“NINGUÉM JAMAIS NASCE!”

Se a frase de Jesus, “Vós, deste mundo, não sois”, tivesse sido levada às orações, com a pessoa “buscando, em primeiro lugar, o Reino de Deus”, e aprendendo por revelação, com o “Consolador”,  o Espírito Santo, presente como o verdadeiro Espírito de cada ser, a crença em “nascimentos” já teria sido debelada! Mas, ainda hoje as “imagens hipnóticas” continuam prevalecendo na maioria dos casos, o que faz com que irrealidades sejam normalmente levadas em conta como “acontecimentos reais e naturais”. “Ah, mas isso é muito elevado!” – diz a “mente em ILUSÃO! Enquanto esta mente falsa não for “posta para correr”, a Verdade de que Deus é o ser individual que somos, ficará na teoria e não na prática que nos liberta!

Paulo disse que esta “mente que vê as coisas do mundo” não nos vem de Deus! A que de Deus nos vem, é a própria Mente divina, a única que tem realidade, e que “discerne espiritualmente as coisas de Deus”.

Ninguém nasce, porque não existe “ser separado de Deus” para ter “começo”. Se esta ilusão não for desmantelada, ficará a pessoa a vida toda se achando  “nascido à espera de renascer”.

A Nicodemos, disse Jesus: “Quem não nascer de novo não verá o Reino dos Céus”.  Para certas correntes “espiritualistas”,  isso foi entendido como “reencarnação”; para  cristãos de muitas denominações, isso foi entendido como “fato ainda por acontecer”; mas, o entendimento pleno é o absoluto:

Jesus explica o REFERENCIAL DIVINO, a Visão do Universo a partir dos fatos permanentes! Você nunca nasceu nem jamais nascerá! Você nunca nasceu de novo nem nascerá! Você nunca esteve na matéria e nem dela sairá!

Portanto, quando quiser levar à meditação algum tema essencial, escolha o seguinte: “Se me foi revelado que não sou deste mundo, de que mundo eu sou?”  Esta indagação dará uma ajuda inicial, para que você se livre da crença falsa de ter nascido e estar “neste mundo”; a partir desse passo, persista em ficar em silêncio, e deixe Deus Se anunciar como resposta revelada! Assim orava Jesus: em secreto e em comunhão com o Pai ou com a Verdade. Foi assim que, com autoridade, ele disse aos fariseus: “Antes que vosso mestre Abraão existisse, eu sou”. Eles estavam presos à crença em nascimentos e em vivência material, enquanto Jesus estava preso à VERDADE!  Ou seja, estava SENDO A VERDADE!

*

PRIMEIRO MANDAMENTO: A BASE DA LIBERDADE!

Verdadeiramente livres são os indivíduos cuja convicção de poderem se entregar confiantemente a Deus é tão forte, que sabem que coisa alguma os pode afrontar a ponto de separá-los de Deus. Esta liberdade tem por base uma compreensão firme da unidade inseparável entre o homem e Deus, o Princípio de toda realidade e bondade. Jamais foi enunciada uma diretriz mais fundamental para a obtenção dessa liberdade, do que o Primeiro Mandamento: “Não terás outros deuses diante de mim”.

O grande significado do Primeiro Mandamento deve penetrar a fundo em nosso pensamento. Nossa constante necessidade é a de medir nossa obediência a ele, perguntando-nos se estamos atribuindo poder a qualquer pessoa ou a qualquer coisa além de Deus. A Divindade é a fonte de toda a realidade. Tudo o que Ele sabe é real e Ele conhece somente o bem. Portanto, unicamente o bem é real. Não há, nem pode haver, outro poder além de Deus, porque Ele é Tudo. Ele é o Único, e não existe coisa alguma fora de Sua totalidade. Um domínio e uma independência cada vez maiores se fazem sentir à medida que aprendemos o significado vital de não nos deixarmos sujeitar a poder algum, exceto o Poder de Deus.

Ora, se concedermos poder ou realidade a qualquer outra coisa ou pessoa, estaremos, com efeito, admitindo outros deuses, e violando o Primeiro Mandamento.

No decorrer dos séculos, a humanidade fez enormes esforços para se libertar da escravidão de toda espécie. E a liberdade foi valorosamente conquistada em muitos setores da experiência humana. Conquistaram-se liberdades tais como o direito de voto, o direito de propriedade, de julgamento justo, de imprensa livre e de adorar a Deus de acordo com a própria consciência – aquisições extremamente importantes, as quais, conquanto ainda não tenham caráter universal, proporcionaram bênçãos incalculáveis.

Não será, porém, que a liberdade final deveria incluir o estar livre do pecado, da enfermidade e da morte, como Cristo Jesus prometeu?

Mary Baker Eddy pesquisou as Escrituras durante muitos anos, de modo que nós, seus seguidores de hoje em dia, pudéssemos obedecer às suas palavras: “Curai enfermos, ressuscitai os mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebestes, de graça daí.” A Sra. Eddy, Descobridora e Fundadora da Ciência Cristã, pela graça e pela revelação discerniu que Deus é Amor, Verdade e Vida, como a Bíblia O define, e que Ele é também o único Princípio divino e demonstrável. Ela percebeu que as portentosas obras de cura realizadas por Jesus não se baseavam numa fé cega nem eram uma dispensação especial a um só homem. Elas destinavam-se a toda a humanidade, porque Deus é o Princípio divino.

Moisés, que numa era remota da história deu-nos o Primeiro Mandamento de Deus, deu provas, em sua própria experiência, do poder libertador de se compreender a unicidade e a suprema autoridade de Deus. Percebeu essa verdade com tal clareza que obteve domínio, em grau excepcional, sobre as restrições e os temores do pensamento mortal. No deserto solitário, Moisés talvez tenha despendido longas horas em oração. Por certo emergiu, de sua experiência no monte Horebe, fortalecido pela convicção de que Deus é o grande “Eu Sou”. Moisés havia começado a discernir sua missão de libertar da escravidão egípcia os filhos de Israel. A liberdade individual de Moisés foi emergindo à medida que ele aprendia mais a respeito do único Deus.

Moisés a princípio teve medo, pois não era eloquente e, por isso, não se sentia capaz de falar com o faraó a respeito da libertação dos israelitas, mas Deus lhe disse: “Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca, e te ensinarei o que hás de falar”.

Moisés e o seu povo foram se libertando mais e mais de todo tipo de limitação, à medida que crescia a confiança radical de Moisés no único Deus. Mais tarde, no ermo, estava espiritualmente preparado para escutar e registrar a portentosa revelação da Verdade nos “Dez Mandamentos”.

A respeito do Primeiro Mandamento, muitos séculos mais tarde, a Sra. Eddy escreveu: “O Primeiro Mandamento é meu texto favorito. Demonstra a Ciência Cristã. Inculca a triunidade de Deus, Espírito, Mente; significa que o homem não terá outro espírito ou outra mente senão Deus, o bem eterno, e que todos os homens terão uma única e a mesma Mente. O Princípio divino do Primeiro Mandamento é a base da ciência do ser, pela qual o homem demonstra a saúde, santidade e vida eterna”.

Compreender o Primeiro Mandamento, e a ele obedecer , conduz à saúde, santidade e vida eterna. Para ficarmos livres do cativeiro da mortalidade precisamos da Ciência do ser, que se baseia no Princípio divino do Primeiro Mandamento. O que é que a obediência do Primeiro Mandamento exige de nos? Tal como Moisés, precisamos compreender Deus mais plenamente – Deus, o grande Eu Sou, a fonte da individualidade do homem. Nossa verdadeira individualidade, nosso ser real, tem sua origem apenas em Deus. A confiança cada vez maior em Deus capacita-nos a provar, até mesmo nos pequenos detalhes dos afazeres do dia a dia, que não existe outro Deus, nenhuma outra presença ou poder, mas somente Ele.

Libertamo-nos das crenças e limitações escravizadoras de todo tipo, à medida que aumenta nossa compreensão de Deus e de nossa unidade com Deus. Nossa crescente devoção a Deus resulta em que nos libertamos paulatinamente das insatisfeitas exigências da matéria. O reconhecimento do domínio dado por Deus como um direito divino nosso, resulta de nossa crescente convicção de que só Deus é a fonte de toda substância real, de toda saúde e de todo suprimento – de um bem permanente e imperecível.

A confiança radical no único Deus livra-nos do medo de virmos a ficar separados do bem. O bem está sempre à mão, porque Deus está sempre ao nosso alcance. Constatamos estar Ele tão perto de nós como o nosso próprio pensamento e descobrimos paz e liberdade imensuráveis à medida que aprendemos a nos volver radical e continuamente e de todo o coração a Ele, a única fonte do bem.

A Sra. Eddy resumiu sua convicção da grande importância do Primeiro Mandamento, nestas palavras:

“O Primeiro Mandamento, – Não terás outros deuses diante de mim – , é uma lei que nunca será revogada, um estatuto divino para ontem e hoje e para sempre”.

À medida que cresce nosso discernimento do estatuto divino e aumenta nossa obediência a ele, encontramos liberdade individual e, portanto, ajudamos toda a humanidade. A Bíblia conta-nos que Moisés, perto do fim de sua carreira terrena, lembrava os filhos de Israel da importância suprema de obedecer aos ditames do Primeiro Mandamento. “Ouve, pois, ó Israel, e atenta em os cumprires, para que bem te suceda, e muito te multipliques na terra que mana leite e mel, como te disse o Senhor Deus de teus pais. “Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor”.

