"POR CAUSA DO OUTRO"

Dárcio

A mente humana é a vilã da humanidade! Cheia de truques e de armadilhas, faz o possível e o impossível para estragar a harmonia da vida das pessoas.  É a mente humana que nos ilude para nos julgarmos  separados de Deus! E ela é também a geradora da ideia de que alguém somente não é feliz por causa de algum “outro”. É quando ouvimos frases do tipo: “Se ELE não fosse do jeito que é, tudo seria um paraíso”, “Se ELE também estudasse a Verdade, as coisas seriam bem melhores para mim”, etc. Nunca o problema é “O OUTRO”! E sempre o “problema” é estarmos nos identificando com a “mente humana “, quando a revelação é a de  que “TEMOS A MENTE DE CRISTO”.

Deus é a Mente ÚNICA, sendo, portanto, a mesma Mente que está em “mim” e no suposto “outro”. A mesma Mente não pode estar em conflito! Se é dito que o “outro” está sendo responsabilizado pelo desconforto ou infelicidade de alguém, isto não passa de uma ilusão do tamanho do infinito!

Quem deixar de ver no “outro” o responsável pelos seus dissabores, e passar  a ver em SI MESMO a Mente de Cristo que está também no “OUTRO”, verá a ilusão se dissipar e a Verdade Se evidenciar como harmonia! Este estudo não pode existir dissociado da “vida prática”, caso contrário, seria somente uma teoria ou  mero conhecimento acumulado!

NOTA REAL E NOTA FALSA

Dárcio

Se alguém sair de casa com uma nota apenas de cem reais, e, de repente,  encontrar outra nota aparentemente igual caída ao chão, momentaneamente ele se julgará “dono” de duzentos reais. Mas, pegando a nota e vendo tratar-se de uma nota falsa,  mera propaganda e não dinheiro real, de imediato seus “duzentos reais” voltarão a ser “cem reais” novamente! JAMAIS teria havido MUDANÇA em seu montante! Apenas uma ILUSÃO de mudança momentaneamente o enganou! Teria sentido ele passar o resto da vida “conscientizando” que o dinheiro que levava era a nota real de 100 reais? ILUSÃO É ILUSÃO! SOME AO SER DESCOBERTA! É PARA SER DESCARTADA DE UM VEZ POR TODAS! É PURÍSSIMO NADA!

Aquele que se julgar “dono” de defeitos, de imperfeições, de problemas, de doenças,  se compara àquele que se julgava “dono” dos “cem reais” supostamente achados, e que eram ILUSÃO! Um dinheiro irreal! Não faça mais isto! Honre a Verdade! Ela é eternamente verdadeira!

A Verdade revelada diz: DEUS É TUDO, INCLUSIVE VOCÊ! Outro “eu” aparenta estar presente, imperfeito, nascido na matéria, lutando para sobreviver, tentando se unir a Deus, se esforçando para conscientizar a Verdade, etc. Mas, este “outro eu” existe? NÃO! É UM EU FALSO,  EXATAMENTE COMO A NOTA FALSA!

Pare de lidar com algo que é irreal! ASSUMA O SEU “EU REAL” COMO ÚNICO “EU”, QUE É A PRÓPRIA EXPRESSÃO DE DEUS! “Estudar a Verdade” é descartar o FALSO vendo-o como ILUSÃO,  e assumir o VERDADEIRO como ÚNICA REALIDADE!

AJA COMO UMA ABELHA

Dárcio

Quem for ver a ação das abelhas trabalhando, notará que apesar de cada uma agir aparentemente de forma autônoma com relação às demais, o trabalho feito transcorre de uma forma que nos obriga a entender que há somente UMA mente coordenando tudo. Elas agem rapidamente, em conjunto, e com qualidade! Por isso, o projeto delas dá certo!

O homem na ilusão é aquele que intenta ser “abelha avulsa”, com seu “projetinho particular” em que conta apenas  com seus  limitados recursos pessoais. Por isso teme não ser bem-sucedido e por isso sempre descobre algo imperfeito em sua saúde, finanças ou relacionamentos!

“Oro para que sejam um”, rogava Cristo! Explicava que “agir como abelha”, num contexto de projeto global, faz a ação de cada um  ser divina! Faça a sua parte! Faça-a da melhor forma possível! Não veja sua atividade como “pessoal”, nem seus projetos como alguma coisa particular sua! Há um Universo ativo sendo TUDO! É esta percepção que o artigo “ONIAÇÃO”, de Marie S. Watts, procura dar. Este é um dos seus mais famosos, elogiados e comentados textos! Tire dele o máximo proveito! Analise-o com muita calma e cuidado! Somos vivificados por um Poder ÚNICO, e, assim como a mão é uma, e conta com os dedos em ação conjunta, o Universo conta  comigo e com você.  Aja somente agora e fazendo o que lhe cabe! Não se preocupe com resultados! O AGORA ESTÁ CONSUMADO! Deixe  a Oniação ser espiritualmente discernida como sendo a SUA! Esta é a Vida pela “Graça”.

