“TORNAREI O DESERTO EM MANANCIAIS DE ÁGUAS!”

“Tornarei o deserto em mananciais de águas”.

Isaías. 41:18

A insatisfação geral, demonstrada pela humanidade com o mundo e com as limitações e tipo de vida  impostas aparentemente pelo mundo, teria fim, se a Verdade fosse conhecida! Porém, a CRENÇA aceita pela maioria é a de que “VIVEMOS EM MUNDO MATERIAL”, enquanto DEUS É ESPÍRITO, somos todos ESPÍRITO, e vivendo integralmente NO ESPÍRITO ONIPRESENTE DE DEUS!

Com o conhecimento da Verdade Absoluta de que DEUS É TUDO, associado à aplicação correta das leis mentais, endossando a Verdade divina e, portanto, sendo empregadas A NOSSO FAVOR, E NÃO CONTRA, veremos CUMPRIR a revelação de Isaías em nossa própria experiência.

Que diz a revelação? O seguinte:

“TORNAREI O DESERTO EM MANANCIAIS DE ÁGUAS!”

Que significa o DESERTO?  Significa o ilusório “mundo de aparências”, juntamente com nosso suposto “envolvimento” com ele.

Que significam os MANANCIAIS DE ÁGUAS? Representam as infinitas bênçãos, dádivas e bem-aventuranças, oferecidas ININTERRUPTAMENTE por DEUS a cada FILHO DE DEUS!

Por que a humanidade “vive no deserto”, e não nos “mananciais de águas”? Por que é só “deserto” o que a suposta “mente carnal” consegue lhe mostrar! Tirar as pessoas deste “cativeiro de mentiras” é o objetivo  principal das revelações! “O Pai faz chover Sua chuva sobre justos e injustos”, disse Jesus. DE QUE MODO?  QUANDO RECONHECEMOS QUE SOMOS “FILHOS DE DEUS EM UNIDADE COM DEUS”, E EMPREGAMOS A NOSSO FAVOR A LEI MENTAL:

“AQUILO QUE FOR RECONHECIDO, APARECERÁ!”

Aquele que RECONHECE O DESERTO, NELE PARECERÁ VIVER;  aquele que RECONHECE ESTAR NOS “MANANCIAIS DE ÁGUAS”, IMERSO NO REINO E NA GRAÇA DO PAI, ASSIM LHE SERÁ!

É DESSE MODO QUE DEUS CUMPRE SUA PROMESSA DE “TORNAR O DESERTO” DE ALGUÉM EM “MANANCIAIS DE ÁGUAS”,  OU SEJA, “TORNAR O MUNDO DO PAI DA MENTIRA EM PARAÍSO!”

 *

“NÃO CUIDEIS QUE VIM TRAZER A PAZ À TERRA!”

“Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. E aquele que não toma a sua cruz e não me segue, também não é digno de mim”.

Mateus, 10: 37

As colocações radicais e enérgicas de Jesus, se fossem compreendidas em seu sentido absoluto, cumpririam o seu real propósito de “cortar a ilusão pela raiz”;  e então, seriam vistas como iluminadas e libertadoras!

Ser capaz de enxergar a todos no Reino de Deus, iluminados, plenos e perfeitos, e saber que vivem hipnotizados, e rebaixados ilusoriamente à mísera condição de “mortais”, imperfeitos, doentes, e pecadores, MESMO SENDO DEUSES, somente poderia fomentar revelações absolutas, radicais e enérgicas! “Por que me chamam ‘Senhor!, Senhor!’, e não fazem o que eu digo?”, indagava Jesus.

De fato,  “querer salvar quem não quer ser salvo”, é “dose pra mamute”!

As ligações ou vínculos terrenos não têm parte com a Verdade eterna. “Minha mãe e meus irmãos são os que fazem a vontade de meu Pai”, disse Jesus! Falava daqueles que se veem na Oniação, na Unidade Perfeita, e não no mundo!

“Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; porque vim pôr em dissensão o homem contra seu pai. E a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra. E assim, os inimigos do homem serão os seus familiares. Quem ama o pai e a mãe MAIS DO QUE A MIM não é digno de MIM; e quem ama o filho ou a filha MAIS DO QUE A MIM não é digno de MIM; e quem não toma a sua cruz; e não segue após mim, não é digno de MIM. Quem achar a sua vida, a perderá; e quem perder  a sua vida POR AMOR DE MIM, a achará”.  E isto por jamais ter EXISTIDO VIDA NA MATÉRIA!  A VIDA É DEUS, É ESPIRITUAL, E É ETERNA!