(Extraído de O Arauto da Ciência Cristã – Janeiro 1987

Natal Com Manjedoura Vazia…

O Evangelho de João não registra a”dificuldade” de José e Maria em encontrar “lugar na terra” em que pudesse “nascer Jesus”,  nem que, em vista dessa dificuldade, teria ele “nascido num estábulo e posto numa manjedoura”!

NUNCA HOUVE NEM HAVERÁ “LUGAR NA TERRA” EM QUE “NASÇAM” OS IMUTÁVEIS E PERENES FILHOS DE DEUS!

João revelava o verdadeiro SIGNIFICADO DO NATAL, que, longe de ser “um Filho de Deus nascendo no mundo”, é o “RENASCIMENTO”  INDIVIDUAL DE CADA FILHO DE DEUS EM DEUS!

“Bem aventurado o VENTRE QUE JAMAIS GESTOU”, respondeu Jesus à mulher da multidão que lhe gritara: “Bem aventurados  os seios que te amamentaram”!  Jesus não veio para reconhecer um suposto “mundo de nascimentos e mortes”! Não veio para ser reconhecido como “FILHO DE DEUS” dotado “mais de Deus” do que todos os demais! VEIO REVELAR O REINO “CHEGADO” DE DEUS; assim, sempre via em si próprio a mesma Luz do Pai que declarara ser a NOSSA LUZ. 

“Subo para MEU PAI E VOSSO PAI, para MEU DEUS E VOSSO DEUS”, dizia ele, para que O PAI FOSSE ENTENDIDO COMO “NOSSO” e, COM ISTO,  TODOS O RECONHECESSEM COMO “UNIDADE PERFEITA”!

Jesus disse “NÃO RECEBER HONRA E GLÓRIA DE HOMENS” ! SABIA QUE TODA GLÓRIA RESIDE NA VERDADE DA “UNIDADE GLORIOSA QUE SOMOS,  REVELADA TAMBÉM POR PAULO:

“O CRISTO É TUDO EM TODOS”. 

Sabia que os chamados VIVOS NA MATÉRIA ERAM “MORTOS”, E QUE “HONRARIAS VINDAS DE MORTOS” JAMAIS SERIAM VERDADEIRAS, MAS SIM, ILUSÓRIAS!

“Por que me chamam: Senhor! Senhor!, sem fazerem o que eu digo?” – disse Jesus. Em outras palavras, após pregar que SOMOS LUZ DO MUNDO, que SOMOS DEUSES, e que, como ele, TEMOS A GLÓRIA DE SER UM COM DEUS,  só via a CRENÇA EM CARNAIS sendo endossada, como se Verdade alguma tivesse ali sido dita!

É EVIDENTE QUE ELE NÃO PODERIA RECEBER GLORIFICAÇÃO  DE TAIS HOMENS|!

Nada há que impeça alguém de NASCER DE NOVO, de se ver  GLORIFICADO PELO PAI,  E SE PERCEBER “EM COMUNHÃO COM O PAI E COM JESUS CRISTO”, como disse  João em sua Primeira Epístola! 

É NESTA COMUNHÃO, RECONHECIDA POR VOCÊ COMO CONSUMADA,  QUE SUA GLÓRIA E A DE JESUS SÃO RECONHECIDAS COMO A GLÓRIA DO PAI; É NESTA COMUNHÃO  QUE A UNIDADE PERFEITA é ADMITIDA PARA SER PERCEBIDA’! E É NESTA “COMUNHÃO””  PERCEBIDA ESPIRITUALMENTE, QUE O NATAL REAL É VIVENCIADO POR VOCÊ!

*

PAPAI NOEL EXISTE!

O Natal  sempre está associado com a figura de Papai Noel Não por acaso!  Quando dominamos e nos beneficiamos pelo uso científico das leis divinas, ficamos sabendo que a simpática figura desse velhinho de barbas brancas contém um profundo significado espiritual.

Temos em nós,  e “desde o princípio”, a Presença permanente de Deus. O mundo, pouco a pouco, vem despertando e redescobrindo esta Verdade.  Como trabalha o Papai Noel? Atendendo aos  nossos pedidos sem ficar nos julgando!. Chega em seu trenó puxado por renas  voadoras, “vindo do céu”, de modo inesperado, e entra em nossas casas pelo alto, utilizando a chaminé do telhado.

Na Metafísica Absoluta, a Consciência espiritual é o nosso Papai Noel!  Conhecedora de TODAS AS NOSSAS NECESSIDADES, a Consciência  PROMOVE UM DESDOBRAR   DE SI MESMA, a cada momento,  suprindo-nos visivelmente de tudo quanto necessitarmos. PORÉM, ESTE PROCESSO REQUER QUE SE DÊ  SEM QUE HAJA TEMORES OU DÚVIDAS!  Sem este RECONHECIMENTO CONFIANTE,  AS CRENÇAS DO MUNDO, EM GERAL NEGATIVAS, PODERÃO BLOQUEAR O FLUXO NATURAL E ESPONTÂNEO  DE NOSSA INFINITA HERANÇA CELESTIAL! Neste ponto, nossa permanência na Verdade torna-se fundamental.

A Presença de Deus em nós, ou seja,  a NOSSA CRISTO CONSCIÊNCIA, é o NOSSO PAPAI NOEL.

TÃO LOGO PERCEBAMOS   A   LEGÍTIMA NECESSIDADE  DE  ALGUMA COISA OU CONDIÇÃO, CONDIZENTE COM O “BEM ESSENCIAL PERMANENTE”,  DEVEMOS, E DE IMEDIATO, ENTENDER E AFIRMAR QUE  “PAPAI NOEL” DELA JÁ TINHA CONHECIMENTO,  E  JÁ PROVIDENCIAVA  PARA QUE FÔSSEMOS INFALIVELMENTE  ATENDIDOS OU SUPRIDOS!

“Ele VIRÁ DO CÉU”, isto é, não devemos esperar soluções APEGADAS a “ coisas da terra”!

Convictos de JÁ ESTARMOS SUPRIDOS, devemos não nos preocupar,  e simplesmente dar o máximo no momento presente.  Esta ação natural, sem ansiedade e sem preocupação, irá nos garantir a chegada dos “presentes”!  E isto por estarmos em UNIDADE com Papai Noel e com todos os “presentes” contidos em seu trenó!

Jesus bem definiu este processo, dizendo: “Vosso Pai  celestial sabe do que necessitais antes que Lho peçais”.

Vivamos como FILHOS DE DEUS e não como supostos “mortais humanos”.  soltos num suposto “mundo material”! 

O NATAL COMEMORA O CRISTO NASCIDO EM TODOS NÓS, PELA GRAÇA! REVELA NOSSO ENTENDIMENTO DO PROCESSO AUTOSSUPRIDOR DE DEUS A SI MESMO, E ISTO POR DEUS ESTAR SENDO, ETERNAMENTE,  O CRISTO QUE TODOS SOMOS!

Desse modo,  realmente,  ficará entendido que O PAPAI NOEL EXISTE! ELE  É A NOSSA PRÓPRIA CONSCIÊNCIA ILUMINADA!

*

NUNCA JUSTIFIQUE OU EXPLIQUE “APARÊNCIAS” DO MAL!

A Metafísica Absoluta NÃO ABRE MÃO DA Verdade de que UNICAMENTE DEUS É REALIDADE!  Desse modo, as “aparências em mutação” são  sempre entendidas como “sombras” que apenas INSINUAM  a Presença única e imutável de DEUS SENDO TUDO!

“Aparências”, boas ou más,  jamais são o FOCO de quem pratica a Verdade! Por isso, Jesus deixou de forma clara e objetiva o FOCO REAL:  “Aquele que PERMANECER EM MIM, dará frutos”.

As “aparências”, mesmo sendo irrealidades, se forem tomadas como FOCO, farão com que a pessoa endosse a CRENÇA de “ser carnal nascido de mortais”. E  caso ela assim se comporte, receberá uma “salva de palmas” da vitoriosa  ILUSÃO!

A Bíblia afirma que “TODO AQUELE NASCIDO DE DEUS VENCE O MUNDO”, ou seja, está sob jurisdição de Deus e da Verdade, sem ser dominado pelas “sugestões mentais agressivas”, vindas em forma de “aparências”.

A frase de Paulo, “Não sou mais eu, – O CRISTO VIVE EM MIM”, pode nos ser útil em ocasiões que intentem  nos levar a identificar com as “sugestões das aparências”,  que, inesperadamente, possam surgir diante de nós. A frase de Paulo, imediatamente lembrada e reconhecida como válida para nós, impede que confundamos “sombras com realidades”, pelo nosso imediato endosso do CRISTO QUE SOMOS, e não da “aparência em questão”!

Além desta PERCEPÇÃO IMEDIATA DAVERDADE, devemos evitar de “voltar ao assunto fenomênico”, rememorando as “aparências” posteriormente, inclusive alardeando-as aos “quatro ventos”, como se tivessem elas sido realidades temporais!

O TEMPO NÃO EXISTE, E TUDO O QUE DEUS FAZ, DURA PERPETUAMENTE, sem que NADA lhe possa ser acrescentado ou tirado! Esta Verdade endossa Jesus, quando disse: “Não chameis de pai a ninguém sobre a terra, porquanto um só é o Vosso Pai, o  Qual está nos céus”.

