“QUEM TEM NA MÃO O REINO DE DEUS, RECEBERÁ!”

“Aquele que tem algo na mão, esse receberá; e aquele que não tem, esse até perderá o pouco que tem”.

Evangelho de Tomé

A instrução de Jesus, “conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará”, deverá ser entendida com o seguinte sentido: “PRATICAREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ!” Se alguém “tomar conhecimento”, por exemplo, de que DEUS COM AGRADO LHE DEU O REINO DIVINO, mas continuar imerso na ILUSÃO de “existência terrena”, continuará presa fácil das CRENÇAS FALSAS do suposto “mundo do pai da mentira”!

“Aquele que tem algo na mão, esse receberá; e aquele que não tem, esse até perderá o pouco que tem”.

Conhecer E PRATICAR ESTA VERDADE o fará imune às CRENÇAS que escravizam a humanidade, pois, VOCÊ TERÁ “NA MÃO” O REINO DE DEUS!

A maioria acredita que “TER ALGO NA MÃO” significa “possuir algo material na mão”, e isto por DESCONHECER A VERDADE de que DEUS É ESPÍRITO, E QUE É TUDO!

“O REINO DE DEUS ESTÁ À MÃO”, disse Jesus! Assim registra a Bíblia, na versão inglesa; infelizmente, na versão em português, foi traduzido como “O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO”, tirando o seu real e imediato conteúdo!

Vivemos como “deuses” na UNIDADE PERFEITA, e não como “carnais avulsos” em suposto “mundo material”. E além desse CONHECIMENTO, teremos de PRATICAR esta Verdade! SABER SEM PRATICAR SE EQUIPARA A NÃO SABER!

O “conhecimento da Verdade” se chama RENASCIMENTO, isto é, requer uma VISÃO RENOVADA DA PRÓPRIA EXISTÊNCIA, que é a de VIVERMOS EM DEUS COMO O  FILHO DE DEUS, CONSCIENTES DE “TERMOS NA MÃO” TUDO QUE ESPIRITUALMENTE DEUS POSSUI Em termos práticos, significa JAMAIS NEGARMOS ESTA VERDADE, seja duvidando de que “tudo o necessário já temos na mão”, seja atribuindo aparente “FALTA DE ALGO”  ao “mundo de aparências”, culpando pessoas, políticos, sócios, patrões, crises, demissões de emprego, etc..

Seja a alegação qual possa ser, A CAUSA É ÚNICA: “ALGO FOI RECONHECIDO COMO TIRADO DA MÃO DE ALGUÉM”, enquanto o que Jesus disse, foi: “E aquele que não tem, esse até perderá o pouco que tem”.

TUDO QUE DEUS POSSUI, ESTÁ ESPIRITUALMENTE NA SUA MÃO E EM UNIDADE COM VOCÊ! PERMANEÇA EM UNIDADE COM O QUE LHE PARECER NECESSÁRIO, E CONSTATARÁ O SEU “SURGIMENTO NO VISÍVEL” COMO “SOMBRA” VINDA POR ACRÉSCIMO.

*

DEPRESSÃO

A Prática da Verdade prevê uma “persistência aparente”, por requerer, de nossa parte, uma inabalável confiança de que A PERFEIÇÃO É FATO CONSUMADO E PERMANENTE, ou seja, sempre que alguém for orar, jamais terá por foco um ilusório mundo de contínuas mudanças, mas sim a Verdade da Perfeição consumada.

Suponhamos que alguém receba um diagnóstico de “depressão”. Ao meditar e fazer as “contemplações da Verdade”, esta ILUSÃO ficará deixada por completo de lado. Por quê? Por ser “fruto de mudança”, o que, por si só, é prova de ser IRREALIDADE! Tudo que sofre mudanças é ilusão.

Qual é a REALIDADE? A Presença consumada da PERFEIÇÃO, evidenciada imutavelmente como a Mente e como o Corpo de todo ser. COMO É ALGO CONSUMADO, DEVE SER RECONHECIDO COMO MENTE E CORPO PERFEITOS, DIVINOS, IMUTÁVEIS!

O FOCO ADMITIDO  SERÁ A IMAGEM PERFEITA, PERSISTENTEMENTE CONTEMPLADA, ATÉ QUE A ILUSÃO DE DOENÇA OU PROBLEMA SE RENDA À SUBSTANCIAL VERDADE ABSOLUTA RECONHECIDA!

A meditação contemplativa já deverá começar com a radical afirmação:

“Nunca estive com depressão! Esta crença não alcança a Mente de Cristo que eu tenho. Unicamente o SER PERFEITO está em Autocontemplação, aqui e agora, com o FOCO na Perfeição consumada que constitui o Filho de Deus que EU SOU!

Permaneço em silêncio, CONTEMPLANDO Deus sendo a TOTALIDADE do Filho que EU SOU!”

*

 

“SOMOS TODOS MEMBROS UNS DOS OUTROS”

“Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação. Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo,mas individualmente somos membros uns dos outros”.
Romanos 12:4,5

O entendimento e sua correspondente “contemplação” da UNIDADE PERFEITA QUE SOMOS, constituem o cumprimento do “conhecimento da Verdade” em cada um de nós! A ilusão de “separatividade” é desfeita, a suposta “resistência ao maligno” é entendida como ilusória, e a totalidade de Deus é naturalmente reconhecida!

Assim disse Paulo: “Somos todos membros uns dos outros”, e percebemos esta UNIDADE quando meditamos e nos silenciamos a ponto de “sentir que somos a Onipresença”, ou seja, que somos a Consciência infinita iluminada em Oniação.

“Sermos membros uns dos outros” significa compreendermos que SOMOS TODOS UM SÓ CORPO! E este “CORPO ÚNICO” É DEUS!

Jesus conhecia a Verdade de que SOMOS

TODOS UM COM DEUS E UM EM DEUS, pois sabia que DEUS É ESPÍRITO E QUE DEUS É TUDO! Sabia também que “as aparências” são cenários sem vida de ajustes mentais, e que não são realidades! Por isso,  em nada se omitia, mas sim, agia pelo não agir, ora perdoando pecados, ora curando doentes, e ora dando chibatadas ou contrariando com vigor a hipocrisia dos chamados “doutores da lei”!

A suposta “vida fenomênica” não é realidade! Meramente reflete a Oniação absoluta como “formas” ou “sombras” imperfeitas! Sendo assim, “EM MIM” DEVEMOS PERMANECER, e, desse modo, APARENTEMENTE,  AGIREMOS PELO NÃO AGIR., AO LIDARMOS COM O “MUNDO DAS SOMBRAS”, SEMPRE IMPULSIONADOS NÃO PELO EGO, MAS PELA ONIAÇÃO, COMO JESUS FAZIA!

O FATO É O SEGUINTE: “SOMOS TODOS MEMBROS UNS DOS OUTROS”. ESTA É A VERDADE ABSOLUTA! E SENDO ASSIM RECONHECIDA, GERARÁ “SOMBRAS” DE AJUSTES FENOMÊNICOS, QUE DEVERÃO SER ENTENDIDAS COMO “AGENTES CAUSADORES DE HARMONIA VISÍVEL”, E NUNCA COMO “ATRITOS ENTRE PESSOAS REAIS”!