Só entenderá estes dizeres de Jesus quem acreditar que O MUNDO DOS MORTAIS É O “MUNDO DO PAI DA MENTIRA”, ILUSÃO ENGENDRADA PELA “MENTE QUE NÃO É DIVINA”, ISTO É, PELA “MENTE ILUSÓRIA”! Todo real relacionamento entre FILHOS DE DEUS é ETERNO, e inteiramente harmônico e perfeito! Mas esta Verdade ainda não ecoa como aceitação, por parte da maioria! Desse modo, a CRENÇA NA MORTALIDADE E O APEGO ILUSÓRIO ENTRE SUPOSTOS “CARNAIS” continuam ILUDINDO E DESVIANDO A ATENÇÃO DE TODOS, AFASTANDO-LHES A ATENÇÃO “DE MIM”, DA VERDADE, DO CRISTO EM TODOS, E DA ONIAÇÃO PERFEITA!

Quando o suposto “mundo da mortalidade”  for ACEITO E ENTENDIDO COMO ILUSÃO COLETIVA,  AS PALAVRAS DE JESUS serão acolhidas com “OUTROS OLHOS E OUVIDOS”, E A VERDADE ESTARÁ SENDO CONHECIDA!

*

 

 

RECONHEÇA A “DIVINA ORDEM” CAMUFLADA PELAS “APARÊNCIAS”

A eficácia de nossa dedicação ao  “conhecimento e prática da Verdade”,  é  DIRETAMENTE proporcional à nossa aptidão ou capacidade de ENXERGAR TUDO EM “DIVINA ORDEM”, principalmente diante de “aparências” negativas ou desarmônicas.

“Aparências” são MIRAGENS, são AUSÊNCIAS, enquanto a “DIVINA ORDEM”  é a Verdade que expressa DEUS SENDO TUDO!

Afirmar que TUDO ESTÁ EM DIVINA ORDEM não é “esperar que as aparências se harmonizem!” Antes, significa RECONHECER O BEM PERMANENTE,  já presente, por trás das “miragens”! Isto requer  treinamento, dedicação e interesse, POR SER A VERDADE! 

A Metafísica Absoluta ensina o seguinte:

AS “APARÊNCIAS”, BOAS OU MÁS, INSINUAM A VERDADE SUBJACENTE A ELAS”.

Por mais terrível que possa a APARÊNCIA nos parecer, ELA INSINUA a presença da VERDADE, sempre perfeita, subjacente a ela! Que são as “aparências”? Não passam de manifestações da CRENÇA EM DOIS PODERES, que se apresentam como “imagem falsa” àqueles que se utilizam da “mente carnal”.

“Olhos, ouvidos, nariz, língua, corpo e mente são O NADA” – disse Buda. Esta Verdade não nos  virá jamais da “mente carnal”. Por isso, Paulo a chamou de “a inimizade contra Deus”!  Aparenta nos atrair aos seus “quadros hipnóticos”, deixando-nos “esquecidos” da DIVINA ORDEM UNIVERSAL E

ONIPRESENTE!

Com estes pontos bem marcados, ficamos aptos a não ser enredados por “traços de giz”,  como os que prendem ao chão uma galinha, ao se sentir “amarrada” por acreditar que o traço de giz, riscado  à frente de seu bico, seja “amarra” que a impede de se mover.

O que torna a humanidade cativa de sofrimentos e males é unicamente o desconhecimento da Verdade! Tal “desconhecimento” leva a humanidade  a não reconhecer a DIVINA ORDEM onipresente, por se mostrar CONVICTA de que as “aparências de limitação” sejam realidades! DESSE MODO, FICA COMO A GALINHA, “PRESA” PELA SUA “CRENÇA DE ESTAR PRESA”, POR ENXERGAR UM TRAÇO DE GIZ E ACREDITAR ESTAR TOLHIDA POR CAUSA DELE!

