NÃO EXISTE DEUS E! EXISTE SOMENTE DEUS!

O trabalho contínuo de encararmos cada problema como hipnotismo, um “nada”, um “não poder” ou “não substância”, nos conduz à Consciência mística da Unidade, em que não existe “Deus e”, mas que existe somente Deus: Deus aparecendo como ser individual, e Deus aparecendo como Universo espiritual.

 

O Universo espiritual, feito da Substância do Espírito, formado pela Consciência e mantido pela Lei espiritual, está exatamente AQUI. Neste Universo espiritual não existe doença, não existe falta ou limitação, não existe infelicidade ou discórdia, nem tampouco ser algum para ser curado ou modificado. Há somente o Reino da Divina Harmonia e Paz, que a tudo permeia, sem distúrbio de qualquer natureza.

Aceitemos ou não, o fato é que estamos neste Universo espiritual neste instante. Não temos de ir a algum lugar para encontrá-lo. Ele está exatamente aqui, onde nós estamos. Portanto, assim deve ser a nossa oração:

“Pai, que meus olhos sejam abertos, permitindo-me ver e contemplar este Universo espiritual! Revele-me a Sua Glória, aqui e agora. Não permita que eu tente modificar este Universo! Deixe-me somente contemplá-Lo”.

A CONSCIÊNCIA DA PERFEIÇÃO É A EVIDÊNCIA DA PERFEIÇÃO!

Caso você esteja contemplando o aspecto da Verdade chamado Substância, você estará consciente da Substância, e isto por ser você a própria Consciência que é Substância. Em sua contemplação, você percebe aquele aspecto da Verdade que é Perfeição, pois toda Substância é Consciência perfeita. A própria Mente, ou Consciência, que você é, contemplando a Perfeição que é Substância, – a Substância que é Perfeição –, é a manifestação instantânea da Verdade que você está contemplando. Não existe nenhuma dualidade presente aqui.

A manifestação desta Verdade não pode ser algo que vem a seguir, ou posteriormente, com relação à sua Consciência deste aspecto da Verdade. Antes, sua Consciência sendo esta Verdade, ativa em contemplação desta Verdade, é a manifestação presente da Substância que é perfeita—a Perfeição que é Substância.

 Suponhamos que você esteja consciente daquela Verdade que é a Visão. Novamente, você está consciente como a Verdade completa que é Visão perfeita. Sua Consciência como Visão perfeita, ou da Visão perfeita, não é separada da evidência que é Visão perfeita. Ela não é sua contemplação desta Verdade e a manifestação da Visão perfeita. Antes, você, consciente da Visão que é Visão perfeita, é a própria evidência da Verdade que é Visão perfeita. Resumindo, a Consciência que você é, consciente de ser a Verdade que você está “vendo”, é a Substância, e a Atividade – a Evidência em Si. Você agora pode ver porque é impossível o atraso da Evidência de qualquer Verdade que você contempla. E pode, também, perceber porque é inevitável que a evidência seja simultânea com a contemplação.

Aqueles que se dedicam a atender chamados de ajuda, podem avaliar quão útil lhes será esta forma de contemplação, quando os pedidos vierem de quem não está presente. Aqui, de novo, é bom que fique alerta quanto à ilusão de dualidade. Se lhe parecer estar separado da Consciência de quem solicitou auxílio, este senso de separatividade é dualismo. A CONSCIÊNCIA NUNCA ESTÁ DIVIDIDA. Você não está tentando reconhecer alguma Verdade para – ou sobre – alguém que seja uma Consciência separada da Identidade consciente que você é. Assim, você não tenta “alcançar” a sua Consciência. Na verdade, sua primeira percepção é de que a Consciência que você é, é a mesma Consciência indivisível que ele é. Mas você não para nesse ponto. Você percebe, também, que a Consciência que ele é, é exatamente a mesma Consciência indivisível que você é.

#

A EXTINÇÃO DO DUALISMO

No “Evangelho de Tomé”, Jesus  assim declara com clareza:“…Os mortos não vivem, e os vivos não morrerão”. Que maravilhosas palavras da Verdade! Estas figuras do aparente “desenho animado”, pequenas, distorcidas, não são vivas, pois não consistem de Mente consciente, amorosa e viva. São apenas uma aparência de morte. Porém, Amado, esta aparência é a única morte que há, ou que pode haver. Entretanto, nós estamos, exatamente aqui, conscientemente vivos, exatamente agora, no âmago destas falácias e falsas imagens; e o fato de estarmos vivos é prova de que não existe morte alguma. Naturalmente, a Mente consciente, eterna e viva, que somos, exatamente aqui e agora, não pode morrer.

Jesus prossegue: “Quando comíeis o que era morto, vós o tornáveis vivo”. Sim, foi somente nosso aparente reconhecimento e aceitação deste mundo de aparência que fê-lo aparentar ser vivo, ser inteligente ou consciente. Nós parecemos mantê-lo vivo pelo apego à ilusão de que ele seja real. Dessa maneira, nós parecemos alimentá-lo, mantê-lo e sustentá-lo. Uma ilusão requer alguém para ser iludido por ela, para que possa inclusive constituir uma ilusão. Quando estamos plenamente iluminados, sequer aparentaremos estar iludidos. Desse modo, a ilusão com nada conta para alimentá-la, sustentá-la ou mantê-la. E então, inevitavelmente, ela se desvanece: deixando inclusive de aparentar existir.

Ao final da citação, Jesus indaga: “Quando éreis um, vos tornastes dois; mas, quando fordes dois, que fareis?”

 Sim, que iremos nós fazer? Amado, nós faremos exatamente o que estamos fazendo, exatamente aqui e exatamente agora; nós prosseguiremos em nossa realização do fato de que eternamente somos Um, e não dois. Desse modo, esta fase aparente de dualismo é extinta.

*

O MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO COM DEUS!

“E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação. Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação”. 2 Coríntios 5: 18,19

Quando Jesus orou para que SEJAMOS UM, perfeitos em UNIDADE, levava-nos à PERCEPÇÃO de DEUS sendo UM TODO ONIPRESENTE E INDIVISÍVEL, uma ONIPRESENÇA AMORFA na qual TODAS AS FORMAS SE EXPRESSAM!

Há vezes em que alguém faz a seguinte pergunta: “Você acredita que haja vida em outros planetas?”  Tal tipo de pergunta apenas atesta ou comprova que A EXISTÊNCIA REAL, ESPIRITUAL, COMO VIDA

ONIPRESENTE, NÃO ESTÁ SENDO RECONHECIDA! É pergunta baseada na ILUSÃO de “vida material”, descontínua e cheia de falhas, ou seja, é como a cega e ilusória “mente carnal” consegue “perceber” a sua ilusão de mundo!

Deus é VIDA ONIPRESENTE, só capaz de ser percebida ESPIRITUALMENTE, e isto foi exposto por Paulo explicitamente:“Temos a Mente de Cristo”, para discernirmos espiritualmente o que nos é dado gratuitamente por Deus”!

De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse.  Rogamos-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus. Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus (2 Cor. 5: 20-21).