"O MUNDO NÃO TE CONHECEU" – Final

“O MUNDO

NÃO TE CONHECEU”

Dárcio

Parte 2

Para quem estuda a Verdade Absoluta, o mundo visível é a “irrealidade”, a inexistência em si. As pessoas do mundo, na época de Jesus, já haviam visto os seus feitos miraculosos nos mais diversos segmentos de suas vidas. Após terem testemunhado tudo aquilo, mesmo assim, deram razões para que Jesus declarasse ao Pai: “O mundo não te conheceu”. Com isso, ele queria dizer que a suposta “mente humana” não é mente verdadeira, um instrumento que fosse capaz de captar o que é a Realidade. Esta “mente humana” é NADA! A Mente divina, onipresente, é a única Mente verdadeira, e ela dispensa todo tipo de “fé”. A Consciência divina contempla unicamente a Realidade; melhor dizendo, ela é a Realidade em Si! A Realidade já está consumada. TUDO JÁ É PERFEIÇÃO ABSOLUTA; TUDO JÁ É ILUMINADO!

Leitor, você não está meramente depositando fé nestas afirmações da Verdade; VOCÊ as está naturalmente endossando. Este “endosso” vem de sua própria Consciência iluminada. Este “endosso” vem como a sua própria Consciência iluminada, que é DEUS!

A declaração: “O mundo não te conheceu”, feita por Cristo, não tem o sentido de que ele havia se decepcionado com a falta de compreensão de sua doutrina por parte do mundo. O real significado é muito mais profundo: “o mundo não te conheceu” quer dizer que “a ilusão não conheceu a Realidade”. É como a “água” da miragem de um lago no deserto, que nunca poderia conhecer a areia realmente ali presente.

Leitor, o mundo também não conhece VOCÊ! O mundo não o conhece como sendo Deus Se expressando como ser individual. No entanto, o seu “Eu” conhece a SI MESMO como sendo VOCÊ. Esta é a REALIDADE! O mundo jamais compreenderá a mensagem do Cristo. A ilusão não poderá compreender a Realidade Espiritual. O suposto “mundo de aparências” é uma irrealidade. Portanto, a mensagem do Cristo não poderia estar endereçada à suposta “mentalidade humana”. Pelo contrário, ela é a AUTORREVELAÇÃO da Mente crística, que, por si só, comprova a inexistência da “mente humana”.

Baseando-nos naquilo que acabamos de expor, abominamos por completo quaisquer ensinamentos que consideram a existência de um “ego humano” imbuído de força de vontade para “evoluir” ou para “melhorar a cada dia”, através da prática de princípios espirituais. DEUS É TUDO! Nosso referencial é o da Verdade, não o da ilusão; é o referencial da Realidade e da Graça divinas, não o da “inexistência”. “Pai justo, o mundo não te conheceu, mas EU TE CONHECI…”

F I M

"O MUNDO NÃO TE CONHECEU" – Parte 1

“O MUNDO

NÃO TE CONHECEU”

Dárcio

Parte 1

A palavra “realidade”, quando integrante do vocabulário espiritual, tem um sentido completamente diferente daquele aceito pelo mundo. Um compositor, por exemplo, pode ser visto a declarar: “Antes que minhas composições sejam trazidas para a realidade, eu as ouço mentalmente, por intuição”. O mesmo se dá com um escultor, que considera sua obra de arte pronta somente após exibi-la aos olhos do mundo, com a mesma fisicamente acessível e à vista de todos. Assim, o mundo da “realidade” é encarado como este mundo visível, enquanto a origem invisível desta “realidade tangível” é praticamente desconsiderada, sendo citada apenas vagamente com palavras abstratas tais como: “intuição”, “inspiração”, “imaginação”, etc.

Esta visão que dá por real o que se torna perceptível à suposta mente humana inclui também as obras espirituais. A Bíblia relata enorme variedade de obras “reais”, aos olhos do mundo, que foram rotuladas de “milagres” justamente por não fazerem parte do normal ou esperado, segundo os padrões de sua lógica. Entretanto, mesmo reconhecendo a presença destes milagres, a maioria rapidamente deixava aquilo de lado, sem levar o assunto muito a sério. Isto é o que parece estar ocorrendo até os dias de hoje. Porém, em todas as épocas, sempre houve aqueles que não encararam os “milagres” meramente como “fatos inexplicáveis” ou como uma curiosidade a mais. A palavra “fé” passou a ser empregada para expressar o seu sentimento. As Escrituras sagradas sempre deram garantia ao homem de que os “milagres” ocorreriam com toda a certeza, na “realidade”, caso as pessoas tivessem fé. Para provar isso, as coisas mais valorizadas pelo mundo eram citadas como possíveis de serem obtidas através da “fé inabalável”: prosperidade, saúde, bons relacionamentos, etc. Não obstante isto de fato ocorresse, a intenção verdadeira dessas promessas não veio a se cumprir. Qual era esta intenção? Revelar à humanidade que esta “realidade”, perceptível aos sentidos humanos, não é a Realidade! Diante das promessas das Escrituras, o mundo se dividiu: parte permaneceu incrédula, parte acreditou e passou a perseguir ansiosamente os “benefícios visíveis”, alimentando esta fé e confiança no que foi prometido. Conclusão: ambas as facções permaneceram no âmbito ilusório deste mundo de “aparências”, sem discernimento algum da Realidade divina subjacente. As pessoas incrédulas são “cegas” para a Verdade; as pessoas do mundo, imbuídas da que somente objetiva benefícios temporais, são “cegas” do mesmo jeito! Seria então errado desejar as boas coisas da vida? Esta questão é logo levantada por elas, quando um princípio que visa a “abrir-lhes” a Visão espiritual é exposto! Este texto não se destina às pessoas “deste mundo”: nem às incrédulas nem às que buscam benefícios temporais através da fé. O texto é dirigido àqueles desejosos de despertar para a Verdade de que “o reino não é deste mundo”. Cristo disse “Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheci; e estes conheceram que tu me enviaste a mim” (João 17: 25).

