“SANA-ME, Ó DEUS, E FICAREI CURADO!”

Saber que há em nós mesmos o Espírito de Deus e Sua Oniação perfeita, que aos olhos do mundo aparenta “curar doenças” e “solucionar problemas”, pode produzir  “sinais” que nos motivem a meditar e contar mais e mais com esta ajuda divina. As supostas “curas de Jesus” eram feitas com este propósito, ou seja, mostrar visivelmente ao mundo algum bem terreno para provar que há um Deus agindo, embora “escondido”  à percepção  de cada suposto “ser humano”.

Estes benefícios visíveis são,  portanto, expedientes  para nos conduzir à Verdade Absoluta de que JAMAIS ESTIVEMOS SENDO  “CARNAIS DOENTES  OU CURADOS”, MAS SIM, O CRISTO EM PERMANENTE  ONIAÇÃO  E COMUNHÃO COM O PAI!

Jesus não disse: “EU CURO TODO MUNDO”!  Mas disse: “EU E O PAI SOMOS UM;  O PAI EM MIM FAZ AS OBRAS!”

O ensinamento absoluto anuncia que DEUS É TUDO, E QUE TUDO, PORTANTO, É REGIDO COM PERFEIÇÃO PELA ONIAÇÃO DIVINA.

Para percebermos esta Verdade, Jesus afirmou que,“SOMOS TODOS UM COM DEUS,  IGUAIS A ELE”!  SOMOS  “LUZ DIVINA”, E NÃO “CARNE E SANGUE”!

O profeta Jeremias assim disse: “Sana-me, ó Deus, e ficarei curado” (Jeremias 17: 14). Empregou o “referencial humano” ao lado do “referencial divino”, como se houvesse “alguém necessitado de cura” existindo ao lado de Deus.

Muitas são as seitas, religiões e denominações que se valem e se estagnam nesse tipo de dualidade!  Talvez por acharem mais fácil alguém continuar na ILUSÃO DE VIDA CARNAL do que BRANDIR O MACHADO À RAIZ DA ÁRVORE,  para de fato “conhecer a Verdade”!

Sempre alguém repete a seguinte pergunta: “Seria correto buscarmos  a Deus  para recebermos ajuda em questões humanas?”.  Seria corretíssimo! As Escrituras estão repletas de citações nesse sentido!  Ocorre, entretanto, que nelas encontramos também que todo suposto “mortal” não é quem realmente somos! Por isso é considerado “mortal”. Este entendimento de que DEUS NOS CURA é melhor  do que nada; porém, SABER QUE DEUS É QUEM SOMOS é o entendimento supremo!

O ensinamento absoluto tem por FOCO este “entendimento  definitivo”:

DEUS É TUDO E É O CRISTO  SENDO  AGORA QUEM EU SOU!

Para isso, a ILUSÃO de que “haja alguém vivo na matéria”, nela encarnado e padecendo de supostos males,  é NEGADA TERMINANTEMENTE! 

Jesus não se identificava como “FILHO DE MARIA”! SEMPRE SE DECLARAVA “FILHO DE DEUS”! Para quê? Para ser idolatrado pela humanidade? NÃO! PARA CONDUZIR A HUMANIDADE TODA À MESMA PERCEPÇÃO, AO MESMO PAI, E À MESMA VERDADE!

“Sofre-se porque se acredita que a matéria é real e sólida” –  esta é a revelação divina que deu origem à Seicho-no-ie! 

NÃO EXISTE MATÉRIA NEM CARNAIS NA MATÉRIA! POR QUÊ?  PORQUE DEUS É TUDO, É ESPÍRITO, E SOMOS  UNICAMENTE AQUILO QUE DEUS É!

Revelações como a de Jeremias são, portanto, úteis e verdadeiras! Mas,  devemos SABER MAIS sobre DEUS  e sobre   NÓS PRÓPRIOS! 

SABER QUE O CRISTO É TUDO EM TODOS! E SABER QUE  TODO SUPOSTO “CARNAL NASCIDO” JAMAIS ESTEVE SENDO O SER VERDADEIRO QUE  ETERNAMENTE SOMOS! 

*

Deixe uma resposta