UNICAMENTE DEUS É REALIDADE DO AGORA!

“Eu te glorifiquei na terra, finalizando a obra que me entregaste para realizar. E agora, Pai, glorifica-me junto a Ti, com a glória que Eu tinha contigo antes que o mundo existisse”.

João 17: 5

A crença coletiva que aparenta ser dominante, Iludindo a humanidade com um suposto “agora terreno e mutável”,  é FALSA, INATIVA E INOPERANTE, e desse modo precisa ser reconhecida, a fim de que suas “atividades ou feitos” não sejam entendidos como REAIS, e simulando serem “COEXISTENTES” COM A “ONIAÇÃO DIVINA”, ÚNICA, REAL E PERFEITA ATIVIDADE UNIVERSAL!

O AGORA É  O “MOMENTO REAL ÚNICO”, E NELE É QUE “VIVEMOS COMO DEUSES”!

Quando a Bíblia diz: “EU SOU O ALFA E O ÔMEGA, O PRINCÍPIO E O FIM”, revela nosso EU NO AGORA DA PERFEIÇÃO DIVINA PERMANENTE!

Tudo que se apresenta como “mutável”,  NÃO É A ONIAÇÃO,   e não é “coisa alguma”, por ser puramente “NADA’”!

Se alguém diz se associar com “feitos terrenos”, sejam excelentes ou péssimos, a IRREALIDADE é o quadro hipnótico inteiro, que, como NADA, precisa ser reconhecido, ou as “APARÊNCIAS”  parecerão COEXISTIR COM DEUS, quando, de fato, NEM COEXISTEM NEM EXISTEM, uma vez que DEUS É TUDO, E, EM SEU “AGORA”, TUDO É CONSUMADO, PERFEITO E PERMANENTE!  E SENDO UM COM ELE, TODOS SOMOS, AGORA, CONSUMADOS, PERFEITOS E PERMANENTES!

Ao orar, Jesus assim disse: “Pai, GLORIFICA TEU FILHO, com a GLÓRIA que me deste ANTES QUE ESTE MUNDO FOSSE FEITO!”.  Com esta oração, Jesus REMOVIA A ATENÇÃO DAS “APARÊNCIAS” PARA O “AGORA GLORIOSO DE DEUS”, EM QUE ELE, E  TODOS NÓS, DE FATO, ESTAMOS VIVENDO!

Enquanto a humanidade não se convencer de que esta TROCA DE REFERENCIAL é  passo  fundamental requerido para a sua LIBERTAÇÃO, continuará crendo em “atividades humanas”, boas e más, que são puramente “quadros hipnóticos”  representando a CRENÇA EM DOIS PODERES, e mais nada!

Em Mateus 7: 22, Jesus diz: “ Muitos dirão a mim naquele dia: ‘Senhor, Senhor! Não temos nós profetizado em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios? E, em teu nome, não realizamos muitos milagres?’ Então lhes declararei: Nunca os conheci. Afastai-vos da minha presença, vós que praticais o mal”. Qual é o sentido absoluto destas palavras?  Jesus explica que deseja o AFASTAMENTO  do suposto “carnal” que  se faz de ATIVO BENFEITOR! Repreende sua atividade ILUSÓRIA, por não ser a ONIAÇÃO DIVINA RECONHECIDA!

“NUNCA VOS CONHECI. AFASTAI-VOS DA MINHA PRESENÇA, VÓS QUE PRATICAIS O MAL”!

Que “mal” era praticado? A ausência do RECONHECIMENTO  de que “BOM SÓ HÁ UM, QUE É DEUS”, como respondeu Jesus ao mancebo que o chamara de “Bom Mestre”!

 

UNICAMENTE DEUS É REALIDADE DO “AGORA ETERNO”!

OU NOS VEMOS NA “UNIDADE PERFEITA”,  PRATICANDO EM ONIAÇÃO AS “OBRAS PERMANENTES”, OU NOS VEMOS AFASTADOS DA “MINHA PRESENÇA” – ACREDITANDO SERMOS “CARNAIS BENFEITORES”,  AGINDO DE  NÓS MESMOS,   E ALHEIOS À ONIPRESENÇA REAL E ONIATIVA DE DEUS! ESTE SERIA O “MAL”!

*

Deixe uma resposta