"O PAI EM MIM"

Dárcio

Não há processo gradativo de Iluminação espiritual. A percepção individual de nossa Consciência divina é o reconhecimento de nossa Identidade única como sendo o Cristo, o “Pai em MIM”. A mesma  natureza crística que vive em Jesus, em Paulo, em cada um de NÓS, é a Consciência iluminada totalmente manifesta, aqui e agora. O Cristo vive em NÓS como a “glória do Senhor”, que é “nascida sobre NÓS”. A intenção de se classificar, por exemplo, o grau de cristicidade evidenciado como Jesus, Paulo ou outros, não passa de atitude ilusória de se dividir o que é indivisível. Deus é a Consciência infinita única, indivisível, que Se evidencia aqui e agora como a “sua” Consciência individual, como o Cristo, o que lhe possibilita chamá-Lo de “o Pai em MIM”.

DEUS É TUDO! As pessoas do mundo parecem crer que Deus seja “quase tudo”, pois aceitam a existência também de certa mente humana, passível de “receber a Iluminação espiritual”. Apesar de inexistir tal mentalidade humana, vem sendo aceito que “ela” acabará por adquirir, paulatinamente, a compreensão plena da Verdade, através de leituras, palestras, meditações ou contemplações, até “alcançar” o pleno reconhecimento de que Deus é TUDO e não “quase tudo”. Por causa dessa crença falsa, a Consciência divina aparenta estar limitada em sua expressão, impossibilitada de SER ou de AGIR como a totalidade de SUA CONSCIÊNCIA, aqui e agora. Além disso, fica  a impressão de que você é dependente de “compreensão humana” para poder vivenciá-La exatamente neste instante. Quanto absurdo! Quanta ênfase à ilusão! Não existe “mente humana”; assim, não pode haver compreensão da Verdade por algo que inexiste!. DEUS É TUDO! E, esta totalidade abrange e constitui o “seu” Ser de modo pleno, completo e harmônico.

“O Pai em MIM” é o Reino de Deus DENTRO DE VOCÊ, em Sua Totalidade Infinita. Isto não quer dizer que exista “outro mundo” fora de seu ser! O Reino de Deus é o Universo espiritual, e este é o ÚNICO MUNDO QUE EXISTE REALMENTE! Se o Reino infinito está DENTRO DE VOCÊ, esta infinitude exclui, por sua natureza, todo conceito ilusório de “fora de você”. Em termos práticos, isto significa erradicar o dualismo! Assumir, a partir do Absoluto, que A MENTE DIVINA é a “mente inexistente”; que a MENTE DIVINA é a “mente carnal”; que o TUDO é o “nada”; que DEUS é o “ego humano”; que o CORPO DE LUZ é o “corpo humano”; e que “o PAI EM MIM “é a totalidade daquilo que EU PERCEBO. Que ocorre nessa percepção? A anulação da visão humana pelo reconhecimento pleno da sua Visão Simples ou iluminada, que apenas vê Deus, perfeição, totalidade! Com esta Visão simples, há somente a PERCEPÇÃO do “Pai em Mim”.

O discernimento espiritual jamais modifica algo deste Universo: apenas no-lo revela tal como realmente é. O mundo pode enxergar um “ego humano imperfeito”, mas nossa Consciência (o Pai em Mim) de imediato ali reconhece o Cristo, plenamente consciente e iluminado. Se a mente humana existisse, tentaria induzi-lo a crer que VOCÊ, com a leitura deste texto, está adquirindo compreensão espiritual e a Iluminação. Não creia nisso! Não existe mente alguma para lhe sugerir algo desse tipo. DEUS JÁ É A SUA ÚNICA MENTE, A QUAL JÁ ESTÁ RESPLANDECENTE E ILUMINADA! A SUA MENTE É A IMACULABILIDADE EM SI, “e não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no Livro da Vida do Cordeiro”. (Apoc. 21:27).

A aceitação incondicional de que a Mente Divina é a “mente inexistente”, ou “mente carnal”, é um expediente iluminado para  “não resistirmos ao maligno”. Se reconhecêssemos a mente humana como real, DEUS, A MENTE REAL ÚNICA, pareceria não estar totalmente manifesta, o que não é verdade. DEUS É A TOTALIDADE MANIFESTA! AQUI E AGORA! Se, porventura, pareceu ter havido algo chocante, devido à referida declaração, este “choque” não terá se dado na Mente Divina! Ocorreu, apenas, que a “inexistente” mente humana quis se mostrar estando chocada, ou alarmada, justamente para continuar lhe dando a impressão de ser ela  existente. Não se prenda às alegações ilusórias de que a Mente Divina deva Se manifestar para “dissipar” a chamada mente ilusória. Faça a “superposição aparente”, isto é, reconheça, partindo da Visão absoluta,  que a Mente divina é a “mente carnal”, e pare de lutar com algo que jamais existiu!

Deus sempre foi, é e sempre será a nossa Mente ÚNICA! Alem disso, a Mente divina jamais será envolvida na “superposição aparente”, pois JAMAIS HOUVE, POR PARTE DA MENTE DIVINA, QUALQUER IDÉIA REFERENTE À EXISTÊNCIA DE MENTE HUMANA.

“O PAI EM MIM” é a Totalidade de Deus aparecendo como a “sua” Consciência crística. Esta Totalidade, que já lhe está dada, inclui a Percepção do Universo, tal como ELE REALMENTE É, e inclui a totalidade de “sua” Iluminação espiritual, AQUI E AGORA! Assim ser vivencia a frase endossada por Cristo: “SOIS DEUSES!”.

“Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, pois não lhe dá Deus o Espírito por medida. O Pai ama o Filho, e todas as coisas entregou nas suas mãos.”
(João 4: 34,35).

Deixe uma resposta