 DEUS, PERMANENTEMENTE, “ESTÁ NOS CÉUS”, e todos nós, que SOMOS UM COM ELE, “ESTAMOS IGUALMENTE NOS CÉUS”,  EM NOSSA COMUNHÃO INQUEBRANTÁVEL COM ELE!

Estas Verdades devem ocupar nossa mente sempre, principalmente diante de “aparências” ilusórias de problemas ou males!

A “APARÊNCIA” MAIS TRÁGICA DE TODAS  É A DE QUE SOMOS “CORPOS CARNAIS”! Foi por isso que Jesus nos disse: “NEGUE-SE A SI MESMO!”

Jamais VOCÊ foi visto refletido em espelhos do mundo! DEUS, DESDE O PRINCÍPIO, ESTÁ SENDO O CRISTO QUE VOCÊ  É!

QUEM ME VÊ A MIM, VÊ O PAI” – disse Jesus!

Esta é a VERDADE UNIVERSAL E ABSOLUTA QUE SE EVIDENCIA COMO JESUS, COMO VOCÊ, COMO TUDO E COMO TODOS!

VIVER PELA GRAÇA E PELA VERDADE SIGNIFICA VIVER O AGORA EM UNIDADE COM DEUS! LIVRE DO SUPOSTO  “EU NASCIDO”,  IMPOSTOR   HIPNÓTICO DA “MENTE CARNAL”.

Afirme e contemple as Verdades reveladas:

“EU TENHO A MENTE DE CRISTO! O CRISTO É TUDO EM MIM!”. 

*

“ORAÇÃO COM O ESPÍRITO E COM O ENTENDIMENTO!”

“Orarei com o Espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o Espírito, mas cantarei também com o entendimento”.

1 Cor.14: 15

 Esta citação de Paulo é importantíssima, principalmente para  aqueles que afirmam orar e meditar, porém, sem serem atendidos. Já conheci casos em que as pessoas, ávidas por se verem “atendidas”, mas ficando sem  “obter resultados”, acabam desistindo de tudo, se mostrando insatisfeitas,  frustradas, e até mesmo duvidando dos  ensinamentos!

Allen White, respondendo a uma pessoa que lhe dizia: “Pratiquei os ensinamentos, mas os problemas persistiram!”, deu-lhe a seguinte  recomendação:  “Ore para receber orientação de Deus!”.

Certamente, a mente da pessoa devia estar mergulhada em seus supostos problemas; assim, mudando-lhe

o foco para Deus e Sua orientação, o apego à ilusão poderia ser dizimado!

Paulo deve ter encontrado vários casos desse tipo, em que as pessoas garantiam ter orado de forma correta, porém, sem serem atendidas. Em vista disso, declarou o seguinte: “Orarei com o Espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o Espírito, mas cantarei também com o entendimento”.

”Orar ou meditar”,  mas  sem se fundamentar no próprio entendimento da letra da Verdade, não constitui a oração correta!  É preciso colocar a LETRA PERTINENTE A CADA CASO EM ENTENDIMENTO, a fim de “ser testificada pelo Espírito”. Isto impede que a mente fique vagando, aberta a pensamentos intrusos do mundo, ou apegada aos seus ilusórios problemas!

Que significa “orar e cantar com entendimento”? Significa RECONHECERMOS E FOCALIZARMOS o princípio espiritual aplicável a cada situação! Se alguém, por exemplo, tiver recebido um diagnóstico médico “negativo”, poderá RECONHECER que O SEU CORPO É UM ILUMINADO, GLORIOSO E PERFEITO “TEMPLO DE DEUS”; desse modo, no silêncio contemplativo da oração, este “entendimento” o deixará  sintônico com Deus e com a Verdade!

As afirmações e negações, ensinadas pela Ciência Mental, bem como o emprego do Poder da Palavra, atuam como  agentes de“entendimento junto ao Espírito”. 

Em suma, estes são os alertas destacados por Paulo; e as  nossas orações devem, todas elas, conter o “entendimento” de que

“EM DEUS VIVEMOS, NOS MOVEMOS, E TEMOS O NOSSO SER”!  

*

 

 

 

Contemple O Corpo De Luz Como Unidade!

Confundir o nosso  Corpo real, Templo de Deus, com sua “sombra fenomênica”,  é a ILUSÃO que leva a maioria a “dividir o corpo” em  supostas partes  boas e partes más! Que estaria ocorrendo?  O corpo ficaria sendo expressão da “crença em dois poderes”, quando deveria estar sendo GLORIFICADO COMO PERFEITO “TEMPLO DE DEUS”!

Quando “trocamos de referencial”, deixando as CRENÇAS NO BEM E NO MAL de lado, O CORPO PODE SER RECONHECIDO E CONTEMPLADO TAL COMO DE FATO É:  UM CORPO GLORIOSO, INTEIRAMENTE PERFEITO E  HARMONIOSO, exatamente como Jesus e Paulo nos revelaram!

INFELIZMENTE, PARA A MAIORIA, O “CORPO VISÍVEL” É TIDO COMO REALIDADE!

EM VISTA DISSO, O “TEMPLO DE DEUS”  QUE SOMOS,  SEQUER É LEVADO EM CONSIDERAÇÃO!

Enquanto a suposta “matéria’” não for descartada como ILUSÓRIA, chamará a atenção de todos para ela, deixando o  OLHAR CRÍSTICO DO “OLHO SIMPLES”  APARENTEMENTE “DESATIVADO”!

Paulo disse o seguinte: “GLORIFICAI A DEUS NO VOSSO CORPO E NO VOSSO ESPÍRITO, OS QUAIS PERTENCEM A DEUS”. 

Esta “glorificação” precisa ser feita com DEDICAÇÃO E CONSTÂNCIA,  pois objetiva conduzir-nos à VERDADE SOBRE O CORPO  e à RENÚNCIA ao CONCEITO FALSO E MATERIAL DO CORPO!

Metafísica Absoluta é ciência DIVINA,  e não “fé cega”! REVELA A PRESENÇA DE NOSSO CORPO NA ONIPRESENÇA DE DEUS,  SENDO UMA UNIDADE  ESPECÍFICA CHAMADA “CORPO” IMERSA NA “UNIDADE GLOBAL PERFEITA”,  QUE É A TOTALIDADE DE DEUS! Assim como nenhuma gota poderia ter “parte boa” e “parte má”,  NOSSO “CORPO DE LUZ” É A CORPORIFICAÇÃO DA PERFEIÇÃO DIVINA ABSOLUTA NA FORMA “CORPO”.  

Nas  “contemplações absolutas”,  constate sua presença no Oceano divino de Luz viva,  e reconheça, especificamente, seu “CORPO DE LUZ INTEGRALMENTE PERFEITO”,  IMERSO NA “UNIDADE PERFEITA”!

“Se teus olhos forem bons, todo o teu corpo  será pleno de luz”, disse Jesus.

Temos “olhos bons” quando  VEMOS NOSSO CORPO EM DEUS E NÃO NA MATÉRIA. GLORIFICANDO-O COMO  ‘TEMPLO PERFEITO DE DEUS, COMO UNIDADE ESPECÍFICA  DENTRO DA UNIDADE PERFEITA GLOBAL! 

*

O “VÉU DE VERÔNICA”

Por mais que o ”MUNDO FENOMÊNICO” pareça existir , não passa ele de uma “formação mental ilusória” que, assim  como ocorre com os sonhos, jamais sai do âmbito mental para ser “exteriorizado” como fatos verdadeiros. Em vista disso, Jesus o chamou de “mundo do pai da mentira”.

Esta “formação mental”  nos pode dar a impressão de ser “mundo verdadeiro”,  por ser “coletiva’”, isto é, é ILUSÃO entendida como REALIDADE pela humanidade toda, razão pela qual é denominada “ILUSÃO DE MASSA”.

Quando a pessoa “vê lá fora” este mundo, está vendo esta ILUSÃO DE MASSA,  que atua como “véu” a encobrir os FATOS REAIS, “AS OBRAS PERMANENTES DE DEUS”, PERFEITAS E INTOCÁVEIS!

Consta, no livro apócrifo  “Atos de Pilatos”, a passagem em que uma mulher de Jerusalém, chamada Verônica, sentiu- condoída, ao presenciar o sofrimento de Jesus enquanto ele carregava sua cruz;  conseguindo se aproximar dele,  utilizou  o seu véu como toalha,  a fim de limpar-lhe o rosto ensanguentado. E então, olhando para o véu, logo depois, constatou que nele havia ficado gravada a imagem do rosto de Jesus.

Que sentido tem esta passagem? Ela explica que TODAS AS IMAGENS DE SOFRIMENTO SÃO “IMAGENS IMPRESSAS NO VÉU” CHAMADO “ILUSÃO DE MASSA”!  EXPLICA QUE NÃO HÁ DORES NEM SOFRIMENTOS REAIS PARA JESUS NEM  PARA QUALQUER OUTRO  FILHO DE DEUS! REVELA QUE JESUS ESTAVA ALI PRESENTE COMO O “EU SOU” QUE EXISTE “DESDE ANTES QUE ABRAÃO EXISTISSE”, NÃO SENDO, POR MOMENTO ALGUM, A IMAGEM FALSA REGISTRADA NO “VÉU DE VERÔNICA”.

