA!.

Ler esta Verdade de nada valerá para alguém, a não ser que a leia encarando-a verdadeiramente como NADA, enquanto a TOTALIDADE DE DEUS  se mostre NITIDAMENTE reconhecida, algo como o despertar de alguém de um pesadelo  e percebendo “voltar” a ver a harmonia do seu quarto de dormir.  

Sob a Luz eterna da Verdade – 19

19

O FALSO “BOCADO MOLHADO” DE JUDAS

Somente Judas recebeu de Jesus  o “bocado molhado”, incapaz de ser UM como eram UM os demais bocados, recebidos pelos demais discípulos.  Judas, sendo convidado a se retirar do gripo, percebeu ser-lhe impossível esconder sua dualidade de ideias e de intenções, e apontado como farsante por Jesus, só lhe restou sair e abandonar de imediato o local.

Esta passagem denuncia cada “bocado molhado” que o Cristo nos faz receber nas mãos como se fosse genuíno e divino, mas que FOGEM DA UNIDADE PERFEITA e que devemos tomar providências imediatas, desmascara-los e bani-los sem dó de nossa presença.

Sob a Luz eterna da Verdade – 18

18

O REAL SENTIDO DO BATISMO DE JOÃO

Enquanto o real sentido do Batismo e do Evangelho de João não ficarem bem explicados à humanidade, a ´ponto  de serem seguidos em suas metas prioritárias, o Cristianismo verdadeiro não poderá ser cumprido como deveria ou como poderia.

A humanidade se vê abarrotada de teologias e crenças que fogem da fé e convicção absolutas de que a realidade divina É obra  perfeita, consumada e perpétua de Deus, enquanto o grosso da humanidade se mantém em seu ilusório patamar de aparências mutáveis e temporais, que nada atestam como tendo duração permanente!

Uma pomba, simbolizando o Espírito Santo, pousa em Jesus, ao receber ele o a Voz do Alto identificadora de sua real natureza como ALGUÉM QUE JAMAIS NASCE, JAMAIS MUDA E JAMAIS MORRE! Que disse a Voz a Jesus? “Tu és o MEU FILHO AMADO EM QUEM ME COMPRAZO”.

Não há VERDADE PERSONALIZADA! Exemplificando, se uma conta, cinco vezes cinco, resulta em 25, este resultado se repetirá sempre que alguém refizer a mesma conta, seja feita por Jesus, Moisés, Tomé, José, Maria, ou por qualquer outro! Jesus é VERDADE UNIVERSAL!

Se VOCÊ for receber o Batismo de João neste ENTENDIMENTO demonstrado por Jesus, DE DEUS VOCÊ  TAMBÉM OUVIRÁ: “TU ÉS O MEU FILHO AMADO EM QUEM ME COMPRAZO”

Quem duvidar, estará negando o que disse Paulo: “NÃO SABEIS QUE SOIS O TEMPLO DE DEUS E QUE O ESPÍRITO  DE DEUS HABITA EM VÓS?” E estará negando Jesus, quando disse: “Fareis as obras que eu faço, e as fareis maiores do que estas!”.

Jamais receba o Batismo de Deus sem estar de vívida posse de sua real e verdadeira IDENTIDADE CRÍSTICA!

Sob a Luz eterna da Verdade – 17

17

“TUDO É SEMPRE DEUS EM COMPLETA AUTOMANIFESTAÇÃO”

 

Quando nos recusamos a “endossar aparências”, afirmando para nós mesmos que DEUS É TUDO, devemos simultaneamente RECONHECER QUE TEMOS A MENTE DE CRISTO, QUE PERCEBE O PARAÍSO AQUI E AGORA COM A MÁXIMA NATURALIDADE, E SEM O MÍNIMO ESFORÇO.

 

Não se identifique jamais com a chamada “mente carnal”! Não é a Mente que temos e não nos vem dela o Reino verdadeiro em que todos AGORA vivemos.

Desde o princípio existe em TODOS NÓS a Mente de Cristo! Aceite com naturalidade esta Verdade, reconhecendo saber o que

sabe a Mente do Cristo EM VOCÊ!

Sob a Luz eterna da Verdade – 16

16

“ISTO NÃO  É O QUE APARENTA SER”

Praticamos a Verdade QUANDO REINTERPRETAMOS corretamente o suposto “mundo de aparências” contemplando o “visto” como sendo NOSSO CÉU ​_​_PERMANENTE – UMA PERFEITA OBRA DE DEUS JAMAIS SENDO TORNADA UMA ILUSÃO DE MASSA!

Tudo que DEUS FAZ dura perpetuamente COMO PERFEIÇÃO ABSOLUTA, CABENDO A TODOS NÓS  NOS DESVIARMOS DAS SIMPLES APARÊNCIAS MENTIROSAS PARA HONRARMOS O PAI COMO “UNIDADE PERFEITA”, SEMPRE SE EXPRESSANDO COMO ONIAÇÃO!

E ASSIM, TEREMOS “VENCIDO O MUNDO”!

Sob a Luz eterna da Verdade – 15

15

A FÈ COMO CERTEZA DO  “NÃO VISTO”

Jesus, vendo o mundo pela fé, e não como aparências, sabia existir unicamente o mundo “visto pela fé”, de modo que devemos nos amoldar aos fatos perfeitos e  eternos da Existência, e não mais aceitarmos “dois mundos”, como faz a irreal “mente humana”, chamada por Paulo de “a inimizade contra Deus”.

Qual era a dituação.do servo do centurião, que solicitava a Jesus ajuda para aquele servo que parecia não estar nada bem? O servo estaria bem como sempre, pois o bem feito por Deus é permanente! Jamais muda! Jesus elogiou a fé do centurião POR TER ele a CERTEZA DA CURA, COMO DE FATO SE DEU!  Mas sempre, a Verdade é a Verdade, que independe de correções ou de melhorias. Para Jesus, seja quem for, VIVE SEMPRE PERFEITO COMO DEUS, E É NESTA VISÃO DO PARAÍSO QUE DEVEMOS NOS AMOLDAR

Sob a Luz eterna da Verdade – 14

14

“DAI, E VOS SERÁ DADO!”

Segundo a Bíblia, Homem e Mulher fomos “feitos por Deus” à Sua Imagem e Semelhança, e postos DIRETAMENTE NO PARAÍSO, representado por UM JARDIM CHAMADO “JARDIM DO ÉDEN”. Isto nos serviria como lembrete permanente de que não somos donos de bens materiais, mas de um  Jardim TODO UNO e TRASCENDENTE, igualmente DIVINO E PERTENCENTE A TODOS.

Somos tudo que nossa Consciência assume e admite ser, expressando o que sabemos que SOMOS, sempre vivendo na Glória de nos percebermos sendo UM,  numa UNIDADE sempre ativa e completa, e sempre testemunhando a “Dativdade” que emana da Graça, em que o Pai é percebido SENDO glorificado como o Seu FILHO AMADO que somos…

Back to Top