COMENTÁRIO

.

Impressionante como eu, cá com minhas conjecturas, tenho as minhas percepções (nem sei se posso chamar assim) e logo depois venho aqui e leio sobre elas, praticamente confirmações.
Faz apenas dois dias que levemente preocupado com o fato de meu irmão não ter chegado ainda, eu resolvi dormir e pensei “eu nao tenho que me preocupar com ninguém”. Quase no mesmo instante, foi me acrescentado o pensamento: “Nem comigo. Deus é tudo e cuida de si mesmo, qualquer motivo de preocupação baseia-se numa ilusão, nas crenças falsas de que existem coisas ruins a serem evitadas”. “Saquei” instantaneamente que todo medo, toda preocupação e diria até todo desejo se baseiam mesmo nas tais crenças falsas em dois poderes, Deus e mais algo ou alguém. Fiquei feliz e relaxado com isso, me perguntando então para que serve a minha mente se está tudo sempre bem. Por um instante ela me pareceu algo absolutamente desnecessario, afinal, se está tudo sempre bem, eu não preciso dela para nada.
Hoje é sexta, o que eu contei ocorreu na noite de quarta, este texto foi postado na quinta. E não é a primeira vez que acontece, senão eu poderia dizer que é uma simples coincidência isolada. Não é engraçado?
Agora, sobre o que contei, manter-me com a percepção (que nem sei se posso chamar assim) é que são elas. Já tive outras igualmente agradáveis e tento não deixá-las serem “afogadas” no turbilhão de imagens e sons que meus olhos vêem e meus ouvidos ouvem, para nao falar do tato.
Com toda franqueza, seria bom que um pouco da Verdade fosse demonstrada a estes – os sentidos –  afinal, não é pelos seus frutos que o conhecereis? (Mateus 7:20). Até agora só posso concluir pelos frutos que nada disso é ainda a Verdade. Infelizmente.
Abraço,
Júlio
.

RESPOSTA:

 

 De fato, Julio, não é mesmo coincidência, e sim a demonstração de que a Consciência, em todos, é a mesmíssima Consciência do Eu Sou infinito. Onde alguém estiver aberto à Verdade, a Verdade será reconhecida!

Quanto aos “frutos”, o ensinamento diz: “Buscai, PRIMEIRO, o reino de Deus e a sua justiça; e, todas as demais coisas vos serão acrescentadas” (Mateus, 6: 33). Procurar “frutos”, esperando que sendo eles vistos pelos ilusórios sentidos humanos, o REINO nos será digno de crédito, significa fazer da ILUSÃO um Deus! Esqueça a ILUSÃO. abra mão do falso testemunho dos sentidos mortais. Busque PRIMEIRO o Reino que é deixar que unicamente o REINO o ache! E, para isso se dar, você deve estar firmado em Deus e não em frutos! Se assim for feito, os “frutos” serão vistos pela mente humana. Que serão eles? Uma “miragem temporal”, representativa do EU SOU AUTOSSUPRIDO, QUE VOCÊ É, mero conceito finito, ou sombra efêmera da REALIDADE INFINITA. Tire os olhos do “mundo de sombras” e volte-se a SI MESMO, à Sua CONSCIÊNCIA ONIATIVA, que é a única SUBSTÂNCIA formadora e mantenedora do Universo, inclusive VOCÊ. Tenho ressaltado isto repetidamente, na série “A Plataforma da Metafísica Divina”, postada no Blog do Facho de Luz. A pura revelação de que DEUS É QUEM SOMOS, deve nos deixar no extremo grau da alegria; não somente isso, mas, e principalmente, deve fazer com que  “o mundo fique vencido”,  mundo que é um simples “trote” passado pela mente falsa, enquanto a condição eterna, divina e gloriosa de todos os seres fica aparentemente em segundo plano, por ser dado, por parte da maioria, tremendo suporte ao que é pura ILUSÃO! “Trabalhai pela comida que não perece”, disse Jesus. E este “trabalho” é sumplesmente um reconhecimento de que “coisas maravilhosas estão acontecendo”, como diz o texto de Dorothy Rieke. Ocupe-se em reconhecê-las intuitivamente, sem jamais voltar a oferecer apoio ao que a mente humana nos mostra ou nos diz! “Temos a mente de Cristo!” Uma doação que Deus faz DE SI MESMO, pelo expressar-Se como os Filhos que somos.
.
Grato pelo comentário que, certamente, será de grande utilidade como testemunho aos demais leitores, razão pela qual o publico aqui, juntamente com esta resposta. Somos todos UM!
.
Abçs cósmicos…
Dárcio
.

Deixe um comentário