UMA FICÇÃO CHAMADA “EXISTÊNCIA TERRENA”

Para quem não sabe, Stan Lee foi o roteirista de histórias em quadrinhos criador do Homem-Aranha. Como ele, diversos outros também apresentaram ao mundo as fictícias CRENÇAS no bem e no mal, “vividas” pelos heróis e vilões de toda sorte! Tanto heróis como vilões “surgiram” da mesma mente criadora da ficção, sendo, ilusoriamente, a mente dos seus roteiristas. No caso do Homem-Aranha, Stan Lee se via momentaneamente se passando por herói e por vilão. Porém, nenhum dos dois era a “mente verdadeira” do autor.

A suposta “existência terrena” é inteira idêntica à ficção, levando seus supostos “protagonistas” a acreditar que fossem realidades vivas e dotadas de “mentes pessoais próprias”! 

NENHUM COMPONENTE DESSAS “IMAGENS HIPNÓTICAS” TEM QUALQUER ASSOCIAÇÃO COM A VERDADEIRA MENTE DE CADA SER. Alguém acreditar TER MENTE DE MORTAL seria o mesmo de um roteirista de ficção supor ter a fictícia mente de algum herói ou vilão de sua criação.

Quando Jesus interagia com o mundo, firmava-se na MENTE DE CRISTO, realidade que sabia ter recebido de Deus! A Maria, disse: “Mulher, que tenho eu a ver contigo?” Aos judeus, disse: “Antes que Abraão existisse eu sou”. Seus exemplos foram dados para serem seguidos, como o fez Paulo, ao dizer: “NÃO SOU MAIS EU! O CRISTO VIVE EM MIM!”.

NINGUÉM é possuidor de suposto CORPO CARNAL! A Bíblia diz que NADA PODE SER TIRADO NEM ACRESCENTADO ÀS PERFEITAS OBRAS DE DEUS!

Acreditar em “aparências” significa “desacreditar da Verdade”, e isto se equipararia a um roteirista de ficção agir como se fosse o herói ou o vilão de suas criações ilusórias!

A ILUSÃO é o NADA se fazendo passar por realidade! Jamais o Homem-Aranha lançou suas teias em luta com seus vilões!

As “contemplações da Verdade requerem o DESPOJAMENTO CONSCIENTE da “mente carnal”, a roteirista da “ficção terrena”, para que possamos

SER O QUE SOMOS E VIVER CONSCIENTES DE QUE O PARAÍSO ILUMINADO É O LUGAR EM QUE

ESTAMOS:

 SEM “MENTE CARNAL” E COM A “MENTE DE CRISTO”!

O “despojamento” da ILUSÃO é algo parecido com “alguém” que, com cem reais falsos na mão, soubesse a verdade: “ISTO É PAPEL, E NÃO DINHEIRO!”. No caso do CORPO, seria: “ISTO É LUZ, E NÃO CARNE!”

Não precisará de “vigorosas mentalizações”, mas sim, de uso correto da Ciência Mental, em suas afirmações DAQUILO QUE JÁ É, aliadas às negações DAQUILO QUE JAMAIS É!

Nosso CORPO É DEUS SE EVIDENCIANDO COMO CORPO, ESPIRITUAL E PERFEITO!

O suposto “corpo carnal” é simples “imagem mental ilusória”, FALSA PRESENÇA que é desconhecida da MENTE DE CRISTO QUE TEMOS!

*

A FALÁCIA DAS ENCARNAÇÓES

O aparente “esquecimento” de que estivemos sendo a espiritual Unidade Perfeita, “desde o princípio”, decorre de uma identificação coletiva com a ilusória “mente carnal”, que leva a humanidade a “crer estar encarnada”. Uma espécie de “sonho coletivo” é aparentemente “visto”, e nele, a CRENÇA FALSA de que “alguém nasce” no “mundo do pai da mentira” aparenta ser “realidade absoluta”!

“Estivestes comigo desde o princípio”; “não chameis de pai a ninguém sobre a terra”, disse Jesus. “Se já ressuscitastes, pensai nas coisas de cima e não nas da terra”, “despojai-vos do velho homem e seus feitos”, disse Paulo. Que dizem estas citações? Declaram que SOMOS FILHOS ESPIRITUAIS DE DEUS “desde o princípio”, e que todos os cenários captados pela “mente carnal” são tão irreais como os sonhos!

As revelações da Verdade deveriam levar a humanidade à percepção do Reino de Deus, este sim, real e permanente, em que “vivemos, nos movemos e temos o nosso ser”. Entretanto, as revelações encontram pela frente as FALSAS CRENÇAS COLETIVAS, e são muitos os que mais se identificam com elas do que com o que lhes é revelado!

Quando a Ciência Cristã foi difundida ao mundo, através de sua descobridora, Mary Baker Eddy, as chamadas “curas metafísicas” receberam enorme importância, pois, como os chamados “milagres de Jesus”, iam acima de citações, palestras e textos da Verdade, por serem “sinais” de que a Verdade anunciada era, de fato, verdadeira. Em vista disso, Mary Baker Eddy chegou a dizer que “o melhor sermão é a cura”. Com essa visão, em seu ensinamento, expunha colocações e princípios que objetivavam prioritariamente obter as curas, que foram denominadas “curas metafísicas”.

Três aspectos a serem enfatizados foram: a eliminação do medo dos “pacientes da cura”, a “impersonalização” da ILUSÃO, que era “crença coletiva” e não pessoal, e a “nadificação” da ILUSÃO, que era a consideração dos males como NADAS, como IRREALIDADES.

O Caminho Infinito, ensinado por Joel S. Goldsmith, que deixou de ser praticista da Ciência Cristã para ter a liberdade de se expressar sem precisar de se submeter às regras estabelecidas por Mary Baker Eddy, divulgou os”princípios da cura” com uma didática mais assimilável, em que salientava: “Você não é um curador de corpo, você não pode remover doença. É uma mudança de consciência que produz o efeito exterior chamado cura”. Na parte em que fala que não curamos o corpo nem removemos doença, ele está certo. Mas dizer que há “mudança de consciência”, deve ele estar se referindo à consciência humana, uma vez que Deus é a Consciência única e imutável. Também quando fala que ocorre “efeito exterior”, chamado cura, o fato é que este “efeito” é na “imagem mental interior”, e não exterior. O “mundo de aparências”, como os sonhos, é sempre “ilusão do interior da mente carnal”, enquanto TODO O MUNDO EXTERIOR É O REINO DE DEUS!

No meu entender, O Caminho Infinito atua como “ponte para o absoluto”, sendo, portanto, de utilidade temporal.

O enfoque absoluto revela que DEUS É TUDO e que a PERFEIÇÃO É TUDO! Por isso, não se prende a “curas” ou a “sinais”. Salienta a Verdade de que NÃO HÁ MATÉRIA NEM CORPOS CARNAIS, E NOS LEVA A FOCALIZAR A UNIDADE PERFEITA, EM QUE “EM MIM” SEMPRE VIVEMOS!

“AQUELE QUE PERMANECER ‘EM MIM’, CONHECERÁ A VERDADE, E A VERDADE O LIBERTARÁ” – DISSE JESUS!

Deus é Espírito e é tudo! Logo, não há encarnações nem reencarnações!

HÁ SOMENTE DEUS!

*

VOCÊ É REAL; VOCÊ É O ETERNO VERBO DE DEUS!


Quando alguém deixa de somente “ler a Letra da Verdade”, para entendê-la “vivificada pelo Espírito”, tudo se lhe torna mais fácil de ser posto na prática!

João inicia o seu Evangelho dizendo que “no princípio era o Verbo, o Verbo estava com Deus,  e que o  Verbo era Deus. E QUE, SEM ELE, NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ”.

Ficou declarada a LETRA da VERDADE, disseminada pelas milhares de Bíblias existentes no mundo! Tudo que é REAL, tudo que ESTÁ FEITO, só poderia ESTAR FEITO DO VERBO DE DEUS, e é esta a Verdade da REAL Existência!

Jesus disse SER A VERDADE, e não “aspirante à Verdade”. Por quê? ORAVA PARA A LETRA SER VIVIFICADA PELO PAI PRESENTE NELE PRÓPRIO!