 *

“A CURA PELA MENTE DO CRISTO”

A irrealidade do pecado, da doença e da morte repousa na Verdade exclusiva de que o ser, para ser eterno, deve ser harmonioso. Toda a doença só é – e só pode ser – curada nesta base. Todos os Cientistas Cristãos verdadeiros estão defendendo honestamente e sem temor o Princípio desta grande Verdade da cura-pela-Mente.

Mary Baker Eddy

“Temos a Mente de Cristo”, isto é, “NÃO TEMOS MENTE HUMANA”!

A chamada cura-pela-Mente se reduz a admitirmos como NOSSA a Mente idêntica à de Jesus, o que nos faz RECONHECER “a irrealidade do pecado, da doença e da morte”, e DESCARTAR quaisquer pretensões do erro, a nós aparecendo como  crenças em pecado, doença e morte, ilusões que jamais foram levadas a sério por Jesus!

 

“O Cientista Cristão verdadeiro é aquele que DEFENDE HONESTAMENTE E SEM TEMOR o Princípio desta grande Verdade!” 

Este Princípio EXALTA A DEUS como TUDO! A expressão “cura-pela-Mente” significa ACEITARMOS A VERDADE DE QUE A MENTE QUE TEMOS É DIVINA,  QUE  É EM NÓS A MENTE DE CRISTO, A MENTE QUE RECHAÇA AS PRETENSÕES INFUNDADAS DO ERRO, VINDAS DA SUPOSTA “MENTE HUMANA”!

Como disse Mary Baker Eddy, A irrealidade do pecado, da doença e da morte repousa na Verdade exclusiva de que o ser, para ser eterno, deve ser harmonioso. Toda a doença só é – e só pode ser – curada nesta base”.

Se analisarmos esta “base única”, apontada por ela, perceberemos que TODA A ATENÇÃO é voltada, não a DOENÇAS OU DOENTES, mas sim, ao SER HARMONIOSO que todos imutavelmente somos! A autora, com isto,  repete Jesus, quando disse: “Aquele que PERMANECER EM MIM, dará frutos”!

E É O QUE TODOS DEVEMOS FAZER!

*

A PERMANÊNCIA NA UNIDADE ELUCIDA O REAL EVANGELHO DE JESUS!

“Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas”.

Mateus 6: 15

Para o Evangelho de Jesus ser entendido e praticado, nossa ADORAÇÃO AO PAI terá de ser EM ESPÍRITO E EM VERDADE, pois, disse Jesus, “o Pai procura a tais que assim O adorem”!

“ADORAR O PAI EM ESPÍRITO E EM VERDADE” significa RECONHECÊ-LO como “UNIDADE PERFEITA”, sendo TUDO e sendo o NOSSO ESPÍRITO!  “Glorificai a Deus no vosso CORPO e no vosso ESPÍRITO”, disse Paulo.

Para isso, em nossas ”contemplações absolutas”, a INEXISTÊNCIA DA MATÉRIA é um princípio absoluto a ser aceito e reconhecido! Toda a mensagem de Jesus se fundamenta na UNIDADE ESPIRITUAL formada por Deus e, igualmente, por TODOS NÓS. “Vós sois deuses”, disse Jesus; portanto, não somos carnais nem seres encarnados!

Quando nos livramos das CRENÇAS FALSAS DUALISTAS, por adotarmos A UNIDADE ESSENCIAL PERFEITA, estamos “adorando o Pai” em nosso próprio Ser, e, igualmente, em todos os demais seres! Caso contrário, negaríamos o FATO de que a Consciência

 divina é a NOSSA Consciência,  que é INDIVISÍVEL. ÚNICA E ONIPRESENTE! Este é o sentido de “NOSSOS NOMES ESTAREM ESCRITOS NOS CÉUS”.

Citemos um exemplo de como a PERCEPÇÃO DA UNIDADE explica o Evangelho real de Jesus. Assim disse ele:Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas”. Por que Jesus disse isto? Sabia que quem não perdoasse, estaria rebaixando sua “frequência mental” ao nível de seus supostos ofensores, e, desse modo, aparentemente, “saindo” da “frequência divina” da UNIDADE PERFEITA,  sempre sendo TODOS OS SERES!  Não há DEUS NENHUM perdoando ou deixando de perdoar “ofendidos” ou ofensas de quem quer que seja! Jesus apenas amoldou os fatos ao entendimento popular, por saber que a verdadeira causa dos aparentes problemas, advindos da suposta falta do perdão, estava no “queda da frequência mental” naquele em suposta dissensão, e não por “falta do perdão de Deus”!

DEUS É TUDO, E SOMENTE RECONHECE A SUA PRÓPRIA PRESENÇA SENDO REALIDADE!

DEUS NOS VÊ IMUTÁVEIS, ASSIM COMO DE SEU VERBO SOMOS EMANADOS: ESPIRITUAIS, PLENOS E PERFEITOS! ASSIM DEVEMOS NOS VER, NOS HONRAR E. IGUALMENTE, VER E  HONRAR AO  PRÓXIMO!

*

A VERDADE, A CONTEMPLAÇÃO E A LEI MENTAL

A lei da mente é implacável.
O que você pensa, você cria;
O que você sente, você atrai;
O que você acredita
Torna-se realidade.

Buda

Ao afirmar “não receber glória de homens”, Jesus dava-nos a chave da libertação do “desejar reconhecimento” do suposto “mundo de aparências”! O único reconhecimento necessário é o RECONHECIMENTO DE DEUS, a exemplo do que se deu com Jesus: “Tu és o meu Filho amado, em quem me comprazo!”.

Jesus foi claro ao revelar que “SOMOS AMADOS POR DEUS DE FORMA IDÊNTICA ÀQUELA COM QUE DEUS O TEM AMADO”.

A  grande diferença entre Jesus e a maioria está no fato de a maioria insistir na CRENÇA EM DUALIDADE, enquanto Jesus VIVIA CRENDO NA UNIDADE CELESTIAL PERFEITA.  É nesta UNIDADE que somos todos DEUSES, todos AMADOS IGUALMENTE PELO PAI, E RECONHECIDOS COMO PURAS EMANAÇÕES DO  PRÓPRIO VERBO DIVINO! Mas bastará entrar em cena a ilusória “mente carnal dualista”, e  todo aquele suposto incauto que com ela permitir se identificar, irá se mostrar, aparentemente,  refém do “desejo de reconhecimento humano”!

Sobre a lei da mente, assim disse Buda: “A lei da mente é implacável: o que você pensa, você cria; o que você sente, você atrai; o que você acredita torna-se realidade”. Falava ele do suposto “mundo de aparências”, entendido pela maioria como “realidade”! Assim como Jesus, Buda revelou o REINO ILUMINADO DA VERDADE, e, também,  explicava a lei mental sobre como lidar com o suposto “mundo de aparências”, até que possa ele ser transcendido e, por fim, visto inteiramente como NADA!

Jesus fez o mesmo, e resumiu a forma de atuação  da lei mental, assim dizendo:“Crê, somente, e seja-te feito segundo a tua crença”!

 

Quando nos dedicamos ao enfoque absolutista, reconhecemos que DEUS É TUDO, e contemplamos nossa presença como sendo a PRESENÇA DE DEUS, cientes de que TODOS COM QUEM CONVIVEMOS SÃO A MESMA PRESENÇA DE DEUS! E É QUANDO “SERVIMOS E SOMOS SERVIDOS” COMO INTEGRANTES DA ONIAÇÃO, DA UNIDADE ONIATIVA, DE FORMA NATURAL E ESPONTÂNEA, SEM EXIGÊNCIAS E SEM COBRANÇAS!

