FAÇA TRANSBORDAR OS PERMANENTES “SENSACIONISMOS DA ALMA”!

Sempre que alguém se mostra descontente e se queixando de algo, seja qual for o “algo” em questão, o fato é que a causa jamais tem ligação com ele, isto é, a causa é sempre ALGUÉM NEGAR SER O CRISTO, E NUNCA “CARNAL DO MUNDO”! Portanto, a correção da aparente situação se faz EM SI MESMO, pois, é EM SI MESMO que Deus projetou SER O CRISTO, SUA EMANAÇÃO INDIVIDUAL PERFEITA E PERMANENTE!

Em vista disso, nem perca tempo com “sensacionismos hipnóticos” vindos de “crenças falsas coletivas”; de imediato, VOLVA-SE A “MIM”, ao EU SOU INFINITO que verdadeiramente É QUEM VOCÊ É!

A crença em “eu carnal” jamais esteve presente no CRISTO que VOCÊ É! Por isso, disse Paulo que “nos despojássemos desse velho homem e seus feitos”! Nosso livramento está em nos desapegarmos destas falsas existências para simplesmente SERMOS QUEM SEMPRE SOMOS, DESDE O PRINCÍPIO, exatamente como Jesus nos revelou: “E VÓS TAMBÉM TESTIFICAREIS, POIS, ESTIVESTES COMIGO “DESDE O PRINCÍPIO”!

Percebendo a profundidade e a veracidade desta taxativa declaração de Paulo, daremos fim às expectativas da ILUSÃO no sentido de que endossássemos suas mentiras! Não perderemos tempo algum em dizer que “algo nos aborrece” ou que “algo nos tirou a alegria”! Estaremos irradiando a Luz divina que perenemente somos, e reconhecendo nossa UNIDADE com todos os perfeitos “sensacionismos da Alma”, sentindo-os um a um, comprovando a Verdade de que “SOMOS DEUSES” e não “carnais do mundo”, apartados de Deus e de Suas bem-aventuranças!

O discernimento espiritual não consiste de “alguém positivar crenças coletivas negativas”! Nas “contemplações absolutas”, mudamos das emissoras “humanas” para a Emissora divina! Apenas isso! Para quê? PARA FICARMOS VENDO DEUS FACE A FACE, CONTEMPLANDO A VERDADE DE SERMOS “UM COM ELE”, E ISTO, “DESDE O PRINCÍPIO”!

CONTEMPLAMOS O FATO DE QUE AS SENSAÇÕES AMOROSAS, PACÍFICAS E EXTASIANTES DA VERDADE SE IRRADIAM A PARTIR DE NÓS MESMOS, SEM INTERRUPÇÕES! SÃO SENSAÇÕES TRANSCENDENTES, DE NATUREZA DIVINA, E QUE NADA TÊM A VER COM O ILUSÓRIO “MUNDO DOS FENÔMENOS”!

Há tempos, escutei um preletor da Seicho-no ie dizer sobre si mesmo o seguinte: estava ele à espera de ser chamado a participar de um programa de TV, quando alguém dele se aproximou, perguntando: “O senhor é preletor da Seicho-no-ie?” E quando ele confirmou que sim, a pessoa disse a ele: “Com essa cara amarrada? Não está parecendo ser!”. Sendo preletor, obviamente teria o hábito de praticar a Meditação Shinsokan; porém, é notório que repetia as frases divinas sem se abrir à percepção das sensações daquilo que meramente “afirmava”!

Quando as meditações são feitas corretamente, elas partem da Verdade de que DEUS É QUEM SOMOS, o que significa que CARNAL ALGUM existe para ocupar nossa Presença na Onipresença!

Há também o caso de uma praticista da Ciência Cristã que, estando com o filho pequeno ao lado dela, vendo TV, ao tocar seu telefone, viu ser alguém pedindo-lhe ajuda. Explicou à criança que iria se ausentar e orar pela pessoa, e assim o fez. Quando retornou à sala, o filho disse a ela: “Pela sua cara, Deus não a atendeu, não é?” Jamais pode ser esquecido que “O PAI É QUEM FAZ AS OBRAS”!

A vida pela Graça consiste em expressarmos o que DEUS É, e nunca ficarmos expressando “bem ou mal” das supostas crenças coletivas. Desse modo, a ALEGRIA DA ALMA é aflorada naturalmente,  fazendo desaparecer o ilusório “eu humano” que, indevidamente, quer puxar aos seus ombros a “responsabilidade de atender a pedidos de ajuda”.

COM ISSO, A TOTALIDADE E UNICIDADE DE DEUS SÃO REALMENTE RECONHECIDAS!

Jesus assim disse: “O MEU FARDO É LEVE!”

*

Deixe uma resposta