Disse também Jesus:“Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro. Há outro que testifica de mim, e sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro”. Que está Jesus dizendo? Está deixando claro que APENAS A LETRA. SEM O ENDOSSO DO ESPÍRITO DE DEUS EM CADA SER, seria “testemunho não verdadeiro”. Quando a Bíblia diz para “orarmos sem cessar”, fala dessa importante VIVIFICAÇÃO DO ESPÍRITO, que é quando A VERDADE, ASSIM ENDOSSADA, RECEBE A NOSSA IDENTIFICAÇÃO COM ELA, ISTO É, FICA SENDO ESPIRITUALMENTE DISCERNIDA!

Com a Ciência Mental, afirmamos a Verdade que somos e negamos as CRENÇAS FALSAS, que nunca estivemos sendo. A leitura do que foi citado no início, do Evangelho de João, declarando que UNICAMENTE O VERBO DE DEUS CONSTITUI AQUELE EU QUE SOMOS, precisa ser CONTEMPLADA e PERCEBIDA ESPIRITUALMENTE!

É desse modo que “nascemos de novo” das arcaicas e falsas crenças coletivas, conscientes de que “o mundo da ilusão” é, de fato, um “mundo do pai da mentira”, e de que a VERDADE constitui, AQUI E AGORA, o CRISTO, A EXPRESSÃO INDIVIDUALIZADA

DO VERBO DIVINO, QUE INTEGRALMENTE SOMOS!

ASSIM  É QUE REPETIREMOS, EM NÓS MESMOS, O ESTADO DE JESUS, AO DIZER:“AQUELE QUE ME VÊ A MIM, VÊ O PAI”, E ISTO COM ENTENDIMENTO E COM PLENA IDENTIFICAÇÃO COM O “TESTEMUNHO VERDADEIRO”, DADO PELO PAI!

*

ONIVISÃO, ENTENDIMENTO E IDENTIFICAÇÃO

A premissa do enfoque absoluto da Verdade é a revelação de que DEUS É TUDO, TUDO É DEUS!

Exclua terminantemente a CRENÇA FALSA de que existam “nascidos da carne” ou que “somos corpos carnais”! Havendo esse ENTENDIMENTO, será preciso NOS IDENTIFICARMOS com a Natureza de Deus, e não somente “lermos e aceitarmos”, intelectualmente, que DEUS É TUDO!

A “crença na matéria” é FALSA, porém, PEGAJOSA! Se assim não fosse, não haveria a instrução bíblica “ORAI E VIGIAI SEM CESSAR”! Porém, a oração precisa conter ENTENDIMENTO COM TOTAL IDENTIFICAÇÃO, para ser efetiva a ponto de substituir, com eficiência, VELHAS CRENÇAS FALSAS ARRAIGADAS. Para isso, as LOUCURAS DE DEUS devem ser trazidas à lembrança, e serem AFIRMADAS como integrantes do CRISTO QUE SOMOS, enquanto, ao mesmo tempo, sejam NEGADAS todas as falsidades sugeridas pela ilusória “mente carnal”.

Exemplificando, como DEUS É TUDO, Sua ONIVISÃO é a real VISÃO PERFEITA evidenciada como a VISÃO DO CRISTO que somos! Se alguém diz “conhecer o ensinamento absoluto”, entretanto, alimentando a FALSIDADE de que “seus olhos” são os “olhos apresentados pela “mente carnal”, AS LOUCURAS DE DEUS, QUE SE EVIDENCIAM COMO “ONIVISÃO”, EM NADA ESTARÃO SENDO ENTENDIDAS; E, NESSE CASO, NINGUÉM PODERÁ SE IDENTIFICAR COM ELAS! Em outras palavras, estará vivendo como um ateu, CONVICTO de que  vive como um irreal “corpo carnal”.

O UNIVERSO é DEUS SE EVIDENCIANDO ESPIRITUALMENTE COMO ONIPRESENÇA, COMO SENDO TUDO AQUILO QUE DEUS É, E PORTANTO, COMO O CRISTO QUE É TUDO EM TODOS, COMO DISSE PAULO!

Não há sequer um “ÚNICO PONTINHO”, da Onipresença, em que esteja ausente a ONIVISÃO DE DEUS! Como seu CORPO REAL é “TEMPLO DE DEUS”, ESPIRITUAL E INCLUSO NA ONIAÇÃO, ENTENDA O CORPO COMO SENDO DEUS ENXERGANDO O CORPO DOTADO DA VISÃO EM TODA A SUA EXTENSÃO, ou seja, TODO O CORPO É DOTADO DA VISÃO QUE O RECONHECE E O VÊ COMO PERFEIÇÃO PERMANENTE!

Na Prática do Silêncio, jamais leve em conta supostos “olhos carnais que veem”; tampouco leve em contra suposta “mente carnal” que aceita “olhos que veem”. Permaneça EM MIM, na ONIVISÃO, reconhecendo o CORPO como SENDO A ONIVISÃO PERCEBENDO A PRÓPRIA PERFEIÇÃO EM SI MESMO, E EM TODO O CORPO, QUE É DEUS SE VENDO! E TUDO QUE DEUS VÊ, É IMUTÁVEL ONIVISÃO PERFEITA E ABSOLUTA!

A crença falsa diz que “há olhos que veem  outras partes do corpo”; porém, na Verdade, EM MIM, a Onivisão é TUDO SENDO DEUS, EM AUTOVISÃO!

Assim são as “LOUCURAS DE DEUS” ENTENDIDAS, RECONHECIDAS, E CONOSCO IDENTIFICADAS!

*

“A BATALHA É DO SENHOR!”

A Bíblia registra a batalha dos filisteus contra os israelitas, em que um gigante de 2,90m de altura, chamado Golias, assim lançou o seu desafio:“Eu desafio hoje as tropas de Israel! Mandem-me um homem para lutar sozinho comigo”.

O jovem Davi se oferecera a Saul para lutar contra o gigante. Foi aceito, e Saul disse a ele: “Vá, e que o Senhor esteja com você”. Vestiu Davi com sua própria túnica, colocou-lhe uma armadura e lhe pôs um capacete de bronze na cabeça.  Davi prendeu sua espada sobre a túnica e tentou andar, pois não estava acostumado com aquilo. E disse a Saul: “Não consigo andar com isto, pois não estou acostumado”. Então tirou tudo aquilo  e em seguida pegou seu cajado, escolheu no riacho cinco pedras lisas, colocou-as no seu alforje de pastor, e, com sua atiradeira na mão, aproximou-se do filisteu.

 Enquanto isso, o filisteu, com seu escudeiro à frente, vinha se aproximando de Davi.  Olhou para ele com desprezo, viu que era só um rapaz ruivo. e fez pouco caso dele. Disse ele a Davi: “Por acaso sou um cão, para que você venha contra mim com pedaços de pau?” E o filisteu amaldiçoou Davi, invocando seus deuses,  e dizendo: “Venha aqui, e darei sua carne às aves do céu e aos animais do campo!”

 Davi, porém, disse ao filisteu: “Você vem contra mim com espada, com lança e com dardos: mas eu vou contra você em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem você desafiou. Hoje mesmo o Senhor o entregará nas minhas mãos, eu o matarei e cortarei a sua cabeça. Hoje mesmo darei os cadáveres do exército filisteu às aves do céu e aos animais selvagens, e toda a terra saberá que há Deus em Israel. Todos os que estão aqui saberão que não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos” (1 Samuel 17: 46).

 Quando o filisteu começou a vir na direção de Davi, este correu para a linha de batalha para enfrentá-lo. Tirando uma pedra de seu alforje, arremessou-a com a atiradeira e atingiu o filisteu na testa, de tal modo que ela ficou encravada, e ele caiu, dando com o rosto no chão.

Assim Davi venceu o filisteu com uma atiradeira e uma pedra; sem espada na mão, derrubou o filisteu e o matou.

 Pôs os pés sobre ele, e, desembainhando a espada do filisteu, acabou de matá-lo, cortando-lhe a cabeça com ela.

Quando os filisteus viram que o seu guerreiro estava morto, recuaram e fugiram.

