DEIXE IR! DEIXE DEUS!

Bastante repetida e propagada pela UNITY, em suas publicações, encontra-se a expressão “DEIXE IR! DEIXE DEUS!”. O objetivo é levar aos leitores a Verdade de que DEUS É PERFEIÇÃO QUE SEMPRE É, E QUE, PORTANTO, TODOS SOMOS!  Todas as APARÊNCIAS, boas ou más, são meras “sombras fugazes” que devemos “soltar radicalmente de aceitação”.

Com a mesma finalidade,  Buda explicava que a Lua se mantinha inteira, mesmo sendo vista como “aparências” em mutação!

A humanidade desconhece a Verdade de que “somos obras perfeitas e permanentes de Deus”; e então, endossa as “aparências” de nascimento, mudança e morte!  POR ISSO  A UNITY é firme e constante nesta propagação: “DEIXE IR! DEIXE DEUS!”

Caso alguém diga sentir “dor na perna”, ou outra ILUSÃO qualquer, irá “DEIXAR  IR A DOR”  E “DEIXAR A PERFEIÇÃO DE DEUS PERMANECER EM SI MESMO”!

Todo “mal aparente” é CRENÇA FALSA QUE ALGUÉM “SEGURA EM SI MESMO”, INCLUSIVE QUANDO INTENTA DELE “SE LIVRAR”.

A firme determinação de DEIXAR IR A ILUSÃO por DEIXAR PERMANECER O ASPECTO REAL DE NOS1SO SER, QUE É DEUS,  é o que tem-se mostrado eficaz nas chamadas “curas metafísicas”.

O hábito comum de se “alardear problemas” deve ser abolido, para que seja substituído pela prática correta da Verdade. “Alardear problemas” é prece contra si mesmo!

DEUS É LUZ PERFEITA E IMUTÁVEL, E SOMOS SERES DE IDÊNTICA NATUREZA! Isto significa que a ONIPOTÊNCIA DIVINA SE EVIDENCIA AGORA COMO A PRESENÇA DO  CRISTO QUE SOMOS!

JAMAIS AVALIE “CURAS” PELO SUPOSTO “CORPO CARNAL”! SERIA AVALIAR A LUA PELAS SUAS APARENTES FASES!

Todo FILHO DE DEUS expressa ininterruptamente a PERFEIÇÃO ESPIRITUAL DIVINA! Não foi à toa que Jesus  nos ordenou: “SEDE PERFEITOS COMO PERFEITO É VOSSO PAI CELESTIAL”! Incentivava a SOLTURA TOTAL DA ILUSÃO PELA ADMISSÃO DA NOSSA PERFEIÇÃO REAL E PERMANENTE!

A Prática da Verdade se dá com dedicação, alegria e interesse de GLORIFICARMOS A DEUS EM NÓS MESMOS! Não é praticada com medo, dúvidas e por obrigação! A PERFEIÇÃO JÁ É! Portanto, “soltando da mente o suposto mal”, repita convictamente, com autoridade e conhecimento: 

“DEIXO IR! DEIXO DEUS”!

Deixe uma resposta