É desse modo que “vivemos pela Graça e pela Verdade”; e, caso nos percebermos ter que lidar com “aparências”, empregamos a lei mental corretamente, sempre a nosso favor.

*

“NÃO VIM REVOGAR A LEI OU OS PROFETAS, MAS CUMPRIR!”

“Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim revogar, mas cumprir. Porque em verdade vos digo: Enquanto não passar o céu e a terra, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, sem que tudo se cumpra”.

Mateus 5: : 17, 18

Segundo a “alegoria de Adão e Eva”, Deus criou homem e mulher à Sua imagem e semelhança, e foram “postos no Paraíso”.  Isto significa que “homem e mulher” foram feitos do Verbo divino, dotados da Onisciência divina, sendo, portanto, o próprio Deus Se expressando de modo individualizado.

Como segue a alegoria? Com a serpente perguntando a Eva se podiam comer dos frutos das árvores ali existentes, ao que Eva respondeu, dizendo o que Deus lhes havia dito:

“Não comam do fruto da árvore que está no meio do jardim, nem toquem nele; do contrário vocês morrerão”. E a serpente disse a ela: Deus sabe que, no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês, como Deus, serão conhecedores do bem e do mal”.

O “fruto”, a “maçã” da árvore no meio do jardim, simboliza a ILUSÃO, se apresentando como “conhecimento do bem e do mal”. Iludida pela serpente, Eva a provou, e ofereceu também a Adão. E então, os supostos “olhos carnais” de ambos “se abriram”, se viram estando nus, e se cobriram com folhas de figueira. Ao perceberem a aproximação de Deus,  os dois se esconderam, mas Deus assim chamou o homem:

“ONDE ESTÁ VOCÊ?” Respondeu ele: “Ouvi teus passos no jardim e fiquei com medo, porque estava nu; por isso me escondi”. E Deus perguntou:

“Quem disse que você estava nu? Você comeu do fruto da árvore da qual o proibi de comer?”

 

A “sabedoria da serpente” é a suposta “mente carnal”, que atesta falsamente a existência dos “pares de opostos”, um “mundo de aparências” chamado na Metafísica Absoluta de “SONHO DE ADÃO”!

Por mais incrível que possa parecer, JAMAIS ESTE “SONHO” TEVE REALIDADE! JAMAIS A EXISTÊNCIA SE DIVIDIU EM “BEM E MAL”!

 

Assim disse Jesus: “Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim revogar, mas cumprir. Porque em verdade vos digo: Enquanto não passar o céu e a terra, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, sem que tudo se cumpra”.

Céu e terra passarão por SEREM “APARÊNCIAS” E NÃO REALIDADES! E SENDO VISTAS COMO “NADAS” , DEIXAM À MOSTRA A VERDADE DE QUE UNICAMENTE EXISTE DEUS!

 

 NÃO HÁ DEUS ALGUM SEPARADO DO HOMEM OU JULGANDO O HOMEM PELAS APARÊNCIAS! E PAULO DEIXOU CLARO QUE “VIVEMOS TODOS NO PARAÍSO”, AQUI E AGORA, DESDE QUE nos despojemos do ilusório “Adão caído” para, com total radicalismo, NOS HONRARMOS COMO HONRAMOS O PAI, E EM UNIDADE INQUEBRANTÁVEL COM ELE!

NÃO EXISTE “ÁRVORE DO CONHECIMENTO DO BEM E DO MAL”, PURA CRENÇA FALSA DA TAMBÉM FALSA “MENTE CARNAL”!

SOMOS, “DESDE O PRINCÍPIO”, O CRISTO, DOTADOS DA MENTE DE

CRISTO! A VERDADE É ESTA! E ELA, POR ESTAR CONSUMADA, É AQUILO QUE VOCÊ É! 

*

QUEM VOCÊ ERA, É, E SEMPRE SERÁ!

Vivenciar a Verdade requer plena aceitação de que O REINO DE DEUS está, AQUI E AGORA,  presente e manifestado, e que o suposto “mundo fenomênico” jamais existiu!

Aquele que vê a si mesmo como “boneco de carne e osso” é aquele que JAMAIS FOI ALGUÉM VERDADEIRO, sendo meramente uma ILUSÃO gerada pela irreal “mente carnal”. Por isso, a Bíblia declara que “carne e sangue não herdam o Reino de Deus”, ou seja, não estão agora, nem jamais estarão no Reino de Deus!

Conhecer a Verdade é saber que VIVEMOS EM DEUS, SENDO O QUE DEUS É, UNIVERSAL E ESPECIFICAMENTE, COMO CRISTO!

E quando a Bíblia diz que DEUS É AQUELE QUE ERA, É, E QUE HÁ DE VIR, está

declarando a VERDADE QUE TODOS SOMOS!

Somos o que DEUS É, pois somos o Verbo de Deus Se expressando! ASSIM SEMPRE FOMOS, SOMOS E SEREMOS, razão pela qual Jesus disse que “DESTE MUNDO NÃO SOMOS”, referindo-se ao suposto “mundo dos fenômenos”! Uma ilusória “presença” terá  de  ser reinterpretada como “ausência”, para que A VERDADE SEJA ACEITA E CONTEMPLADA COMO “DEUS SENDO TUDO”!

Suponhamos que alguém esteja meditando e contemplando sua INTEIREZA EM DEUS, mas que se sinta incomodado por algum problema, dor ou insatisfação. Ciente de que DEUS É TUDO,  a última coisa que irá fazer, é acreditar que esta ILUSÃO faça parte de seu Ser ou de sua experiência. Isto se equipararia a um espelho incorporar a si mesmo a poeira sobre ele depositada! Portanto, o correto será ele  se firmar na Verdade de que DEUS É A TOTALIDADE DO SEU SER, entendendo a ilusão como mera “sugestão mental agressiva”, algo SEM SUBSTÂNCIA, SEM MENTE, SEM REALIDADE E SEM PODER! A princípio, poderá  parecer que “a ilusão” continue iludindo como antes; mas, deverá ser tratada como “impessoal “e como “nada”, e isto, pela ADMISSÃO FÉRREA de que UNICAMENTE O “VERBO DE DEUS” está presente em toda parte, INCLUSIVE ONDE A “SUGESTÃO MENTAL” PARECIA ESTAR EXISTINDO!

“Aquele que perseverar até o fim, será salvo”, garantem as Escrituras!

Esta PERSEVERANÇA reside em RECONHECERMOS A DEUS COMO ÚNICA SUBSTÂNCIA,  e em desmascararmos “carne e sangue” entendendo-os, não como “matéria sólida”, e sim como “sugestão mental”, e isto até que O VERBO DE DEUS FIQUE RECONHECIDO E ALI ESTABELECIDO COMO  ÚNICA E REAL PRESENÇA!

*

“CLAMANDO POR ENTENDIMENTO, INTELIGÊNCIA E SABEDORIA!”

“Se clamares por entendimento, e por inteligência suplicares, aos brados; se buscares a sabedoria como quem procura a prata, e como tesouros escondidos então, compreenderás o que significa o temor do SENHOR e acharás o conhecimento.”

Provérbios 2: 4-5

No livro “Provérbios”, o rico rei Salomão alerta as pessoas de que, em vez de se preocuparem em “obter prata ou tesouros escondidos”, caso“clamarem por “entendimento, inteligência e sabedoria” com igual ímpeto, “acharão o conhecimento”.