TUDO O QUE SE MOSTRA COMO “APARÊNCIA”, É “TRAÇO DE GIZ NO CHÃO”, UMA PRETENSÃO ILUSÓRIA DE QUE “ALGUÉM QUE NÃO SEJA DEUS” POSSA ESTAR EXISTINDO!

E ESTA ILUSÃO SE DESFAZ, QUANDO, COM CONHECIMENTO, E NÃO DA “BOCA PARA FORA”, AFIRMAMOS QUE “TUDO ESTÁ EM DIVINA ORDEM”!

A frase  deverá nos remeter  diretamente à REALIDADE DIVINA, CONSUMADA E PERFEITA, SEM  QUE NOS FIXEMOS ÀS ILUSÓRIAS “IMAGENS HIPNÓTICAS” DA ILUSÃO!

*

“VENCER O MUNDO” VENDO-O COMO DE FATO É!

Apenas com um apertar de botão da TV, seja um técnico ou leigo no assunto, ambos conseguem desfrutar da programação exibida!  Não é preciso ser “técnico” para alguém fazer isto. A mesma coisa ocorre com os Princípios da Verdade, ou seja, não é preciso ser “doutor” em Teologia ou em Metafísica, para alguém ser beneficiado por Deus.

O “botão único”, que,  sendo acionado por “qualquer um”,  ativa a atuação da Graça divina inteira a seu favor, é ficar no silêncio, receptivo, e assim dizendo: “Pai, que se faça em MIM a Tua Vontade!”.

Deus é TUDO, e sua Oniação abrange a totalidade de Sua Onipresença!  Em vista disso, a “entrega a Deus”, que é entrega à Oniação e à Sua Vontade, de imediato se reverte em bênçãos de todo tipo e tamanho!

NÃO HÁ LIMITES À VONTADE DE DEUS! E NOSSA ACOLHIDA IRRESTRITA, DE SUA VONTADE, FAZ COM QUE NOS PERCEBAMOS EM UNIDADE  COM ELA!

O estudo aprofundado das revelações divinas intenta levar-nos, não apenas a “melhorias fenomênicas”, e sim ao conhecimento do Reino de Deus presente em nós. A “entrega a Deus” nos deixa sensíveis ao Seu Amor, à Sua Paz e bem aventuranças; porém, em geral, não nos faz “vencer o mundo”,  pelo “renascimento” revelador do CRISTO que somos!

A Metafísica Absoluta esmiúça as revelações divinas disponíveis, de uma forma que O REINO DE DEUS passa a ser aceito como JÁ PRESENTE, enquanto o “mundo do pai da mentira” vai-se mostrando como AUSENTE!  Não há DOIS Universos, como acreditam muitos! “Vencer o mundo” significa INTERPRETÁ-LO segundo a Visão de Deus, o que o fará ser visto TODO ILUMINADO E PERFEITO, AQUI E AGORA!

A “sarça ardente”, vista por Moisés, estaria sendo vista como “material”, se Moisés continuasse a vê-la como “algo do mundo”! Mas lhe foi aberta a visão espiritual, e a MESMA SARÇA foi percebida em sua ETERNIDADE, por estar ele vendo-a NO REINO DA VERDADE!

“Vivemos, nos movemos e existimos em Deus”, disse Paulo. O estudo e as contemplações absolutas objetivam o RENASCIMENTO ESPIRITUAL, para que possamos nos conhecer sendo DEUSES, vivendo em SOLO SAGRADO! 

HÁ UM REINO MAGNÍFICO, PERFEITO E DE LUZ   INFINITA, SENDO O REINO EM QUE VIVEMOS!  RECONHECÊ-LO E CONTEMPLÁ-LO COMO NOSSA ETERNA “MORADA NA CASA DO PAI”, É O REAL  PROPÓSITO DESSE APARENTE  “ESTUDO”!

*

A ONIAÇÃO ABSOLUTA É A SUA REAL MOVIMENTAÇÃO E A DE TODOS!

Vivemos num Universo espiritual ativo, em que todos somos a “EU SOU ATIVIDADE ÚNICA”, ou ONIAÇÃO. Quando reconhecemos e contemplamos esta Verdade, entendemos o que disse Jesus: “De mim mesmo, nada faço; o Pai em mim faz as obras”.  Esta prévia  percepção de que SOMOS DEUS EM ONIAÇÃO  elimina a CRENÇA de que agimos como seres separados ou independentes do todo, o que leva muitos a aceitar  “sucesso e fracasso”, que são os “pares de opostos” sustentados pelas CRENÇAS COLETIVAS,   que aparentam existir àqueles que “atribuem a si ou ao seu ego” as suas atividades e feitos.

