QUE TIPO DE DEUS É VOCÊ?- 11

– 11 –

Todo o Evangelho propagado por Jesus enfatiza um “ponto crucial comum”, chamado “JUÍZO JUSTO”, ou “RETA JUSTIÇA”. Assim disse ele:“Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça”. (João 7:24)

Em João 5: 22, é explicado o sentido absoluto da prática efetiva da “reta justiça”:

“Assim, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo o julgamento ao Filho, a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. “Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou. Em verdade, em verdade vos asseguro: quem ouve a minha Palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”.

Por que os metafísicos em geral criticam as religiões e denominações do mundo? Por não obedecerem ao cerne do conhecimento da Verdade, e não saberem como é que a Verdade liberta o homem. Este cerne é O JULGAMENTO DE SI MESMO, QUE DEVERIA SER SEGUNDO A “RETA JUSTIÇA”, MAS QUE AS RELIGIÕES TRADICIONAIS SÓ SABEM VER DEUS EM JESUS E JULGAR A TODOS “SEGUNDO A “APARÊNCIA”!  

Quantos não passaram a vida toda “endeusando Jesus”, mas se achando “carnal”, “pecador”, “criatura”, e não FILHO DE DEUS, por terem sido “cegos guiados por cegos”, desconhecedores da “RETA JUSTIÇA” que os levaria à UNIDADE PERFEITA pregada por Jesus!

“Assim, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo o julgamento ao Filho, a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou”.

Este FILHO, segundo as igrejas do mundo, é unicamente Jesus, INVERDADE que as impede de PREGAR A “RETA JUSTIÇA”, para disseminarem o condenado JUÍZO SEGUNDO A “APARÊNCIA”.

E Paulo foi taxativo: “JESUS CRISTO ESTÁ EM VÓS”, OU SEJA, CADA FILHO É O FILHO DE DEUS, SENDO QUE O PAI É ÚNICO E COMUM A TODOS!

Explicando esta Verdade a um evangélico, disse-me ele: O FILHO, ENVIADO POR DEUS, FOI JESUS! Mas quando lhe perguntei se ele foi enviado pelo diabo, não quis me confirmar!

O fato é o seguinte: enquanto alguém rejeitar a Verdade de “ter sido feito do Verbo de Deus”, como diz a Bíblia, e acreditar ser diferente de Jesus, não se sentirá à vontade para praticar o “JUÍZO JUSTO”, “honrando a SI MESMO como honra o Pai”, e, desse modo, não será capaz de meditar como meditava Jesus, reconhecendo “SER UM COM O PAI”!

Não terá SE NEGADO A SI MESMO E SE DESPIDO DO VELHO HOMEM, para saber que, como disse Paulo, “O CRISTO É TUDO” –  NELE PRÓPRIO, e igualmente “EM TODOS”!

Continua..>

Deixe uma resposta