Mais dia, menos dia, sempre será O AGORA em que este “Véu coletivo” será descartado como “NADA HIPNÓTICO”, levando cada Filho de Deus a se PERCEBER EM SUA IMAGEM VERDADEIRA, ETERNA E PERFEITA!

Para isto, assim disse Paulo:

“Daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo, agora, já o não conhecemos deste modo.”

2 Cor. 5:16

*

A TOTALIDADE DE DEUS ABRANGE VOCÊ!

Todo pensamento dualista  é a ILUSÃO,   que aparenta ser realidade por admitir haver “movimentação” ao lado “de MIM”, ou seja, da Oniação universal,  que é DEUS EM AÇÃO!

Desta dualidade irreal derivam as falsas CRENÇAS COLETIVAS, aceitas naturalmente pelo ilusório “eu nascido”, que se julga, erroneamente, agir como “peça” solta e independente da Oniação onipresente. Desta ILUSÃO decorrem também os “desejos  de obter iluminação espiritual”, de “conhecer a Verdade”, e todos os demais  intermináveis anseios de um suposto “eu humano” que jamais existiu!

 

A TOTALIDADE DE DEUS  ABRANGE A TOTALIDADE DO SER QUE  VOCÊ É, OU SEJA, A ONIAÇÃO INCLUI A SUA ATIVIDADE CRÍSTICA, UMA VEZ QUE SOMENTE A “VONTADE DO PAI”  É REALIDADE CONSUMADA!

Todo suposto “eu nascido” que se mostre “desejoso de se iluminar”, seria equiparável a uma

 “gota do oceano” que  pleiteasse “se aguar”! Por quê? Por se admitir “existir sem já estar sendo água”. Por se admitir “se mover” sem ser pela “movimentação do oceano”!  POR ACREDITAR QUE “TIVESSE DE  FAZER ALGO” PARA “ENTRAR EM COMUNHÃO” COM O OCEANO QUE A FORMA, E QUE ELA AJUDA A FORMAR!

Que faltaria à “gota”? Nada! APENAS CRENÇAS FALSAS PODERIAM ILUDI-LA NO SENTIDO DE DESVIÁ-LA DAQUILO QUE ELA JÁ É: O OCEANO! A ÁGUA DO OCEANO! SUA UNIDADE PERFEITA COM O OCEANO!

Se o oceano dissesse a ela: “AQUIETA-TE E SABE: EU SOU O OCEANO”, a gota somente poderia conhecer JÁ ESTAR SENDO ÁGUA se  RECONHECESSE: “EU SOU O OCEANO, A ATIVIDADE DO OCEANO, A EXPRESSÃO DO OCEANO COMO “GOTA INDIVIDUAL” .

Teria, a “gota”, a possibilidade de “ser outra substância”, que não “ÁGUA”? Não! Paulo apóstolo fez a seguinte indagação:

“SE DEUS É POR NÓS, QUEM SERÁ CONTRA NÓS?”  Quis nos dizer que A TOTALIDADE DE DEUS É LUZ ONIPRESENTE, QUE NOS ABRANGE A TODOS SENDO A “LUZ QUE SOMOS”!

APENAS UMA ILUSÃO  PODERIA ARGUMENTAR EM CONTRÁRIO!

“SOIS A LUZ DO MUNDO”, disse Jesus. Revelava a mesma Verdade de que SOMOS DE IDÊNTICA NATUREZA DE DEUS.

ONDE QUER QUE ESTEJAMOS,  A CRENÇA NA  CHAMADA “EXISTÊNCIA MATERIAL” RESPLANDECE  COMO  “OCEANO DE LUZ”. Por isso, assim disse Buda: “EU SOU O ÚNICO ILUMINADO EM TODO O UNIVERSO”; “TUDO JÁ É ILUMINADO!”. 

Não existe “gota alguma” pretendendo “se unir ao oceano” através de esforços próprios ou de  “braçadas próprias”. Quando se

render à Verdade, de que O OCEANO É ÁGUA EM TODA A  SUA EXTENSÃO, A GOTA ESTARÁ COM A VERDADE CONHECIDA!

Do mesmo modo, quando o suposto “eu nascido” percebe que JÁ É ABRANGIDO PELO OCEANO DE LUZ DIVINA, se perceberá IDENTIFICADO com A REVELAÇÃO de Paulo:

“EM DEUS EU VIVO, ME MOVO E TENHO O MEU SER”!

*

“Sugestão Hipnótica” Não É “Fato Material”!

A  Prática da Verdade requer de todos um estado de alerta constante, para que a TOTALIDADE DE DEUS não seja “trocada” pela CRENÇA EM DOIS

PODERES!  “Sede perfeitos, assim como perfeito é o vosso Pai celestial”, disse Jesus.

SER PERFEITO É ESTAR ACIMA DO BEM E DO MAL,  CRENÇA QUE A SUPOSTA “MENTE CARNAL” BUSCA INCUTIR E M TODOS  COMO SE FOSSE “FATO MATERIAL”!

A maioria dos autores metafísicos, percebendo o APEGO COLETIVO AO QUE É NADA, ou seja, ao “mundo do pai da mentira’”, ACABOU POR CEDER À DUALIDADE,  constatando a falta de interesse da maioria em se identificar com o “EU” QUE REVELA O MUNDO VENCIDO”.

 

No prefácio do Volume 23, de A VERDADE DA VIDA, Masaharu Taniguchi escreve o seguinte:  “Sakyamuni, para libertar as pessoas do apego ao fenômeno, pregava que o mundo dos cinco sentidos é efêmero, impuro e  cheio de sofrimentos, e que o “eu cerebral” não é existência verdadeira’. Desta forma, mostrou que não existem nem o objeto (ou ser) ao qual se possa apegar, n..em o sujeito (o “eu”) que se apega . Esta “filosofia da negação” está magistralmente expressa na Escritura budista da Sabedoria, que diz: 

“Todo fenômeno é nada; a matéria é nada; tudo surge do nada; a visão, a audição, o olfato, o tato e o intelecto não  existem; a velhice e a morte não existem…”!

Poe que a humanidade não se libertou, tendo há milênios recebido esta revelação? PORQUE NÃO ACEITA SUMIR EM SUA HUMANIDADE PARA SE DESCOBRIR EM SUA CRISTICIDADE! Contenta-se com viver “alegrias efêmeras”, sempre de curta duração, que são transformadas na crença oposta, EM VEZ DE DESEJAR DESFRUTAR DO BEM ETERNO E PERMANENTE, do Reino de Deus, em que “carne e sangue” jamais terão acesso!

O “fenômeno”  ILUDE A TODOS por se fazer passar por “fato material”, porém, não passa de “sugestão hipnótica”, incapaz de ser EXTERIORIZADA!. ASSEMELHA-SE, PORTANTO, A UM SIMPLES “SONHO”!

O REINO DA VERDADE É A LUZ ONIPRESENTE QUE TODOS SOMOS, INTOCÁVEL PELOS “PARES DE OPOSTOS” SUGERIDOS PELA ILUSÓRIA “MENTE INTELECTUAL”.

Ao nos ordenar: “SEDE PERFEITOS!”, Jesus já nos via PERFEITOS COMO DEUS, POIS, O QUE DEUS FAZ É PERMANENTE! Entretanto, esta VERDADE PRECISA SER ACEITA, RECONHECIDA E CONTEMPLADA, OU SEJA, REQUER SER VISTA NO LUGAR DAS “IMAGENS E

SENSACIONISMOS HIPNÓTICOS”!

O Fato REAL é que DEUS, SENDO TUDO, É TUDO QUE AGORA ESTÁ EM EVIDÊNCIA PERFEITA! NESTE “TUDO”, VIVE DEUS SENDO VOCÊ E VIVE VOCÊ INDIVIDUALIZADO COMO   O CRISTO,  QUE É TUDO EM VOCÊ!

*

 

O “PERMANENTE” E O “FUGAZ”

Todas as revelações absolutas se fundamentam no entendimento de que TUDO QUE DEUS FAZ É PERMANENTE!  Se algo ou alguém não se mostrar sendo eterno e permanente, não tem realidade alguma, por mais que tente se fazer passar por real.

Se encontramos nas Escrituras que “TUDO ESTÁ FEITO”, OU QUE “SEM O VERBO DIVINO NADA FOI FEITO”,  fica  NÍTIDO E CLARO que todas as

“aparências mutáveis”, sugeridas pela “MENTE CARNAL”,  são puramente “NADAS”!

DEUS E SEU REINO SÃO A REALIDADE PERMANENTE, DESCONHECEDORA DE “APARÊNCIAS FUGAZES”. Em vista disso, Paulo assim definiu esta “mente carnal”, geradora de ILUSÕES:  “A mente carnal é a inimizade contra Deus”.

Vezes e mais vezes esta Verdade já apareceu nas postagens do Facho de Luz. Entretanto, somente terá valor diante de alguém  determinado e desejoso de SE LIVRAR DESTA MENTE FALSA, pela adoção da MENTE DE CRISTO, que é a MENTE REAL DE TODOS NÓS!

Buda apresentou três classes de pessoas infelizes: 

1) as que não sabem e não perguntam;

2) as que sabem e não ensinam; e

3) as que ensinam e não fazem.