“Achar o conhecimento” significa alguém ter domínio sobre si mesmo, que é ser sábio e inteligente em tudo que pensa ou que faz.

Nas lotéricas, filas e mais filas se formam, com pessoas “buscando ganhar fortuna”. Este é o problema! Deveriam demonstrar igual interesse clamando e orando por entendimento, inteligência e sabedoria!

Salomão fala da compreensão do “temor do Senhor”, o que significa “respeitarmos as Leis divinas de suprimento”, em primeiro lugar!

Em Provérbios 3:25, Salomão diz: “Economizar dinheiro não é só uma boa ideia ou o uso possível do rendimento. É o mandamento de Deus, e Ele criou uma pequena criatura para ensinar a você a lição – a formiga! Elas trabalham duro durante todo o verão, e armazenam muita comida para o inverno”.

“Economizar” significa saber gastar segundo o necessário, e saber fazer recircular os bens, sempre sendo guiados  pela sabedoria e amor divinos, de forma que sejam empregados onde se mostrem prioritários, e sem que sejam dados “passos maiores do que as pernas”.

A Fonte ÚNICA, de todo suprimento, é DEUS EM NÓS! E, meditar ASSIDUAMENTE para RECEBER E COLETAR A SUBSTÂNCIA DIVINA, é nossa prioridade maior!

Preenchidos com o “acúmulo” da Substância ESPIRITUAL recebida, aos sentidos humanos ela será interpretada como “suprimento visível”, que serão os “bens acrescentados”, citados por Jesus!

*

A DEDICAÇÃO PLENA AO CRISTO DE SEU SER!

Quando Paulo diz que O CRISTO É TUDO EM TODOS, deixa claro duas coisas:

1-) Não somos seres humanos;

2-) não possuímos mente humana.

“Julgar-se pelas aparências” significa NEGAR A VERDADE QUE SOMOS, para acreditarmos em “mundo material” e em seus inúmeros engodos disfarçados de “posses e prazeres” que, mais adiante, se mostram como sofrimentos, dores e apegos fúteis!

A VIDA REAL É DEUS VIVENDO! E ESTA Vida, quando vista “individualizada”, se chama CRISTO, ou FILHO DE DEUS, o Ser único que eternamente somos!

Seja em Jesus, em Paulo, ou EM VOCÊ, o CRISTO É “UM COM O PAI” EM TODOS, SEM EXCEÇÃO! A esta Verdade devemos nos dedicar, evitando  todo e qualquer envolvimento com os ilusórios desvios do mundo!

A VIDA É DEUS, E DESCONHECE PECADOS E LEIS CÁRMICAS! A VIDA É DEUS SENDO O FILHO QUE SOMOS, razão pela qual toda VERDADE VÁLIDA PARA DEUS, É VERDADE VÁLIDA PARA O CRISTO QUE SOMOS! Eis por que motivo Jesus explica que devemos nos ATER AO JUÍZO JUSTO, “honrar a NÓS MESMOS como HONRAMOS O PAI”, e não sermos aquele que “julga a si pelas aparências”.

SOMOS O CRISTO E TEMOS A MENTE DE CRISTO! Estes são os fundamentos da Verdade Absoluta! Todas as supostas “atividades das aparências” são NADAS! Constituem o chamado “mundo dos fenômenos”, ou “mundo do pai da mentira”! Se o suposto “mundo” for entendido como existente, aquele que nele acreditar, endossará a ILUSÃO de “existir como “nascido da carne”! E então, se verá acreditando “ter que passar” pelo bem e pelo mal, impostos por meras CRENÇAS FALSAS

“Eu vim para que TODOS TENHAM VIDA”, disse Jesus, “E VIDA COM ABUNDÂNCIA”!

Veio para destruir  as CRENÇAS FALSAS, que são um verdadeiro “cativeiro” a iludir , enganar e fazer com que a humanidade se identifique com a “mente carnal”! Jesus chamou de “mortos” àqueles identificados com o suposto “mundo material” e com um suposto “corpo carnal”! Entretanto, sabia de antemão  ser necessário “orar e vigiar sem cessar”, para alguém se soltar de tanta mentira e crer VIVER COMO DEUS E NO REINO DE DEUS! FERRENHA  DEDICAÇÃO  NOS SERÁ REQUERIDA!

O ENSINAMENTO ABSOLUTO PARTE DE DEUS SENDO TUDO, e, desse modo, motiva-nos a meditar e “nascer de novo”, despindo-nos das CRENÇAS EM MATERIALIDADE para nos percebermos “revestidos do Poder do Alto”! Para  se dar este “renascimento”, as CRENÇAS terão de ser descartadas, de modo que “sejamos PERFEITOS”, exatamente como DEUS É PERFEITO! Assim nos ensinou Jesus, embora tivesse sido erroneamente entendido! O mundo achou que SER PERFEITO seria “fruto” de suposta evolução mental de seres humanos,     enquanto Jesus sabia que somos todos perfeitos, “DESDE O PRINCÍPIO”, no Reino de Deus e na UNIDADE ESSENCIAL PERFEITA!

Quando Paulo disse que “o alimento sólido” é para OS PERFEITOS, estava destruindo esta CRENÇA em evolução e “estados de consciência”

O ENSINAMENTO NOS VÊ SENDO DEUS EM AUTOEXPRESSÃO! E, COMO DEUS É PERFEITO, NÓS, COMO FILHOS DE

DEUS, SOMOS PERFEITOS!

 

É ESTA A VERDADE REVELADA POR JESUS SOBRE CADA UM DE NÓS!

*

“VINDE A MIM” QUER DIZER “VINDE AO UM”!

O convite “VINDE A MIM” veio sendo seguidamente  repetido à humanidade pelos variados mensageiros da Verdade que por ela passaram, inclusive Jesus. O foco das pregações sempre esteve sendo a UNIDADE ESPIRITUAL ABSOLUTA, embora  o mundo mais se apegasse, de forma pessoal, aos mensageiros.

Quando Jesus disse: “Se eu não for, o Consolador não virá a vós”, explicava sair de cena para que, no lugar pessoal do Cristo EXTERIOR, a Verdade IMPESSOAL pudesse ser percebida sendo o “Cristo Cósmico”, INTERIOR, presente como TODO FILHO DE DEUS, como Paulo chegou a pregar, dizendo que “O CRISTO É TUDO EM TODOS”.

Se formos observar “gotas separadas”, ao olharmos um oceano, não perceberemos a UNIDADE chamada “oceano”, mesmo ali se manifestando! E caso uma gota fosse olhar “outra gota vizinha”, a dualidade seria aceita e endossada, como se fossem “gotas separadas”. A humanidade é “reflexo” da Realidade ESPIRITUAL, que se evidencia como UNIDADE PERFEITA, como Universo de Luz formado por TODOS NÓS, o que explica o sentido do convite “VINDE A MIM”, feito por todos os mensageiros!

O sentido deste chamado está em CADA UM SE VOLTAR AO “UM”, AO “EU SOU” ABSOLUTO que se expressa como UNIDADE,  assim como as gotas do oceano, se mostram também “individualizadas”, mas sem deixarem de SER UM!

Nesta PERCEPÇÃO ENCONTRA-SE O “CONHECIMENTO DA VERDADE” e com o sentido com que Jesus assim declarou: “EU SOU A VERDADE”! Não se via como “gota separada do oceano!”