O que Paulo nos diz, é que Jesus, ciente da Verdade de que SOMOS TODOS UM, como UNIDADE PERFEITA, apresentou-se como “carne”, e se fazendo “pecado” por toda a humanidade, para que a ILUSÃO DE SEPARATIVIDADE DE DEUS fosse “desfeita”, Em outras palavras, Jesus veio PARA NOS ENDEUSAR, para nos fazer ver que SOMOS DEUSES, E, COMO NOS DISSE PAULO, PARA NOS RECONCILIAR COM DEUS, uma vez que, COMO CARNAIS HIPNÓTICOS, unicamente estaríamos “reconciliados com a ILUSÃO, com a CRENÇA EM PECADOS E PECADORES, e assim “ERRANDO O ALVO”, ou seja apenas “vendo” a irreal matéria com seus ilusórios “carnais nascidos ou mortos”, sem qualquer PERCEPÇÃO DA TOTALIDADE DE DEUS!

Entender o Evangelho é aceitar que “o mundo do pai da mentira” é um blefe ou boato aceito coletiva e hipnoticamente pela humanidade!

Jesus veio para revelar “SER CHEGADO O REINO DE DEUS” e para ensinar como DISSOLVER ESTE HIPNOTISMO COLETIVO, para aclarar a TODOS que somos A UNIDADE PERFEITA, QUE É DEUS – e isto, ininterruptamente, “desde o princípio”!

*

EM QUE CONSISTE A CHAMADA “ILUMINAÇÃO ESPIRITUAL”?

Muitos aparentam existir, “buscando o Reino de Deus”, “iluminar-se espiritualmente”, ou “despertar espiritualmente”! E crendo nesta DUALIDADE, acabam  NEGANDO QUE DEUS, SENDO TUDO, E SENDO LUZ, É A VERDADE JÁ PRESENTE E EVIDENCIADA POR TODOS OS FILHOS DE DEUS, POIS, COMO DISSE JESUS, “TODOS JÁ SÃO “UM COM DEUS”, E, NA GLÓRIA DESTA VERDADE, TODOS  JÁ FORMAM A UNIDADE PERFEITA!

A questão principal está em CADA UM, aparentemente, ter-se entulhado de CRENÇAS DUALISTAS, sempre endeusando supostos “mestres” ou “instrutores”, MAS IDENTIFICANDO-SE COM A “MENTE CARNAL”, a própria “inimizade contra Deus”, assim chamada por Paulo, pois, apesar de ser ILUSÓRIA, é entendida como sendo a “mente verdadeira” da maioria. POR ISSO, A LUZ QUE RESPLANDECE EM TODOS, APARENTA SER-LHES “TREVA”!

A “letra mata”, mas O ESPÍRITO DE DEUS, em cada um, a “VIVIFICA”!  Se a LETRA diz ser necessário “ocorrer uma MUDANÇA DE REFERENCIAL”, que se constitui de uma SOLTURA do errôneo “JUÍZO SEGUNDO AS APARÊNCIAS”, para que aparentemente “SE REVELE O DESPERTAR ESPIRITUAL”, o que costuma ser “entendido”, é que “SOMOS TREVAS EM BUSCA DA LUZ”, OU SEJA,  O APEGO AO JUÍZO PELAS APARÊNCIAS é o que se mostra  sendo MAIS ACENTUADO! E A “TROCA DE REFERENCIAL” FICA ENTENDIDA NÃO COMO IMEDIATA, MAS COMO “META”! Mas o requerido, é o endosso da VERDADE QUE DESTRÓI O ERRÔNEO E CONDENADO POR JESUS “JUÍZO PELA MATÉRIA”!

Jesus foi claro: “SOIS A LUZ DO MUNDO”! Nunca disse que “somos TREVAS”! Se o dono de  uma loja de roupas, cheia de “manequins vestidos”, desligar à noite  todas as luzes da empresa, os “manequins” se tornarão “escuridão”, e não iluminados como eram vistos sob luzes! MAS A “LUZ QUE SOMOS” É PERMANENTE! É DEUS EM ONIAÇÃO! JAMAIS SE APAGA! JAMAIS PODE SER APAGADA! Cada FILHO DE DEUS É DEUS, NÃO “MANEQUIM SEM LUZ PRÓPRIA” Não requer mais luz! JÁ TEM SUA ILUMINAÇÃO PLENA, QUE É ETERNA E RESPLANDECENTE!

A ILUSÃO DE “DESEJAR SE ILUMINAR” decorre de sua IDENTIFICAÇÃO COM A MENTE CARNAL, vendo-se “segundo as aparências”, e acreditando haver LUZ E TREVA!

Disse também Jesus: “Se os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas”.

Transcenda as “aparências”, contemple-se segundo o JUÍZO JUSTO, afirmando e reconhecendo a Verdade eterna que é você!:

“HONRO A MIM MESMO ASSIM COMO HONRO O PAI, POR SER O CRISTO CONSUMADO EXPRESSANDO INDIVIDUALMENTE O VERBO DO PAI! SOU A LUZ! ANDO NA LUZ!  SOU, PORTANTO, ILUMINADO!”

*

“ANDAI COMO FILHOS DA LUZ!”

“Sois Luz. Andai como filhos da Luz”.

Efésios 5: 8

Há muitos que conhecem o fato de ter Jesus subido ao monte e revelado que “SOMOS A LUZ DO MUNDO”. Mas são poucos os que se revestem desta revelação para torná-la um princípio de vida prática. A passagem bíblica em que três discípulos de Jesus o viram ao lado de Moisés e de Elias, não como “corpo carnal”, e sim como “CORPO DE LUZ”, comprova que a revelação não apenas era verdadeira para ele, mas sim, verdadeira para todos nós!

Paulo endossa e reforça esta Verdade, dizendo: “SOIS LUZ; ANDAI COMO FILHOS DA LUZ”! Quantos são os que se ajustam à “frequência mental” desta Verdade, para a viverem aqui e agora? Esta é a questão!

As Verdades requerem decidida soltura das arcaicas “CRENÇA FALSAS”, que endossam dualidade e materialidade! No caso, Jesus e Paulo revelam que NÃO SOMOS FILHOS DA CARNE, como erroneamente é aceito pela humanidade! Como DEUS É LUZ, dizer que SOMOS FILHOS DA LUZ quer dizer que SOMOS FILHOS DE DEUS! E se assim somos, por que é necessário sermos avisados quanto a isto? Devido à IDENTIFICAÇÃO COLETIVA com a ilusória “mente carnal”, que nos vê como “carnais nascidos de mortais”, algo que JAMAIS ESTEVE SENDO VERDADE!

Ao discutir com os iludidos fariseus, que se viam como “carnais” e também o viam do mesmo modo, Jesus disse a eles: “Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira” (João 8: 44)..

A intenção de Jesus era a de elevar-lhes a frequência mental ao patamar divino, mas nada eram capazes de perceber! Também Paulo, dizendo que SOMOS LUZ, e que devemos ANDAR NA LUZ, pretendia trocar o ilusório referencial material pelo real e iluminado! Mas até hoje, poucos são os que percebem o valor disso para viver segundo estas revelações! Paulo repetia Jesus, que assim dizia: “COLOCAI NO ALTO A VOSSA LUZ!”.

Somente AQUELES que, de fato, se decidirem por “renascer”, da mentira de serem “carnais” para  a Verdade de serem a LUZ DE DEUS, irão achar a SI MESMOS vivendo pela Graça, e constatando esta Verdade sempre a endireitar-lhes todos os supostos “caminhos tortos”! 

*

SÍNDROME DE TOMÉ: VER “MATÉRIA” PARA PODER CRER!

Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio. Os outros discípulos contaram-lhe depois: “Vimos o Senhor!”. Mas Tomé disse-lhes: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei”. João 20: 24

Quando alguém começa a intuir e perceber que o suposto “mundo dos fenômenos” é, de fato, uma farsa hipnótica, sem Deus e sem realidade, somente então, se vê dotado de interesse, dedicação, perseverança e determinação para não mais se deixar iludir, por buscar se realizar “nas coisas da terra”, em vez de

“nas coisas do Alto”, sua Autorrealização genuína, que é espiritual, eterna, consumada e plena.

Aparentemente, nos vemos diante de um “mundo material” e de “seres carnais”! Desacreditar desta CRENÇA FALSA é CONHECER A VERDADE que nos liberta! “DEUS É ESPÍRITO”,  disse Jesus, “E IMPORTA QUE O ADOREMOS EM ESPÍRITO E EM VERDADE”!

O sentido é claro, porém, colocá-lo em prática nos requer o que disse Jeremias: TEREMOS DE FAZÊ-LO DE TODO O CORAÇÃO!

Tomé, sendo informado de que Jesus, ressuscitado, havia se encontrado com os demais discípulos, como  estava ausente, na ocasião, assim disse: “Se eu não vir a marca dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei”.

Sua DESCRENÇA simbolizava a humanidade toda se mostrando iludida pela CRENÇA NA MATÉRIA, e mesmo os discípulos se convenciam dela!

Não há quem “GLORIFIQUE A DEUS EM SEU CORPO” ENDOSSANDO A CRENÇA DE “ESTAR ENCARNADO”! Mas há quem acredite que O CORPO CARNAL É O “TEMPLO DE DEUS”! Por isso, a Metafísica Absoluta revela, como axioma fundamental, que a suposta “MATÉRIA” NÃO EXISTE!

Voltando à Bíblia, assim ela prossegue, dizendo:

Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava com eles. Estando fechadas as portas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco”. Depois disse a Tomé: “Põe o teu dedo aqui e olha as minhas mãos. Estende a tua mão e coloca-a no meu lado. E não sejas incrédulo, mas fiel”. Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus!” Jesus lhe disse: “Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!”

O ensinamento absoluto, enfatizando que DEUS É TUDO e incentivando o abandono consciente do “juízo segundo as aparências”, intenta fazer com que todos creiam, MESMO SEM VER, no Cristo de si mesmos”, para serem considerados “bem-aventurados”, mesmo estando, aparentemente,  diante de “aparências materiais”.

É como disse Paulo: “Daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo, agora, já o não conhecemos deste modo”.

2 Cor. 5:16

*

“QUEM AMA O MUNDO E AS COISAS DO MUNDO!”

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai näo está nele”.

1 João 2: 15

Costuma-se dizer que DEUS É TUDO, sendo esta a premissa básica do ensinamento absoluto. Como DEUS É AMOR, a Verdade é que O AMOR DIVINO É TUDO, UMA VEZ QUE “SEM O VERBO DIVINO, NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ”!

Se encontrarmos “alguém” alardeando sobre a suposta existência humana, a falsa CRENÇA DUALISTA de “amor e ódio” estará aparentemente presente, iludindo os “mortos do mundo” que não perceberam ainda que a própria VIDA encontra-se em SI MESMOS, não como “carne”, mas EM DEUS, como “O CRISTO”!

Nisto conhecereis se sois os meus discípulos”, disse Jesus: “SE VOS AMARDES UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI”.

Como Jesus nos amou? Vendo “carnais em aparências”? Ou dizendo que “sua mãe e seus irmão são os que fazem a Vontade do Pai”? O Amor divino é de tamanha pureza, que O PAI AMA SANTOS E PECADORES DE FORMA INCONDICIONAL, por ser, como diz a Bíblia, “PURO DEMAIS PARA VER O MAL” (Habacuque).

Com clareza Jesus declarou que “o príncipe do mundo material é Satanás, pai da mentira”. Satanás, ou diabo, são nomes dados às atividades ilusórias da suposta “mente humana”, chamada também de “a inimizade contra Deus”. Esta “mente ilusória” faz o que pode para PARECER TER REALIDADE; ENTRETANTO, UM SIMPLES LAMPEJO DA REALIDADE DIVINA, E  SE MOSTRA APAGADA EM SUA FALSA PRESENÇA, COM TUDO AQUILO QUE PARECIA SER-NOS POR ELA SUGERIDO SOB A FORMA DE “IMAGENS HIPNÓTICAS”!

Assim como um hipnólogo “inventa imagens irreais”, para incuti-las como reais àquele a quem hipnotiza, também esta “inimizade contra Deus” tenta se mostrar presente, trazendo as CRENÇAS TERRENAS à lembrança de incautos, assim como fez com Pedro, ao contestar as falas de Jesus, que lhe retrucou na hora: “Cala-te, Satanás, que unicamente conhece as coisas dos homens, e não as de Deus!”

Que são as “coisas dos homens”? TOLICES PARA DEUS! ATIVIDADES ILUSÓRIAS COM  A PRETENSÃO DE COMPETIR COM A ONIAÇÃO DIVINA! E DENTRE ELAS, APARECE O SUPOSTO “AMOR AO MUNDO E ÀS COISAS DO MUNDO”, FALSIDADE DEFENDIDA POR AQUELES QUE NÃO SE SENTEM APTOS A “PERMANECER EM MIM”, NO AMOR DE DEUS, NO AMOR QUE É TUDO!

“Quem ama o mundo e as coisas do mundo, não há nele o Amor de Deus”, declarou João. Desse modo, salientou a Verdade dita por Jesus, ao dizer que “somos seus discípulos se nos amarmos uns aos outros COMO ELE NOS AMOU”! Este Amor REAL E ONIPRESENTE está INCLUSO no CRISTO QUE SOMOS, e pode ser identificado pela nossa IDENTIFICAÇÃO COM A ONIAÇÃO, e nunca com “feitos que partem do suposto ego amoroso”!

Todo tipo de “desilusão amorosa” é decorrente da ILUSÃO CHAMADA “AMOR HUMANO”. Por isso, assim disse Jesus: “Se alguém deseja seguir-me e ama a seu pai, sua mãe, sua esposa, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até mesmo a sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo” (Lc. 14: 26). Está nos dizendo que NÃO PERCEBERÍAMOS O AMOR INCONDICIONAL, QUE É DIVINO E PRESENTE EM TODOS OS SERES QUE SE VEEM NA “UNIDADE PERFEITA”! E QUE NÃO PERCEBERÍAMOS A VIDA ETERNA VIVIDA POR DEUS COMO TODOS OS FILHOS DE DEUS, EXERCENDO A VONTADE DO PAI EM  SUA CONSTANTE ONIAÇÃO!

*

CONTEMPLE O “VERBO DE DEUS” EMANADO COMO VOCÊ NESTE EXATO AGORA!

Deus é TUDO, e, para Deus, “o tempo não existe”! Desse modo, toda REVELAÇÃO DIVINA é algo se dando neste exato AGORA, algo AGORA acontecendo. Quando nos é dito que “as obras de Deus duram perpetuamente, e nada pode ser-lhes tirado nem acrescentado”, estas palavras endossam a Verdade da CONSTÂNCIA IMUTÁVEL da Realidade divina, e revelam QUEM SOMOS como integrantes ESPIRITUAIS desta CONSTÂNCIA permanente!

