O SUPOSTO “MUNDO FENOMÊNICO” É PURA PIADA!

O SUPOSTO “MUNDO FENOMÊNICO” É PURA PIADA!

Uma piada assim pode ser definida: “É uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê. É um recurso humorístico utilizado na comédia e também na vida cotidiana de todas as pessoas”.

  Se formos contar uma piada a alguém, sua mente se preparará para

“OUVIR ALGO IRREAL, NUM AMBIENTE IRREAL”, MAS ACREDITANDO EM QUALQUER ABSURDO, ATÉ CHEGAR AO SEU DESFECHO.

Quando a Verdade é revelada, DEUS SENDO TUDO fica sendo o REINO ÚNICO E ONIPRESENTE EM QUE REALMENTE TODOS VIVEMOS! Em vista disso, o suposto “mundo de aparências” pode ser reconhecido como “mundo do pai da mentira”, ou seja como sendo uma PIADA!

Se somos “deuses imortais” e a crença coletiva diz que “somos carnais mortais”, esta “visão material” é integralmente pura PIADA! E nela se contém o “cenário ilusório completo”, para que possa induzir alguém a “perceber-se incluso nele”!

Uma piada diz que “num hospício, um louco passava o dia todo afirmando, em voz alta: “Eu sou Napoleão Bonaparte!”. Isto irritava os demais internos, que foram ao diretor reclamar. Ouvindo a queixa, o diretor prometeu falar com ele, e assim foi feito. Frente ao louco, assim lhe perguntou o diretor: “Quem foi que lhe disse que você é Napoleão Bonaparte?” E o louco respondeu: “Quem me disse foi Deus!” E então, outro louco que estava por perto, assim se manifestou: “Eu? Eu não! Eu não disse nada disso!”

Momentaneamente, aquele que escuta uma piada entende como real a SUGESTÃO lhe passada como “acontecimento”! O hospício, os loucos nele internos, seu diretor, e tudo mais do cenário, tão logo termine a piada, passa a ser desconsiderado! E desconsiderado como NADA!

O suposto “mundo de aparências” é igualmente uma PIADA! Jesus o chamava de “mundo do pai da mentira”, por ser uma “encenação falsa e mentirosa”, sem “personagens reais” e sem todas as suas supostas “atividades”!

Receber a REVELAÇÃO de que SOMOS AUTOMANIFESTAÇÕES da DIVINDADE ONIPRESENTE, implica a PERCEPÇÃO de que JAMAIS ESTIVEMOS NO MUNDO, POR SER, O SUPOSTO MUNDO, MERA PIADA, DESTITUÍDO DE CENÁRIO VERDADEIRO! DAR REALIDADE AO MUNDO SE EQUIPARARIA A ALGUÉM DAR REALIDADE AO “HOSPÍCIO DA PIADA”, OU “ LEVAR ALGUÉM A ORAR PARA QUE O “LOUCO DO CENÁRIO” DA PIADA SE CURASSE!

Enquanto O SUPOSTO MUNDO FOR VISTO COMO REALIDADE, A PIADA SERÁ “O VAPOR ILUSÓRIO” SEMPRE A OCULTAR A DIVINDADE AUTOMANIFESTA QUE TODOS SOMOS! Para que esta ILUSÃO possa ser extinta, assim nos disse Paulo:

“EM DEUS VIVEMOS, NOS MOVEMOS E TEMOS O NOSSO SER!”.

Em outras palavras, JAMAIS EXISTIU O “HOSPÍCIO DE LOUCOS” DA PIADA CONTADA, ASSIM COMO JAMAIS EXISTIU O SUPOSTO “MUNDO FENOMÊNICO”, A NÃO SER COMO PIADA ACREDITADA COLETIVAMENTE! Portanto, sempre que lhe chegar a SUGESTÃO  de que “há personagens reais no mundo”, lembre-se: SÃO TÃO REAIS QUANTO O “LOUCO QUE ADMITIA SER NAPOLEÃO”!

Desse modo, estará praticando os dois princípios de O Caminho Infinito: impersonalizando a ilusão e nadificando a ilusão, restando-lhe unicamente a Verdade de que DEUS CONSTITUI O SER INDIVIDUAL QUE SOMOS!

*

Deixe uma resposta