NASÇA A CADA DIA COMO O DIA

Dárcio

Nasça a cada dia como o dia!

Não perca tempo enorme lendo notícias velhas em jornais ou pela TV! O que passou, passou! Viva o agora! Não fique se lembrando de fatos passados, não fique remoendo antigos dissabores! Nem antigas alegrias! Nasça, como o dia, a cada dia! Veja-o com olhos de Deus! Enxergue-o como um cenário renovado de sua vida! Sinta-se alegre e pleno por fazer parte deste dia! Saia radiante! Não deixe que simples pensamentos ilusórios nublem sua visão a ponto de você nem enxergar que está diante de um NOVO dia!

A vida é sempre agora! Mesmo estando nele, se sua mente estiver no passado ou no futuro, sua sintonia com a Mente divina ficará comprometida, e o dia, que é real,  acabará lhe passando despercebido, enquanto você, iludido, se perde com pensamentos voltados a algo que é ilusório: o passado ou o futuro!

Seja como o dia! Nasça  novo a cada dia! Dê a ESTE DIA toda a sua atenção! De a ele o melhor de si, e ele, certamente, irá lhe retribuir com  esta mesma moeda! É só comprovar!

TEMPO PARA MEDITAR

Dárcio

Há pessoas que saem pela manhã sem meditar, dizendo que estão atrasadas, que têm compromissos, etc. Não pode haver descuido mais reprovável do que este! A meditação é o meio de discernirmos nossa UNIDADE COM DEUS; sair sem esta percepção equivale a deixar o dia ao mero colorido do acaso, onde as coisas jamais se desenrolarão com a mesma facilidade e harmonia com que o fariam, se antes fosse buscada esta sintonia com a Perfeição.

Sair preocupado, tenso, apressado,  fará da mente um ímã de atração de pessoas e fatos semelhantes! Jamais se descuide de sua percepção consciente de estar UNO COM DEUS! Mesmo que esteja atrasado, atrase-se mais um pouco para reconhecer que no REINO DA VERDADE tudo está em divina ordem! Estes períodos meditativos colocarão as coisas da “aparência” nos eixos!

DEUS É TUDO! SOMOS UM COM DEUS! Ache tempo para perceber esta Verdade!

VERDADE BÁSICA

Dárcio

Muitas vezes as pessoas tentam se aprofundar tanto no estudo da Verdade que acabam deixando a base de lado! DEUS É A ÚNICA PRESENÇA! Compenetre-se disso! O Universo é a Presença de Deus, o que você sabe existir é a Presença de Deus, e, principalmente, a SUA PRESENÇA é a Presença de Deus!

A mente humana traduz à sua moda o que existe; mas, o que existe é unicamente a PRESENÇA DE DEUS! Medite, reconheça esta Verdade fundamental, veja-se incluso nela e inclua tudo e todos na mesma percepção iluminada! Dedique  alguns minutos para a contemplação destes fatos espirituais! DEUS É TUDO!

CRISTO: ACESSIBILIDADE ATUAL

Dárcio

O verdadeiro Ser que agora somos já nos é acessível de imediato, pois é a nossa própria VIDA! Não necessitamos de tipo algum de conscientização mental para viver. Já estamos vivos, e o Cristo, a Vida eterna, é a nossa VIDA.

Quando estudamos o Absoluto, utilizamo-nos de princípios espirituais que nos permitem reconhecer esta Verdade “oculta” aos olhos carnais. A GRAÇA DIVINA É DE IMEDIATA DISPONIBILIDADE! Com base neste princípio, deixamos de nos preocupar com o ego-humano e suas supostas ações boas e más. Que é o “ego humano”? Mera aparência passageira, transitória, um tipo de “efeito hipnótico” refletido na mente humana. O NOSSO SER VERDADEIRO É O CRISTO, UMA REALIDADE DIVINA ATUAL E PERENE. Quando contemplamos a Verdade, em nada alteramos a REALIDADE que AGORA É! Apenas deixamos de lado as sugestões ou crenças da mente humana. Assim como a imagem do “eu humano” pode ser refletida no espelho, sem que ele esteja no reflexo, também o Cristo, nosso EU REAL, pode aparecer rerfletido como imagem na mente humana, sem que esteja nesta aparência. Assim como o “eu humano” está fora do espelho, o EU REAL que somos, está fora “deste mundo”, razão pela qual Jesus disse: “Vós, deste mundo, não sois”.