O segredo espiritual da vitória de Davi encontra-se no seu conhecimento da Verdade contida nessa passagem, quando disse ele a Golias:“Você vem contra mim com espada, com lança e com dardos, mas eu vou contra você em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem você desafiou”.

IR “EM NOME DO SENHOR” SIGNIFICA

“IR INCLUSO NA ONIAÇÃO DIVINA! SIGNIFICA QUE A FORMA DE ENCARAR INIMIGOS NÃO É IDEIA PESSOAL DE ALGUÉM DO “MUNDO DE APARÊNCIAS”! DEUS É TUDO, E SEUS OPOSITORES NÃO SÃO REALIDADES! SENDO ESTA  VERDADE RECONHECIDA, ELA SE DESDOBRARÁ  VISIVELMENTE COMO “APARÊNCIA DE  SOLUÇÃO”,  O QUE, EM DAVI, SURGIU COMO A “PEDRA LISA”, ACHADA POR ELE NUM RIACHO, ATIRADA COM A FUNDA NA TESTA DE GOLIAS, DANDO-LHE CONDIÇÃO DE DAR UM FIM A ELE.

DAVI SABIA QUE “A BATALHA ERA DO SENHOR”!

*

“ORA A TEU PAI!”

“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento, e, fechando a tua porta, ora a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê secretamente, te recompensará. E, orando, não useis vãs repetições, como os gentios, que pensam que, por muito falarem, serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.”

Mateus 6; 6

Como a Bíblia diz para “orarmos sem cessar”, assimilarmos em detalhes o que disse Jesus sobre a oração é de capital importância. Primeiramente, disse para nos isolarmos do mundo e “orarmos ao nosso Pai”, e feito isso, explicou que “estando em nós em secreto”, o Pai nos recompensará! Desse modo, acentuou que o essencial era estarmos “receptivos” à atuação de Deus em nós. Salientou a importância de evitarmos “preces de repetições”,  como as feitas pelos gentios, assim dizendo:

“VOSSO PAI SABE O QUE VOS É NECESSÁRIO, ANTES DE VÓS LHO PEDIRDES”!

Certa vez, estando no início de uma oração, trouxe à minha lembrança estas instruções de Jesus, que são profundas e, ao mesmo tempo, simples! “Ora a TEU PAI”, disse ele. E então, dirigi-me ao Pai me lembrando da sequência apresentada por ele, ficando “receptivo” ao Pai me vendo secretamente e me recompensando com Sua Presença. Porém, após alguns segundos, saltou-me à mente o seguinte: “Que está você fazendo? Aguardando algo do Pai? Ou deveria estar reconhecendo que VOCÊ É FORMADOR DE SUA ONIPRESENÇA”?

Isto bastou para que eu desse fim à aparente dualidade, à prece imperfeita, para, no silêncio, perceber a Onipresença ONIATIVA Se manifestando como o ser individual que cada um de nós é, numa Unidade Perfeita!

Os gentios, segundo Jesus, com seus repetidos pedidos ocupando lugar nas orações, deixavam de perceber o principal: A UNIDADE DELES COM TUDO O QUE DEUS POSSUI, E É!

No entanto, quando assumimos que FORMAMOS O PAI ETERNAMENTE, NADA NOS RESTARÁ PARA “SER PEDIDO”, “ATENDIDO” OU “ACRESCENTADO”!

“Não vos assemelheis, pois, a eles, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes”. Tendo em vista esta instrução, fica claro que, na oração, o que deve ser reconhecido, e isso prioritariamente, é a UNIDADE PERFEITA em que vivemos, entendida como JÁ FEITA, E FORMADA PELO CRISTO QUE TODOS SOMOS!

*

“SOMENTE OS SOLITÁRIOS ENTRAM NA SALA NUPCIAL!”

“Disse Jesus: Muitos estão diante da porta – mas somente os solitários entram na sala nupcial”.

EVANGELHO DE TOMÉ

Quando alguém se vê “tocado pela Autorrevelação”, percebe o cumprimento em si próprio das palavras de Jesus: “Ninguém vem a mim, se o Pai não o trouxer”. Mas é nesse ponto que O REFERENCIAL DA LUZ precisa ser adotado!

No Evangelho de Tomé, assim disse Jesus: “Muitos estão diante da porta – mas somente os solitários entram na sala nupcial”. Que relação há entre as duas falas de Jesus? Ao dizer que “Ninguém vem a mim, se o Pai não o trouxer”, muitos que empregaram o REFERENCIAL DAS APARÊNCIAS, concluíram que “há escolhidos de Deus”, ou que Deus “não teria trazido todos a mim”. Mas a Bíblia é clara e taxativa em revelar que DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS! Jesus diz que “SOMENTE OS SOLITÁRIOS” passam pela porta e “entram na sala nupcial”!

Se uma “gota do oceano” se entender “ser uma gota rodeada de inúmeras outras gotas”, não poderia se dizer “solitária”; entretanto, se ela entender “ser o oceano”, seria todo o oceano, e, portanto, “solitária”. Nesse sentido, disse Jesus que MUITOS ESTÃO DIANTE DA PORTA; entretanto,  que somente os que se vissem “solitários” se veriam “dentro da sala nupcial”, que simboliza O UNO EM SUA UNIDADE TODO ABRANGENTE E PERFEITA! Por isso, a atitude ideal requerida vem a ser uma TROCA DE REFERENCIAL, a soltura da ILUSÃO de que O PAI JÁ NÃO ESTIVESSE “TRAZENDO” TUDO E TODOS “A MIM”, À UNIDADE PERFEITA, que, se não nos incluísse A TODOS, não seria nem UNIDADE  nem PERFEITA!

Não existe “pessoa iluminada”, não existe “bom mestre”, e não existe “pessoa pecadora”! “BOM SÓ HÁ UM, QUE É DEUS!” Este é o Evangelho propagado por Jesus: “SOMOS LUZ DO MUNDO”! Vivemos num Universo de LUZ ONIPRESENTE, cada um SENDO O CRISTO E, AO MESMO TEMPO, SENDO O INFINITO!

Sem esse ENTENDIMENTO, “muitos poderão estar diante da porta”, porém, sem “entrar no salão nupcial”! Por outro lado, os “solitários” se perceberão “dentro dele”, “EM MIM”, na Unidade Perfeita em que TODOS estão, apesar de “os muitos” se julgarem “FORA DE MIM”, algo  IMPOSSÍVEL de ser verdadeiro, e que só poderia mesmo ser aquilo que é: ILUSÃO!

*

“SE ESTIVESSES AQUI…”

Disse Marta a Jesus:“Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido!”

João 11: 21

A ilusão de que “há vida na matéria” é a CRENÇA causadora do pavor em que sempre viveu a humanidade, temendo males que supostamente levam à morte! A identificação com os sentidos humanos faz com que “nascimentos e mortes” sejam ilusoriamente vistos e acreditados como realidades irrefutáveis, enquanto não passam de “sonhos da mente mortal”.

A Verdade é que DEUS É TUDO, enquanto a “vida na matéria” é “sonho”, algo que simplesmente DESAPARECE, quando passamos pela experiência de Deus  com que, em comunhão com Ele, percebemos a Realidade eterna e iluminada, aqui e agora sempre presente!

Por que Jesus “ressuscitou”  somente alguns “poucos mortos”, e não milhares deles? Para fazer o mundo se desapegar das falsidades aceitas e procurar conhecer a Verdade, que é perfeição permanente e absoluta!  Assim, via Jesus os supostos mortos como “aqueles que dormiam””! Na verdade, sua intenção era a de passar ao povo que “os mortos”, sendo “ressuscitados”, eram “sinais” de ALGO ETERNO  subjacente a eles, e sendo “vistos” somente pela “humanidade em seu “sonho material profundo”! Portanto, Jesus restaurando a APARÊNCIA DE LÁZARO, respondeu à Marta  com o “sinal” de que O EU “EM MIM”, EM CADA UM, É VIDA ETERNA!

Disse Jesus: “Eu SOU a ressurreição e a Vida; quem CRÊ EM MIM, ainda que esteja morto viverá. E todo aquele que vive, e CRÊ EM MIM, nunca morrerá”.

