O “AGORA DIVINO”, RECONHECIDO, ALTERA CADA “MOMENTO PRESENTE”!

Quando as mensagens realçam a importância do RECONHECIMENTO de estarmos  VIVENDO NO “AGORA ABSOLUTO”,  que é REALIDADE,  SEM NOS  PERMITIRMOS ILUDIR PELAS APARÊNCIAS,  que são todas IRREALIDADES,  há quem DESCONHEÇA  que as “imagens ilusórias” são “sombras alteráveis”, que se mostram  “ora melhoradas”,  “ora pioradas”, dependendo de as ORAÇÕES ABSOLUTAS estarem sendo praticadas ou não! Em outras palavras, o “momento presente”, que cada um aparentemente vê como seu dia a dia, NÃO SE PROJETA de modo fixo, TENHA A PESSOA FEITO OU NÃO SUAS ORAÇÕES DE RECONHECIMENTO DO AGORA ABSOLUTO!

“O QUE SE VÊ  PROCEDE DO QUE NÃO SE VÊ”, disse Paulo. Explicava que O CENÁRIO VISÍVEL, para se projetar como “momento presente” de alguém, só lhe é possível como “sombra” da ONIAÇÃO, ou seja, UNICAMENTE DEUS É REALIDADE ATIVA, ENQUANTO  O SUPOSTO “MUNDO FENOMÊNICO” NÃO PASSA DE  UM “REFLEXO” FINITO E ALTERÁVEL DA REALIDADE DIVINA! ASSEMELHA-SE A UM “MUNDO REFLETIDO NUM ESPELHO”,  EM QUE NÃO HAJA NADA NEM NINGUÉM  EM SUAS “IMAGENS REFLETIDAS”!

“ORAI E VIGIAI SEM CESSAR”, diz a Bíblia. POR QUE JESUS ORAVA TANTO?  PARA RECONHECER “ESTAR EM DEUS” E NUNCA EM “APARÊNCIAS VISÍVEIS”; PARA SABER “ESTAR SENDO O CRISTO EM ONIAÇÃO DO AGORA”, E NÃO “ESTAR SENDO UM CARNAL GESTADO POR MARIA”;  E  PARA RECONHECER QUE “NINGUÉM” EXI STE VIVO EM SUPOSTAS “IMAGENS FENOMÊNICAS”,  POR SEREM TODAS ELAS PURAS “MIRAGENS”, SEM HISTÓRIA E SEM VIDA, “SOMBRAS MORTAS” COM QUE A “MENTE CARNAL” ILUDE A HUMANIDADE, CONVENCENDO-A DE QUE O CHAMADO “MUNDO DO PAI DA MENTIRA” SEJA ALGO VERDADEIRAMENTE EXISTENTE!

ORAR É NECESSÁRIO, PORÉM, O MOTIVO QUE NOS LEVA ÀS ORAÇÕES E CONTEMPLAÇÕES ABSOLUTAS É DE IGUAL IMPORTÂNCIA! 

A ORAÇÃO CORRETA NOS TIRA A ATENÇÃO DO “MOMENTO PRESENTE”,  RUMANDO-A AO “AGORA PERMANENTE”, EM QUE “TUDO ESTÁ FEITO”!   CADA RECONHECIMENTO desta VERDADE REVELA QUE “SOMOS UM COM DEUS”: ESPÍRITO, AMOR, PERFEIÇÃO E LUZ!  

Feitas as preces e contemplações neste ENTENDIMENTO, o suposto “mundo de aparências” não mais será tomado como REALIDADE|! E É QUANDO SE CUMPRE O QUE DISSE PAULO:

”O QUE PASSAMOS A VER”,  – COMO “MOMENTO PRESENTE” – “PROCEDE DO AGORA VISTO COMO O AGORA QUE DEUS VÊ”.

É desse modo que AS APARÊNCIAS SE AJUSTAM À REALIDADE DIVINA, DANDO-NOS A  IMPRESSÃO  DE TEREM SIDO “MELHORADAS”!

Quanto menos orarmos, MENOS VEREMOS AS APARÊNCIAS SEREM “AJUSTADAS”. Por quê? POR NÃO SE PROJETAREM SEM AS INFLUÊNCIAS  DUALISTAS DA SUPOSTA “MENTE CARNAL”. 

GRAVE BEM:

O MUNDO DE APARÊNCIAS É IRREALIDADE, QUE SE MOSTRA “AJUSTADO À VONTADE DE DEUS”, QUANDO NOS IDENTIFICAMOS COM DEUS, E SE MOSTRA DESAJUSTADO, QUANDO NOS DESCUIDAMOS E DEIXAMOS DE RECONHECER QUE VIVEMOS NO AGORA DIVINO,  PARA NOS ILUDIRMOS COM A MENTIRA DE QUE “SOMOS ALGUÉM DO MUNDO”!

É por esse motivo que, seguidamente, repetimos a revelação de Paulo: “EM DEUS VIVEMOS, NOS MOVEMOS E TEMOS O NOSSO SER” (Atos 17: 28).

*

Deixe uma resposta