O PONTO ESSENCIAL

O ponto grandioso a ser considerado por você é o seguinte: você encontra-se agarrado à ideia de sua Realidade espiritual? Ou está se identificando com uma existência material? Com Deus ou com homem? Com a inspiração ou com a razão? Com a Mente divina? Ou está se concedendo uma mente humana separada?

O homem, tendo aceito que há muito deixou a “casa do Pai”, em sua  imaginação se associa aos pares de opostos, bem e mal, vida e morte, e limitações de tempo e espaço. Seu sucesso e riqueza , também, vem dependendo largamente de sua atitude em relação a pessoas, circunstâncias, tempo e condições. Mas, nesse patamar, jamais ele poderá encontrar a paz completa, simplesmente porque esta não poderá ser encontrada em falsas aceitações.

Quando o homem se identifica com o Espírito, com a Mente única, ele percebe que não poderá mais acreditar em outra mente, como  vinha fazendo. Na Luz Autorreveladora, ele pode ver que EU SOU AQUELE QUE SOU, e fica conhecendo sua inerente unidade com este“EU”. Desse modo, deixará de querer evoluir ou espiritualizar uma suposta mente humana, movido pela crença falsa de que esse método o faria alcançar aquela mente que estava em Cristo Jesus. Tampouco desejará curar ou modificar um corpo que ele considerava ser material, com o propósito de restaurá-lo à condição real de saúde e de harmonia. (Obs: ESTARÁ DESPERTO E VENDO, COM O “OLHO SIMPLES”, O SEU CORPO ESPIRITUAL E ÚNICO, ETERNAMENTE PERFEITO, HARMÔNICO E IMUTÁVEL, O “TEMPLO DO DEUS-VIVO”)

 

Deixe uma resposta