DEUS É TUDO, TUDO É DEUS! Em vista disso,  Jesus chamava de “mortos” aqueles que se acreditavam “vivos” no mundo do “pai da mentira”! Para ele, UNICAMENTE INDO “A MIM” , TODOS TERÃO A EXPERIÊNCIA DA VIDA ETERNA”!

A multidão se maravilhava, vendo as supostas “aparências de ressurreição”; entretanto, o que realmente deve maravilhar alguém é a Verdade que SOMOS, que está em constituirmos a UNIDADE DIVINA PERFEITA, ETERNA E PERMANENTE! 

*

“NASCIDOS DE NOVO DA SEMENTE IMORTAL”

“Vocês nasceram de novo, não de uma semente mortal, mas imortal, por meio da palavra de Deus, que é vida e que permanece.”

1 Pedro, 1: 23

A Vida que vivemos sempre esteve sendo divina e imortal, e quando as Escrituras falam em “renascimento”, em “nascidos de novo”, apenas enfatizam a Verdade imutável que TODOS SOMOS!

A ilusão de “queda do homem” é a irrealidade chamada “nascimento”, pregada pela ilusória “mente carnal”, e deve ser crença falsa a ser banida por completo de nossa aceitação.

Jesus nos deixou todas as instruções necessárias para que esta ILUSÃO fosse expulsa, de modo que ficasse inteiramente abandonada como irrealidade!

“Não chameis de pai a NINGUÉM da Terra”, “Estivestes COMIGO desde o princípio”, “Vós, DESTE MUNDO, não sois”, “o Reino de Deus vos está dado”, “Se alguém guardar a minha palavra, nunca provará a morte!”.

Nossa total IDENTIFICAÇÃO com estas poucas declarações de Jesus são a “SEMENTE IMORTAL que nos faz “nascer de novo”, não apenas com leituras, mas principalmente, com dedicada “vivência na Verdade”.

“Vocês nasceram de novo, não de uma semente mortal, MAS IMORTAL, por meio da palavra de Deus, que é VIDA e que PERMANECE” (1 Pedro, 1: 23).

Na citação, Pedro acentua que A PALAVRA DE DEUS é Vida, e o que permanece! O FATO É QUE DEUS É TUDO, e esta Verdade é a base de toda PALAVRA DE DEUS que nos foi revelada!

Aqueles que endossam as “mentiras da mente carnal”, ou aqueles que “temem se manter com fé” na Palavra de Deus, REJEITAM A “SEMENTE DA IMORTALIDADE “, impedindo a plena PERCEPÇÃO das revelações recebidas! Por outro lado, aqueles que “não se veem do mundo”, que “não chamam de pai alguém da Terra”, que “reconhecem viver no Reino de Deus”, MESMO QUE APARENTEMENTE “VEJAM” APARÊNCIAS DISCORDANTES DA VERDADE, DESACREDITARÃO DE TODAS ELAS, SEM LHES FORNECER “ADUBOS”! ESTARÃO “GUARDANDO A PALAVRA” E DESMENTINDO AS MENTIRAS, EM VEZ DE TEMÊ-LAS!  SÃO ESTES QUE NUNCA VERÃO A MORTE, POR SE OCUPAREM COM A PALAVRA DE DEUS,  CIENTES DE QUE ELA

 “É VIDA E O QUE PERMANECE”!

*

FUJA DOS DESVIOS DE “DOUTRINAS VÁRIAS E ESTRANHAS”!

 Respondeu-lhes Jesus: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou.

 Se alguém quiser fazer a vontade de Deus, há de saber se a doutrina é dele, ou se eu falo por mim mesmo.

 Quem fala por si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça.

João 7: 16

Jesus fez questão de deixar bem claro que “não era dele” a doutrina perfeita e absoluta que vinha pregando. Assim disse, com todas as letras:

“Minha doutrina NÃO É minha, mas DAQUELE que me enviou”.

Quando João explicitou, em seu Evangelho, que “SEM O VERBO, NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ”, deixou também muito claro que “SOMOS AQUELE QUE É TODA A REALIDADE INFINITA, ONIATIVA E ONIPRESENTE!

Que sentido tem a frase de Jesus: “MINHA DOUTRINA É DAQUELE QUE ME ENVIOU”? Primeiramente, Jesus explicava que “sua presença”, como ENVIADO DE DEUS,  seria a mesma ILUSÃO que induzia a suposta “humanidade” a aceitar que “vivemos na Terra”, como “encarnados” nela nascidos. Jesus deixava claro que tanto ele como todos os demais JAMAIS ESTIVEMOS SENDO “ENVIADOS POR DEUS” A UM SUPOSTO “MUNDO MATERIAL”!  SEMPRE ESTIVEMOS ONDE AGORA ESTAMOS, COMO UNIDADE COMPLETA E PERFEITA EM DEUS!

Quando a Bíblia fala em “descida e subida ao Pai”, em “enviado por Deus”, isto é, em “Deus interagindo com o mundo”, fala da ILUSÃO e não do REFERENCIAL da Verdade Absoluta! Por esse motivo, Jesus orou para que PERCEBÊSSEMOS que somos uma UNIDADE PERFEITA, e não “seres viventes” num mundo separatista, em que diariamente ocorram “nascimentos e mortes”! Não há maior absurdo do que “doutrinas” que professem tais mentiras, em concordância com elas!

Como identificar “desvios” e “crenças infundadas”, para não darmos crédito a quaisquer deles? BASTA-NOS VIVER CONSCIENTES DA TOTALIDADE DE DEUS!  Esta TOTALIDADE está EVIDENCIADA, AQUI E AGORA, E É PERMANENTE! Exemplificando, se “alguém” divulgar a CRENÇA EM ESTÁGIOS DE CONSCIÊNCIAS, estaria ele condizente com a TOTALIDADE DE DEUS? Sabemos que não! E é assim que nos livramos de dar crédito aos inúmeros “desvios” que, aparentemente, possam nos surgir pela frente!

“A MINHA DOUTRINA NÃO É MINHA” – disse Jesus. DE QUEM PODERIA SER? DE DEUS, obviamente, QUE É TUDO! E sendo TUDO, não seria também Jesus? SERIA, SE JESUS, SENDO VISTO, ESTARIA SENDO VISTO COMO O CRISTO, E NÃO COMO “FILHO DE MARIA”, O QUE SERIA ILUSÃO!

“…MAS DAQUELE QUE ME ENVIOU”- disse Jesus. CONHECIA SUA IDENTIDADE CRÍSTICA E DIVINA, COMO TAMBÉM SABIA ESTAR SENDO RECONHECIDO PELO MUNDO COMO “CARNAL”! E ao passar ao mundo a VERDADE ABSOLUTA, estava, efetivamente, “ATRAINDO TODOS A MIM” – À UNIDADE PERFEITA! E TODO AQUELE QUE ASSIM SE VISSE ATRAÍDO A “CONHECER A VERDADE”, SE VERIA “ATRAÍDO À CONSTATAÇÃO DE SER, ELE PRÓPRIO, A VERDADE CONHECIDA!

 *

“CRER EM MIM” É CRER “NÃO EM MIM”!

“Quem crê em Mim, crê não em mim, mas NAQUELE que me enviou!”

João 12: 44

Antevendo o que aconteceria, Jesus assim declarou: “Quem crê em Mim, crê não em mim!” Sabia que seria idolatrado e endeusado, por dizer: “Vinde a Mim, vós que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei”. E também por saber que TODOS, como ele,  SOMOS DEUSES, E JAMAIS “CARNAIS NASCIDOS”. Fez o que pôde para evitar desvios da Verdade que veio anunciar a toda a humanidade!

