“AQUELE QUE GUARDAR A MINHA PALAVRA NUNCA VERÁ A MORTE!”

“Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém, tu vai e anuncia o reino de Deus”.

(Lucas 9: 59-60).

Não há quem enxergue sua sombra se movimentando pelo chão, e que acredite ter ela “vida própria para se mexer”. E quando nos é dada a revelação de que “somos o Templo de Deus, com o Espírito de Deus habitando em nós”, o que está ali implícita é a Verdade de que o suposto “corpo carnal” somente se mostra “em movimento” por ser simples e temporária “sombra” da Oniação divina.

“Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos”, disse Jesus àquele que desejava primeiro “enterrar seu pai”, para só depois se apresentar para segui-lo! Jesus tinha pleno conhecimento da Verdade de que “enterrar mortos” seria “enterrar sombras”! Por isso, disse taxativamente a ele: “Vai e anuncia o reino de Deus!”.

Até hoje, a CRENÇA em “nascimentos e mortes” é aceita normalmente! O “mundo do pai da mentira” continua sobressaindo e distorcendo os fatos reais, promovendo seus cenários hipnóticos e mentirosos,  só “vistos” com o emprego da “mente carnal”. Que continha a resposta de Jesus? A VERDADE DE QUE DEUS É TUDO, UM DEUS DOS VIVOS, SENDO, COM SEU VERBO, TODOS OS FILHOS DE DEUS ETERNAMENTE FORMANDO A UNIDADE PERFEITA!  DESSE MODO, CABE A CADA UM, COM SUA PRÓPRIA MENTE DIVINA, “ANUNCIAR O REINO DA VERDADE”, A FIM DE “RESSUSCITAR OS MORTOS”, QUE SÃO AQUELES QUE SE IDENTIFICAM COM “CORPOS CARNAIS”, TAXANDO-OS COMO “VIVOS”, SEM A MÍNIMA NOÇÃO DE QUE “SE MOVEM PELO ESPÍRITO DIVINO”, ONIPRESENTE E EM SI MESMOS, E NÃO POR MEIO DAS SUPOSTAS “SOMBRAS HUMANAS TEMPORAIS”!

Assim disse Jesus: “Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém GUARDAR A MINHA PALAVRA, NUNCA VERÁ A MORTE” (João 8: 51). O INFINITO é eternamente espiritual e VIVO! Por isso, o entendimento de que “não devemos chamar de pai a nenhuma “sombra terrena”, abre-nos à PERCEPÇÃO da real Vida divina eterna, ou seja do CRISTO que todos somos! Não há realidade em suposta “vida terrena” nem em “vida em outros supostos planos”! A suposta “mente” carnal precisa ser reconhecida como ILUSÓRIA, e nunca como a NOSSA MENTE! Desse modo, como afirmou Jesus, “nunca veremos a suposta morte”, cientes de que O CRISTO É A VIDA ETERNA DE TODOS NÓS, VIVENDO COMO “DEUSES” NO REINO DE DEUS, AQUI E AGORA!

*

Deixe uma resposta