“Por que me chamas bom? BOM SÓ UM, QUE É DEUS”! Enquanto o oceano deixar de ser visto como UM, e formado por todas as suas gotas, a ILUSÃO de separatividade se conservará, com as gotas se vendo separadas entre si!

“VINDE A MIM”, diz o convite! Nunca foi “uma gota convidando outras”!

O CONVITE À HUMANIDADE, PORTANTO, É PARA TODOS SE VOLTAREM A SI MESMOS, AO CRISTO QUE TODOS SEMPRE ESTIVERAM SENDO, AO “PAI” QUE É A “UNIDADE PERFEITA”!

Se fotografarmos um oceano, a foto o mostrará como unidade! Se fotografarmos uma rua com pessoas por ela caminhando, a foto mostrará tudo em unidade! ISTO SE DEVE AO SEGUINTE: O REINO DE DEUS É UMA UNIDADE ONIPRESENTE, E O SUPOSTO “MUNDO FENOMÊNICO”, ENQUANTO 

VISTO COMO “PESSOAS E COISAS SEPARADAS”, SERÁ UNICAMENTE

VISTO COMO “APARÊNCIAS”,   E NÃO REFLETIRÁ A VERDADE !

SE AS PESSOAS FOTOGRAFADAS DESCARTAREM OS SUPOSTOS “SENTIDOS HUMANOS”, ESTARÃO ACHANDO DEUS EM SI MESMAS, TANTO SENDO O CRISTO COMO SENDO O REINO ONIPRESENTE! E isto porque DEUS É TUDO, e porque, AO NOS RECONHECERMOS SENDO FILHOS

 DE DEUS, ESTAREMOS RECONHECENDO NOSSA UNIDADE COM O PAI, A UNIDADE ESSENCIAL, E NOS VEREMOS “EM MIM”!

Nesta PERCEPÇÃO, teremos transcendido o ilusório e dualista “mundo de aparências” e efetivamente atendido ao convite “VINDE A MIM”!

*

“QUE FAZER PARA HERDAR A VIDA ETERNA?”

“E, colocando-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, indagou-lhe:“Bom Mestre! O que devo fazer para herdar a vida eterna?” Replicou-lhe Jesus: “Por que me chamas bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus!”.

A aparente certeza da maioria, no sentido de que “alguém nasce, vive e morre” num suposto “mundo material”, além de ser falsa, gera a certeza de que aquilo que OS MENSAGEIROS DA VERDADE revelaram à humanidade não foi aceito, entendido nem cumprido!

Seja Moisés, Isaías, Krishna, Buda, Jesus, Paulo, ou seja algum outro, a Verdade revelada por todos, em essência, explica que UNICAMENTE DEUS É REALIDADE! Por conseguinte, explica que DEUS É A VERDADE QUE TODOS SOMOS!

Qualquer um que perceba a veracidade desta REVELAÇÃO, estará vendo a SI MESMO sendo DEUS EM AUTOEXPRESSÃO! Estaria “conhecendo a Verdade “antes” ou “depois”, com relação aos supostos “outros”? NÃO! E isto porque A VERDADE É QUE NOS CONHECE A TODOS, AQUI E AGORA, SENDO ELA PRÓPRIA NUMA UNIDADE PERFEITA!

Jamais o suposto “mundo material” esteve existindo e contendo “vida verdadeira”. Por isso, todo suposto “ser que nasce” ou “ser que morre” jamais teve realidade, uma vez que DEUS É TUDO, e que, portanto, TODOS FORMAM DEUS, O BEM ONIPRESENTE E PERMANENTE!

O homem que se dirigiu a Jesus, chamando-o de “BOM MESTRE”, dele ouviu: “Por que me chamas bom? Ninguém é bom, a não ser um, que é Deus!”

Nesta resposta, Jesus passava ao homem a Verdade que ele dizia desejar conhecer! Qual era? “O que devo fazer para herdar a vida eterna?”

Caso pudesse ele ter entendido a resposta, teria 

parado de endossar alguém “bom” nas “aparências”!  Teria “trocado de referencial”, para VER A DEUS COMO ÚNICO QUE É BOM, E COMO O ÚNICO QUE ELE PRÓPRIO ESTAVA SENDO! Então Jesus falou-lhe sobre seguir os mandamentos, ao que o homem disse tê-los obedecido desde  a sua mocidade. E foi quando Jesus disse a ele: Falta-te uma coisa: vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a cruz, e segue-me”. Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste; porque possuía muitas propriedades.
E Jesus, olhando em redor, disse aos seus discípulos: “Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas”! (Marcos: 10: 21-23).

A frequência mental de sintonia e apego com as “riquezas materiais”, todas sendo meras APARÊNCIAS TEMPORAIS ILUSÓRIAS, impede captarmos a Verdade ESPIRITUAL, a VIDA ETERNA que SOMOS, VIVENDO, AQUI E AGORA, COMO DEUSES, OU COMO “HERDEIROS” DE TODAS AS RIQUEZAS CELESTIAIS, NO PARAÍSO!

Este é o sentido das palavras de Jesus!

*

 “A SUA MENTE É DEUS, A MENTE DE CRISTO”!

Quando Paulo revelou que “a mente carnal é a morte, a inimizade contra Deus”, tinha por objetivo  levar a humanidade a RECONHECER E VIVENCIAR A VERDADE DE QUE “TEMOS A MENTE DE CRISTO”, pois, assim disse ele: “QUE HAJA, EM VÓS, A MESMA MENTE QUE HOUVE EM CRISTO JESUS”.

Nas mensagens da Verdade, aqui postadas, reiteradamente é explicado que O ESTUDO DO ABSOLUTO REQUER UMA ASSOCIAÇÃO COM A PRÁTICA DA CIÊNCIA MENTAL! A insistência no sentido de que isto seja entendido é vitalmente importante, para que NINGUÉM ACREDITE que “basta-lhe contemplar o FATO de que DEUS É TUDO”, e que, após a “contemplação”, irá passar o resto no dia imerso nesta consciente percepção! NÃO É VERDADE! É ERRO! E ERRO GRAVÍSSIMO! E COMETIDO POR MUITOS QUE O PREGARAM, ACHANDO SER PREGAÇÃO VERDADEIRA!

Mary Baker Eddy, em seus primeiros escritos, tendo tido a revelação de que DEUS É TUDO EM TUDO, uma das premissas básicas da Ciência Cristã, também achava que “ignorar a mente carnal” nos bastaria, PORQUE SOMENTE DEUS É MENTE! De fato, SOMENTE DEUS É MENTE; contudo, ISTO PARA AQUELE QUE NÃO MAIS SE ENXERGUE “VIVENDO NO MUNDO DA MENTE CARNAL”, como a maioria APARENTA VIVER! Quem poderia VIVER MEDITANDO E SÓ RECONHECENDO A VERDADE?  NEM JESUS PÔDE! Por isso, devemos empregar o APARENTE poder POSITIVO da suposta “mente carnal” para “ENDOSSAR A VERDADE”, E, DESSE MODO, FAZER COM QUE ESTA  ILUSÓRIA MENTE DEIXE DE ATUAR LIVREMENTE PARA “SER INIMIZADE CONTRA DEUS”, OU “SER CONTRA OS FILHOS DE DEUS”.

