A JARRA VAZIA

Disse Jesus: “O Reino é semelhante a uma mulher que carregava uma jarra cheia de alimento. Enquanto seguia pela longa estrada, a alça da jarra quebrou. O alimento se espalhou atrás dela sem que ela o notasse. Chegando em casa, colocou a jarra no chão e encontrou-a vazia”.

Evangelho de Tomé

Esta é uma bela e gloriosa ilustração do que ocorre conosco. Às vezes, achamos o nosso fardo pesado demais, e que já estamos com ele por um tempo demasiadamente longo. Em muitos casos, a carga até parece estar se tornando mais pesada, mais escura, mais amedrontadora e alarmante. E então, chegamos ao ponto em que “colocamos a jarra no chão” e despertamos. Descobrimos que a carga estava vazando lentamente, tal qual o alimento da jarra.

O que estava realmente acontecendo, é que nosso fardo estava sendo dissipado, disperso, eliminado. Parecíamos estar em nossos piores momentos, e nem notávamos que o fardo estava, de fato, desaparecendo.

Quando despertamos, percebemos que jamais existira fardo algum; nunca o havíamos carregado; nunca ele havia existido!

*

Deixe uma resposta