“Eu não recebo glorificação de homens”, declarou Jesus! Conhecia a Verdade de que UNICAMENTE DEUS É REALIDADE GLORIOSA! Ao orar, dizendo: “Pai, glorifica Teu Filho”, sabia que SER GLORIFICADO seria ser RECONHECIDO POR DEUS COMO “FILHO DE DEUS”, “UM COM DEUS”, e sua mensagem ao mundo anunciava que, FOSSE ELE, OU FOSSE QUALQUER DE NÓS, “SEM MIM”, NADA PODERÍAMOS SER NEM FAZER! Estaria se anulando, ou anulando qualquer de nós? Não. Estaria anulando a ILUSÃO de “termos nascido na carne”! Livres como ele, de tal CRENÇA MENTIROSA, poderíamos repetir a sua fala: “AQUELE QUE ME VÊ A MIM, VÊ O PAI”.

Caso recebesse “honraria de homens”, estaria desconhecendo a UNIDADE PERFEITA E GLORIOSA QUE DEUS É!  

Por isso, ao mancebo que a ele se dirigiu e tratou como “Bom Mestre”, ouviu de resposta: “BOM SÓ HÁ UM, QUE É DEUS!”

NADA ALÉM DE MIM, DO ÚNICO e onipresente “EU SOU”, É REALIDADE! E Jesus cuidou para que não se desviasse dessa Verdade.

“QUEM CRÊ EM MIM, CRÊ NÃO EM MIM, MAS NAQUELE QUE ME ENVIOU”. Assim, enfatizava ele O FOCO da Revelação Absoluta, da Realidade eterna, consumada e iluminada, e JÁ EVIDENCIADA, abrangendo tudo e todos em Sua UNIDADE PERFEITA!

A Bíblia revela que “Jesus cresceu em sabedoria diante de Deus e dos homens”, ou seja, FOI ESTANDO APARENTEMENTE NO MUNDO QUE PÔDE VENCÊ-LO E RECONHECÊ-LO COMO “CRENÇA MENTIROSA” ACEITA COLETIVAMENTE COMO VERDADEIRA!

Conhecendo que DEUS É TUDO, NÃO MAIS ABRIU MÃO DESSA VERDADE, PRESERVANDO-A PARA SI PRÓPRIO E SAINDO DE CENA PARA QUE TODOS, IGUALMENTE, A CONHECÊSSEMOS!

“Se eu não for, O CONSOLADOR NÃO VIRÁ A VÓS” – disse Jesus. O CONSOLADOR É O PAI SENDO CADA FILHO TAL COMO ESTAVA SENDO JESUS!

Por esse motivo, Paulo enfatizou esta Verdade da seguinte maneira: “JESUS CRISTO ESTÁ EM VÓS”!

No Silêncio contemplativo, abra-se por inteiro ao PAI SENDO “O CONSOLADOR”, O CRISTO QUE VOCÊ É! Assim, estará CRENDO REALMENTE “EM MIM”, NA PRESENÇA DO “DEUS TODO PODEROSO” QUE SE EVIDENCIA COMO CADA FILHO DE DEUS!

*

“SE DEUS É POR NÓS…”

“Se Deus é por nós, quem será contra nós?”

Romanos, 9: 31

A citação de abertura, “Se Deus é por nós, quem será contra nós?”, parte de nossa aceitação incondicional de que DEUS É TUDO, e de que SOMOS UM COM SUA TOTALIDADE INFINITA!

Acreditar na ilusória “mente carnal” significa acreditar em DOIS PODERES, o que faz a humanidade acreditar em suposto “conflito entre o bem e o mal”. Quantas vezes foi ouvido alguém dizer: “Estamos cumprindo o que diz o Apocalipse, vivendo o derradeiro conflito do bem contra o mal”. É evidente que tais ideias são completamente ilusórias, e engendradas unicamente pela igualmente ilusória “mente carnal”.

“Se Deus é por nós”, NADA JAMAIS HOUVE NEM HAVERÁ “contra nós”! OU DEUS NÃO SERIA TUDO!

A humanidade insiste em endossar a presença de “algo mais além de Deus”, falando sobre a ONIPRESENÇA DIVINA só “da boca pra fora”! Quando os reveladores da Verdade emitiram o mesmo chamado, “VINDE A MIM”, sabiam que diziam: VENHAM À MENTE DIVINA, ÚNICA E ONIPRESENTE, QUE PERMEIA TODA A REALIDADE ESPIRITUAL UNIVERSAL!

“TUDO ESTÁ FEITO”, diz o Apocalipse. É esta a Verdade Absoluta que, entendida e seguida, faz com que NOS VEJAMOS “EM MIM”, na Unidade Perfeita, e faz com que CUMPRAMOS, EM NÓS MESMOS, A ORAÇÃO FEITA POR JESUS: “ORO PARA QUE SEJAM UM”!

Ser UM significa SER A ONIPRESENÇA! Ser UM significa SER O PODER ÚNICO! Ser UM significa DESCONHECER PODER MALIGNO!

Este é o sentido da fala de Paulo: “QUEM SERÁ CONTRA NÓS?”

A humanidade se verá LIVRE tão logo descarte a ilusória “mente carnal”, que a ilude com a falsa CRENÇA NO BEM E NO MAL! “

“Crê, somente, e seja-te feito conforme creste”, disse Jesus!

CREIAMOS NA TOTALIDADE DE DEUS E NA AUSÊNCIA DE “OUTROS PODERES AO LADO DE MIM”, E ASSIM NOS SERÁ FEITO!  MELHOR DIZENDO, ASSIM JÁ NOS ESTÁ FEITOI! AQUI E AGORA!

Jamais ALGO AINDA ESTEVE POR OCORRER, uma vez que TUDO, SEMPRE, JÁ ESTEVE FEITO. E DECORRE, DO RECONHECIMENTO DESTE FATO, A “DESINTEGRAÇÃO DA ILUSÃO” QUE, ERRONEAMENTE, SE MOSTRA COMO “CONFLITO DO BEM CONTRA O MAL”, E QUE É, NA VERDADE, A ELIMINAÇÃO DE AMBOS, DA CRENÇA NO BEM E NO MAL DAS APARÊNCIAS!

UNICAMENTE DEUS É REALIDADE!

*

“O ESPÍRITO DE DEUS HABITA EM VÓS!”

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?”

1 Coríntios 3:16

Aquele que lê as Escrituras sem fazer a própria identificação com a Verdade contida nelas, se equipara a alguém que, num restaurante, fique só lendo o cardápio sem com nada se alimentar.

Certa vez, conversando com um evangélico, disse a ele: “Somos o Espírito de Deus, e as igrejas nem tocam no assunto!” Respondeu-me ele: “Dizer que o Espírito de Deus habita em nós não quer dizer que sejamos este Espírito!”. Na crença dele, aprendida nas igrejas, ELE SERIA APENAS ALGUÉM APARTADO DE DEUS, COM UM DEUS HABITANDO NELE! Para ele, “o Templo de Deus” era entendido como sendo o suposto “corpo carnal”! E alguém CONVICTO dessa ILUSÃO, dificilmente admitiria ser UM COM DEUS, assim como Jesus orou para sermos: “Oro, ó Pai, para que todos sejam UM, assim como NÓS SOMOS UM”!

Por que os chamados cristãos

cristãos se iludem com essa dualidade satânica? POR DESCONHECEREM QUE “TÊM A MENTE DE CRISTO”! Creem  “ter tido pai na terra”, creem serem “carnais imperfeitos”, e se “julgam pelas aparências”! SERIAM MESMO CRISTÃOS? SÓ SE FOREM CRISTÃOS DE ARAQUE!

O cristão verdadeiro vive ligado às instruções de Jesus! Tem por Pai unicamente Deus, seu juízo é justo! Honra a si mesmo como honra o Pai, por saber SER UM COM ELE! Lendo que O ESPÍRITO DE DEUS NELE HABITA, sente-se lembrado da Verdade Absoluta, que sempre esteve ele sendo! Quando percebe “ter errado”, em algum ponto, de imediato se isola do “juízo pelas aparências”, reconhecendo que, na verdade, sua Mente é a Mente de Cristo, a Mente que jamais erra! Desse modo, liberta-se da acusadora “mente carnal”, reconhecendo que UNICAMENTE A ONIAÇÃO DIVINA esteve presente, enquanto a “mente carnal” intentava iludi-lo com “crenças de culpas e arrependimentos”, advindos da CRENÇA NO ERRO!

