PERMANEÇA NO “FEIXE DIRECIONAL” DA VERDADE!

Muitos são os que dizem: “O futuro a Deus pertence”! No entanto, é o AGORA que a DEUS PERTENCE, pois TUDO É DEUS e TUDO É AGORA! Cada um que for conhecendo esta Verdade, irá se desviando da CRENÇA EM TEMPO, EM PASSADO, EM PRESENTE E EM FUTURO, que são criações ilusórias da suposta “mente carnal”.

“Amados, AGORA sois FILHOS DE DEUS”, disse João. A real percepção de que O TEMPO NÃO EXISTE, é o que mais nos facilita em reconhecer este FILHO DE DEUS que somos!

Jesus assim disse: “Se fôsseis cegos, não teríeis pecado”. Por quê? Aos cegos, as “aparências” não chamam tanto a atenção! Sabemos que a mente não consegue acreditar em duas ideias contrárias ao mesmo tempo! Jesus quis dizer que “ficar cego”, para as “aparências em mutação”, facilita a nossa PERMANÊNCIA NO QUE É PERMANENTE, que é DEUS SE EXPRESSANDO NO AGORA COMO “UNIVERSO CONSUMADO”, COMO TUDO E COMO TODOS NELE EXISTENTES!

Na Unity, há um ensinamento que diz:

 “Fique na reta da Verdade: SOMENTE EXISTE DEUS!” Podemos entender esta reta como um “feixe direcional” empregado pelos pilotos de aviões, principalmente em voos noturnos. O avião é visto em miniatura no painel de instrumentos, e o piloto, sem nada enxergar externamente, apenas controla a posição dele durante todo o voo, mantendo-o sempre no “feixe direcional” apresentado pelo painel. É desse modo que, em plena escuridão da noite, o avião pode se movimentar e permanecer em sua rota desejada, até aterrissar em seu destino.

O “feixe direcional da Verdade” está  mesmo nesta “reta”, que traz os dizeres: “SOMENTE EXISTE DEUS!”. O mínimo DESVIO para ”fora dela”, e será dado “existência” a doenças, dificuldades, corrupções, imperfeições, carências, ou seja, a ILUSÕES de toda espécie, o que só comprometerá nossa  UNIDADE COM DEUS! Por isso, é de vital importância PERMANECERMOS NA RETA DA VERDADE, evitando toda e qualquer “saída” deste iluminado “feixe direcional”.

É como nos declarou Jesus:

“AQUELE QUE PERMANECER EM MIM, CONHECERÁ A VERDADE E A VERDADE O LIBERTARÁ!”

*

Deixe uma resposta