Uma revelação vitalmente importante, e que nos diz respeito, requer ser percebida integralmente em nossas “contemplações absolutas”. É a revelada por João, no início de seu “Evangelho sem manjedoura”, que assim diz:

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam”
(João 1: 1-5).

Passemos estas palavras de João à CONSTÂNCIA e ao AGORA IMUTÁVEL, eliminando as colocações temporais, apenas aceitas pela suposta “mente humana”. E assim teremos:

“No AGORA é o Verbo, e o Verbo está com Deus, e o Verbo é Deus.
Ele está AGORA com Deus. Todas as coisas SÃO AGORA FEITAS por ele, e SEM ELE nada do que ESTÁ FEITO se faz. Nele está a vida, E A VIDA É A LUZ DOS HOMENS. E a luz resplandece nas trevas, e AS TREVAS NÃO A COMPREENDEM”,

 

Leia com calma, algumas vezes, e ACHE VOCÊ contido nestas palavras! O Evangelho é a “BOA NOVA” SOBRE VOCÊ! É A VERDADE QUE É DEUS SENDO VOCÊ!

Observe que “Boa Nova” não é expressão apropriada para “revelações”! TUDO SEMPRE É CONSTÂNCIA ETERNA, sem novidades!

O UNIVERSO EM QUE ESTAMOS ESTÁ FEITO, E ESTAMOS CONSTANTEMENTE VIVENDO NELE!

“O Verbo é o que É, o Verbo é Deus, o Verbo está AGORA com Deus, TUDO ESTÁ FEITO POR ELE. E, SEM ELE, NADA ESTÁ FEITO, ou seja, podemos chamar de ILUSÃO, MENTIRA OU NADA!

A VIDA ESTÁ NO VERBO, E A VIDA É A LUZ DOS HOMENS, SUA LUZ, A MINHA LUZ E A LUZ DE TODOS!

 

 “A LUZ  RESPLANDECE NAS TREVAS”, diz João. EM OUTRAS PALAVRAS, SUA LUZ É A SUA VIDA, VIVA COMO “VERBO DIVINO”, EM PLENA RESPLANDECÊNCIA, AQUI E AGORA.

“E AS TREVAS NÃO A COMPREENDEM”, por NÃO SEREM “VERBO”, POR NÃO SEREM LUZ, POR NÃO “SEREM FEITAS”!

 

Grave nitidamente o que é SER LUZ e o que é “SER O NADA DIANTE DA LUZ”.

 

Suas “contemplações absolutas” devem sempre partir da CONSTÂNCIA de sua PRESENÇA como “VERBO DE DEUS”, como “CORPO RESPLANDECENTE DE LUZ”, e como “LUZ INFINITA QUE DESCONHECE TREVAS”!

 

*

MEDITE COM OS OLHOS VOLTADOS PARA DENTRO!

Há tempos, quando havia rondas de guardas

noturnos pelos bairros da cidade,

 quem passasse de carro via muitas vezes a sombra deles projetadas nas paredes; e então, poderia dizer: “Os guardas estão ali!”. Entretanto, eles mesmos não teriam sido vistos, sendo notados pelas suas sombras, que, mesmo sem terem vida, ali mesmo se movimentavam como reflexo do movimento real deles, que estava fora de visão.

Este “mundo de aparências” é, igualmente, um mundo de sombras, um mundo sem vida; somente a Oniação divina é real como Atividade universal e, portanto, Atividade de  todos nós. Em outras palavras, Deus Se movimenta em SI MESMO como Oniação perfeita, e, em vez de cada um fazer sua identificação com Sua Atividade, aparenta se identificar com a “sombra”, com as “aparências” supostamente “vistas” pela mente humana. Esta é a ILUSÃO DE MASSA!

O Reino da Verdade, iluminado e único, está manifestado AQUI E AGORA; disse Jesus: “não é visível”, e está “entre nós”. Por isso, as “contemplações da Verdade” requerem “interiorização”, para que nos voltemos ‘a Mim’ – ao EU SOU divino, espiritual e perfeito.

Pratique o Silêncio deslocando sua “visão” do externo para o interno! Entenda seus “olhos” como voltados ao EU – Deus sendo você!

Use a imaginação, observando a ilustração deste texto, percebendo-se com “olhos voltados para dentro”, o que lhe facilitará sobremaneira a “percepção”.

Em palestras, muitas vezes eu desenhava

esta figura na lousa. “Olhe para dentro”, sem nenhuma atenção para o exterior, assumindo que a Consciência Iluminada É a SUA, e que ela “contempla”  – AQUI E AGORA – o Reino de Deus revelado pelas Escrituras como “chegado”.

 

*

MEDITE NA TOTALIDADE DE DEUS,E O “MUNDO DA MENTIRA” SE DERRETERÁ!

Somente a TOTALIDADE DE DEUS, RECONHECIDA, pode dizimar as “crenças mortais” invasoras do nosso Templo! Estas ilusórias presenças nos chegam de toda parte, em nosso dia, procurando levar-nos a CRER NELAS! Aquele que PERMANECER EM MIM, na Unidade com Deus e em Sua Oniação, verá sempre a Harmonia IMUTÁVEL do Reino de Deus à sua volta, DESDE QUE TENHA TIDO  INTERESSE E  DEDICAÇÃO suficientes para NÃO SE ENVOLVER COM AS “MIRAGENS DA MENTE CARNAL”.

Não há realidade em “CORPO MATERIAL”, supostamente “vivo na matéria”. Nada do que é “visto pelos sentidos humanos” é realidade. Por quê? Por serem meras “miragens temporais”, “imagens hipnóticas”, dando-nos a impressão de existirem num suposto “mundo material”!

O Reino de Deus está  ENTRE NÓS,  mas SEM SER QUALQUER DAS APARÊNCIAS FENOMÊNICAS VISTAS PELA MENTE CARNAL, CONSIDERADAS POR ELA COMO  “ACONTECIMENTOS  EXTERIORES,  E SEM QUE O SEJAM!!

Logo que conheci a Metafísica, trabalhava  numa firma de projetos para indústrias alimentícias; e então, numa tarde, aconteceu uma discussão violenta entre a chefia e os funcionários, e se formou uma APARÊNCIA DE COMPLETO TUMULTO . Como eu não estava envolvido, chegando o horário de saída, fui para casa e passei a  meditar para me desvencilhar daquelas imagens que ficaram retidas na mente. De repente, as “imagens do tumulto”  voltaram a ser vistas na mente, exatamente como estavam sendo vistas na empresa. Fiquei  apenas observando o acontecido, e as imagens iam se dissolvendo, as cores iam se misturando, e, ao final, o cenário todo ficou branco, sem qualquer figura presente nele. Achei  que este seria o fim daquela visão, mas me enganei. As cores foram retornando ao cenário, as imagens foram se mexendo e sendo refeitas na mente, até  tudo reaparecer e se mostrar sereno e em absoluta harmonia. E este foi o fim da experiência. No dia seguinte, na empresa, o que vi foi o “quadro de tumulto” ter sido eliminado, com  a harmonia ali restabelecida, exatamente como foi vista durante a meditação!

Com esta experiência ficou-me claro ter ocorrido uma “cura espiritual”, revelando que O CENÁRIO FENOMÊNICO não era o que parecia ser, acontecendo “lá fora numa empresa”, mas sim, era uma “aparência de desarmonia” somente vista pela mente humana. E foi por isso que reapareceu-me em minha casa, até ser trocada pela imagem refletida da Ordem divina!