Paulo assim indagou: “SE DEUS É POR NÓS, QUEM SERÁ CONTRA NÓS?” É notório que nesta sua pergunta, estava embutida a Verdade de que A SUPOSTA MENTE EM INIMIZADE CONTRA DEUS ERA PURA ILUSÃO, OU NADA, UMA VEZ QUE DEUS É TUDO!

Todo ensinamento espiritual que REJEITE A CIÊNCIA MENTAL, achando que seu emprego NEGA A VERDADE ABSOLUTA, deixará seus seguidores completamente “abertos” às CRENÇAS EM DOIS PODERES, sempre que, aparentemente, se mostrarem “vivendo no mundo”. Por isso a Ciência Mental é “arma da luz”, e suas “programações”, através de AFIRMAÇÕES E NEGAÇÕES, 

DEIXAM A SUPOSTA MENTE CARNAL “SELETIVA”, endossando a VERDADE ABSOLUTA,  e fazendo com que O SUBCONSCIENTE fique saturado da ideia de que UNICAMENTE O BEM É REALIDADE, e que TODO SUPOSTO MAL É FALSIDADE.

Constatando o aparecimento contínuo de atritos pessoais, problemas e dificuldades, na disseminação da Verdade, Mary Baker Eddy percebeu haver uma “atividade hipnótica do erro”, e foi quando declarou que “IGNORÂNCIA NÃO É PROTEÇÃO”, ou seja, A VERDADE PRECISA SER MENTALMENTE AFIRMADA E ENDOSSADA,

e todo ERRO PRECISA SER NEGADO”.

Em vez de somente “contemplarmos a Verdade”, com a Prática do Silêncio, estando em contato com o mundo, aparentemente, cuidemos de AFIRMAR a Verdade e de NEGAR o erro. A seguir, é dado um exemplo:

MINHA MENTE É DEUS, A MENTE DO CRISTO SENDO A MINHA MENTE! NÃO EXISTE “MENTE CARNAL”! DEUS É A MENTE ÚNICA! MEU CORPO É PURA LUZ GLORIOSA DE DEUS! NÃO EXISTE “CORPO CARNAL”! NÃO EXISTE “MATÉRIA”!

Repita isto ALGUMAS VEZES, pausadamente, até sentir ter assimilado o conteúdo! E somente então, FAÇA SUAS “CONTEMPLAÇÕES ABSOLUTAS”!

*

O REAL PROPÓSITO DAS MEDITAÇÕES!

“Quem cede à vaidade e se apega ansiosamente ao prazer, invejará mais tarde aquele que adquiriu virtude por meio da meditação”.

BUDA

Não há desvio da Verdade que satisfaça verdadeiramente o suposto ser humano. E isto,  porque todo “ser humano”, de fato, esconde em si mesmo a sua real e eterna identidade, imortal, divina e completa. Como sua “completeza” lhe aparenta ser inexistente, ou estar ausente, deixa ele de percebê-la, “cedendo à vaidade e se apegando ansiosamente aos prazeres mundanos”, conforme assinalou Buda, e “invejando, mais tarde, aquele que adquiriu virtude por meio da meditação”.

Por desconhecer o que a meditação é capaz de nos propiciar, a maioria pensa que ela apenas serve para relaxar um suposto corpo físico, aliviando as  aparentes tensões do dia a dia. Entretanto, seu propósito real é o de dar ao praticante o “conhecimento da Verdade”!

Foi meditando que Buda, desiludido com a visão material da vida, cheia de dores, sofrimentos e mortes, VIU-SE JÁ SENDO UM SER DESPERTO, PERFEITO, IMORTAL E PLENO,  existindo justamente no lugar da APARÊNCIA que o iludia com a crença coletiva de “humanidade”, “mortalidade” e “imperfeição”.

Quando Jesus passou ao mundo a Parábola do Tesouro escondido no campo”, confirmava que HÁ, EM CADA UM DE NÓS, O ESPÍRITO SANTO DA VERDADE SENDO A REAL IDENTIDADE DE TODO FILHO DE DEUS. Sabendo que UNICAMENTE A VERDADE satisfaz, liberta e realiza o homem, disse ele o seguinte”:

“AQUELE QUE PERMANECER ‘EM MIM’ CONHECERÁ A VERDADE, E A VERDADE O TORNARÁ LIVRE!”.

Mas, iludida pela “mente carnal”, seus desvios, suas vaidades e desejos, ESTE TESOURO INTERIOR não foi buscado como foi ensinado, em primeiro lugar! Mesmo assim, continua ele intacto e disponível a todos, “AQUI E AGORA!”

 

AS MEDITAÇÕES, SE FEITAS COM ESTE OBJETIVO, DE SER MEIO DE REVELAÇÃO DA

VERDADE QUE SOMOS, CERTAMENTE FARÃO COM QUE, DE FATO, NOS PERCEBAMOS LIVRES!

 *

VIVENDO “DENTRO DE VÓS”, E NÃO “FORA DE VÓS”!

Quando Jesus afirma que O REINO DE DEUS ESTÁ DENTRO DE NÓS, e que o suposto “MUNDO EXTERIOR” é um satânico “mundo do pai da mentira”, está sintetizando sua doutrina libertadora, que se fundamenta na nossa renúncia “ao mundo e às coisas do mundo” para, de fato, nos percebermos em Deus, sendo Deus, e sendo perfeitos como Deus.

A maioria entende Deus como “ajudador” de “seres vivos na matéria”. Não está nesta dualidade o que Jesus veio nos revelar! “Vós, DESTE MUNDO, não sois”, disse ele, taxativamente!

Não somos DESTE MUNDO, porque este suposto “mundo” jamais esteve presente realmente! Apenas atuou ou atua como “sonho da mente carnal”.

Se de um slide, dentro do projetor, for causada a sua projeção numa parede, jamais a parede estará contendo, de fato, aquela “imagem”, isto é, se desligado o projetor, a projeção cessará, parecerá ter tido começo e fim, muito embora jamais ali tivesse existido!  Entretanto, DENTRO DO PROJETOR, estará o slide intacto, com a imagem  “geradora da projeção”.

O conhecimento desta Verdade, de que O REINO DE DEUS ESTÁ DENTRO DE

 NÓS, evita que nos identifiquemos com as “projeções” captadas pela mente carnal! Não são “o mundo”, e sim, meras projeções limitadas, divididas em “aparências boas” e em “aparências más”. Por esse motivo, não é correto nos apegarmos ao “bem” ou ao “mal” das “aparências”, pois são “nadas”, a exemplo das “projeções”, projetadas a partir do slide, o qual contém, em s próprio, a real imagem passível de ser projetada!

Entendido isto, ficará claro que O REINO DE DEUS ESTÁ DENTRO DE NÓS, E QUE DEVEMOS RECONHECER SUA PRESENÇA PERFEITA EM TODOS OS ASPECTOS!

Desse modo, a “mente carnal” apresentará suas “projeções fenomênicas”, puras “aparências, e que serão percebidas apenas POR ELA PRÓPRIA, em três dimensões, enquanto PERMANECEMOS “EM MIM”, NO DEUS INFINITO QUE SOMOS, NA PLENITUDE DO SEU E DO NOSSO REINO,  INCÓLUME, ILUMINADO E ONIPRESENTE!

*

“NÃO VOS QUEIXEIS, UNS CONTRA OS OUTROS!”

“Não vos queixeis, uns com os outros”.