São, todas elas, identificadas com a “mente carnal”. RECHAÇAR ESTA MENTE FRAUDULENTA DEVE SE TORNAR  “QUESTÃO DE HONRA”, PARA AQUELES QUE SE DIZEM “INTERESSADOS NA VERDADE”!

Marie S. Watts  diz para nos fazermos a seguinte indagação, diante das “aparências” do mundo: “DEUS ESTARIA VENDO A EXISTÊNCIA DESTA FORMA, SEGUNDO ESTAS APARÊNCIAS?”

A RESPOSTA É ÓBVIA: “NÃO!”  E a indagação deve levar-nos a este entendimento!

Muitas vezes em que alguém me dizia ser o marido, ou a esposa, ou o filhos, ou o vizinho,  o motivo de sua infelicidade, quando eu lhe perguntava: “VOCÊ ACHA QUE DEUS TEM A MESMA OPINIÃO QUE A SUA?”,  comumente parava e me respondia: “EU PENSO QUE NÃO!”.

As “aparências fugazes” devem ser  TERMINANTEMENTE descartadas mediante a VISÃO CORRETA DOS FATOS:

“DEUS É A UNIDADE PERFEITA QUE TODOS SOMOS! DEUS É TUDO, ENQUANTO AS SUPOSTAS “APARÊNCIAS”. QUE  NÃO PERMANENTES,  NÃO PASSAM DE “MIRAGENS ENGANADORAS”, QUE REPRESENTAM O “BEM E O MAL” DAS CRENÇAS COLETIVAS!

A recusa de Jesus, em aceitar ser chamado de “BOM MESTRE”, sinaliza sua determinação de não se identificar com esta CRENÇA DO MUNDO, que a tudo divide em “bom e mau”!

Adote a Verdade de que  “AS OBRAS DE DEUS SÃO PERMANENTES E PERFEITAS”, SEM SE PERMITIR ILUDIR POR “APARÊNCIAS” FUGAZES E FRAUDULENTAS!

“TEMOS A MENTE DE CRISTO”, E NÃO “MENTE CARNAL”. 

AQUELE QUE, REALMENTE, SE DECIDIR POR “PERMANECER” NESTAS VERDADES, ESTARÁ “EM MIM”, NA “UNIDADE PERFEITA”, SEM SE ILUDIR PELAS ILUSÓRIAS ACEITAÇÕES DO  “MUNDO DO PAI DA MENTIRA!

*

“TEU DEUS TE ENSINA E INSTRUI ACERCA DO QUE TENS DE FAZER!”

Quando alguém se depara com inesperadas situações do “mundo de aparências”,  a primeira reação costuma ser de apreensão , por acreditar que as “aparências”, boas ou más, sejam realidades. Quanto mais rápida e imediata for a percepção de que O UNIVERSO REAL É INVISÍVEL E DE HARMONIA ONIPRESENTE, mais rapidamente o “fluxo da ilusão” se mostrará travado e interrompido!

Há, porém, situações que deixam as pessoas inseguras e não sabendo como agir; nesses casos, muitas costumam endossar a ilusão, por acharem necessitar da opinião de parentes, de amigos, ou mesmo de psicólogos. Para tais casos, o  mais adequado e correto é seguirem o que disse Isaías: ! ”Inclina teus ouvidos e ouve  Minha Voz. Atende a Meu discurso. Teu Deus te ensina e instrui  acerca do que tens a fazer” (Isaías, 28: 23,26).

O “discurso de Deus” poderá ser pressentido na hora da meditação contemplativa, como também, em momentos posteriores. Cada um deverá permanecer na tranquilidade máxima,  na certeza de que a Voz de Deus aparecerá como caminho a ser seguido. Para tanto, é necessário estar alerta  à percepção da “Minha Voz”, que é a suave Voz do Deus  que Se manifesta como o Cristo que você é!

Isaías disse também: “Tens os ouvidos abertos, mas nada ouves. Pede, pois: “Senhor, desperta os ouvidos para que eu ouça!”.  Esta oração atua como  TROCA DE REFERENCIAL, quando nos identificamos com o Sentido espiritual por calarmos a suposta “mente humana”.

A “Unidade Perfeita” , que formamos, é INVISÍVEL aos supostos sentidos humanos. Além de INVISÍVEL, é ONIPRESENTE, PERFEITA E PERMA1NENTE!

É ela o próprio  REINO DE DEUS, revelado por Jesus como “presente no mundo inteiro”, mas sem poder ser visto pela mente humana.

Que vê a suposta “mente humana”? A ILUSÃO!  O CHAMADO “MUNDO DO PAI DA MENTIRA”, MERAS APARÊNCIAS FRAUDULENTAS  COM AS QUAIS  NÃO PODEMOS NOS IDENTIFICAR!

São estes os princípios contidos nas falas libertadoras de Isaías aqui citadas, e que devem ser praticados “sem pressa alguma” de ver resultados! 

A ATENÇÃO DEVERÁ ESTAR TODA VOLTADA À PERMANÊNCIA NOS PRINCÍPIOS, PARA QUE ELES POSSAM PREDOMINAR E COMPROVAR QUE A HARMONIA DIVINA É O QUE REALMENTE É, ENQUANTO AS  “APARÊNCIAS”,  DESARMÔNICAS  OU NÃO, SÃO PURAS “SOMBRAS”  OU “MIRAGENS”,  SEM REALIDADE, E SEM SUBSTÂNCIA DIVINA!

*

Em “Mim” Não Há Doenças Nem Pecados Nem “Outros”!

Jesus disse: “Quem crê em mim, crê não em mim, mas naquele que me enviou” (João 12:44). Ao ser chamado de “Bom Mestre”,  assim respondeu: “Por que me chamas bom? Bom só há UM, que é Deus”.

Estas citações são para DEIXAR BEM CLARO que O FOCO DO EVANGELHO  reside no entendimento e prática efetiva da Verdade de que DEUS É UM, TUDO É UM, E, PORTANTO, QUE “CRER EM MIM”, como declarou Jesus, NÃO SIGNIFICA CRER NELE, mas sim, CADA UM “CRER EM SI MESMO”, NÃO COMO “CARNAL”, MAS COMO DEUS!  COMO O CRISTO DE SI PRÓPRIO, COMO A SUA PRÓPRIA LUZ!

Ao dizer que BOM É UNICAMENTE DEUS,  Jesus estava se anulando como “pessoa”, a fim de chamar a atenção de todos para a “UNIDADE PERFEITA” QUE SOMOS “EM MIM”! Por isso, disse também: “Aquele que me vê a MIM, vê o Paí”.

Toda pregação de Jesus é  embasada no REFERENCIAL DA VERDADE, DA TOTALIDADE E INICIDADE DE DEUS, QUE REDUZ A “NADA” OS SUPOSTOS  HUMANOS E SEUS FEITOS!

TAMBÉM POR ISSO  RECUSAVA A SE IDENTIFICAR COM “BOM MESTRE”! “DE MIM NADA FAÇO; O PAI EM MIM FAZ AS OBRAS”!

As religiões passaram e ainda passam ao mundo que “Jesus é Deus”,  o que, como foi  exposto, não combina em nada com as próprias palavras dele! Caso Jesus fosse Deus, não repudiaria ser chamado de “Bom Mestre”,  ao afirmar que UNICAMENTE DEUS É BOM! E também não dedicaria tanto tempo às orações dirigidas ao Pai!

O CRISTO, EM JESUS, É DEUS; O PAI EM JESUS, FAZ AS OBRAS, razão pela qual afirmou que CRER NELE SIGNIFICA CRER NO PAI MANIFESTO COMO ELE, E NÃO EM SUA “APARÊNCIA” FENOMÊNICA! QUEM ENTENDER ISTO, ENTENDERÁ PAULO, QUANDO DISSE: “JESUS CRISTO ESTÁ EM VÓS” (2 Cor. 13: 5).

A importância deste entendimento está em PERCEBERMOS O EVANGELHO REAL, QUE ENCARA DEUS SENDO TUDO, SENDO O “UM INFINITO”, SENDO O CRISTO EM  JESUS E SENDO, IGUALMENTE,  O CRISTO EM TODOS!

ENQUANTO ESTA VERDADE DA UNIDADE NÃO FOR ENTENDIDA E ACEITA, O EVANGELHO ESTARÁ DETURPADO!  E O CHAMADO, “VINDE A MIM”,  NÃO SERÁ COMPREENDIDO!

Em Tiago 5, 14, encontramos: “E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.”

QUE NOS DIZ A CITAÇÃO? QUE SUA CONFIANÇA “NO SENHOR” O LIBERTARÁ DE SUPOSTAS DOENÇAS E PECADOS! EM OUTRAS PALAVRAS, “INDO A MIM”, AO “CRISTO PRÓPRIO SEU”, VOCÊ ESTARÁ EM DEUS, NO “UM”,  SENDO  ESTE “UM”; E, EM DEUS, NÃO HÁ DOENÇAS,  NEM PECADOS NEM “OUTROS”!

Entre na “Prática do Silêncio” e, SERENAMENTE, CONTEMPLE  ESTAS VERDADES!

*

O CRISTO SENDO A DERRUBADA DA “PAREDE DE SEPARAÇÃO”!