De início, diante de quadros imperfeitos da aparência, somos tentados a querer corrigi-los com a aplicação dos princípios espirituais. Esta armadilha precisa ser evitada! Os quadros imperfeitos são a “imagem refletida no espelho”, pura ILUSÃO. Saiamos deste mundo de crenças rumo ao ABSOLUTO, sem qualquer pretensão de “melhorar” coisa alguma! DEUS É TUDO! A HARMONIA JÁ É! Esta é a Verdade que devemos “contemplar” internamente!

“Eis que ESTOU CONVOSCO desde o princípio”, disse Cristo. Que “princípio” é este, citado? É O AGORA! A ilusão é ilusão agora! A ilusão não existe agora! Se realmente tivesse ocorrido a chamada “queda de Adão” com sua suposta expulsão do Paraíso, ONDE Deus estaria naquele instante? O AGORA não é o “instante único” reconhecido por Deus? E Deus não é ONIPRESENTE “AGORA”, neste instante único? “As obras de Deus são PERMANENTES, dizem as Escrituras! Centralizemos nossa atenção exclusivamente na Verdade; assim, a ilusão deixará de parecer existir. A mente humana poderá dizer:”Quando será que a perfeição divina Se manifestará?”Esta é a armadilha a ser desarticulada! NÃO EXISTE PERFEIÇÃO “A SER” MANIFESTADA! NÃO EXISTE FUTURO! SOMENTE EXISTE ESTE “AGORA”. Se, neste AGORA, alguma imperfeição aparenta existir, significa que estamos com a atenção voltada à ILUSÃO! Tão logo percebamos que não existe “passagem de tempo”, a expectativa de “melhoria futura” também se revelará como ilusória. Devemos permanecer neste reconhecimento, mesmo que a “aparência” insista em se mostrar do mesmo jeito! Ela será como a árvore que se mostra “verde”, mas já de raiz cortada!

Reconheçamos AGORA a totalidade de Deus; reconheçamos que somos a VIDA, o CRISTO EM DEUS, invisível aos olhos carnais; reconheçamos que Deus, a Vida única universal, é a VIDA ATUAL de todos nós. Ao reconhecimento consciente desta Verdade, dá-se o nome de “Renascimento”.

Em nosso dia-a-dia, ocupados com as atividades comuns, seguidamente recebemos “sugestões hipnóticas” da mente humana. Elas tentam nos convencer de que existe alguém separado de Deus, de que o tempo existe e de que a aparência traduz algum fato real. Por esse motivo, precisamos “orar e vigiar sem cessar”, isto é,vivenciar a todo instante os princípios revelados. Eles nos servirão como lembretes, para que a ilusão não nos encubra a Verdade revelada sobre o Ser que somos e sobre o Universo em que estamos. O CRISTO JÁ É O NOSSO SER! A GRAÇA DIVINA JÁ NOS ESTÁ DADA AGORA! SOMENTE EXISTE O AGORA! É preciso que AGORA contemplemos a libertação total advinda destas Revelações!

O “ego humano” é aquele que, segundo a Bíblia, “peca contra o Espírito Santo”, ou seja, é o suposto ser que admite outra existência ALÉM de Deus. Assim, por ser uma identidade ilusória, envolvida com uma farsa de existência, “não terá perdão”: será anulado pela Luz do Despertar, a exemplo do desaparecimento da escuridão diante da luz. Quando ocorrerá o sumiço do “ego humano”? ESTE PONTO, EM NOSSO ESTUDO, É FUNDAMENTAL.

A Visão real é a Visão divina. “Sendo, pois, o teu olho simples, também todo o teu corpo será luminoso (…) Vê, pois, que a luz que em ti há não sejam trevas” (Lucas 11: 34-35). Deus, sendo TUDO, vê unicamente a SI MESMO! Deus nos vê com a Sua própria Visão! EXATAMENTE AGORA ESTÁ SE DANDO ESTE FATO! Se, aos olhos de Deus, inexistem seres humanos, quem estaria vendo algum de nós como humanos ou imperfeitos? NINGUÉM! Aceitemos que Deus é o Ser único, exatamente AGORA! Identifiquemo-nos com Sua Presença! Contemplemos esta Verdade de que nunca estivemos separados do UM! Se algo nos estiver parecendo incompleto, a se completar ou a se aperfeiçoar, isto se deve à nossa NÃO-ACEITAÇÃO de que DEUS É TUDO exatamente aqui e agora! A aparência ilusória nos estará enganando. Não podemos vacilar quanto a isto! PRECISAMOS RECONHECER, SEM ESMORECER, QUE EXATAMENTE AGORA A TOTALIDADE DE DEUS JÁ ESTÁ EXPRESSA COMO O CRISTO QUE CONSTITUI O NOSSO SER. Enquanto este reconhecimento não for radicalmente feito, estaremos endossando a falsa sugestão atirada pela ilusão; estaremos aceitando a crença em algum tipo de carência ou  imperfeição, enquanto a PLENITUDE DIVINA JÁ SE FAZ ONIPRESENTE!