UNICAMENTE DEUS É REALIDADE! UNICAMENTE DEUS SE MANIFESTA COMO O FILHO QUE SOMOS! Portanto, assim dizia Jesus: “SÃO-TE PERDOADOS OS TEUS PECADOS!” Não conhecia NINGUÉM como “nascido da carne”!

Pela GRAÇA DE DEUS,  conhecemos a Verdade de que SOMOS O ESPÍRITO DE DEUS! Por isso, ao curar um cego de nascença e ser indagado pelo povo sobre “QUEM TERIA PECADO”, se ele ou seus pais, para que “nascesse cego”, Jesus unicamente endossou o JUÍZO JUSTO, dizendo: “Nem ele nem seus pais pecaram! Foi para que nele se manifestasse a glória de Deus!”.

Em essência, estes são os princípios da Verdade pregados por Jesus, todos fundamentados na Verdade de que DEUS É TUDO!

Conhecendo tais princípios,  claro nos ficará  que, realmente,

“O ESPÍRITO DE DEUS É QUEM HABITA EM NÓS, SENDO CADA UM DE NÓS”!

*

“SOMOS UNICAMENTE DEUSES!”

Temos, nas Escrituras, Davi e Jesus atestando a mesma revelação de que “SOMOS DEUSES”! O enfoque absoluto da Verdade, sempre exposto nas Mensagens do Facho de Luz, declara que UNICAMENTE DEUS É REALIDADE! Em vista disso, o fato de que “SOMOS DEUSES” precisa ser conhecido, aceito e contemplado na totalidade de seu sentido, isto é, que “SOMOS UNICAMENTE DEUSES”!

Esse é o endosso pleno que anula o “mundo dos fenômenos” com suas crenças de que “somos carnais”, que somos “humanos” ou que “somos parte divinos e parte humanos”!

Quando Paulo declarou que “O CRISTO É TUDO EM TODOS”, estava ressaltando que SOMOS UNICAMENTE DEUSES! E ESTA É A VERDADE ETERNA, AQUI E AGORA EVIDENCIADA, QUE CUMPRE O QUE É REVELADO EM ECLESIASTES: “AS OBRAS DE DEUS SÃO PERMANENTES: NADA PODE SER-LHES ACRESCENTADO NEM TIRADO”!

Quando alguém reconhece que SOMOS UNICAMENTE DEUSES, revela o seu entendimento de SER UMA “OBRA DE DEUS”, que “VIVE, SE MOVE E TEM O SEU SER EM DEUS”, e que não é, nunca foi nem será “do suposto MUNDO DE APARÊNCIAS”, Isto porque TODOS OS DEUSES formam a PERMANÊNCIA DAS OBRAS DE DEUS, chamada por Jesus de “UNIDADE PERFEITA”!

Na UNIDADE PERFEITA, que é, como foi dito, PERMANENTE, Krishna, Buda, Jesus, Paulo, VOCÊ, e TODOS, vivem SENDO UNICAMENTE DEUSES! Essa simples e iluminada CONSTATAÇÃO nos garante que NADA NOS PODE SER TIRADO NEM ACRESCENTADO! E nos fica claro que “pecados”, “doenças”, “corpos nascidos”, “corpos infectados por vírus”, “corpos mortais”, ou seja, que “todos os supostos males”, JAMAIS ESTIVERAM NA UNIDADE PERFEITA, JAMAIS ESTIVERAM PRESENTES EM FILHOS DE DEUS,  E APENAS  ESTIVERAM “EXISTINDO” COMO “SONHOS” DA ILUSÓRIA “MENTE CARNAL”!

“SOMOS UNICAMENTE DEUSES”, DOTADOS “UNICAMENTE DA MENTE DE CRISTO”!  TODO ILUSÓRIO “TESTEMUNHO DO MAL” DESAPARECE EM SEU “NADA ORIGINÁRIO”, QUANDO ESTAS VERDADES SÃO CONHECIDAS, E, RECONHECIDAS E VIVENCIADAS NA PRÁTICA!

DEUS É TUDO, TUDO É DEUS!  Por isso a Bíblia declara que “AQUELE QUE HABITA NO ESCONDERIJO DO ALTÍSSIMO, À SOMBRA DA ONIPOTÊNCIA REPOUSARÁ”.

 

*

“QUEM CONHECE O MUNDO, ACHA O CORPO!”

“Disse Jesus: Quem conheceu o mundo achou o corpo. Mas quem achou o corpo. desse tal não é digno o mundo”.

Evangelho de Tomé

A visão tida por Jesus do Universo era de UNIDADE, de uma TOTALIDADE ESSENCIAL DE DEUS Se evidenciando de forma perfeita, sem quaisquer noções ou crenças de dualidade ou de separatividade. Tudo é indivisivelmente UM, muito embora formado por individualidades inumeráveis, assim como um oceano é UM,  e formado por inumeráveis gotas, cada uma conservando sua própria individualidade.

Ao explicar que “aquele que conheceu o mundo terá achado o corpo”, Jesus realça a necessidade de conhecermos a natureza verdadeira, espiritual e indivisível do mundo, que seria “nos vermos no Reino de Deus” e dotados de um Corpo Glorioso, “Templo de Deus”, “um com o Reino conhecido”!

“Tudo já é ILUMINADO”, disse Buda! “Deus é LUZ, e nele não há trevas”, disse João! Ambos atestam a UNIDADE PERFEITA que, contendo todas as Formas, todas as Obras de Deus, Se evidencia eternamente como REINO DA LUZ!

“Mas quem achou o corpo. desse tal não é digno o mundo”-  completou Jesus. Estava a explicar que alguém “achar o corpo sem conhecer o mundo”, estaria acreditando em “mundo material”, em “corpo material” visto como “peça solta”, e, em vista disso, não seria digno do mundo! Estaria tratando-o segundo a ilusão, vendo como materiais o mundo e o corpo, e, ainda por cima, como “coisas separadas”!

Neste simples aforismo, Jesus explica que O SUPRIMENTO É UMA UNIDADE ENTRE TODAS AS FORMAS REAIS  COM TODOS NÓS, COMO FILHOS ESPIRITUAIS DE DEUS!

Tudo é UM, e, portanto, TUDO DE QUE NECESSITAMOS, ENCONTRA-SE EM UNIDADE CONOSCO, AQUI E AGORA! Por isso disse Jesus:

“AO QUE TEM, MUITO SERÁ DADO; MAS, AO QUE NÃO TEM, O POUCO QUE TEM LHE SERÁ TIRADO”! Não seria DIGNO DO MUNDO, por reduzir o REINO INFINITO  DE DEUS a uma “ilusão de mundo material”, repleto de contínuas e ilusórias “carências”!

O que CONHECE O MUNDO, acha o CORPO! E ACHA, AO MESMO TEMPO, SUA POSIÇÃO COMO HERDEIRO DE DEUS! Aplica naturalmente a seu favor a Lei Mental, “o que for reconhecido, aparecerá”, sem jamais acreditar em “carências”, por se perceber UNO COM DEUS E COM TUDO QUE DEUS POSSUI!

Neste mesmo aforismo, Jesus reduz a NADA também as crenças de “nascimento de mortais”  e de suas supostas “mortes”! São os que “acharam o corpo sem conhecer o mundo”. Em vista disso, acreditam ter “corpo separado” da UNIDADE PERFEITA, e deixam de CONHECER O MUNDO, O CORPO, A  HERANÇA DIVINA, E A PRÓPRIA ETERNIDADE!

*

JAMAIS “SE ENCLAUSURE” EM ILUSÓRIAS TRÊS DIMENSÕES!

Quando a Bíblia revela que O CRISTO vem ao mundo para LIBERTAR OS CATIVOS, o que precisa ser entendido, primeiramente, é que O CRISTO É TUDO EM TODOS!

A HUMANIDADE É VÍTIMA DE UMA ILUSÃO MENTAL que, entre um observador iluminado e o objeto iluminado por ele observado, aparenta  se interpor um “FILTRO”, que limita ou reduz a EXISTÊNCIA REAL, PLURIDIMENSIONAL, a uma simples “imagem em três dimensões”, que unicamente existe como DEFORMAÇÃO SEM REALIDADE!