Por isso, nas meditações, não carregamos  SUPOSTAS “imagens de desarmonias”. Antes, no silêncio da Alma, abrimo-nos à DIVINA ORDEM UNIVERSAL, aceitando estar ela UNIVERSALMENTE MANIFESTA”. Caso “volte a aparecer” a imagem desarmônica fenomênica, não devemos nos misturar com ela, mas sim, a ficarmos observando em seu espontâneo desaparecimento e posterior reaparecimento em forma de “quadro solucionado”.

O mundo fenomênico é “aparência hipnótica”, e mais nada!  Esta foi a única vez que se deu comigo esse tipo de experiência, mas que serviu para revelar que JAMAIS ESTAMOS EM “IMAGENS HIPNÓTICAS DO MUNDO”, MAS SIM, QUE AS “IMAGENS” É QUE ESTÃO TODAS NA MENTE HUMANA.

Assim, na quietude e no silêncio, somente contemplamos a DIVINA ORDEM já em evidência, enquanto, mesmo sem serem vistas, deixamos as APARÊNCIAS serem dissolvidas espontaneamente!

“O Senhor está em Seu TEMPLO SAGRADO, que é O MEU CORPO; derreta-se toda a Terra  diante d’Ele”, diz a Bíblia. Esta citação retrata  exatamente a experiência  pela qual passei!

*

APARÊNCIAS NÃO TÊM SUBSTÂNCIA!

Uma das revelações mais importantes, no “conhecimento da Verdade”, é a afirmação de que o suposto “mundo de aparências” jamais se mostra estando “exteriorizado”, isto é, não passa de “imagens na mente humana”, assim como aquelas  imagens que são vistas num sonho!

Por esse motivo, o “mundo de aparências” muitas vezes é chamado de “O sonho de Adão”!

Desmantelar a ILUSÃO de “mundo terreno” se equipara ao desmantelamento da “miragem do deserto” em que aparenta haver um lago, “visto” por algum andarilho sedento e alucinado caminhando nele! Haveria lago “lá fora?” Não! O irreal “lago” somente seria visto por ele como ilusão, COMO SUA ALUCINAÇÃO!

A mesma coisa se dá com todo aquele que “vive o sonho de Adão”. Enxerga na mente um “mundo material”, IRREAL, e acredita ser ele um “mundo exteriorizado”! Pura ALUCINAÇÃO COLETIVA! Dizer a ele que MATÉRIA NÃO EXISTE, seria o mesmo que dizer ao alucinado no deserto que O LAGO, “visto” por ele, JAMAIS EXISTIU. Não acreditaria! Assim como a humanidade NÃO ACREDITA SER “ESTE MUNDO” MERA ALUCINAÇÃO DE MASSA, CHAMADA DE “MUNDO DO PAI DA MENTIRA” POR JESUS!

Assim como existia AREIA no lugar em que um LAGO aparentava existir, para o andarilho alucinado, ANALOGAMENTE,  existe a ONIPRESENÇA DE DEUS no lugar em que um MUNDO MATERIAL aparenta existir!

“O Reino está no mundo inteiro, mas os homens não o veem”, disse Jesus. Por que não veem? Por se verem no “sonho de Adão”, acreditando estar ele exteriorizado para “terem nascido nele”; e desse modo, acabam ficando cegos para o REINO ONIPRESENTE! Paulo marcou bem esta Verdade: “EM DEUS VIVEMOS, NOS MOVEMOS E EXISTIMOS!”

A Verdade é a Verdade, e os “sonhos” são irrealidades! O VERBO DIVINO É A SUBSTÂNCIA ILUMINADA QUE SOMOS, ENQUANTO AS “APARÊNCIAS” SÃO “NADAS”!

Por que foi dito que a afirmação de que o suposto “mundo de aparências” jamais se mostra estando “exteriorizado” é de extrema importância? Por esta revelação nos possibilitar descartar a “miragem terrena”, e o “eu terreno” como NADAS, por nos parecerem ocultar o CRISTO QUE SOMOS!

Não há Substância nem Realidade em APARÊNCIAS, por não serem “feitas do Verbo divino”!

“E SEM O VERBO, NADA DO QUE FOI FEITO SE FEZ”!

*

“DAI-NOS O PÃO NOSSO DE CADA DIA!”

As mensagens absolutas da Verdade, publicadas pelo Facho de Luz, têm como principal objetivo ROMPER A INÉRCIA MENTAL em que a humanidade se coloca, levada a IDENTIFICAR-SE COM A ILUSÃO.

Apenas ler, e concordar com as revelações lidas, não nos bastam, pois não avançam além da LETRA, para que NOS IDENTIFIQUEMOS COM O ESPÍRITO DIVINO QUE SOMOS, O QUAL VIVIFICA A LETRA E NOS DEIXA IDENTIFICADOS COM ELA!

O grosso da humanidade continua acreditando SER MORTAL NASCIDO EM MUNDO TERRENO, CRENÇA SEM QUALQUER FUNDAMENTO OU REALIDADE! Mas a maioria lê, concorda com as revelações lidas, porém, SEM ABRIR-SE AO DESMANTELAMENTO DAS MENTIRAS PELO ESPÍRITO DIVINO, DEIXANDO AS CRENÇAS FALSAS, COLETIVAMENTE ACEITAS, PERMANECEREM! E então, aparentemente, continua sendo iludida e enganada, unicamente por NÃO DE DEDICAR, COMO DEVERIA, A ERRADICAR ESTAS CRENÇAS ILUSÓRIAS, PARA CADA UM SER O QUE VERDADEIRA E ETERNAMENTE É:

A MANIFESTAÇÃO DE DEUS COMO INDIVÍDUO!

Deus é TUDO, exatamente aqui e agora! DEUS É O QUE SOMOS, E É O UNIVERSO EM QUE ESTAMOS, ESPIRITUAL, IMUTÁVEL E PERFEITO! Adiantaria alguém LER E CONCORDAR, permanecendo NA ILUSÃO DE SER CARNAL E DE ESTAR EM VIDA MATERIAL? É evidente que não!

FALTARIA

A PLENA IDENTIFICAÇÃO COM A TOTALIDADE DE DEUS! FALTARIA O FIM DO “JUÍZO SEGUNDO APARÊNCIAS”! FALTARIA “SE NEGAR A SI MESMO”! E FALTARIA A CONTEMPLAÇÃO ABSOLUTA DA VERDADE DE QUE SOMOS DEUSES, E JAMAIS “MORTAIS” NASCIDOS E ENCARNADOS!

“Carne e sangue não herdam o Reino de Deus”, disse Paulo. Isto por sermos ESPÍRITO DE DEUS e não a ilusão gerada pela “mente carnal”!

“EU VENCI O MUNDO”, disse Jesus, deixando claro que este EU é impessoal, infinito, divino e É O EU QUE SOMOS!

“Quem ama o mundo e as coisas do mundo, nele não há o amor de Deus”, disse João! DEUS É AMOR, E É TUDO, E SOMOS HERDEIROS DE TODAS AS RIQUEZAS REAIS, QUE SÃO ESPIRITUAIS, INESGOTÁVEIS E DIVINAS! Mas a maioria, dominada pela inércia hipnótica, segue fazendo sua identificação com “carne e sangue”, sem perceber que TODOS SOMOS DEUSES!  Desse modo, se torna presa fácil da “mente carnal”, que a ilude com suas “imagens de carência” , que são falsidades tais quais são falsos os pesadelos!

