O SILÊNCIO FAZ A CRENÇA EM DOIS PODERES SE RENDER!

Levar alguém, que se crê “nascido em mundo material”,  a aceitar que JAMAIS SAIU DO REINO DE DEUS  poderia ser entendido como “missão impossível”, se para Deus o impossível não existisse! O REINO DIVINO É ONIPRESENTE, ENQUANTO O SUPOSTO “MUNDO MATERIAL” É ONIAUSENTE, OU SEJA, UMA SIMPLES IMAGEM HIPNÓTICA, SEM REALIDADE E SEM VERDADE!

“Este mundo tem por príncipe o Satanás, o pai da mentira”, disse Jesus”!  Explicava a necessidade de desmantelarmos este “mundo irreal” pela dedicada aceitação e reconhecimento de que o  “hipnotismo coletivo” não é  realidade nem poder.

Ao ouvir de Pilatos que “tinha ele poder para soltá-lo ou crucificá-lo”, respondeu-lhe Jesus: “Não teria poder nenhum, se ele não lhe fosse  dado do Alto!”. NESTA RESPOSTA ESTÁ O SEGREDO DA LIBERTAÇÃO!

Para Pilatos, ILUDIDO pela CRENÇA EM BEM E MAL,  a convicção de que podia “soltar” ou “crucificar” Jesus eram opções reais colocadas à livre escolha dele! Em sua resposta, Jesus pregou-lhe a Verdade Absoluta:  NENHUMA DAS OPÇÕES APONTADAS POR PILATOS ERAM VERDADEIRAS!  ERAM A FALSA CRENÇA EM DOIS PODERES, QUE SÓ SE SUSTENTARIAM SE NÃO FOSSEM DESTRUÍDAS PELA VERDADE DO “BEM ABSOLUTO” , RECONHECIDO PELA MENTE DO ALTO, A MENTE DO CRISTO!

De que modo atua o PODER DO ALTO em cada um de nós?  ATRAVÉS DO SILÊNCIO E DA AUTORREVELAÇÃO DIVINA!

Primeiramente, deixando claro que O EU EM TODOS É DEUS! Em segundo lugar, deixando claro que o suposto “eu que pode ser salvo ou crucificado” jamais esteve em cena, a não ser no insubstancial “sonho de existência terrena”. Perguntado por Pilatos, “Que é a Verdade?”, Jesus poderia ter-lhe dito: “VOCÊ É A VERDADE,  CASO SE NEGUE A SI MESMO COMO ALGUÉM COM DUAS OPÇÕES, A DE SOLTÁ-LO  OU A DE CRUCIFICÁ-LO”!   PARA ISSO, PILATOS TERIA DE “NASCER DE NOVO” E DESCOBRIR A DEUS COMO  SENDO TUDO,  SENDO INCLUSIVE ELE PRÓPRIO!  COMO DE MOMENTO ISTO NÃO LHE FOSSE POSSÍVEL, JESUS FICOU EM SILÊNCIO!

Quando alguém do mundo aceita a CRENÇA EM DOIS PODERES com naturalidade, o CRISTO que verdadeiramente ELE É se mantém em silêncio! PORÉM, TÃO LOGO ELE DESTITUA OS DOIS PODERES, RECONHECENDO SUA UNIDADE COM A ONIPOTÊNCIA DO ALTO, OS APARENTES “MALES” VÃO SENDO DISSIPADOS, COMPROVANDO A VERACIDADE DE QUE DEUS É O ÚNICO PODER, ÚNICA PRESENÇA E ÚNICA EVIDÊNCIA!

O silêncio de Jesus foi sua resposta e seu “tratamento espiritual” dado a Pilatos, que, logo após ter dito TER PODER SOBRE ELE,  mudou  sua atitude mental e disse a todos: “EU LAVO MINHAS MÃOS DO SANGUE DESTE JUSTO”!

O SILÊNCIO É A ARMA DA NÃO RESISTÊNCIA E DO PODER DO ALTO PARA  ANULAR AS CRENÇAS FALSAS DE BEM E DE MAL. COM ELE, ENDOSSAMOS A VERDADE ABSOLUTA DE QUE DEUS É TUDO!

*

Deixe uma resposta