“Não Confieis Em Príncipes, Nem Em Filho De Homem!”

 

“Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há auxílio.

 Sai-lhe o espírito, e ele volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos.

 Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está no Senhor seu Deus, que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto neles há, e que guarda a Verdade para sempre;

 que faz justiça aos oprimidos, que dá pão aos famintos. O Senhor solta os encarcerados;

 o Senhor abre os olhos aos cegos; o Senhor levanta os abatidos; o Senhor ama os justos”.

SALMO 146

A Metafísica Absoluta explana os princípios da Ciência divina, e não é religião. Revela que UNICAMENTE DEUS E SUA JUSTIÇA SÃO REALIDADES, de modo que UNICAMENTE DEVEMOS PERCEBER NOSSA UNIDADE COM DEUS E NOSSA ETERNA CONDIÇÃO DE HERDEIROS DE TUDO QUANTO DEUS POSSUI. 

Jesus nos deixou o alerta: “Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos Céus”.

Sem nos prendermos à “justiça dos escribas e fariseus”, que é falha e sem respaldo divino, em virtude de ser ilusório o suposto “mundo material”, ficamos incólumes diante da ILUSÃO DE MASSA, e aptos para meditar e nos concentrar na percepção absoluta de que SOMOS O SER QUE DEUS É!

O Salmo 146  também ressalta esta Verdade Absoluta, dizendo: “Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está no Senhor seu Deus, que fez os céus e a terra, o mar e tudo quanto neles há, e que guarda a verdade para sempre!”.

Jesus deixou bem claro o que julgou ser prioritário: “Buscai, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas as demais coisas vos serão acrescentadas!”  O mundo  deu-lhe atenção? Não. E nem o fizeram a maioria de suas religiões e denominações religiosas!  O que mais se vê, é dizerem ao povo para “pedirem a Jesus”, enquanto eles próprios “pedem ao povo”!

A Metafísica Absoluta endossa a Verdade contida nas Escrituras, enfatizando que SOMENTE DEUS É REALIDADE, e que, portanto, SOMOS TODOS UM COM ELE!

Todo ensinamento verdadeiro nos remete à totalidade Deus, à Justiça divina e à confiança plena em Deus, sem jamais contarmos com  algo ou alguém do mundo ilusório! “Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há auxílio”,

“Aquele que procura o Reino de Deus no exterior é um perseguidor de ilusões”, explica a Seicho-no-ie!

De nada adianta as revelações serem absolutas, se ficarem  sendo desconsideradas!  O suposto “mundo material” é mera “manifestação temporal” das ilusórias  CRENÇAS NO BEM E NO MAL.

Enquanto a humanidade continuar perdendo tempo com AQUILO QUE É NADA, estará alheia à JUSTIÇA DIVINA SEMPRE EM VIGOR E  SEMPRE INCLUINDO A TODOS!  E ENTÃO, ENTRETIDA EM  BUSCAR A JUSTIÇA DE “ESCRIBAS E FARISEUS”, DEIXARÁ DE PERCEBER A SUA PRÓPRIA PLENITUDE E POSIÇÃO VERDADEIRA COMO “O BEM AVENTURADO QUE TEM O DEUS DE JACÓ POR SEU AUXÍLIO, E CUJA ESPERANÇA ESTÁ EM SEU DEUS!”.

*

Deixe uma resposta