VIVENDO COM AS ESCRITURAS E COM O PODER DE DEUS!

Assim como os esportistas contam com seus técnicos, para lhes dirigirem as ações ou formas de se comportar, a fim de obterem os melhores resultados, de igual modo contamos com as revelações absolutas, sempre a nos instruírem quanto à melhor forma de lidarmos com as aparentes diversidades da vida.

No estudo da Verdade, temos por “oponentes” unicamente crenças mentirosas, que buscam nos reter a atenção para que acreditemos em suas falsas alegações, sempre “vindas” em forma de “imagens hipnóticas”. Para não sermos surpreendidos nem iludidos, precisamos nos dedicar ao conhecimento radical das revelações absolutas, bem como  reconhecer a Onipresença onipotente de Deus, sempre  estando ativa como o Cristo que somos.

“Errais por desconhecerdes as Escrituras e o Poder de Deus”, disse Jesus! Desse modo, sintetizou o mais importante, dentre tudo aquilo que nos instruiu a fazer!

Ninguém deve se acomodar às “aparentes fases boas da vida”, de modo a relaxar e mesmo abandonar a “prática da Verdade”. Pelo contrário, mais e mais deve conhecer as instruções para aplicá-las e vivenciá-las na suposta “vida prática”.

É comum o erro decorrente da liberdade dada ao suposto “homem natural”, quando este, se achando “autor” do aparente “bem fenomênico”, faz com que AÇÃO REAL de cada um seja “esquecida”, em vez de ser cada vez mais reconhecida! E então, A VERDADE FICA 

RELEGADA A SEGUNDO PLANO, bem como fica aparentemente esquecido o que dizia Jesus:

“De mim mesmo, nada sou e nada faço; O PAI EM MIM FAZ AS OBRAS”.

Numa luta de boxe, o pugilista estava seguindo as orientações de seu técnico, e de repente viu-se em superioridade na luta; e então, se entusiasmou precipitadamente em dar continuidade à luta SEM OUVIR O SEU TÉCNICO, que lhe gritava e orientava para conter aquele perigoso entusiasmo. Continuou avançando cegamente em direção ao adversário, foi surpreendido por violento golpe dado por ele, e acabou indo ao chão, nocauteado!

O mesmo ocorre com muitos que saem de dificuldades graças à prática dos princípios espirituais, mas logo se sentem vitoriosos de si mesmos, “abrindo a guarda” para serem surpreendidos pelas “aparências”, que, para eles, “voltaram a ser realidades”!

DEUS É TUDO, E A TOTALIDADE DE DEUS SE EVIDENCIA COMO O CRISTO QUE SOMOS!

Jamais se descuide, deixando de RECONHECER E CONTEMPLAR esta Verdade! Tendo isso em PLENA CONSCIÊNCIA, estará você, como disse Jesus, VIVENDO SEM ERRAR, por estar CONHECENDO AS ESCRITURAS E RECONHECENDO O PODER DE DEUS!

Esta vivência iluminada deve prevalecer em sua experiência, seja em suas “contemplações absolutas”, seja em sua aparente “vivência” na “sombra fenomênica”!

UNICAMENTE DEUS É REALIDADE, E UNICAMENTE O “EU ABSOLUTO” É O “EU QUE VOCÊ É”!  

JAMAIS SE DESVIE DESTA VERDADE!

*

Deixe uma resposta