E quanto ao nosso comportamento e atitudes? Após “contemplarmos” a totalidade de Deus que nos abrange, “infinitos agoras” se desdobrarão natural e harmoniosamente, com as coisas todas ocupando o lugar devido, administradas pelas nossas ocupações e participações  que cada instante nos for exigindo.

A sensação de SER, a percepção de que NÓS PRÓPRIOS somos a VIDA DIVINA IMUTÁVEL, é a “GRAÇA QUE NOS BASTA”, E QUE JÁ NOS É DADA. Toda suposta “melhoria” que o plano humano nos possa sugerir é ILUSÃO. Precisamos ter em mente que Deus é um Ser perfeito, é o UNO MANIFESTO, e que não há como haver melhorias em Seu Universo. Desse modo, a Graça Divina nos revela o EU REAL, o Ser que somos, e que está “além dos conceitos”: O CRISTO! A “Graça que nos basta”, independe de tudo que supostamente esteja acontecendo no “mundo das aparências”. HÁ UM SÓ UNIVERSO: ESPIRITUAL E PERFEITO. Enquanto acreditarmos em “mente humana” e em “corpos carnais”, o Cristo nos parecerá oculto ou não-manifesto. Porém, “crença” é simplesmente “acreditar em”, isto é, uma crença não consegue anular uma REALIDADE MANTIDA POR DEUS. Quando a falsa crença é abandonada, imediatamente “surge” AQUELE que sempre esteve presente e sendo a nossa real identidade: O CRISTO.

“E vós também testificareis, pois estivestes comigo desde o princípio.”

João 15: 27

PALAVRAS SEM SENTIDO

Dárcio

A cegueira da mente humana vem iludindo as pessoas até hoje, fazendo com que acreditem em nascimento, envelhecimento, morte, amor humano, vida pessoal, etc. Os princípios da Verdade anulam estas crendices de início, revelando que “toda a existência humana é ilusão”.

Ninguém nasce, ninguém envelhece, ninguém morre, ninguém sofre por amor ou desamor, ninguém tem vida pessoal! Por que? PORQUE DEUS É TUDO! Se a pessoa não partir de Deus, da Verdade, da Unidade, da Eternidade, da Perfeição, do Amor divino e da Vida impessoal, estará partindo da ILUSÃO!

É preciso se interiorizar! Isolar-se do filminho ilusório para vê-lo como NADA! Enquanto isso não ocorrer, a pessoa até poderá dizer que “estuda a Verdade”, mas estará “vivenciando a ilusão”.

As palavras nascimento, envelhecimento e morte, juntamente com os falsos envolvimentos emocionais da suposta vida humana, que delas decorrem , são completamente sem sentido para aquele que está honrando a Verdade de que Deus é TUDO! O estudante real não se prende mais às cenas hipnóticas da ILUSÃO! O Salmo 119: 18 resume sua posição irredutível de glorificar unicamente o que é real:

“DESVENDA OS MEUS OLHOS, PARA QUE EU VEJA AS MARAVILHAS DA TUA LEI”.

MENTE E CONSCIÊNCIA

Dárcio

Nos artigos sobre a Verdade, sempre encontramos que “devemos contemplar a Verdade” ali revelada. Contemplar uma Verdade é levá-la em consideração como fato consumado,

e um fato que já nos inclui e, portanto, que já é verdadeiro para todos nós neste exato AGORA. Por isso a importância da “Prática do Silêncio”. Ela existe para este fim; ou seja, para acharmos estes momentos de contemplação em nosso dia-a-dia.

Há um Reino de Deus aqui. A mente humana acredita que há um mundo material.   Há dois mundos? Não. Há unicamente o Reino de Deus! Que devemos fazer? Devemos “contemplar” esta Verdade.

Faça o seguinte, sem  fechar os olhos. Use a mente para reconhecer, primeiramente:

“Eu estou aqui; existe um aqui, existe um Eu sendo meu Eu. Uso minha mente, neste instante, para reconhecer que eu estou consciente.

Em seguida, use a mente apenas para discernir que há uma Consciência sendo a SUA Consciência, e então, por alguns instantes, reconheça:

“A mente que vinha aceitando mundo material, está, agora, constatando a existência de uma Consciência ILUMINADA sendo a minha! E, esta Consciência, que é Deus, está contemplando unicamente o Reino da Verdade”.

Entenda bem este processo e dedique-se a ele, pois, dessa forma a dualidade ilusória é desmantelada. Você deixará de dar oportunidade à ilusória mente humana para que dê testemunho de um mundo material falso, enquanto a ocupa para deixa-la alinhada à Verdade.

