"OLHAI PARA AS AVES DO CÉU"

Dárcio

Num de seus artigos, Emmet Fox cita o “feixe direcional” . Os aviões, à noite, voam com os pilotos colocando-os, através de bússola, num feixe direcional. Permanecendo dentro do “feixe”, o vôo estará seguro e na direção certa do destino almejado.

Nosso “feixe direcional” é a percepção de que vivemos imersos na Sabedoria infinita de nosso Criador divino! Assim, em vez de nos preocuparmos com decisões e atitudes, verifiquemos nossa sintonia com o “Feixe”. Nessa Unidade, sempre será AGORA, e sempre será PAZ!

Notemos que um Universo Infinito está ativo! Ele nos inclui! Se nele nos soltarmos, eliminando as preocupações e a crença estressante de que nossas decisões pessoais são importantíssimas, para nós ou para o mundo, descobriremos o óbvio: uma Inteligência infinita já está cuidando de tudo, e, inclusive, sendo o “Eu Sou” que cada um é.

Jesus Cristo estava se referindo a este fato, ao nos deixar as palavras: “Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?” (Mateus 6; 26)

A vida é simples de ser vivida, quando sua visão se perde na grandiosidade do Infinito e, ao mesmo tempo, se concentra na totalidade deste AGORA! Sem preocupações, sem “decisões importantes”, sem “apegos” e sem “ego”: simplesmente na  UNIDADE!

Deixe uma resposta