JESUS A SÓS COM O PAI E COM A VERDADE!

Ouvir
Voiced by Amazon Polly

“Quem dentre vós me convence de pecado? E, se vos digo a verdade, por que não credes?  Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso, vós não as escutais, porque não sois de Deus”.

Nessa passagem, Jesus expõe que “quem é de Deus escuta as palavras de Deus”, e quem  não as escuta “não é de Deus”.

“Quem dentre vós me convence de pecado”, indagava Jesus. Sabia que DEUS É TUDO e que unicamente um “pensador ilusório” poderia acreditar e tentar convencer alguém da existência do pecado!

“Despojai-vos do velho homem e de seus feitos”, disse Paulo! Caso alguém se prendesse e se culpasse pelos seus supostos “feitos no sonho de Adão”, estaria se fazendo “cativo do mundo do pai da mentira”, quando deveria “ser de Deus e despertar desse seu sonho”! Desse modo, se veria como Deus o vê, e entenderia toda a real Existência como sendo O REINO DE DEUS!

“ Responderam, pois, os judeus e disseram-lhe: Não dizemos nós bem que és samaritano e que tens demônio?  Jesus respondeu: Eu não tenho demônio; antes, honro a meu Pai, e vós me desonrais. Eu não busco a minha glória; há quem a busque e julgue.  Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte”.

Procurava Jesus dissuadi-los de “julgar segundo as aparências”, o que os libertaria do falso e pesado jugo das crenças em males, nascimentos, mortes e pecados!

Disseram-lhe, pois, os judeus: Agora, conhecemos que tens demônio. Morreu Abraão e os profetas; e tu dizes: Se alguém guardar a minha palavra, nunca provará a morte. És tu maior do que Abraão, o nosso pai, que morreu? E também os profetas morreram; quem te fazes tu ser? Jesus respondeu:

Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória não é nada; quem me glorifica é meu Pai, o qual dizeis que é vosso Deus.  E vós não o conheceis, mas eu conheço-o; e, se disser que não o conheço, serei mentiroso como vós; mas conheço-o e guardo a sua palavra. Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se.

 Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinquenta anos e viste Abraão? Disse-lhes Jesus:

Em verdade, em verdade vos digo que, antes que Abraão existisse, eu sou. 

Então, pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou. Sabia que não seria naquela hora que os judeus aceitariam a Verdade de que UNICAMENTE DEUS, O EU SOU ÚNICO, É REALIDADE! 

*

*

Deixe uma resposta