Com a Mente de Cristo, Jesus, com poucos pães e peixes nas mãos, ENXERGAVA PRESENTE NELAS O INFINITO DOADO POR DEUS A TODO FILHO DE DEUS!

E a humanidade, sempre vendo apenas “moedas” nas mãos, deixa de ENXERGAR SUA RIQUEZA INFINITA, representada por elas! E O PIOR, ACREDITANDO ESTAR VENDO A REALIDADE NAS SUPOSTAS LIMITAÇÕES E CARÊNCIAS!

“O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE”, diz a oração conhecida e sempre repetida por muitos! O “PÃO” QUER DIZER TUDO O NECESSÁRIO A CADA DIA, ou  seja, saúde, vestimentas, alimentos, dinheiro, condução, enfim, TUDO!

Quem se identifica com a Verdade, que é estar em DEUS e não em “mundo de matéria”, SUA IDENTIFICAÇÃO CORRETA O FAZ PERCEBER SUA UNIDADE COM TUDO O QUE DEUS POSSUI, E, DESTA VERDADE, SÃO GERADAS AS SUAS “SOMBRAS FENOMÊNICAS”, chamadas por Jesus de “bens acrescentados”!

IDENTIFIQUE-SE COM DEUS, E, A CADA “BEM ACRESCENTADO”, SAIBA INTERPRETÁ-LO COMO “  BEM ESPIRITUAL E DIVINO”, POR ESTAR SENDO VISTO COMO “SOMBRA” DA REALIDADE DIVINA, PERMANENTE  E AUTOSSUPRIDA, DESCONHECEDORA DE CARÊNCIAS DE QUALQUER ESPÉCIE!

*

COM A FACA E O QUEIJO NAS MÃOS!

Quando alguém demonstra ter domínio sobre alguma situação, assim diz um jargão popular:“Fulano está com a faca e o queijo nas mãos”. Isto quer dizer que tudo o necessário para ser dono da situação está sob controle, nas mãos daquela pessoa.

Quando Jesus disse que “A VERDADE NOS LIBERTARIA”, explicou em que condição isto se concretizaria:

“SE PERMANECÊSSEMOS EM MIM”!

Permanece EM MIM aquele que conhece o significado desta “permanência”, que é CADA UM SE VER PERMANENTE COMO INTEGRANTE DE DEUS, NA UNIDADE ESSENCIAL PERFEITA, ALHEIO ÀS SUPOSTAS MUTAÇÕES DAS “APARÊNCIAS FENOMÊNICAS”.

A Bíblia revela que AS OBRAS DE DEUS SÃO PERMANENTES, e, também, que DEUS NÃO MUDA! Em vista disso, é evidente que, para SERMOS UM COM DEUS, devemos ser O QUE DEUS É,  O QUE SIGNIFICA RECONHECER  A NOSSA PERMANÊNCIA!

Por que a Metafísica Absoluta repudia as crenças ligadas a “nascimentos”, “encarnações” e “mortes”? Para silenciar a ILUSÃO DE MUDANÇAS! TUDO QUE “AGORA É”, É TUDO QUE SEMPRE É, OU SEJA, DEUS! E SOMOS “UM COM ELE”!

Quando “BUSCAMOS O REINO DE DEUS”, unicamente nos vemos PRESENTES NELE, FORMANDO DEUS EM SUA “UNIDADE PERFEITA PERMANENTE”, ISTO É, “EM MIM”, NA IMUTABILIDADE DE DEUS, QUE NOS ABRANGE A TODOS!

Entendida esta parte, entenderemos, a seguir, o que nos complementou Jesus:

COM O REINO ACHADO EM NÓS MESMOS, SENDO “O PAI EM MIM”, OU SENDO “CADA FILHO DE DEUS”,  ESTAREMOS “COM A FACA E O QUEIJO NAS MÃOS”, PORQUE TODAS AS COISAS NECESSÁRIAS ESPONTANEAMENTE NOS APARECERÃO, “ACRESCENTADAS VISIVELMENTE”!

Por quê? Por não haver DOIS MUNDOS, mas sim, unicamente UM, que é o REINO DE DEUS!

Enquanto isto for negado, a ILUSÃO DUALISTA de que há DOIS MUNDOS fará se projetar como “sombra finita e distorcida”, vista pela “mente carnal” como “mundo material”, em que aparenta existir “seres humanos” iludidos para acreditar “serem pessoas do mundo”, e não DEUSES! Desse modo, reconhecem PARTICIPAR  das “mudanças”, acreditando em “carências”, por não saberem ENXERGAR A PLENITUDE DA REALIDADE DIVINA EM QUE VIVEM! ASSIM, ACABAM ENDOSSANDO “IMAGENS FALSAS”, DEIXANDO DE “TESTEMUNHAR A VERDADE”:

O ACRÉSCIMO PERFEITO DECORRENTE DA PRÓPRIA “PERMANÊNCIA” NO REINO ABSOLUTO!

AQUELE QUE “PERMANECE NO REINO” ESTARÁ NA UNIDADE DIVINA PERFEITA, SENDO UM COM DEUS E COM TUDO QUE DEUS É! E, COMO “SOMBRA” PROJETADA A PARTIR DESTA REALIDADE, CONSTATARÁ A PRESENÇA DE TODO BEM NECESSÁRIO A  CADA INSTANTE, VINDO-LHE “ACRESCENTADO”!

Para que assim nos ocorra, assim disse Paulo: “EM DEUS VIVEMOS, NOS MOVEMOS E TEMOS O NOSSO SER!”

*

 

“TENHO AINDA MUITO QUE VOS DIZER, MAS NÃO O PODEIS SUPORTAR AGORA!”

“Tenho ainda muito que vos dizer, mas não o podeis suportar agora; quando vier, porém, aquele Espírito de Verdade, ele vos guiará a toda a verdade”.

João, 16:12-13.

Diante da revelação absoluta de que DEUS É TUDO, TUDO É DEUS, toda aceitação de algo além de Deus não passa de “crença falsa se fazendo passar por realidade”. Crença falsa, assim como a mentira, somente “vira nada” diante da Verdade convictamente reconhecida em seu lugar! A “Chave de Ouro”, de Emmet Fox, é um meio prático de trocarmos as falsidades pelas realidades eternas! Diz o seguinte:

“Deixe de pensar no problema para pensar em Deus estando no lugar do problema”. E isto é exatamente o que foi dito sobre uma crença falsa! Enquanto for aceita, a VERDADE aparentará estar ausente!

A própria humanidade é uma CRENÇA FALSA, aceita em massa em lugar da CRISTICIDADE! Jesus disse aos discípulos:

“Tenho ainda muito que vos dizer, mas não o podeis suportar agora; quando vier, porém, aquele Espírito de Verdade, ele vos guiará a toda a verdade”.

  Este “não podeis suportar agora” significa estarem os discípulos convictos de que a falsa crença na matéria fosse realidade! DEUS É ESPÍRITO, É TUDO, E É QUEM TODOS SOMOS!
A ILUSÃO de materialidade leva a maioria a mais se interessar por CURAR MATÉRIA do que por RECONHECER QUE A MATÉRIA NÃO EXISTE! Por isso, Jesus não demonstrava euforia nenhuma vendo a multidão maravilhada apenas por ver “sinais materiais”! “Geração perversa e sem fé; sempre em busca de sinais!”, dizia ele.

