UM COMENTÁRIO

SOBRE A POSTAGEM DE HOJE

Dárcio.

Dentre as centenas e centenas de artigos sobre a Verdade que escrevi, este texto, “E Onde Estão Os Nove”, é um dos meus preferidos. Foi publicado desde a primeira edição de “A Arte da Percepção”, e explica a diferença entre a “visão absoluta”, que só reconhece a Existência Eterna de Deus, e a suposta “visão humana”, que se interessa pelas “aparências” deste mundo, ou pelo “referencial dos sentidos mortais”. Esta visão absoluta só é entendida quando fazemos as contemplações “vestidos” como o Cristo que somos, pois só esta visão de “Olho Simples” poderá  chamar de “estrangeiro” quem acredita “ter sido leproso” e depois “ter sido limpo”.

Não existe Vida em “mundo ilusório”. Sem dedicadas contemplações, esta Verdade, ou esta mensagem, não terá sentido algum! Por outro lado, quando alguém se propuser a contemplar a sua própria presença, não como “humano iludido”, mas, como Deus expresso como seu Eu, nesta visão iluminada a Vida real lhe será conhecida! E a resposta à questão, “E Onde Estão Os Nove?”,  será dada de modo absoluto: “Quais nove?”

O Infinito vive como a Consciência única e iluminada que somos! Jamais esta Vida se estende à ILUSÃO! DEUS É TUDO E SOMOS DEUS! E É ESTA A VIDA ÚNICA EM TODOS!

*

Deixe um comentário

Back to Top