Tiago 5: 9

Ao nos revelar o REINO DE DEUS, Jesus disse que o buscássemos em PRIMEIRO LUGAR, juntamente com a sua JUSTIÇA. Passava-nos a forma de “vivermos pela Graça”, e não mais pela Lei. Aparentemente falando, a humanidade prima por “julgar pelas aparências”, prática não adotada por Jesus, e que todos devemos imitar. Recebemos de Deus O SEU REINO, e também a SUA JUSTIÇA, e esta Verdade deve prevalecer em todos os segmentos de nossa vida!

“TUDO QUE DEUS FAZ, DURA PERPETUAMENTE”, ou seja, ESTAMOS SEMPRE NO REINO DE DEUS E SOB SUA PERFEITA PERMANENTE JUSTIÇA! Mas se não PERMANECERMOS nesta Verdade, cairemos na “vida sob a Lei”, e por toda parte as “aparências de injustiça” parecerão nos perseguir.

Nossa CONVICÇÃO de estarmos sob a perfeita JUSTIÇA DIVINA é o que nos possibilita DISCORDAR das

 “aparências” de forma a evitar que as endossemos, através de contínuas  reclamações, queixas e desvios da Verdade de que TUDO SEMPRE SE ENCONTRA EM DIVINA ORDEM, que é a Verdade Absoluta.

Diante de “aparências desagradáveis”, ALEGRE-SE POR SABER QUE SÃO

TODAS ILUSÓRIAS! O suposto “mundo de aparências” não é real! Não passa de um “filme hipnótico” tentando nos dissuadir a aceitá-lo como realidade, enquanto SOMENTE DEUS É EXISTÊNCIA VERDADEIRA, RAZÃO PELA QUAL É NELE, EM SUA ONIAÇÃO ONIPRESENTE, QUE ETERNAMENTE VIVEMOS.

NÃO RECLAME! NÃO SE QUEIXE! JAMAIS SE SINTA PREJUDICADO, INJUSTIÇADO OU TRAÍDO! PERMANEÇA “EM MIM”, MENTALIZE QUE “SOMENTE O MELHOR LHE ACONTECE”, E SE VERÁ VIVENDO PELA GRAÇA, GLÓRIA E JUSTIÇA DO ALTO!

Foi com este objetivo que Tiago nos alertou: “Não vos queixeis, uns com os outros”.

 

*

“JESUS CRISTO ESTÁ EM VÓS!”

“Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados”.

2 Coríntios 13: 5

O principal do Evangelho de Jesus, e que foi muito bem enfatizado nas páginas da Bíblia, é um ponto sempre ausente, nas pregações errôneas de igrejas supostamente cristãs do mundo! Foram feitas propagações mundiais, mas não com o propósito anunciado por Jesus, com que justificava ele a sua vinda!

Em 2 Coríntios 13: 5, o apóstolo Paulo sintetizou em que consiste o verdadeiro Cristianismo, que nada tem a ver com a idolatria, endeusamento pessoal,  e exaltação de Jesus, que se tornaram foco do Evangelho propagado pelas igrejas! Taxativamente disse Paulo: “JESUS CRISTO ESTÁ EM VÓS”!

“PARA ISSO VIM AO MUNDO”, disse Jesus, “para DAR TESTEMUNHO DA VERDADE”! SOBRE ELE PRÓPRIO, E SOBRE TODOS NÓS, PARA QUE A TOTALIDADE  DEUS, COMO UNIDADE PERFEITA, FOSSE RECONHECIDA, CONTEMPLADA E VIVENCIADA!

As igrejas saturaram o mundo com “honrarias a Jesus”, enquanto disse ele “não receber honraria de homens”! Sequer aceitou ser chamado de “bom mestre”, dizendo que “BOM HÁ SOMENTE UM, QUE É DEUS”! Enaltecia a DEUS como UNIDADE PERFEITA, DA QUAL FAZIA PARTE E DA QUAL TODOS FAZEMOS PARTE! Porém, as igrejas SEPARARAM a Unidade, endeusando somente Jesus e julgando os demais “PELAS APARÊNCIAS”, O CONTRÁRIO DO QUE  FOI ENSINADO POR ELE, pois disse “NÃO JULGAR NINGUÉM SEGUNDO AS APARÊNCIAS”!

Para Jesus, SOMOS O CRISTO COMO ELE, GLORIOSOS COMO ELE, E “UM COM O PAI” COMO ELE!

“Dei-lhes a GLÓRIA para serem UM, assim como nós, ó Pai, SOMOS UM – PERFEITOS EM UNIDADE” . Este é o TESTEMUNHO dado por Jesus , sobre MIM, sobre VOCÊ, e sobre TODA A HUMANIDADE! Mas as igrejas não o ENDOSSARAM, ERRO QUE PERDURA ATÉ HOJE!

Por isso entram nelas “carnais iludidos”, crendo SEREM CARNAIS MORTAIS, e saem delas como “carnais iludidos” pela MESMA ILUSÃO com que entraram, como “carnais mortais iludidos”, e achando que SOMENTE JESUS É FILHO UNIGÊNITO DE DEUS! Desse modo, poderíamos deduzir que DEUS SOMENTE CRIOU UM FILHO À SUA IMAGEM E SEMELHANÇA, QUE SERIA JESUS! TODOS OS DEMAIS SERIAM PECADORES! Como puderam “se tornar pecadores” não há igreja que explique, pois a Bíblia declara que TODA OBRA DE DEUS É PERMANENTE,  E NADA PODE SER-LHE ACRESCENTADO NEM TIRADO! Uma inaceitável “justificativa à moda da casa” foi passada à humanidade, sem respaldo algum de Jesus! Explicaram que “o homem original” desobedeceu a Deus, comendo do fruto a ele proibido!  LIVRE-ARBÍTRIO? Outra MENTIRA!  O que ninguém responde, é como poderia um FILHO PERFEITO DE DEUS optar pela DESOBEDIÊNCIA AO PAI!

Por isso, o enfoque absoluto da Verdade DESTRÓI as mentiras satânicas das igrejas, e revela que SOMOS O “EU SOU” ABSOLUTO E IMACULADO, e que “TEMOS A MENTE DE CRISTO”! Esta visão tem o respaldo de Jesus, que, consciente de TER A MENTE DE CRISTO, assim disse “VÓS TAMBÉM TESTIFICAREIS, POIS ESTIVESTES COMIGO DESDE O PRINCÍPIO”.

O “pão”, repartido por Jesus, na Santa Ceia, apenas simbolizava a UNIDADE DE TODOS com Deus e com Jesus! Mas as igrejas passaram a CRENÇA de “o pão ser o Cristo”, fazendo com que todos se julgassem SEM ELE, caso não estivessem com o “pão na boca”. Mas a Verdade é outra: ALGUÉM ESTARIA APARENTEMENTE SEM ELE, CASO NÃO ESTIVESSE CONSCIENTE DA COMUNHÃO PERFEITA E PERMANENTE REVELADA NAS ESCRITURAS! Desse modo, o “pão”, que seria  um mero lembrete, foi reverenciado como sendo O CRISTO, destruindo a sua declaração de “ESTARMOS COM ELE DESDE O PRINCÍPIO”!