Buda, tendo percebido que as “imagens fenomênicas” vistas pelos supostos “sentidos humanos” são todas irreais, disse o seguinte: “Olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo e mente são o “nada”! Na Bíblia encontramos a mesma revelação: “Olhos não viram, ouvidos não ouviram, e nem penetrou no coração do homem, o que Deus tem preparado para aqueles que O amam”!

O “mundo tridimensional” é o que precisa ser percebido como NADA, porque assim nos está revelado! Chamá-lo de ILUSÃO, ou chamá-lo de “MUNDO DO PAI DA MENTIRA”,  é algo que nos requererá máxima dedicação, interesse e convicção, a fim de que A REALIDADE DIVINA possa ser percebida como um REINO ONIPRESENTE, mantido iluminado e perfeito por Deus, Reino este que nos foi dado por Deus “desde o princípio”!

De nada nos servirão estas revelações libertadoras, se os “cativos das aparências” não crerem nelas como AGORA MANIFESTADAS!

QUANDO É QUE “SOMOS ILUMINADOS”? AGORA!

QUANDO É QUE “VIVEMOS NO REINO DE INFINITAS DIMENSÕES”?

AGORA!

QUANDO É QUE “SOMOS DEUSES”? AGORA!

POR QUÊ? PORQUE DEUS É TUDO, DEUS É LUZ, E SOMOS LUZ, POR SERMOS “UM COM ELE”!

Há tempos, conversando com alguém sobre a Verdade, ele assim me disse: “Olhe, estes assuntos são os meus prediletos, só que, estando com uma tremenda dor de cabeça, fica-me difícil continuar a conversa!” Disse a ele: “Você sente dor por se admitir enclausurado em três dimensões! Porém, na verdade, todos VIVEMOS NAS INFINITAS DIMENSÕES DO REINO DE DEUS”! Disse-me ele: “Nossa! É verdade! Leciono Matemática e vivo ensinando isso aos meus alunos!”! E a suposta “dor insuportável” o deixou!

As pessoas não descartam como NADAS os sentidos mortais, cegos, surdos e escravizantes! Mesmo quando vão meditar, se identificam com um ilusório “corpo tridimensional”!

DEUS É O SER QUE SOMOS; PORTANTO, “CONTEMPLAR A VERDADE” SIGNIFICA “CONTEMPLAR DEUS SENDO AQUELE QUE SOMOS” Foi por esse motivo que Joel S. Goldsmith assim disse:

“O INFINITO QUE É DEUS, É O INFINITO QUE EU SOU!”

DEVEMOS MEDITAR CONTEMPLANDO O INFINITO SENDO O CRISTO QUE SOMOS, ISOLADOS DE “OLHOS, OUVIDOS, NARIZ, LÍNGUA, CORPO E MENTE CARNAIS”! Somente assim, poderemos CONTEMPLAR NOSSA UNIDADE COM DEUS, E PERCEBER QUE “O CATIVEIRO DE TRÊS DIMENSÕES” É “DESFEITO”!

 É DESSE MODO QUE “O CRISTO EM NÓS”, APARENTEMENTE, “LIBERTA OS CATIVOS”! 

*

“O QUE FOR RECONHECIDO, APARECERÁ!”

É conhecido o ditado que diz: “Depois da tempestade vem a bonança”. Quando alguém leva a sério as revelações absolutas, meditando e reconhecendo que DEUS É TUDO, e que, portanto, o suposto “mundo material” não passa de uma “miragem hipnótica”, é normal ocorrer um “desmoronamento contínuo da ilusão”, devido à ausência do antigo endosso anterior, dado por nós às falsas crenças coletivas que aparentam formar o “mundo de aparências”!

E então, a suposta “vida humana” pode se mostrar “conturbada”, para que se deem “ajustamentos” mais condizentes com a PERFEIÇÃO ETERNA DA REALIDADE TRANSCENDENTAL DIVINA.

“As aparências mutáveis apenas INSINUAM a presença da VERDADE IMUTÁVEL SUBJACENTE A ELAS”.

Assim explica a Metafísica Absoluta! Portanto, a REALIDADE É PERFEIÇÃO PERMANENTE, enquanto o chamado “mundo de aparências”, até ser “dissolvido” pelo despertar global da humanidade, não passa de uma “sombra” da Realidade: uma imagem mental sem vida, sem substância e sem realidade!

Paulo assim disse: “Renovai-vos pela renovação de vosso entendimento”. De que forma isso acontece? Através do conhecimento, contemplação e identificação com a Verdade!

Suponhamos que alguém acreditasse ser um “viciado em drogas”, e que quisesse se libertar delas mediante atuação de Deus em sua vida. A princípio, terá de “conhecer a LETRA DA VERDADE”, a ponto de aceitá-la e reconhecê-la como VERDADE JÁ NELE SE EXPRESSANDO! Para isso, contará com a Ciência Mental com suas afirmações da Verdade e suas negações da ilusão. No exemplo citado, afirmará:

“EU SOU FILHO DE DEUS, UM COM A PERFEIÇÃO DE DEUS, EXATAMENTE AQUI E AGORA!”.

Em seguida, fará a negação:

JAMAIS FIZ USO DE DROGAS, POIS NUNCA VIVI A APARTADO DE DEUS!”

A Ciência Mental ENDOSSA A VERDADE ABSOLUTA QUE TODOS AGORA SOMOS! Quando o suposto “viciado em drogas” medita e afirma a Verdade eterna sobre si mesmo, negando a ilusão, em vez de endossá-la, como até então vinha fazendo, a ONIAÇÃO DIVINA estará sendo reconhecida, e provocará o “desmoronamento” das falsas crenças antes aceitas pela pessoa.

Desconhecendo esse processo natural, muitos são levados a crer que “a situação tenha piorado”, com tantas meditações feitas. Na verdade, “as tempestades das aparências” comprovam a eficácia da PRÁTICA DA VERDADE, sacudindo as crenças falsas arraigadas e apagando-as ao “nada originário”.

Quanto maior a “aparente turbulência” registrada pela “mente carnal”, maior é a LUZ sendo ali manifestada e revelada!

No exemplo citado, o suposto “viciado em drogas” estará sendo “deposto pelo Cristo”, o que será visto e reconhecido como “cura ocorrida”. Mas sabemos que UNICAMENTE O FILHO DE DEUS FOI ALI ACEITO E RECONHECIDO!

A Lei Mental é muito clara, e assim diz:

“O QUE FOR RECONHECIDO, APARECERÁ!”.

*

ATÉ AGORA NADA PEDIRAM EM “MEU NOME”!

“Até agora vocês não pediram nada em meu nome: peçam e receberão, para que a alegria de vocês seja completa”.

João 16:24

Apesar de religiões e “doutrinas várias”, salientando “valor” em sofrimentos, problemas e carências, O QUE JESUS RESSALTOU FOI QUE “EM MEU NOME” A NOSSA ALEGRIA É COMPLETA!

Que significa “PEDIR EM MEU NOME”? Significa alguém repelir a FALSA CRENÇA que a todos INSINUA, ILUDE E SUGERE que POSSUÍMOS NOMES NA TERRA! A Verdade, porém, É OUTRA! UNICAMENTE “DEUS É REALIDADE”, UNICAMENTE “DEUS TEM NOME”, E, EM VISTA DISSO, JESUS ASSIM DECLAROU: “TENHAM ALEGRIA POR TEREM OS SEUS NOMES ESCRITOS NOS CÉUS”!

“PEDIR EM MEU NOME” significa parar de pedir “em nome  de “carnal carente”! Significa entender o que Paulo revelou, que é a Verdade de que JESUS CRISTO ESTÁ EM NÓS! Esse seria o primeiro passo! A seguir, ACEITAR E RECONHECER QUE O CRISTO, EM CADA UM, É “UM COM DEUS”! Por isso, Paulo declarou que EM CRISTO, somos herdeiros de todas as “riquezas celestiais”! Estão À MÃO, bastando-nos reconhecê-las presentes em NÓS MESMOS, para que fiquem “disponibilizadas”! Em outras palavras, o requerido é FÉ com ENTENDIMENTO!

