“Mulher, Onde Estão Teus Acusadores?”- 2

2

A literatura espiritual reluta em pregar a Verdade pura, dando com tal procedimento a oportunidade para que a crença no pecado e na culpa atue de forma hipnótica sobre as pessoas. É por esse motivo que apresentamos nestas linhas a Verdade sem rodeios. Deus constitui a totalidade do seu Ser. VOCÊ JÁ É UM SER ILUMINADO!

 Caso lhe surja algum sentimento de culpa, de pecado ou de recriminação, ANULE IMEDIATAMENTE ESTA CRENÇA FALSA! Em silêncio, perceba que somente existe Deus. Deus é o seu Ser. Você jamais pecou, jamais errou e jamais será perdoado, pois Deus não perdoaria a Si mesmo. Abandone a ideia de que existe um ser humano capaz de errar, arrepender-se e salvar-se. Esse dualismo ortodoxo somente amarra a mente ao inexistente. Você é livre! Você é Deus! Jamais esteve na matéria! Sinta esta Verdade! Ela é a Verdade sobre VOCÊ! E sobre a humanidade toda!

A crença mostra o ladrão, a adúltera, o traidor: a Verdade revela Deus, sendo Tudo, no âmago do “desenho animado” chamado “mundo terreno”. Neste “desenho”, uma variedade imensa de personagens parece desfilar à nossa frente: mestres, discípulos, pregadores tentando aperfeiçoar os homens, pessoas boas, pessoas más. Em suma, uma infinidade de figuras. NENHUMA DELAS É REAL! NENHUMA SE RELACIONA CONOSCO! NÃO CHAMAMOS DE PAI A NINGUÉM SOBRE A FACE DA TERRA! SOMOS UNICAMENTE O CRISTO, “UM COM O PAI”; SOMOS A PERFEIÇÃO DE DEUS APARECENDO COMO INDIVÍDUO!

SEJAMOS FIRMES E DECIDIDOS EM AFIRMAR: “EU SOU DEUS”; não “este” ou “aquele” é Deus, mas “EU SOU DEUS”! Não existe outra Vida além da SUA, e esta é DEUS: indivisível e infinita!

 

CONTINUA..>

Deixe um comentário

Back to Top