MENTE E CORPO

Dárcio

Tenho procurado colocar muitos artigos seguidos falando sobre MENTE E CORPO REAIS. Enquanto a suposta mente humana vê um corpo humano nascido, que é, portanto, uma imagem do corpo, e NUNCA ele próprio, nossa Mente real, idêntica à de Jesus Cristo, contempla o Corpo REAL E ÚNICO, que é Deus na Forma eterna de nosso Corpo.

Mesmo que a antena de TV não esteja bem posicionada e distorça a imagem do corpo de alguém  na tela, o corpo verdadeiro da pessoa não terá sofrido qualquer deformação! É isto que os artigos revelam: mesmo que esta “imagem de corpo” se mostre defeituosa, esta “imagem na tela da mente humana” NÃO É CORPO VERDADEIRO! Confundir a imagem distorcida com a REALIDADE-CORPO é a ILUSÃO!

O estudo, além desse entendimento, requer PRÁTICA! Suponhamos que a “imagem de corpo na tela da mente humana” se mostre com um “arranhado no braço”; este “arranhado” não existe no CORPO VERDADEIRO! É uma ILUSÃO que aparece na IMAGEM ILUSÓRIA DE CORPO! Portanto, ele não requer “CURA”. Que deve ser feito, diante da “imagem de braço arranhado”? A pessoa deve reconhecer, não da boca para fora, mas com conhecimento verdadeiro:

ESTE CORPO COM O ARRANHÃO NÃO É MEU CORPO! É UMA IMAGEM FALSA, DEFORMADA E IMPERFEITA, DO MEU CORPO ETERNAMENTE PERFEITO! A MENTE HUMANA, QUE VÊ ESTA IMAGEM IMPERFEITA, NÃO É A MINHA MENTE REAL! MINHA MENTE É A MENTE DE CRISTO! ELA NÃO SE ATÉM ÀS IMAGENS FALSAS DA MENTE TAMBÉM FALSA E QUE NÃO É A MINHA! ELA NÃO VÊ UMA IMPERFEIÇÃO EM MEU CORPO PARA DESEJAR CURAR! TENHO A MENTE PERFEITA QUE CONTEMPLA UNICAMENTE MEU CORPO PERFEITO!

Estas Verdades devem ser contempladas! Em seguida, a pessoa, que deixou de se identificar com a mente e o corpo FALSOS, poderá AGIR IMEDIATAMENTE, vendo-se com seu CORPO PLENO, ILUMINADO E PERFEITO, sem dar atenção alguma à ILUSÃO! Isto precisa ser treinado, com insistência e continuidade!

O paralítico, diante da ordem,”LEVANTA-TE, TOMA TEU LEITO E ANDA”, não ficou contrargumentando nem pensando sobre o assunto! LEVANTOU-SE!

Atenda à Voz do Cristo em VOCÊ! Ele lhe diz: LEVANTA-TE! Entenda que O CORPO REAL nunca  corresponde às falsidades desenhadas pela mente humana sobre a “imagem FALSA” dele!

Assuma sua Mente REAL; com ela, assuma seu CORPO REAL! Demonstre a Verdade, aqui e agora! Este estudo não é de leituras, apenas! A VERDADE É A VERDADE! Dê testemunho dela!!!

“LEVANTA-TE, TOMA O TEU LEITO,  E ANDA!”

ALEGRIA VINDA DA ALMA

Dárcio

A alegria é um estado da alma e não da mente humana. Por que a maioria se mostra tensa, com dificuldade para sorrir descontraidamente? Porque  não contacta a “Fonte da Alegria”, que é Deus. Por mais que a mente humana forje ou force alegria, se ela não estiver enraizada na Alma, não será alegria verdadeira! A alegria é um estado natural da Alma, e, a Alma do homem é Deus.

A alegria quer flui da Alma é alimento indispensável para o dia-a-dia! Todo mundo nota uma pessoa que irradia livremente esta qualidade divina! Ela é fonte da própria felicidade e ainda contagia os demais! Todo mundo deve ter na lembrança algum momento em que se viu diante de alguém irradiando alegria e que, em vista disso, se viu contagiado por ela a ponto de também se sentir alegre e até mais animado para encarar o dia-a-dia.

Acesse Deus! Acesse esta Alegria infinita que flui de sua própria Alma! Reconheça-a como Alegria divina! Sinta-a inundar a sua mente! “Pelos frutos os conhecereis”, disse Jesus! Isto se aplica também ao seu estado de espírito!

Note bem: se a alegria não está fazendo parte natural de seu momento presente, saiba que suas meditações não foram realizadas com a dedicação merecida! E, caso isto tenha ocorrido,  nem a isso se prenda! Medite de novo! Libere a ALEGRIA VINDA DA ALMA! Fique em silêncio, OBSERVANDO este Fluxo de alegria da Alma.Você se sentirá feliz, e aqueles à sua volta também se verão  positivamente influenciados por VOCÊ. Irradiar “Alegria da Alma” significa irradiar DEUS!

APESAR DAS NUVENS…

Dárcio

Apesar das nuvens,

o sol continua brilhando!