Grave bem: A VERDADE CONHECIDA SE EXPRESSA COMO “NOSSA ALEGRIA COMPLETA”! PORTANTO, PEÇA-A NA CERTEZA DE QUE DELA JÁ É POSSUIDOR, DESPOJADO DE “NOMES DA ILUSÃO”!

“ATÉ AGORA, NADA PEDIRAM EM MEU NOME”, disse JESUS! Pediram a ALGUÉM DE FORA! Pediram a um “JESUS DE FORA”! E “PEDIR EM MEU NOME” É SIMPLESMENTE CADA UM “PEDIR E CRER JÁ TER RECEBIDO”, E ISTO, CADA UM “EM NOME DO SEU CRISTO”, QUE É ELE PRÓPRIO, QUE É SUA VIDA REAL E ETERNA!

NÃO FOI À TOA QUE PAULO FEZ A DECLARAÇÃO ILUMINADA: “O CRISTO É TUDO EM TODOS”!

*

 

 

O HOMEM REAL NÃO PASSA POR “EVOLUÇÃO” NEM “TRANSIÇÃO”!

Não há fabricante de latão de lixo que produza latões com lixo dentro! Eles saem perfeitos da produção e totalmente limpos! E quando são comprados e utilizados, seus donos somente se ocuparão em assim conservá-los, removendo continuamente o lixo que estiver colocado neles!

A Bíblia revela que SOMOS SERES PERFEITOS E IMACULADOS, SERES À IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS! Esta é a Verdade, e toda Verdade é “obra divina”, de duração perpétua! Conhecendo esta Verdade, Jesus disse ter vindo para DAR ESTE TESTEMUNHO ILUMINADO, referente a todos nós. Por esse motivo, declarou que SOMOS DEUSES! LUZES DO MUNDO! E, ao mesmo tempo, perdoava os pecados, deixando claro que “eram APENAS lixo” , se fazendo passar por “componentes de latão”.

O FILHO DE DEUS É PERFEITO E IMACULADO COMO O PAI! Por isso, Jesus disse para SERMOS PERFEITOS COMO PERFEITO É O NOSSO PAI CELESTIAL!  Por que teve que dar esse testemunho? SABIA QUE A HUMANIDADE SE MOSTRAVA DESCONHECEDORA DE SUA PERFEIÇÃO IMUTÁVEL! Vivia saturada de lixo de toda espécie, porém, de um “lixo ilusório”! Aquele que reconhecer que, de fato, é um imaculado, perfeito e incólume FILHO DE DEUS, fará suas orações sempre A PARTIR DESSA VERDADE!

Todo “lixo ilusório” jamais poderia ter vindo de DEUS! É ILUSÓRIO, assim como também é ILUSÓRIO um pesadelo ou uma “imagem” gerada por algum hipnotizador! É NADA! SOME COM UM SIMPLES ESTALAR DE SEUS DEDOS! ASSIM DEVEMOS TAMBÉM LIDAR COM OS SUPOSTOS “MALES”, MEDITANDO E “ESTALANDO OS DEDOS”: CIENTES DE QUE SÃO “HIPNÓTICOS”!

 

DEUS A TUDO MANTÉM EM SI MESMO, EM SUA PLENA PERFEIÇÃO ABSOLUTA, E DESCONHECE “IMAGENS FALSAS”, sejam boas ou más!

DESCONHECER DIFERE DE IGNORAR!

DESCONHECER APARÊNCIAS, BOAS OU MÁS, SIGNIFICA “SERMOS PERFEITOS COMO O PAI É PERFEITO! Não tentaremos nos livrar delas, ou iríamos ENDOSSAR QUE “TEMOS CONSCIÊNCIA DELAS”, ISTO É, QUE SERIAM REALIDADES!

Quando alguém “esvazia um latão de lixo”, EM NADA A PERFEIÇÃO DO LATÃO “TERIA SIDO ALTERADA”! MAS QUANDO O “LIXO HIPNÓTICO” É ESVAZIADO DE ALGUÉM, A CRENÇA COLETIVA DIZ QUE “ELE EVOLUIU”!

Ao “perdoar pecados”, Jesus tão somente RECONHECIA O SER PERFEITO, que acreditava “ser imperfeito”! O EVANGELHO FAZ APENAS COM QUE “DISPENSEMOS COMO NADAS” TODO LIXO QUE VIEMOS ACUMULANDO, aparentemente, COMO ALGO QUE FOMOS OU QUE SOMOS! Por isso, a Bíblia é clara: SOMOS DEUSES!

Não podemos MELHORAR EM NADA O CRISTO QUE SOMOS, ou estaríamos nos confundindo com um “latão de lixo” de que jamais fizemos parte!

O pior lixo que a suposta “mente carnal” tenta impor como “nossa aceitação”, é o chamado “nascimento na carne”! NINGUÉM NASCE E NINGUÉM MORRE! UNICAMENTE DEUS É REALIDADE PERMANENTE,  E É QUEM SOMOS! Mas há aqueles que trocam o nome do lixo, passando de “morte” para “transição”! NADA DISSO É REALIDADE, POIS, O QUE É REALIDADE É DIVINO E PERMANENTE!

Na Prática do Silêncio, PARTA DE SUA PERFEIÇÃO JÁ EVIDENCIADA! SEM INTERFERÊNCIAS DO “HIPNOTISMO DE MASSA”!

SUA ESSÊNCIA É PERFEITA, JAMAIS NASCE, JAMAIS MUDA, JAMAIS MORRE! É DIVINA!

*

 

VIVA “IDENTIFICADO COM A VERDADE” E NÃO COM “APARÊNCIAS”!

“Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo”.
Mateus 24: 13

Quando Jesus declarou que “aquele que permanecesse EM MIM conheceria a Verdade, e a Verdade o tornaria livre”, deu-nos “a coisa única e necessária” que teríamos de fazer: VIVERMOS IDENTIFICADOS COM O CRISTO, A VERDADE QUE SOMOS, E COM  NOSSA INQUEBRANTÁVEL COMUNHÃO COM O PAI, sem nos identificarmos com o ilusório “mundo dos fenômenos mutáveis”!

Jesus deu-nos o seu próprio exemplo dessa IDENTIFICAÇÃO, sempre baseada na REALIDADE ETERNA: “AQUELE QUE ME VÊ A MIM, VÊ O PAI”!

Sabia ser esta a Verdade Absoluta e universal, válida para ele e, igualmente, válida para cada um de nós!

O posicionamento de Jesus, sempre a endossar sua NATUREZA DIVINA e sua UNIDADE COM O PAI, não ficou registrado nas Escrituras para que ele fosse adorado, enaltecido, endeusado, e idolatrado pessoalmente como sendo Deus! Por isso, deixou explícito que “BOM É UNICAMENTE DEUS”, quando foi chamado de “Bom Mestre”! Orou para que PERCEBÊSSEMOS nossa UNIDADE COM DEUS, dizendo: “Oro para que TODOS sejam UM, assim como nós, ó Pai, SOMOS UM – PERFEITOS EM UNIDADE”!

Este foi o propósito da vinda de Jesus, confirmado por ele ao declarar: “Eu não recebo honraria de homens”, da qual deduzimos o que ele próprio disse: que  veio para testemunhar a VERDADE, o FATO REAL de que somos deuses e não  “homens nascidos da carne”!

Tanto as “contemplações absolutas” da Verdade como as “afirmações e negações”, feitas segundo prega a Ciência Mental, têm EFEITOS ACUMULATIVOS, razão pela qual REQUEREM continuidade e assiduidade disciplinada, ao serem praticadas. Quem afirma a Verdade, nega a ilusão, e contempla a revelação de que EM DEUS VIVE, SE MOVIMENTA E TEM O SEU SER, terá de fazê-lo SEM CESSAR, e não apenas esporadicamente, quando ocorrer de se lembrar de fazê-lo! Desse modo, não poderia contar com o EFEITO ACUMULATIVO das práticas!

Por outro lado, quando seus cuidados são constantes, contínuos e disciplinados, SEUS EFEITOS SE VÃO SOMANDO, e é quando a Bíblia lhe assevera que “aquele que perseverar até o fim, será salvo”!

*