O ilusório “mundo fenomênico” é o palco de desavenças, atritos e confusões em série, envolvendo nações e pessoas. A causa é a CRENÇA FALSA de que tudo e todos existem separados, de Deus e também “uns dos outros”. O conhecimento da Verdade nos remove a atenção destas mentiras, chamando-nos “A MIM”, ao EU ÚNICO E ABSOLUTO, em que somos TODOS UM !

O  apóstolo Paulo disse o seguinte: “Cristo fez de ambos os povos um só, derrubou a parede de separação e desfez a inimizade, para criar dos dois um novo homem, em paz” (Efésios, 2: 14-15).

As bilhões de galáxias existentes se movem segundo um Legislador único, sem “vontades” separadas do TODO.

O Cristo é a realidade viva que nos une a Deus e a todo o Universo; assim, como disse Paulo,  o Cristo torna o povo “um só”, derrubando a ilusória  “parede de separação”  causadora de dissensões.

Que é o Cristo? O Cristo é o DEUS ÚNICO Se expressando como FILHOS DE DEUS EM “UNIDADE PERFEITA”!  Os ramos da videira convivem harmoniosamente, uns com os outros, por serem sustentados pela Mente divina única, o que descarta a “parede de separação” entre eles.

Seja um relacionamento conjugal, entre pais e filhos, entre patrão e funcionários, ou entre nações, TUDO SE  MOSTRARÁ HARMONIZADO pelo radical reconhecimento da Verdade de que DEUS, A MENTE ÚNICA, REGE  O UNIVERSO REAL E ESPIRITUAL  E TUDO QUE NELE HÁ CONTIDO!

A maioria dá endosso às discussões e desentendimentos das “aparências”, e desconhece que a REALIDADE ONIPRESENTE É PAZ! CADA

UM, COM SEU CRISTO, DEVE SE CONTEMPLAR

OCULTO EM DEUS, EM SUA UNIDADE COM ELE, E EM SUA PAZ PERMANENTE.

Muito se fala em “incompatibilidade de gênio”, aceita e considerada como motivação para haver separações e conflitos; porém, o que realmente ocorre, é a falta de “negação de si mesmo” como “carnal” , e o reconhecimento do Cristo como o SER QUE TODOS SOMOS, EM “UNIDADE COM O PAI”.

A HUMANIDADE CONTA MAIS COM A “SABEDORIA DA SERPENTE” DO QUE COM A “PRÁTICA DA VERDADE”!  Entretanto, a Verdade É QUE A HARMONIA ENTRE TODOS OS SERES JÁ É!  NÃO SE TRATA DE ALGO A QUE RECORREMOS PARA “HARMONIZAR A ILUSÃO”, e sim VERDADE a ser reconhecida como  estando PRESENTE EXATAMENTE  NO LUGAR DA ILUSÃO!

Quem meditar segundo estes princípios absolutos, testemunhará o desaparecimento da “parede de separação” em função de a REAL HARMONIA DA “UNIDADE PERFEITA” TER SIDO RECONHECIDA COMO PERMANENTE!

  *

“NEM O PAI NEM JESUS O JULGARÃO!”

“Assim, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo o julgamento ao Filho, a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou. …”.

João, 5: 22

O Reino de Deus jamais compartilha sua Onipresença com o suposto “mundo dos fenômenos”, e isto exatamente por ser ONIPRESENTE!  Portanto, este  suposto “mundo de crenças no bem e no mal” é puramente uma espécie de “sonho”, imagem hipnótica “fora do Reino” e “fora de tudo”, mera “miragem” que aparenta existir, porém, que é puramente NADA!

A ILUSÃO chamada “mundo material” é um celeiro de falsas crenças que precisamos desmantelar, mediante o reconhecimento da Verdade Universal e Absoluta: SOMENTE DEUS É REALIDADE!

As “igrejas do mundo”, assim como tudo que é “do mundo”, não se empenharam em passar ao povo a LIBERTAÇÃO pela Verdade de que DEUS É TUDO!  Em vez disso, criaram um DEUS JUIZ, com que ameaçavam a humanidade com o “juízo final”, com os seres sendo salvos ou não por decisões deste suposto Deus inventado pela “mente carnal”!

Que foi que Jesus nos disse? “Assim, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo o julgamento ao Filho, a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou. …”. 

Apenas estes seus dizeres  já comprovam que estas “igrejas fenomênicas” não pregam verdadeiramente o Evangelho de Jesus, e, em vez de ajudarem a humanidade a se livrar das crenças falsas, apenas ampliaram o volume delas! Não foi por acaso que Gandhi assim se manifestou: “Aceito o Cristo e o seu Evangelho, mas não aceito o vosso Cristianismo”!

O “PAI A NINGUÉM JULGA”,  disse Jesus; e então, vendo Jesus dizer que “ 0  PAI CONFIOU TODO JULGAMENTO AO FILHO”, as igrejas pregaram que O JUÍZO DE TODOS SERIA FEITO POR JESUS, OUTRA MENTIRA, QUE SOMENTE SERVIU PARA ATERRORIZAR O POVO COM MEDO DO INFERNO!

Sempre que pergunto a estes cristãos QUAL É O ENDEREÇO DO INFERNO, NA ONIPRESENÇA DIVINA, não há um que me responda!

ESTAS CRENÇAS DAS IGREJAS  SE MANTÊM PELO DESINTERESSE DA MAIORIA EM “CONHECER A VERDADE” E SE DEDICAR À PERCEPÇÃO  DE QUE “DEUS É TUDO”!

Jesus disse também: “Vós julgais segundo a carne, eu a ninguém julgo” (João 8.15). 

SE O PAI A NINGUÉM JULGA, E SE JESUS A NINGUÉM JULGA, O QUE SIGNIFICA “O PAI TER CONFIADO AO FILHO O JULGAMENTO”?  CONFIOU-O A CADA FILHO, E NÃO A JESUS!

“EU VIM AO MUNDO PARA JUÍZO, PARA QUE OS QUE VEEM SEJAM CEGOS, E PARA QUE OS QUE NÃO VEEM VEJAM”, disse Jesus. OS FILHOS SOMOS TODOS NÓS, PORQUE O PAI É ÚNICO E É NOSSO, E NÃO SÓ PAI DE JESUS! Portanto. O JUÍZO FINAL se dá individualmente, FEITO pelo próprio FILHO, quando “fica cego” para o “mundo do pai da mentira” para se abrir à PERCEPÇÃO de que “EM DEUS E COM A VIDA DE DEUS” ESTÁ VIVENDO”!

“O Pai confiou todo o julgamento ao Filho, a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou. …”.

EM OUTRAS PALAVRAS, O JULGAMENTO É CONFIADO A VOCÊ, AO SE HONRAR COMO HONRA O PAI, SEM SE DEIXAR ILUDIR PELA CRENÇA TERRENA DE SER “ALGUÉM NASCIDO DE MORTAIS”!

O Filho HONRA A SI MESMO exatamente  como HONRA O PAI, quando percebe sua inquebrantável UNIDADE COM O PAI, e, EM VISTA DISSO, percebe SER EXTENSÃO DO PAI!

*

O “CRISTO FEITO” E O IRREAL “MORTAL NASCIDO”!

A Bíblia declara a famosa citação de que HOMEM E MULHER FORAM CRIADOS À IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS.  Em seu Evangelho, João repetiu esta mesma Verdade, dizendo que O VERBO ERA DEUS, E SEM ELE, NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ”.  Como DEUS É ESPÍRITO, tanto o Antigo como o Novo Testamento  atestam que SOMOS “ESPÍRITO DIVINO”, e não “CARNAIS”!

A essência do “conhecimento da Verdade” está neste entendimento: SOMOS SERES DE NATUREZA IDÊNTICA À DE DEUS”, razão pela qual Jesus confirmou que “SOMOS DEUSES”,  REVELAÇÃO CONTIDA NO SALMO 82.

O mais impressionante, é encontrarmos ensinamentos e mais ensinamentos,  ditos “espirituais”, considerando o homem como “carnal”! E, na melhor das hipóteses, dizendo que “um dia será divino”!  O ilusório amontoado de DESVIOS DA VERDADE se deve à aceitação de que NOSSA MENTE  NÃO É DIVINA!  Jesus não nos julgava “pela carne”, pois, conhecia a Verdade e veio ao mundo unicamente para dar testemunho desta Verdade. Ao dizer que “deu-nos a glória para sermos um com Deus, iguais a ele”, apenas confirmava o que “DESDE O PRINCÍPIO SOMOS”, OU SEJA, O CRISTO! 

Em vista disso, Jesus ensinava a todos para que agissem como “deuses”, se vendo no REINO DE DEUS, e não na terra, e chamando de Pai unicamente a DEUS, sem que endossássemos a mentirosa “filiação mortal terrena”.

Filipe, com o Pai nele mesmo, MAS ACREDITANDO SER “FILIPE”, E NÃO “O CRISTO”,  assim pediu a Jesus: “MOSTRA-NOS O PAI!”. Jesus lhe respondeu: “Tenho estado TODO O TEMPO CONVOSCO, E VOCÊ ainda não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a MIM, vê o Pai”!

Já ouvi cristão ortodoxo  dizendo que JESUS EXPLICAVA A FILIPE QUE ERA O PAI PERTO DELE!  Esse tipo de  cegueira religiosa é o que mais fomenta a MENTIRA, em vez de revelar a VERDADE!  Jesus estava dizendo a Filipe que O PAI ESTAVA COM ELE – EM “MIM” – – NA “UNIDADE PERFEITA” EM QUE JESUS SE VIA E IGUALMENTE VIA FILIPE, BEM COMO VIA TODOS NÓS”!

