“O PAI É MAIOR DO QUE EU!”


Em Sua amorfia essencial, Deus Se manifesta como todas as Formas espirituais originais existentes, que são  Formas perfeitas, permanentes e perpétuas. Ao declarar “Eu e o Pai somos Um, mas o Pai é maior do que eu”, Jesus nos transmitia a Verdade de que em Deus, todos vivemos, todos somos um, e que, nessa Unidade indivisível, cada Filho de Deus Se evidencia como o Cristo, expressando de modo exclusivo uma individualidade distinta!

Cabe a todo aquele, que se mostra interessado no conhecimento da Verdade, aceitar, reconhecer e contemplar a TOTALIDADE E UNICIDADE DE DEUS. Entretanto, toda e qualquer noção, passada por religiões, denominações e autores, mesmo que sejam renomados, e que exponham condições ou fatos capazes de atrapalhar ou impedir a livre Autorrevelação divina, será noção a ser desconsiderada, e isto porque A AUTORREVELAÇÃO depende unicamente de si mesma, podendo se dar em supostos “bons seres humanos” bem como em “maus seres humanos”. Como disse Jesus, “Sua chuva cai sobre justos e injustos”!

Qualquer ideia que limite o “despertar espiritual” de alguém, por mais lógica que possa parecer, vem sempre da “mente em ILUSÃO”, e não do Espírito de Deus em nós.

Somos todos, “DESDE O PRINCÍPIO”, uma Unidade Perfeita chamada DEUS! E assim como os ramos da videira são simultaneamente a videira e cada ramo, somos, individualmente, o CRISTO DIVINO ESPECÍFICO OU DISTINTO, que cada Filho de Deus é, e simultaneamente, somos o”Pai INFINITO”, que de Seu Verbo emana cada Filho.

Esta Verdade explica as palavras de Jesus: “Eu e o Pai somos UM; mas, o Pai é maior do que eu”.

Este FATO indica que O UM NOS ENGLOBA EM SUA UNIDADE E EM SUA NATUREZA!

Disse Jesus:“Vocês me ouviram dizer: Vou, mas volto para vocês. Se vocês me amassem, ficariam contentes porque vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu” (João 14:28).

Sua “ida ao Pai” sinalizava a “nossa ida ao Pai”, o que  seria CADA FILHO PERCEBER SUA REAL PRESENÇA EM DEUS!

Jamais o Homem REAL esteve em “ventre materno”, como disse Buda! Jamais o Homem REAL teve ou tem “pai sobre a face da Terra”, como disse Jesus. E não o encontramos, em parte alguma da Bíblia, chamando Maria de “mãe”! Chamava-a de “mulher”, quando vista por ele em sua aparente humanidade!

Contemple a Verdade Absoluta de que DEUS É TUDO COMO TUDO, sem “dividir a casa” com a ilusória “personalidade terrena”, supostamente oriunda de irreais “mortais”! 

*

Deixe uma resposta