É vergonhoso e deplorável o que estas igrejas fenomênicas fizeram e AINDA FAZEM, com o Evangelho e com a humanidade! Nem as “leis mentais” passaram ao povo, que só ficou, e por gerações e mais gerações, acreditando SER MORTAL, SER PECADOR SUJEITO A UM BICHO-PAPÃO CHAMADO “JUÍZO FINAL”, E o ,ais grave: SEM NADA PERCEBER DO REINO CHEGADO DE DEUS, EM QUE “TODOS VIVEMOS, NOS MOVEMOS E TEMOS O NOSSO SER”, COMO DISSE PAULO!

“Jesus Cristo” não é pessoa! É o PAI NOSSO Se evidenciando como o FILHO UNIGÊNITO que todos somos! Por isso, disse Jesus que SOMOS DEUSES!

Simples assim!

*

A ILUSÃO É UMA VERDADE SEM CONSCIÊNCIA!

O principal FATO que jamais se deve tirar de FOCO, é o revelado por Jesus, ao dizer que

“O REINO DE DEUS É CHEGADO COMO SENDO O MUNDO TODO, EMBORA OS HOMENS NÃO O ENXERGUEM”!

Há tempos, lendo um livro em inglês da Seicho-no-ie, encontrei a Sutra editada naquele idioma, em que diz o seguinte:

“Somente a Verdade é Realidade; a ilusão é uma Verdade sem consciência;  é como um cego que, não podendo ver a luz do sol brilhando por todo o Universo, sonha sonhos de escuridão”.

Na tradução para a língua portuguesa, infelizmente, este trecho não foi transcrito completo, razão pela qual o traduzi por ser de suma importância. Esclarece a revelação citada de Jesus, e nos facilita a perceber o REINO DE DEUS já estando, aqui e agora, NO LUGAR DA ILUSÃO CHAMADA “MUNDO DOS FENÔMENOS”.

A Sutra em inglês assim prossegue: “Acautelai-vos quanto às ilusões dos sonhos. Ao ser conhecida a Verdade, subitamente este mundo se transforma no Éden de Bênçãos eternas, demonstrando o seu ASPECTO VERDADEIRO, E TRAZENDO O HOMEM-DEUS INTERIOR AO MUNDO VISÍVEL”.

Praticar estas revelações significa VIVER A VERDADE, destruindo os “sonhos de escuridão” pelo conhecimento da real Onipresença de Deus e Seu Reino de Luz, em que todos sempre estivemos, estamos e estaremos.

Com enorme tristeza Jesus via tanta gente “sofrendo” em seus sonhos fenomênicos! E a ilusão  aparenta não nos dar tréguas em sugerir seus “sonhos”, de modo a tentar convencer a todos serem eles realidades!

Está dado o alerta: “Acautelai-vos quanto às ilusões dos sonhos”. São eles que, aliados ou em conluio com mídia fenomênica, acarretam um constante rebaixamento de nossa “frequência mental”, por darmos atenção, realidade e poder àquilo que é nada, a não ser pura exibição de “sonhos”, quando, na verdade, todos deveríamos estar sintonizados com a Perfeição da Realidade divina, permanecendo “EM MIM”, no “EU SOU ABSOLUTO, que constitui a UNIDADE PERFEITA que a tudo e todos ABRANGE!

Jamais existiram “dois mundos”, o de Deus e o dos homens! De fato, O MUNDO REAL É ESPIRITUAL, ONIPRESENTE E ÚNICO EM EVIDÊNCIA! E ASSIM SERÁ PERCEBIDO QUANDO NOSSA “FREQUÊNCIA MENTAL” SE CONSERVAR IGUALADA À DELE, A PONTO DE NOS SENTIRMOS  “UM COM ELE”!

O suposto “mundo material” é ilusão, “Verdade sem consciência”. Cabe, a cada um, afinar-se com a Consciência de Deus, e, de fato, interpretar e CONTEMPLAR o suposto “mundo” como sendo o Paraíso! Assim ele é percebido, quanto substituímos a “mente carnal” pela “Mente de Cristo”!

Foi tendo esta percepção que Buda declarou: ‘TUDO JÁ É ILUMINADO!”

*

A VERDADE EM MEIO ÀS CONCESSÕES!

Suponha que alguém sonhe estar levando seu cão a passear, logo depois acorde, e ao sair às ruas, diga a alguém: “Hoje levei meu cão às ruas, e depois, saí de casa e foi quando você me encontrou!” Que estaria ocorrendo? Uma mistura de sonho com a vida cotidiana, ou seja, algo sem qualquer sentido! A mesma esquisitice estaria presente, quando alguém mistura A VERDADE DE SUA EXISTÊNCIA COM O “SONHO MORTAL”, chamado “mundo fenomênico, COM PASSADO, PRESENTE E FUTURO!

Não há, na Bíblia, Jesus comentando com Pedro A VERDADE junto com “FATOS DO SONHO TERRENO”!  Se o fizesse, estaria ele acreditando que fosse verdadeiro o ilusório “mundo de aparências”! Mantinha-se na Verdade de “ser um com o pai” e de viver no “agora da realidade”!

Aquele que estuda a Verdade sabe que há, aparentemente, bilhões de pessoas que nada sabem do que se trata este ensinamento! E, para ser possível a convivência com todos de suas proximidades, inúmeras concessões terão de ser feitas, e, em vista disso, há dois pontos a serem observados: o primeiro, será não acreditarmos nas concessões que fizermos; em segundo, aproveitarmos, dentro do possível,  para deixarmos, com as pessoas, algumas “sementes” do ensinamento.

.

Quando Paulo revelou a Verdade, dizendo: “Já não sou mais eu; O Cristo vive em mim”, fez uma a concessão, ao dizer: “Não sou mais eu!”. A VERDADE É QUE “NUNCA ELE HAVIA SIDO AQUELE EU CARNAL”!

Mas deixou esta brecha para o erro, como se tivesse “tido passado” e deixado de ser o Cristo em qualquer outro segundo! Provavelmente foi morto segundo a Lei mental que se fez valer por seu passado, em que perseguia cristãos!

Jesus não deixou esta brecha, dizendo: “ESTIVESTES COMIGO DESDE O PRINCÍPIO”!  E SÃO ESTES DETALHES QUE, CONHECIDOS E ADOTADOS, FACILITAM ENORMEMENTE NOSSA “PERMANÊNCIA EM MIM”, NO DEUS QUE SOMOS, NA UNIDADE PERFEITA QUE FORMAMOS!

Jesus “desceu ao patamar das crenças” para passar ao mundo a Verdade libertadora. Permitiu-se enxergar a hipocrisia reinante no mundo para, desse modo, promover os “ajustes” necessários para que a Verdade fosse pregada! Frente aos hipócritas “doutores da lei”, chamava-os de “raça de víboras”,  ou de “sepulcros caiados”, por renunciar temporariamente à sua VISÃO DA VERDADE, que somente enxergava a todos como DEUSES! Desse modo, cedia ao “agir pelo não agir” das crenças dualistas, para poder realçar-lhes a hipocrisia e falsidade em seus procedimentos, dando-lhes oportunidade de arrependimento, para que o Reino lhes pudesse ser revelado.

Sejam quais forem as “concessões feitas”, em todas elas existe um propósito real, espiritual, que é o de sempre deixarmos “sementes da Verdade”.  E as concessões se mostram necessárias justamente para este fim!

E nos será bastante útil, após fazermos as concessões, meditarmos e reconhecermos a Verdade de que nós próprios, e todos os supostos interlocutores, somos todos “perfeitos na Unidade”!

*