Sejam quais forem as aparências visíveis, elas são todas ilusórias! Subjacente a todas as imagens de mutabilidade que a mente humana capta, está a Verdade da Presença única de Deus e Seu Reino perfeito. Fixe sua mente em Deus e em Sua perfeição permanente! Não creia que as nuvens possam apagar a luz do sol! Elas vêm e vão, mas jamais o sol se vê incomodado por quaisquer delas!

Você é  Sol!

As aparências são nuvens!

Nunca se esqueça disso!

TUDO É A VERDADE

Dárcio

Tudo é a Verdade; afora a Verdade, nada existe! Entre em contemplação a partir da Verdade como sendo TUDO! Contemple o fato eterno de que a Onipresença da Verdade é prova de que VOCÊ é a totalidade da Verdade! O TODO É A VERDADE!

Lance fora as crenças em seres humanos, em mentes pessoais e em corpos carnais! DESGRUDE-SE DA ILUSÃO E CONTEMPLE O FATO: TUDO É A VERDADE! Em seguida, naturalmente, reconheça:

TODA A VERDADE CONSTITUI O EU QUE EU SOU!

EU SOU A VERDADE!

NOTURNO DE CHOPIN

Dárcio

Um aprendiz de piano ouve “Noturno”, gosta da melodia de Chopin e, lendo a partitura, executa-a ao piano. Para ele, a melodia está sendo executada; mas, um maestro arranjador, ouvindo aquilo, nota que não está! Aquilo “se parece” com “Noturno”, nada mais! Onde está a melodia verdadeira? Na consciência de Chopin! Qualquer “execução” ao piano será um “conceito”. Isso porque nenhum pianista conseguirá executar a perfeição da obra concebida na mente do autor.

O mesmo se dá com o nosso ser, que é expressão PERFEITA de Deus! Por mais que alguém mentalize, por mais que alguém se ache humanamente perfeito, estas imagens humanas não são o ser perfeito que somos! Portanto, deixe de se analisar segundo os conceitos visíveis e radicalmente assuma que o EU REAL É PERFEIÇÃO ABSOLUTA, AQUI E AGORA!

Não avalie o “Noturno” de Chopin em função do que se ouve ao piano do aprendiz! Entenda que a melodia, harmonia e ritmo perfeitos estão eternizados na consciência do compositor; e, da mesma forma, entenda que VOCÊ ESTÁ ETERNIZADO como PERFEITO FILHO DE DEUS na Mente que é DEUS! Jesus já dizia: “Alegrai-vos,porque os vossos NOMES estão arrolados nos céus”, ou seja, não se avaliem pelo que aparentam ser nem pelo que aparentam fazer, mas, sim, pelo que JÁ SÃO na concepção do PAI PERFEITO!

"VÓS DIZEIS QUE EU SOU"

Dárcio

“Vós dizeis que eu sou”
Lucas: 22: 70

“Se vo-lo disser, não o crereis”,
respondeu Jesus aos anciãos do povo, sacerdotes e escribas, quando lhe perguntaram: “És tu o Cristo?”

A mesma descrença generalizada quanto à nossa real identidade perdura nos dias atuais. Sim quanto à NOSSA identidade, pois, a base da Revelação de Cristo é a NOSSA filiação divina.

O valor da Verdade não está em fatos históricos, mas no AGORA que transcende todos fatos, onde Deus é Tudo, e onde todos nós realmente vivemos.

Por isso disse Jesus: Desde AGORA, o Filho do homem se assentará à direita do poder de Deus.” (Lc: 22: 69). Explicava a Onipotência sendo o nosso “EU”.

E novamente veio a pergunta: “Logo, és tu o Filho de Deus?” E a Bíblia registra a resposta: “Vós dizeis que eu sou”, ou seja, esta resposta não vem de fora, mas do INTERIOR de cada um.

LUZ DA LUZ

Dárcio

De tanto ouvir dizer que o homem é um ser nascido na matéria, a maioria , nesta ILUSÃO, se esquece de que a LUZ DIVINA É O UNIVERSO INTEIRO! Este “esquecimento”, infelizmente,  se dá na maior naturalidade! Mesmo assim, a ILUSÃO continua sendo NADA e a VERDADE permanece sendo a LUZ ONIPRESENTE!

O estudo da Verdade não tem outro objetivo senão este: revelar que cada ser, exatamente aqui e agora, é a LUZ DA LUZ QUE É DEUS! Não existe matéria nem mundo material, a não ser como CRENÇA FALSA! Que é “crença falsa”? Uma MENTIRA! Há uma frase que diz: “Não há argumentos contra a Verdade”. Não medite para acabar com a mentira! Ela some diante da Verdade, assim como as trevas desaparecem sob a LUZ.Apenas confirme o Fato real!

Feche os olhos e medite:

Aqui onde estou é o Universo da Luz infinita! A mentira de mundo material não me ilude! Reconheço a presença de Deus como Luz infinita! Sei que o EU que EU SOU é a LUZ que Deus É! Sei que EU SOU A LUZ DA LUZ INFINITA!

