A RELAÇÃO MENTE E ESPÍRITO – 5

Ouvir
Voiced by Amazon Polly

V

A Percepção Real 

O Universo espiritual jamais será discernido em Sua inteireza pela mente humana. Somente a Mente divina — nossa Mente verdadeira e única — consegue discernir este Universo espiritualmente. De início, talvez ainda dividida entre o real e o ilusório, a pessoa poderá encarar o mundo visível e pedir ao Cristo, em seu próprio íntimo, que lhe “traduza” corretamente a real natureza do Universo. Através da prática das meditações contemplativas, com o reconhecimento mental da presença única do Universo perfeito, aqui e agora, logo o conceito ilusório dualista se desfará e se dará o “Despertar” para AQUILO QUE JÁ É DESDE O PRINCÍPIO. A “vida com abundância”, nesta aparência visível, será o “bem” vindo naturalmente por acréscimo. 

Para o subconsciente humano, o tempo não existe. Pode-se comprovar isso através de experiências com hipnose. Desse modo, usando o consciente e passando ao subconsciente as Verdades estudadas através dos princípios revelados, impregnaremos na mente humana (sem esforços, pela ponderação) as ideias de perfeição e plenitude, e esse tipo de meditação contemplativa a deixará em sintonia com a plenitude absoluta do Universo espiritual. Em outras palavras, estaremos usando crenças correspondentes à Realidade, e estas, por sua vez e ao seu nível, poderão ser aparentemente desfrutadas no suposto mundo da visibilidade. Pelo contrário, se fôssemos julgar segundo as aparências “deste mundo”, considerando-nos e aos demais como “seres imperfeitos”, apenas com possibilidade latente para “nos tornarmos” perfeitos futuramente, estaríamos unicamente endossando as crenças universais pelo seu lado negativo.  

Nunca deveremos  deixar a mente vazia durante as meditações! Tampouco será desejável deixarmos o subconsciente sem direção bem definida, mas sim, totalmente “programado” para endossar as Verdades que estivermos estudando. As ponderações, feitas na fase da meditação contemplativa que precede a contemplação absoluta, têm esse objetivo: conciliar a suposta mente humana com as Verdades discernidas pela Mente divina. 

Somente existe o AGORA. Nossa mente,  reconhecendo unicamente esta Verdade,  ficará em “sintonia” com o AGORA ABSOLUTO, transcendente às crenças, o que nos permitirá experienciar os “frutos” da Verdade também em nossa suposta vida diária.

 

continua…

 

 

Deixe uma resposta

Back to Top