O desconhecimento de que DEUS É TUDO, E QUE É O “CRISTO PRONTO”  QUE SOMOS, é a ILUSÃO de que “somos carnais”, destinados a evoluir, reencarnar ou ressuscitar!  TODAS ESTAS CRENÇAS FALSAS SE EVAPORAM, DIANTE DA PRÁTICA CORRETA A VERDADE!  Ela nos ensina a “nos despojarmos do velho homem e seus feitos”, para nos percebermos sendo o que verdadeiramente somos: O CRISTO CONSUMADO!

O enfoque absoluto da Verdade expõe a Verdade que TODOS JÁ SOMOS, que é a VERDADE ABSOLUTA de que DEUS É ÚNICO, É TUDO, e que  NADA HÁ, SENÃO DEUS!

*

SUA PERFEIÇÃO IMUTÁVEL É INVISÍVEL AOS SENTIDOS HUMANOS!

Acreditar em “imperfeições” significa atestar que APARÊNCIAS sejam realidades! Entretanto, TODA A REALIDADE É PERFEIÇÃO ESPIRITUAL, PORQUE DEUS É TUDO!  Em vista disso, o suposto “mundo de aparências” é chamado de ILUSÃO, isto é,  não passa de uma ilusória representação da “CRENÇA  EM PARES DE OPOSTOS”, meras APARÊNCIAS,  que  continuamente se alternam entre “boas” e “más”, sem que NENHUMA DELAS consiga retratar AQUILO QUE É OU AQUILO QUE SOMOS, QUE É UNICAMENTE DEUS EM SUA REAL E PERFEITA MANIFESTAÇÃO ONIPRESENTE!

Aquele que se vê estando realmente pelas ruas do “mundo de aparências”, pode ser entendido como ALGUÉM QUE NÃO SABE QUEM É NEM SABE ONDE ESTÁ! Em vista disso, nesta sua aparente caminhada pelo mundo, estará simplesmente sendo um “Sidarta Gautama”, antes de DESPERTAR, SER O BUDA,  e CONSTATAR que TUDO JÁ É ILUMINADO, ETERNO E PERFEITO!

Jesus via a mesma Verdade: “O REINO DE DEUS ESTÁ PRESENTE NO MUNDO INTEIRO, SÓ QUE OS HOMENS NÃO O ENXERGAM”! 

OS HOMENS ACREDITAM EM “APARÊNCIAS”!  ACREDITAM NUM DEUS QUE NÃO SEJA ELES PRÓPRIOS!  ACREDITAM QUE “LÁ, ONDE DEUS ESTÁ, DEVA EXISTIR PERFEIÇÃO”, MAS QUE ONDE ELES ESTÃO, EXISTA O BEM E O MAL!

“Onde o Espírito de Deus está, aí há liberdade”, diz  a Bíblia! E DIZ TAMBÉM QUE “NOSSO CORPO E NOSSO ESPÍRITO”  SÃO DE DEUS!  Em outras palavras, ONDE VOCÊ ESTÁ, ESTÁ DEUS SENDO VOCÊ E SENDO O LUGAR EM QUE VOCÊ ESTÁ!

SOMENTE QUANDO ESTA VERDADE RECEBER A DEVIDA ATENÇÃO E CONSIDERAÇÃO, VOCÊ SABERÁ ESTAR EM LIBERDADE E NUM REINO INTEIRO PERFEITO E ILUMINADO!

Aquele que se descuidar, quanto ao RECONHECIMENTO DA VERDADE, será alguém “preparado para ver imperfeição” até em voo de mosquito!  NÃO TERÁ SE DEDICADO À PRÁTICA DA VERDADE, QUE ESTÁ IMPLÍCITA NO ALERTA SÁBIO  DE JESUS: “NÃO PODEIS SERVIR A DOIS SENHORES”! .

A Ilusão faz com que “imperfeições” sejam vistas em tudo e em todos!  Não foi à toa que Paulo rotulou a “mente carnal” como sendo “a inimizade contra Deus”!  Entretanto, se as REVELAÇÕES DA VERDADE  somente ficarem figurando nas Escrituras, sem serem ACREDITADAS DE MODO CONVICTO,  UM “METAFÍSICO” SE EQUIPARARÁ’ A UM “ATEU”, POIS AMBOS ESTARÃO ACHANDO QUE “AS IMPERFEIÇÕES” SEJAM REALIDADES!

A visão correta deve CONTRADIZER  as CRENÇAS COLETIVAS, BEM COMO AS “APARÊNCIAS” QUE AS REPRESENTAM EM FORMA DE “IMAGENS HIPNÓTICAS”!  NÃO LUTE CONTRA ELAS! APENAS FAÇA O RECONHECIMENTO DAQUILO QUE SEMPRE E REALMENTE É:

“ISTO NÃO É O QUE APARENTA SER! ISTO É DEUS QUE SE MANIFESTA COMO …!”

Dedique-se corretamente à prática da Verdade, reconhecendo DEUS SENDO O CRISTO QUE VOCÊ É, E SENDO O REINO ILUMINADO EM QUE VOCÊ ESTÁ! AQUI E AGORA!

*

VOCÊ, SENDO “ERGUIDO DA TERRA”, ATRAIRÁ OS DEMAIS “A MIM”!

  

As Escrituras revelam que “É CHEGADO O REINO DE DEUS”, e que “DEUS SE AGRADOU EM DAR-NOS O SEU REINO”.  Como tudo que “DEUS FAZ” É PERMANENTE, COMPLETO E PERFEITO, também está revelado que “TUDO ESTÁ FEITO”.

Estas revelações nos informam a VERDADE ABSOLUTA de que SEMPRE ESTIVEMOS NO REINO CONSUMADO DE DEUS, do qual fazemos parte ETERNA E  ININTERRUPTAMENTE! As  citações bíblicas devem ser entendidas espiritualmente, e não ao pé da letra! O REINO, nos ter sido dado por Deus com agrado, deve ser entendido como TODOS NÓS SEMPRE TENDO ESTADO NELE, E EM UNIDADE COM ELE!  TUDO, EM DEUS, É PERMANENTE E JÁ FEITO!  ESTA É A VERDADE ABSOLUTA.

Que fazem os reveladores da Verdade? ANUNCIAM O QUE É REAL, PERMANENTE, PERFEITO E CONSUMADO!

O UNIVERSO ESPIRITUAL DIVINO SÓ É COMPLETO E PERFEITO CONTANDO COM TODOS OS SERES NELE PRESENTES E EM UNIDADE COM SUA PERFEIÇÃO INTACTA!

Este FATO REAL fez com que “VINDE A MIM”  fosse o CONVITE COMUM, feito pelos variados mensageiros. TODOS SABIAM QUE A SUPOSTA HUMANIDADE ERA UMA GRANDE FARSA HIPNÓTICA,  “HABITADA” POR SUPOSTOS “SERES FORA DE MIM”! Porém, por conhecerem a VERDADE, sabiam que “FORA DE MIM” não poderia haver NINGUÉM, uma vez que DEUS É TUDO! EM OUTRAS PALAVRAS, SABIAM QUE “ESTAR FORA DE MIM” ERA PURAMENTE UMA “ILUSÃO DE MASSA”!

Que seria a ILUSÃO?  Se o FATO REAL é estarem TODOS “EM MIM”,  SENDO O “EU SOU”  ÚNICO, INFINITO, ABSOLUTO, A ILUSÃO É CRER E ACEITAR COMO REAL ALGO OU ALGUÉM QUE ESTIVESSE  FORA OU SEPARADO DE DEUS,  O QUE JAMAIS TEVE REALIDADE!

EM VISTA DISSO, JESUS FOI TAXATIVO: “VÓS, DESTE MUNDO, NÃO SOIS”, POIS, ”ESTE MUNDO É DO PAI DA MENTIRA”;  “VINDE A MIM”, “BUSQUEM O REINO REAL EM PRIMEIRO LUGAR”!

Diante do exposto, devemos concluir que, de fato. JÁ ESTAMOS TODOS “EM MIM”, AQUI E AGORA, POR SERMOS O PRÓPRIO DEUS EM AUTOMANIFESTAÇÃO ONIPRESENTE E ABSOLUTA!

PORTANTO, “VIR A MIM” SIGNIFICA ENDOSSAR QUE “EM DEUS VIVEMOS, NOS MOVEMOS E TEMOS O NOSSO SER”,  como declarou Paulo. Na verdade, a declaração foi feita pelo CRISTO DE PAULO, e não por Paulo!

A MESMA COISA DEVERÁ SE REPETIR EM CADA UM DE NÓS, OU SEJA, ENDOSSAREMOS QUE “NOSSA VIDA É O CRISTO”, QUE “TEMOS A MENTE DE CRISTO” , E QUE “VIVEMOS PERENEMENTE  NO REINO CONSUMADO DE DEUS”!

Mesmo que grande parte da humanidade aparente acreditar na ILUSÃO, em nada esta CRENÇA FALSA afeta a “UNIDADE PERFEITA” QUE TODOS – SEM EXCEÇÃO – FORMAMOS “EM MIM”!