Permaneça por alguns segundos nesta percepção de ser uma EXPRESSÃO RESPLANDECENTE DA LUZ DIVINA!

QUE É METAFÍSICA ABSOLUTA – Cap. 12 (Final)

Dárcio

Capítulo XII

HUMILDADE

No estudo da Metafísica Absoluta, somos incentivados a praticar os princípios espirituais revelados, mesmo que isto contrarie por completo as chamadas evidências materiais. Deus é revelado como sendo TUDO; e, nessa totalidade reconhecida, podemos dizer: “Eu Sou”.

A vida humana é ilusória, uma espécie de miragem que Deus desconhece. Eis por que não fazemos parte dos mentalistas, que buscam realizações humanas e que vêem a Verdade apenas como Fonte de tais realizações.

Na Bíblia, em Isaías 40:17, temos a Revelação de que a vida humana é simples miragem: “Todos os povos na Sua presença são como se não existissem, e Ele os considera como um nada, uma coisa que não existe”. Neste estudo, deixamos “os povos” da ilusão, com seus problemas ou sucessos, para percebermos nossa posição DENTRO da Presença de Deus. Não adotamos a “humildade” infrutífera, espiritualmente falando, daqueles que se julgam míseras criaturas humanas, imperfeitas, distantes de Deus e desmerecedoras da atenção divina. Antes, entramos radicalmente na Presença de Deus, onde “todos os povos são uma coisa que não existe”. Em outras palavras, reconhecemos a Verdade Absoluta de que DEUS É TUDO!

Se Deus não vê “povos deste mundo”, mas alguém se julga dotado de visão para vê-los, de duas uma: ou esse alguém vê mais do que Deus, ou o que ele “vê” não existe! Como saber a alternativa certa? Pela prática. As chamadas “curas espirituais” são consideradas milagrosas para a mente humana. Entretanto, o Salmo 101 diz: “É Ele que perdoa todas as tuas maldades, e que sara todas as tuas enfermidades”. Como pode ser isso? Se Deus não vê povos?

Estes são os pontos que a Metafísica Absoluta elucida: NÃO EXISTE HUMANIDADE! O MUNDO VISTO PELA MENTE HUMANA É ILUSÃO! Que há exatamente onde “este mundo” é “visto”? HÁ SOMENTE DEUS! E Deus desconhece pecados, culpas, doenças e problemas! DEUS É TUDO!

Aqueles que se desligaram “dos povos”, em consciência, puderam discernir a REALIDADE aqui presente, esta sim, VISTA por Deus, e nEla se descobriram “integrados”. Jesus, por exemplo, disse: “Aquele que me vê, vê o Pai”. Estaria deixando de ser humilde? Não. Estava revelando a Verdade que conhecia, válida para ele, e igualmente válida para todos nós. Na aparência, Paulo teve a mesma experiência anos depois: “Já não sou eu que vivo, o Cristo vive em mim” (Gal. 2:20).

Lillian DeWaters, metafísica absolutista, escreveu: “Uma coisa, apenas, é de valor, superior ao ganho do mundo inteiro: entrar na Realidade identificado como o próprio Eu”.

A verdadeira humildade está em alguém se considerar “inexistente”, enquanto se inclui entre “povos” que Deus desconhece, e se considerar “Deus” pelo conhecimento da Verdade.

Todo o radicalismo empregado na literatura da Metafísica Absoluta é embasado em Revelações divinas. Se elas forem contaminadas pelo raciocínio dos “povos”, o dualismo ilusório parecerá estar em ampla atividade, e as maravilhas da REALIDADE DESTE AGORA continuarão parecendo estar encobertas. Não caiamos nesta armadilha da “humildade”. Na Metafísica Absoluta, esta palavra não existe, justamente porque TUDO É UM, TUDO É DEUS!

Encerramos esta série com as seguintes palavras de Lillian DeWaters:

“Pai, obrigado. Rejubilo-me em ver que o Infinito me inclui; que o Infinito é a TOTALIDADE de MIM—que EU SOU O INFINITO. Esta percepção não é presunção: ela é Suave e Poderosa; nela, opessoal” é imerso no UNO.”

FIM

EXATAMENTE ONDE VOCÊ ESTÁ

Dárcio

Exatamente onde você está, Deus está! Exatamente onde você está, Deus está consciente de ser TUDO e, portanto, de ser VOCÊ. Isto quer dizer que onde você está, não existe outra consciência sem ser a divina! Existe a Consciência ÚNICA, consciente de ser a Presença ÚNICA, e, portanto,a SUA PRESENÇA!

Feche os olhos e, sem forçar, contemple estes Fatos Espirituais. Eles são eternos, permanentes e universais. Enquadre-se! Contemplar é “se enquadrar conscientemente” aos Fatos reais, sem deixar espaço algum  à ILUSÃO de que VOCÊ possa estar sendo  “alguém ao lado de Deus”! EXATAMENTE ONDE VOCÊ ESTÁ, UNICAMENTE ESTÁ DEUS!