A TOTALIDADE DE DEUS ABRANGE VOCÊ!

Todo pensamento dualista  é a ILUSÃO,   que aparenta ser realidade por admitir haver “movimentação” ao lado “de MIM”, ou seja, da Oniação universal,  que é DEUS EM AÇÃO!

Desta dualidade irreal derivam as falsas CRENÇAS COLETIVAS, aceitas naturalmente pelo ilusório “eu nascido”, que se julga, erroneamente, agir como “peça” solta e independente da Oniação onipresente. Desta ILUSÃO decorrem também os “desejos  de obter iluminação espiritual”, de “conhecer a Verdade”, e todos os demais  intermináveis anseios de um suposto “eu humano” que jamais existiu!

 

A TOTALIDADE DE DEUS  ABRANGE A TOTALIDADE DO SER QUE  VOCÊ É, OU SEJA, A ONIAÇÃO INCLUI A SUA ATIVIDADE CRÍSTICA, UMA VEZ QUE SOMENTE A “VONTADE DO PAI”  É REALIDADE CONSUMADA!

Todo suposto “eu nascido” que se mostre “desejoso de se iluminar”, seria equiparável a uma

 “gota do oceano” que  pleiteasse “se aguar”! Por quê? Por se admitir “existir sem já estar sendo água”. Por se admitir “se mover” sem ser pela “movimentação do oceano”!  POR ACREDITAR QUE “TIVESSE DE  FAZER ALGO” PARA “ENTRAR EM COMUNHÃO” COM O OCEANO QUE A FORMA, E QUE ELA AJUDA A FORMAR!

Que faltaria à “gota”? Nada! APENAS CRENÇAS FALSAS PODERIAM ILUDI-LA NO SENTIDO DE DESVIÁ-LA DAQUILO QUE ELA JÁ É: O OCEANO! A ÁGUA DO OCEANO! SUA UNIDADE PERFEITA COM O OCEANO!

Se o oceano dissesse a ela: “AQUIETA-TE E SABE: EU SOU O OCEANO”, a gota somente poderia conhecer JÁ ESTAR SENDO ÁGUA se  RECONHECESSE: “EU SOU O OCEANO, A ATIVIDADE DO OCEANO, A EXPRESSÃO DO OCEANO COMO “GOTA INDIVIDUAL” .

Teria, a “gota”, a possibilidade de “ser outra substância”, que não “ÁGUA”? Não! Paulo apóstolo fez a seguinte indagação:

“SE DEUS É POR NÓS, QUEM SERÁ CONTRA NÓS?”  Quis nos dizer que A TOTALIDADE DE DEUS É LUZ ONIPRESENTE, QUE NOS ABRANGE A TODOS SENDO A “LUZ QUE SOMOS”!

APENAS UMA ILUSÃO  PODERIA ARGUMENTAR EM CONTRÁRIO!

“SOIS A LUZ DO MUNDO”, disse Jesus. Revelava a mesma Verdade de que SOMOS DE IDÊNTICA NATUREZA DE DEUS.

ONDE QUER QUE ESTEJAMOS,  A CRENÇA NA  CHAMADA “EXISTÊNCIA MATERIAL” RESPLANDECE  COMO  “OCEANO DE LUZ”. Por isso, assim disse Buda: “EU SOU O ÚNICO ILUMINADO EM TODO O UNIVERSO”; “TUDO JÁ É ILUMINADO!”. 

Não existe “gota alguma” pretendendo “se unir ao oceano” através de esforços próprios ou de  “braçadas próprias”. Quando se

render à Verdade, de que O OCEANO É ÁGUA EM TODA A  SUA EXTENSÃO, A GOTA ESTARÁ COM A VERDADE CONHECIDA!

Do mesmo modo, quando o suposto “eu nascido” percebe que JÁ É ABRANGIDO PELO OCEANO DE LUZ DIVINA, se perceberá IDENTIFICADO com A REVELAÇÃO de Paulo:

“EM DEUS EU VIVO, ME MOVO E TENHO O MEU SER”!

*

Deixe uma resposta