Deus jamais muda!  ASSIM,  CADA UM QUE, APARENTEMENTE, “FOR ERGUIDO DA TERRA”, COMO DISSE JESUS, ATRAIRÁ OS DEMAIS “A MIM”!

  *

“CRISTO EM VÓS” – ESPERANÇA DA GLÓRIA!

“Aos quais quis Deus fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério, entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória”.

Colossenses 1: 27

O  único  aparente “inimigo do homem” é sua suposta “adesão às imagens hipnóticas” do chamado “mundo do pai da mentira”. Crendo ter sua vida se desdobrando nestas imagens temporais e mortais, faz o homem o que se lhe mostrar possível para “proteger esta vida”, lutando para dar-lhe o máximo de conforto,  prazer e longevidade! Esta ILUSÃO somente se mostrará EXTINTA quando cada um CONHECER O CRISTO DE SI MESMO, e, como disse o apóstolo Paulo, CONHECER QUAIS SÃO AS RIQUEZAS DA GLÓRIA!

O CRISTO QUE SOMOS É “UM COM O PAI”,  e, portanto já vive na Oniação e no cumprimento natural das leis divinas, por estar IDENTIFICADO como o Filho  amado do Pai. 

Por que Paulo fala em “esperança da glória”? Sabia não haver receptividade às revelações absolutas! Esta aparente “falta de receptividade” é o fruto do “hipnotismo de massa’”, que sugere continuamente “pensamentos da mente carnal” com os quais ingenuamente a humanidade se identifica para viver “enxergando” aparências boas e más, sem noção alguma do CRISTO JÁ PRONTO E DISPONÍVEL, ESTABELECIDO POR DEUS EM CADA FILHO DE DEUS, “DESDE O PRINCÍPIO”!

A “receptividade ao Cristo”, segundo o enfoque absoluto, não o torna “esperança da glória”, como se o tempo existisse para que alguém pudesse “se despir” de sua natureza carnal! O CRISTO JÁ É A GLÓRIA DO PAI EXPRESSA COMO O FILHO, AQUI E AGORA!  PORÉM, ESTA VERDADE TERÁ DE SER RECONHECIDA!

O “reconhecimento” da presença do “CRISTO EM NÓS” deve nos levar à convicção de que A GLÓRIA ESTÁ EM NOSSA PERCEPÇÃO DE O CRISTO JÁ “ESTAR SENDO” NOSSA REAL IDENTIDADE!   Inexiste “ser humano” para ter nele “alojado o Cristo”, dualidade muito empregada por ensinamentos relativos e dualistas! Tais ensinamentos NEGAM A TOTALIDADE DE DEUS!

‘TEMOS” a Mente de Cristo – disse Paulo! É mais do que evidente que nenhum suposto “carnal” se encaixaria nesta revelação absoluta!

Mesma que façamos “concessões ao mundo”, usando a “mente humana” nos aparentes contatos diários, saiba VOCÊ, conscientemente, que SUA MENTE É  IDÊNTICA À  MENTE DE CRISTO JESUS, pois é esta IDENTIFICAÇÃO COM A MENTE DE CRISTO QUE REVELA A VOCÊ O CRISTO QUE VOCÊ É!  Esta IDENTIFICAÇÃO é feita com “coração de menino”, que é uma condição que nos  possibilita  DESCARTAR O INTELECTO! AFIRMAR “EU TENHO A MENTE DE CRISTO”, COM O PURO “CORAÇÃO DE MENINO”,  É O QUE NOS SINTONIZA DE IMEDIATO COM AS “RIQUEZAS DA GLÓRIA”!

“A inclinação do Espírito é VIDA E PAZ” (Rom. 8: 6),  ALGO  que o mundo desconhece e, portanto, não nos pode dar!  Somente CONHECENDO O “CRISTO QUE SOMOS”, TEREMOS “VIDA E PAZ” ETERNAMENTE, PORQUE “QUEM TEM O FILHO, TEM O PAI”, OU SEJA, TEM O CONHECIMENTO DE QUE TUDO QUE É DO PAI PERTENCE AO  FILHO,  AO CRISTO QUE VERDADEIRAMENTE VOCÊ É!

*

SOMENTE DEUS SABE QUEM E COMO VOCÊ É !

Por que Deus deve ser “buscado em primeiro lugar”?  Primeiramente, por SER TUDO EM TODOS, e, em segundo lugar, por SER QUEM CONHECE VOCÊ EXATAMENTE COMO VOCÊ É! Você poderia tentar descrever ou definir QUEM VOCÊ É,  usando de todas as palavras que conhece, MAS NÃO CONSEGUIRÁ DESCREVER EM NADA O FILHO DE DEUS CONCEBIDO POR DEUS PARA ETERNAMENTE SER VOCÊ!

O mundo todo poderá acreditar ser capaz de DEFINI-LO! Seus supostos parentes,  médicos,  padres, pastores e mestres; mas, PODEM DESISTIR! SOMENTE EMITIRÃO CONCEITOS E CRENÇAS!

UNICAMENTE DEUS É CAPAZ DE FAZÊ-LO VERDADEIRAMENTE!

O MUNDO O CHAMARÁ POR “NOME DE FAMÍLIA”; OS MÉDICOS  O COLOCARÃO NUMA PARAFERNÁLIA DE APARELHOS E INSTRUMENTOS, PARA VASCULHAR UMA “ILUSÃO HIPNÓTICA” CHAMADA “CORPO MATERIAL”, COISA QUE DEUS DESCONHECE, E SUAS IGREJAS SÓ O VERÃO “PELA CARNE”, E, EM VISTA DISSO, LHE FALARÃO DE “PECADOS” E DE SUPOSTAS “LEIS DO CARMA”, PARTINDO DO PRESSUPOSTO DE QUE VOCÊ É AUTOR DE FATOS BONS E MAUS, E QUE TERÁ DE SER RESPONSABILIZADO POR ELES!

“SOU EU, EU MESMO, que apago as tuas transgressões, e de teus pecados nem me lembro”. Como nos veio esta revelação? VEIO DE DEUS PELA VOZ DE ISAÍAS, profeta que O buscava EM PRIMEIRO LUGAR!  Contudo, mesmo sendo repassada à humanidade, não terá o mesmo efeito produzido em Isaías, pois, é EXPERIÊNCIA VIVIDA ACIMA DA CRENÇA COLETIVA, E SOMENTE “EM COMUNHÃO COM DEUS”  PODE SER ENTENDIDA!

“Tu  ÉS o meu Flho amado em quem me comprazo”, ouviu Jesus como revelação DIRETA DO PAI!” Teria ele ouvido a revelação por ser “especial”, um “escolhido por Deus”? NÃO! SE ASSIM FOSSE, DEUS FARIA ACEPÇÃO DE PESSOAS, CRENÇA QUE CONTRADIZ AS ESCRITURAS!

O FATO É OUTRO: JESUS BUSCAVA A DEUS EM PRIMEIRO LUGAR!  POR ISSO, ASSIM DISSE: “BATEI, E SE VOS  ABRIRÁ”!

DEUS SE REVELA UNIVERSALMENTE, E TODO AQUELE, DESEJOSO DE OUVIR SUA VOZ EM PRIMEIRO LUGAR, PERCEBERÁ EM SI MESMO ESTA VERDADE!

Explicando a um crente que NÃO EXISTE DEUS QUE NÃO SEJA TUDO, E QUE O EVANGELHO REAL PREGA A UNIDADE COM DEUS, QUE É FATO E NÃO META, ELE NÃO SE SOLTAVA DAS CRENÇAS DE IGREJAS, QUE DIZEM QUE UNICAMENTE PELO “NOME DE JESUS” ALGUÉM PODE SER SALVO DOS PECADOS. PERGUNTEI A ELE: “QUEM TERIA IDO A DEUS, PARA RELEMBRÁ-LO DE PECADOS DE ALGUÉM?  NÃO DISSE ISAÍAS, VINDO ANTES DE JESUS, QUE DEUS DISSE  ‘NÃO SE LEMBRAR DE PECADOS DE NINGUÉM’? QUEM FOI LEMBRÁ-LO DELES?”. 

É EVIDENTE QUE NÃO HOUVE RESPOSTA!  MOSTRAVA-SE HIPNOTIZADO PELAS FALSAS CRENÇAS RELIGIOSAS, QUE NÃO CREEM QUE DEUS SEJA TUDO!

DEUS É TUDO, SEMPRE FOI E SERÁ TUDO, E “BUSCÁ-LO EM PRIMEIRO LUGAR” SIGNIFICA RECONHECÊ-LO COMO NOSSO PAI, NOSSA VIDA E  NOSSO ESPÍRITO!

SOMENTE DESSE MODO VOCÊ SABERÁ QUEM VOCÊ REALMENTE É,  E CONHECERÁ O REINO EM QUE REALMENTE ESTÁ!

Quando Paulo se viu “crucificado”, como “carnal nascido”, conheceu a SI MESMO como sendo O CRISTO! A Metafísica Absoluta tem por ALVO unicamente o reconhecimento de que DEUS É TUDO, INCLUSIVE QUEM SOMOS; POR ISSO, ATRAVÉS DELA, “ACERTAMOS O ALVO”, QUANDO PERCEBEMOS DEUS EXATAMENTE COMO DEUS SE PERCEBE, SENDO TUDO E SENDO O FILHO QUE  TODOS SOMOS! UMA “UNIDADE PERFEITA”!

*