A NEFASTA CRENÇA QUE APARENTA “ESCONDER” A MENTE DE CRISTO!

É comum, quando dizemos a alguém que TODOS TEMOS A MENTE DE CRISTO, ouvirmos que não nos  basta saber que a temos, mas sim, que teremos de vivê-la! Quem afirma que “temos a Mente de Cristo”? Ela própria, atuando como algum revelador da Verdade. MAS QUEM AFIRMA QUE TEREMOS DE VIVÊ-LA? Eis a questão!

Primeiramente, teremos de RECONHECER A VERDADE de que DEUS É A MENTE ÚNICA! E então, teremos de deduzir que A MENTE DE CRISTO É A ÚNICA “MENTE REAL” ATUANDO COMO CADA INDIVÍDUO DO UNIVERSO REAL!

A ilusória “mente carnal” optará por tentar nos convencer de sua ilusória “presença”! E para isso, afirma que não nos basta “ter a Mente de Cristo, mas sim que TEREMOS DE VIVÊ-LA! E é quando a ILUSÃO é aceita como realidade pelos incautos que creem nela!

O ensinamento absoluto parte do princípio de que DEUS É TUDO, TUDO É DEUS! Para quê? Para não acreditarmos que NÃO ESTAMOS, AQUI E AGORA, VIVENDO A MENTE DE CRISTO QUE TEMOS!

Caso alguém aceite a CRENÇA FALSA DE QUE NOS É POSSÍVEL estar tendo, mas não vivendo a Mente de Cristo, outra pergunta poderá ser feita: QUEM PODERIA ESTAR SENDO ESTE “ALGUÉM”? SE NÃO FOR DEUS, NÃO SERÁ NINGUÉM!

Quando Jesus disse: “Se quer vir após mim, NEGUE-SE A SI MESMO, tome a sua cruz, venha e me siga”!  SERIA SEGUI-LO PARA ONDE?

PARA A “UNIDADE PERFEITA”, PARA A ONIAÇÃO, PARA O CRISTO COM A MENTE DE CRISTO QUE TODOS SÃO NA UNIDADE PERFEITA!

E se um ladrão for visto assaltando um Banco, que estaria acontecendo? “VÓS, DESTE MUNDO, NÃO SOIS”, disse Jesus! E disse também: “O PRÍNCIPE DESTE MUNDO É O SATANÁS, PAI DA MENTIRA! MENTIROSO DESDE O PRINCÍPIO!”.

E disse Paulo: AS COISAS DO MUNDO SÃO VISTAS PELO ESPÍRITO DO HOMEM QUE NELE ESTÁ; PORÉM, NÃO RECEBEMOS DE DEUS ESTE ESPÍRITO, MAS SIM O ESPÍRITO DE DEUS, PARA QUE PERCEBÊSSEMOS ESPIRITUALMENTE O QUE NOS FOI DADO GRATUITAMENTE POR DEUS”.

Não há VERDADE em suposto “mundo fenomênico”! Não há VERDADE em suposta “mente carnal”! e não há VERDADE em “alguém” não vivenciando A MENTE DE CRISTO!

*

Deixe uma resposta