“ONDE ESTIVER O VOSSO CORAÇÃO…”

Há tempos, um ator brasileiro foi escolhido para ser, no cinema, o bandeirante Fernão Dias Paes Leme, cuja obsessão era encontrar esmeraldas, razão pela qual ficou conhecido como “caçador de esmeraldas”. Passou a vida toda perseguindo este objetivo, e ao fim da vida, encontrando turmalina,  pedra sem valor algum, acreditou ser esmeralda, deixando o mundo convicto de ter conseguido concretizar o seu sonho! MAS ERA SÓ ILUSÃO!

Podemos intuir a alegria dele, e de todos os seus acompanhantes, com o ilusório “achado” das supostas “esmeraldas”! Perdeu sua vida toda naquela busca infrutífera! Teria sido frutífera, caso tivesse achado esmeraldas verdadeiras? Não! Verdadeiras ou falsas, ficariam no mundo, sem que nem ele nem nenhum de seus acompanhantes, hoje, estariam no mundo, a não ser como nome de rodovia, avenida, rua, escola, ou registrado em livros de História do Brasil!

Se este bandeirante tivesse empregado a mesma dedicação ferrenha para achar O CRISTO QUE SEMPRE ESTAVA SENDO, o tempo lhe teria sido útil e bem empregado! Até as esmeraldas reais lhe seriam “acrescentadas”.

Disse Jesus: Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração” (Mt. 6: 19-21).

Na abertura do livro “Resolvendo Problemas Financeiros”, coloquei a seguinte preciosidade, escrita por Joel S. Goldsmith:

Tudo de que necessitarei, desde agora até o fim dos tempos, já está agora corporificado em minha consciência: a substância e a lei que a ampara. Esta consciência onipresente é a substância de todas as formas e a lei para todas as formas. É infinita em essência, em expressão e em manifestação. Não é limitada por nenhuma crença humana; é a consciência divina, que flui plena e livremente como minha consciência individual. E para que assim seja, não é preciso que eu vá a parte alguma, nem que peça nada a ninguém, visto que o lugar em que estou é “solo sagrado”.

A pior CRENÇA FALSA não é a do tipo que se deu com Fernão Dias, tomando “turmalina” por “esmeralda”! A pior, a mais trágica e nefasta de TODAS,  é a CRENÇA FALSA de que “HÁ NASCIMENTOS E MORTES”!

Cada “contemplação absoluta”, feita com o reconhecimento de SERMOS O CRISTO, VIVENDO ETERNA E IMUTAVELMENTE EM SOLO SAGRADO,  é o que significa estarmos AJUNTANDO TESOUROS NO CÉU! ISTO PORQUE ESTAREMOS EM UNIDADE COM DEUS E COM O REINO DE DEUS, O QUE FARÁ COM QUE SE PROJETEM, VISIVELMENTE, TODOS OS BENS NECESSÁRIOS “VINDOS DE ACRÉSCIMO”!

*

Deixe uma resposta