A ILUMINADA “CONTRADIÇÃO APARENTE”

Quem for conhecedor da forma com que Jesus via a SI MESMO sendo DEUS, e atribuindo suas obras ao Pai, terá de entender ser esta a maneira de praticarmos, TODOS NÓS, a doutrina divina pregada por ele.

“De mim mesmo nada faço”, disse Jesus, “o Pai EM MIM faz as obras”. Mas disse também: “Quem me vê a MIM, vê o Pai”!

As duas declarações, aparentemente são contraditórias; entretanto, contêm a Verdade Absoluta de que HÁ UM SÓ UNIVERSO, ESPIRITUAL, E QUE HÁ UM SÓ EU, ESPIRITUAL, AMBOS INVISÍVEIS AOS SUPOSTOS “SENTIDOS HUMANOS”!

Esta revelação INCLUI CADA UM DE NÓS, no sentido de que TODOS os supostos “feitos terrenos” jamais PODEM SER atribuídos a nós, caso nos identifiquemos como “carnais”. O QUE SEMPRE FAZEMOS, É FEITO COMO INTEGRANTES DA ONIAÇÃO, E NUNCA COMO “MORTAIS ILUSÓRIOS”!

Por isso, Jesus dizia TAXATIVAMENTE que DELE MESMO, NADA FAZIA! Com isto, cortava EXEMPLARMENTE a manifestação, através dele, da CRENÇA COLETIVA do bem e do mal. Identificando-se com a ONIAÇÃO DO PAI, cortava TODA a pretensão da “mente carnal” em fazer dele um “canal do erro”!

Quem quer que seja, e que se afine com este procedimento iluminado de Jesus, repetirá para SI MESMO a prática desta mesma Verdade, IDENTIFICANDO-SE com a ONIAÇÃO DA UNIDADE PERFEITA, COM A MENTE DE CRISTO, E, COM O SEU “CORPO GLORIOSO”, DE LUZ ONIATIVA E ONISCIENTE!

DIANTE DA “APARÊNCIA DE SER HUMANO”,  QUE NÃO PASSA DE UM “REFLEXO FINITO E DETURPADO”, PROJETADO NA ILUSÓRIA “MENTE HUMANA, NÃO FARÁ COM ELA QUALQUER IDENTIFICAÇÃO! REPETIRÁ JESUS, DIZENDO:

ESTA “SOMBRA” NADA FAZ! QUEM TUDO FAZ É O “EU ONIATIVO”, O “PAI EM MIM”!

Foi por isso, que assim disse Jesus:

“O FILHO FAZ O QUE VÊ O PAI FAZER!”  E ESTE FILHO É O CRISTO QUE SOMOS!

* ­

Deixe uma resposta