ERGUER A VISÃO À TOTALIDADE DE DEUS E À PERMANÊNCIA DA PERFEIÇÃO ONIPRESENTE DO REINO DIVINO NÃO PARECIA MARAVILHAR A NINGUÉM!
A Verdade somente ficará conhecida quando a CRENÇA FALSA NA MATÉRIA FOR TROCADA PELA CONVICÇÃO DA VERDADE DE QUE DEUS É TUDO!

Cada reconhecimento desta Verdade revelará sua veracidade, e isto na proporção com que A CRENÇA FALSA for sendo enfraquecida até ser banida de modo definitivo.

A VERDADE É QUE DEUS É QUEM SOMOS! POR ESSE MOTIVO, ALÉM DE A CRENÇA NA MATÉRIA SER DESMANTELADA, TAMBÉM A CRENÇA GÊMEA, DE EVOLUÇÃO OU DE “ESTÁGIOS DE CONSCIÊNCIA”, TERÁ QUE SER EXPULSA!

REPETINDO, DEUS É QUEM SOMOS! PORTANTO, A EXPULSÃO DE CRENÇAS FALSAS NÃO ALTERA EM NADA A CONSCIÊNCIA DIVINA QUE SOMOS, para que entendêssemos “estarmos nos elevando” ou “evoluindo”, como dizem as “doutrinas várias e estranhas”! Alimentar estas CRENÇAS seria acreditar que UM DIAMANTE ESTARIA SE ALTERANDO, QUANDO A TERRA A ELE GRUDADA FOSSE EXPULSA E FICASSE ELE LIMPO E LAPIDADO!
DEUS É TUDO E DEUS É QUEM SOMOS, AQUI E AGORA! ESTA ACEITAÇÃO ESTÁ À ESPERA DOS QUE “SUPORTEM ADOTÁ-LA E VIVENCIÁ-LA”!

E CONSTITUI O FOCO DO ENSINAMENTO ABSOLUTO!

*

“NINGUÉM VEM A MIM, SE O PAI NÃO O TROUXER!”

“Não murmureis entre vós. Ninguém pode vir a mim a menos que o Pai, o qual me enviou, o atrair; e Eu o ressuscitarei no último dia”.

João 6: 44

A abertura espiritual procede de uma Revelação de Deus, dentro de cada um. Quando alguém lê e concorda com um princípio espiritual, é comum achar que foi a leitura ou um autor  que o motivou a se espiritualizar . Entretanto, na verdade, já lhe teria ocorrido, dentro de si \próprio, o revelar divino que, como “sombra”, lhe veio a surgir como se fosse fato deste mundo. Livros, autores, palestras e demais acontecimentos exteriores somente atestam seu “renascimento interior”. Por esse motivo, não são bem-sucedidos os anseios gerados externamente para tentarmos forçar alguém a entender e aceitar os ensinamentos! Eles podem ser apresentados e expostos; mas

serão aceitos e abraçados somente quando internamente houver ocorrido uma unção interna equivalente!

 Nesse sentido, assim disse Jesus:Ninguém pode vir a mim a menos que o Pai, o qual me enviou, o atrair; e Eu o ressuscitarei no último dia”.

Todo aparente intercâmbio de ideias espirituais é natural,válido e útil, quando decorre na vida naturalmente, sem que se pretenda forçar qualquer imposição ao próximo. Palavras e ideias são sementes, e, as boas, a seu tempo germinarão e trarão seus frutos!

Huberto Rhoden disse o seguinte:

“Quem é proclamado bem-aventurado feliz?  Quem é chamado Filho de Deus? Quem é que verá a Deus? De quem é o reino dos céus? Será de algum crente no dogma A, B ou C? Será o adepto da teologia desta ou daquela igreja ou seita? Será  o partidário de um determinado credo eclesiástico? Nem vestígio disto!

Os homens bem-aventurados, os cidadãos do reino dos céus, são os “pobres pelo espírito”,  são os “puros de coração”, são os “mansos”, os que são “pacificadores”, são os “misericordiosos”, “os que choram”, são os que “sofrem perseguição  por causa da justiça”, são os que “amam aos que os odeiam” e “fazem bem aos que lhes fazem mal”. No dia em que a cristandade resolver aposentar as suas teologias humanas e proclamar a divina sabedoria do “sermão da montanha” como credo único e universal, acabarão todas as dissensões, guerras de religião e excomunhão de hereges e dissidentes. Isto, naturalmente, supõe que este esse documento máximo da humanidade, como Gandhi lhe chama, seja experiencialmente vivido, e não apenas intelectualmente analisado”.

O fundamental é entendermos que VIVEMOS PERFEITOS NA ONIAÇÃO DIVINA! Este é o FOCO, e é o significado ABSOLUTO de irmos ao Pai, que nos faz perceber nossa “VIDA NELE MESMO”, “EM MIM”, como Oniação, Perfeição, Unidade e Eternidade!

É dessa forma que, aparentemente, expressamos em nosso “agir pelo não agir”, a “vida sombra” que  reflete, aos olhos  do mundo, a VIDA REAL QUE EM DEUS VIVEMOS!

*

A MENTE CARNAL E SEU “MUNDO DO PAI DA MENTIRA”

Ao revelar que DEUS é ESPÍRITO, Jesus tinha a intenção de “destruir o diabo e suas obras”, ou seja, dar fim às CRENÇAS MATERIAIS e desmantelar a ILUSÃO de que existam um “eu carnal”, uma “mente carnal” e um “mundo paralelo” ao Reino de Deus, chamado “mundo material”, mas que, por Jesus,  foi chamado de “mundo do pai da mentira”!

Enquanto a humanidade  ficar apenas “trocando nomes” da ILUSÃO, em vez de RECONHECER  QUE LHE É CHEGADO O REINO DE DEUS, E QUE É ELE ESPIRITUAL, UMA VEZ QUE DEUS É ESPÍRITO, o “mundo do pai da mentira” aparentará estar existindo, MESMO SENDO “NADA”, e a ILUSÓRIA “MENTE CARNAL”, com seu “magnetismo hipnótico”, aparentará ser a “mente de todos”, encobrindo a VERDADE ETERNA DE QUE “UNICAMENTE DEUS É MENTE REAL, UNIVERSAL E ATIVA”!

A errônea convicção de que a “mente carnal” e seu “mundo do pai da mentira” sejam existências verdadeiras, faz com que VIVER SEM PERCEBER DEUS, O REINO DE DEUS, E SER FILHO DE DEUS, sejam aceitações endossadas com a maior tranquilidade! Mas são absurdas ao cubo! O “torpor hipnótico” APARENTA TER REALIDADE, e, decorrente disso, A REALIDADE DIVINA DEIXA DE SER CONSCIENTEMENTE VIVENCIADA!  Apenas a aceitação em massa, de que HÁ NASCIMENTOS E MORTES, somente ela, já comprova isso, criando, aparentemente, verdadeira e doentia obsessão por “longevidade”,  por manutenção de “beleza física”, por “obtenção cada vez maior de bens materiais”,  etc..

Estas preocupações mundanas DESVIAM A HUMANIDADE da Verdade de que “somos deuses”, eternos e perfeitos, VIVOS COM O VERBO DE DEUS E CIENTES DE QUE “A CARNE PARA NADA SE APROVEITA”, como disse Jesus.

