Natal Com Manjedoura Vazia…

O Evangelho de João não registra a”dificuldade” de José e Maria em encontrar “lugar na terra” em que pudesse “nascer Jesus”,  nem que, em vista dessa dificuldade, teria ele “nascido num estábulo e posto numa manjedoura”!

NUNCA HOUVE NEM HAVERÁ “LUGAR NA TERRA” EM QUE “NASÇAM” OS IMUTÁVEIS E PERENES FILHOS DE DEUS!

João revelava o verdadeiro SIGNIFICADO DO NATAL, que, longe de ser “um Filho de Deus nascendo no mundo”, é o “RENASCIMENTO”  INDIVIDUAL DE CADA FILHO DE DEUS EM DEUS!

“Bem aventurado o VENTRE QUE JAMAIS GESTOU”, respondeu Jesus à mulher da multidão que lhe gritara: “Bem aventurados  os seios que te amamentaram”!  Jesus não veio para reconhecer um suposto “mundo de nascimentos e mortes”! Não veio para ser reconhecido como “FILHO DE DEUS” dotado “mais de Deus” do que todos os demais! VEIO REVELAR O REINO “CHEGADO” DE DEUS; assim, sempre via em si próprio a mesma Luz do Pai que declarara ser a NOSSA LUZ. 

“Subo para MEU PAI E VOSSO PAI, para MEU DEUS E VOSSO DEUS”, dizia ele, para que O PAI FOSSE ENTENDIDO COMO “NOSSO” e, COM ISTO,  TODOS O RECONHECESSEM COMO “UNIDADE PERFEITA”!

Jesus disse “NÃO RECEBER HONRA E GLÓRIA DE HOMENS” ! SABIA QUE TODA GLÓRIA RESIDE NA VERDADE DA “UNIDADE GLORIOSA QUE SOMOS,  REVELADA TAMBÉM POR PAULO:

“O CRISTO É TUDO EM TODOS”. 

Sabia que os chamados VIVOS NA MATÉRIA ERAM “MORTOS”, E QUE “HONRARIAS VINDAS DE MORTOS” JAMAIS SERIAM VERDADEIRAS, MAS SIM, ILUSÓRIAS!

“Por que me chamam: Senhor! Senhor!, sem fazerem o que eu digo?” – disse Jesus. Em outras palavras, após pregar que SOMOS LUZ DO MUNDO, que SOMOS DEUSES, e que, como ele, TEMOS A GLÓRIA DE SER UM COM DEUS,  só via a CRENÇA EM CARNAIS sendo endossada, como se Verdade alguma tivesse ali sido dita!

É EVIDENTE QUE ELE NÃO PODERIA RECEBER GLORIFICAÇÃO  DE TAIS HOMENS|!

Nada há que impeça alguém de NASCER DE NOVO, de se ver  GLORIFICADO PELO PAI,  E SE PERCEBER “EM COMUNHÃO COM O PAI E COM JESUS CRISTO”, como disse  João em sua Primeira Epístola! 

É NESTA COMUNHÃO, RECONHECIDA POR VOCÊ COMO CONSUMADA,  QUE SUA GLÓRIA E A DE JESUS SÃO RECONHECIDAS COMO A GLÓRIA DO PAI; É NESTA COMUNHÃO  QUE A UNIDADE PERFEITA é ADMITIDA PARA SER PERCEBIDA’! E É NESTA “COMUNHÃO””  PERCEBIDA ESPIRITUALMENTE, QUE O NATAL REAL É VIVENCIADO POR VOCÊ!

*

Deixe uma resposta