Por saber que tais “preocupações com a vida terrena” deixam o povo estressado, a “mente carnal” oferece, como solução, as “drogas de tarja preta”, as bebidas e drogas que nublam ainda mais a mente, e os vários apetrechos para prazeres carnais, que infestam a mídia com suas propagandas; e, muitos, como verdadeiros “robôs do erro”, creem piamente “estarem ao máximo aproveitando a vida”! Até “mestres tântricos” esta “mente ilusória” arranjou, dizendo que DEUS É ALCANÇADO através do sexo!

“Buscai, PRIMEIRO,  o Reino de Deus e sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas”, disse Jesus. Sabia que O FILHO DE DEUS, estando EM DEUS, UNO COM DEUS, TEM POR “ACRÉSCIMO”, como “reflexo da Oniação”,  todos os supostos “bens da vida”, sem que sejam “buscados”, e sim,  adequadamente “acrescentados”, e que NÃO ACRESCENTAM DORES!

Cabe, ao FILHO DE DEUS, meditar e contemplar a Verdade de que TEM A MENTE IDÊNTICA À DE JESUS, que tem AGORA a VIDA ETERNA, que jamais nasce ou morre, e que, TODOS JUNTOS, JÁ FORMAM A “UNIDADE PERFEITA”, QUE É DEUS SENDO TUDO!

*

 

“O Pai O Recompensará!”

“Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará”.

Mateus, 6: 6

Se  a forma de orar ensinada por Jesus for seguida, com seriedade,  constância e persistência, a Graça de Deus e o Reino de Deus estarão realmente sendo conhecidos, e sem qualquer “esforço” do ilusório “eu fenomênico”.

A oração nos isola do “mundo do pai da mentira”, deixando-nos em contato direto com Deus, o “Eu Sou” divino que constitui e Se exprime como nossa eterna, real e única identidade.

Isto significa que, segundo Jesus, nosso papel, na oração, é simplesmente ficarmos “esvaziados do ego”, para percebermos  Deus sendo TUDO, nos vendo em secreto estando inclusos na Sua Oniação, e, dessa forma, nos “recompensando”!

Dedique-se com disciplina a esta forma de orar, e não se deixará influenciar pela CRENÇA de que haja participação humana de alguém nas orações, como, por exemplo, tentar se aproximar de Deus, avaliar se Deus nele está agindo,  ou forçar um aprofundar em Deus. Ficará UNICAMENTE aberto à VISÃO EM SECRETO DO PAI, E ACEITANDO, COM “CORAÇÃO DE MENINO”, A RECOMPENSA DO PAI CELESTIAL

Deus não começará a “recompensá-lo” quando sua oração tiver início! Ele o recompensa eterna e ininterruptamente, e a oração se compara ao momento em que alguém liga sua TV, e as imagens transmitidas pela emissora “começam” a ser sintonizadas e vistas! Já estavam presentes, só aparentando estar ausentes, antes de feita a sintonia! A TV apenas “capta” as imagens já ali presentes, sem esforço algum!

Analogamente,VOCÊ capta a RECOMPENSA DE DEUS orando e fazendo sintonia com Deus. De que modo? Aceitando ser FILHO ESPIRITUAL DE DEUS, e reconhecendo TER A MENTE DE CRISTO!

Vale recordar uma sábia instrução complementar, dada por Joel S. Goldsmith:

“Vá ter com Deus esperando Deus!”

 

De sua disciplina, dedicação e assiduidade em lidar com as orações, feitas nos moldes aqui salientados, mais e mais DEUS ESTARÁ SE REVELANDO,  NÃO A VOCÊ, MAS COMO VOCÊ!

*

 

 

 

A LETRA E O ESPÍRITO DA VERDADE

Aprofundar-se mentalmente, no conteúdo das revelações absolutas, é o que possibilita alguém a meditar e “conhecer a SI MESMO” como integrante da Unidade Perfeita, que é o cumprimento individual da doutrina de Jesus.

A LETRA DA VERDADE é o “Batismo com água”, e o ESPÍRITO DIVINO é o “Batismo com fogo”.  A Bíblia explica que “a LETRA mata”, mas que “O ESPÍRITO A VIVIFICA”! Portanto, a LETRA DA VERDADE sendo aceita e ficando bem conhecida, faz com que O ESPÍRITO QUE A VIVIFICA torne este “Batismo com água” em “Batismo com fogo”!

A ILUSÃO, desde tempos imemoriais, atua como “sugestões mentais”, negando a Verdade e aparentando ocultar que A EXISTÊNCIA É UNICAMENTE DEUS, EVIDENCIANDO EM SUA TOTALIDADE, TUDO E TODOS EM UNIDADE ESPIRITUAL PERFEITA!
Em vista disso, o firme conhecimento e  aceitação da LETRA DA VERDADE é o alicerce que nos permite CONTEMPLAR COM CORAÇÃO DE MENINO as revelações absolutas.

Por que as mensagens da Verdade sempre enfatizam que “EM DEUS VIVEMOS”, E QUE “ESTE MUNDO É DO PAI DA MENTIRA”? ISTO É FEITO PARA QUE “A LETRA DA VERDADE” VÁ SE FIRMANDO MAIS E MAIS EM ACEITAÇÃO, PROPICIANDO MAIOR ABERTURA DURANTE AS “CONTEMPLAÇÕES”.

O suposto “mundo fenomênico”, como disse Jesus, É MENTIROSO “DESDE O PRINCÍPIO”, ou seja, sempre esteve sendo puramente NADA! Porém, se isto for lido apenas uma vez, tão logo alguém encerre suas meditações, estará novamente convicto de que O NADA SE TORNOU ALGUMA COISA, isto é, a VERDADE DE QUE “VIVE EM DEUS” LHE PARECERÁ EVAPORAR-SE!

A Ciência Mental  muito nos ajuda também no “Batismo com água'”, quando afirmamos enfaticamente a Verdade e negamos as crenças falsas! Assim, como foi dito, teremos maior facilidade e receptividade, quando praticarmos as meditações contemplativas.

Num livro da Seicho-no-ie, há o relato de um suposto “doente” que, por seis anos consecutivos,  estivera acamado e lendo que era Filho de Deus e que a doença não existia. Após esse tempo, de repente, veio-lhe a convicção: “Mas este Filho de Deus, isento de doença sou eu!” E saltou da cama curado!

Este é um exemplo de como a LETRA é vivificada pelo ESPÍRITO! A ILUSÃO é sempre NADA, e se mostrará  sendo NADA, dependendo de nossa dedicação ser constante e profunda!

Afirmar como Jesus: “A NINGUÉM EU – NEM A MIM – JULGO PELAS APARÊNCIAS”, ou que “O MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO”, nos levará a “contemplações absolutas” bastante eficazes! Endossam a Verdade Absoluta contemplada, que não se esvairá com a rapidez constatada, quando apenas fazemos as “contemplações”!

EM OUTRAS PALAVRAS, A “LETRA” ATUA EM UNIDADE COM AS “CONTEMPLAÇÕES ABSOLUTAS”, de forma que, meditando ou não, estaremos conscientes de que NÃO JULGAMOS PELAS APARÊNCIAS, DE QUE O NOSSO REINO NÃO É DESTE MUNDO, E QUE EM DEUS VIVEMOS!
*