“Despojai-vos do velho homem e de seus feitos”, disse Paulo. Estaria pregando o “nada fazer”? Uma vida de desinteresse e de inatividade? Certamente que não! Jesus disse o seguinte:

“MEU PAI TRABALHA ATÉ  HOJE, E EU TRABALHO TAMBÉM”!

O que precisa ser PERCEBIDO, é que NA ONIAÇÃO, O ESPIRITO DE DEUS é quem age como cada um de nós, e em total harmonia com todos os demais, por sermos TODOS UM, E TODOS O MESMO ESPÍRITO!

“Eu subo para meu PAI  e VOSSO PAI, para meu DEUS e VOSSO DEUS”, declarou Jesus, querendo nos dizer que CADA FILHO DE DEUS É DEUS NA UNIDADE PERFEITA E NA ONIAÇÃO, o que deve nos levar  TAMBÉM ao RECONHECIMENTO destes fatos em todos os relacionamentos e atividades supostamente terrenas!

Segundo a CRENÇA, se alguém for chamado para uma entrevista, numa empresa, é comum comparecer temeroso, com medo ou de não agradar ou de não saber o que dizer. Qual seria a causa? NÃO CONTEMPLAR QUE ELE E O ENTREVISTADOR SÃO UM,  E  QUE AMBOS ESTÃO NA ONIAÇÃO.

Se a Verdade fosse contemplada, as aparências” se desdobrariam em harmonia e tranquilidade.

Também segundo a CRENÇA,  se alguém precisar tomar um ônibus, caso olhe antes para a fila, avaliando todos pelas “aparências”, caso algum deles estiver mal-intencionado, será motivado a proceder mal. Qual seria a causa?  NÃO CONTEMPLAR QUE ELE, E TODOS NAQUELE PONTO, SÃO UM, E QUE TODOS ESTÃO  NA ONIAÇÃO!

Estes exemplos deixam claro a forma com que a VERDADE É VIVIDA NA PRÁTICA|!

DEUS É TUDO, E O SUPOSTO “MUNDO DE APARÊNCIAS” NÃO É REAL, SENDO MERAMENTE UMA “SOMBRA” DOS PENSAMENTOS PREDOMINANTES EM CADA UM.

Sem RECONHECERMOS a Oniação, ficaremos “no mundo” e sujeitos à lei mental:

“O QUE FOR RECONHECIDO, APARECERÁ”. 

Por meio do “JUÍZO JUSTO”, honramos os FILHOS como HONRAMOS O PAI, e fazemos com que todas as leis mentais atuem a nosso favor!

 

Quanto mais alguém reconhecer que a Mente de Cristo é a sua, e é a Mente real de todos, melhores  serão as “aparências”!

A ONIAÇÃO ABSOLUTA SERÁ RECONHECIDA COMO A NOSSA MOVIMENTAÇÃO E A DE TODOS, E OS SUPOSTOS “FEITOS TERRENOS” NÃO MAIS SE TORNARÃO “FOCOS” DE NOSSA ATENÇÃO!

*

“ESTAI EM MIM, E EU EM VÓS”

Toda a pregação de Jesus se resume num ponto único: ESTARMOS, AQUI E AGORA,  NA “UNIDADE ESPIRITUAL PERFEITA” , EM MIM,  NO REINO DA GLÓRIA !  Tudo aparentará  ser muito complicado, se não houver o conhecimento de que “ESTARMOS EM DEUS” É FATO OBRIGATÓRIO E PERMANENTE!  Seria impossível estarmos “FORA DE DEUS”, QUE É ONIPRESENÇA E QUE, EM VISTA DISSO,  É TAMBÉM  A NOSSA PRESENÇA”!

“ESTAI EM MIM, E EU, EM VÓS; COMO O RAMO DE SI MESMO NÃO PODE DAR FRUTO, SE NÃO ESTIVER NA VIDEIRA, ASSIM TAMBÉM VÓS, SE NÃO ESTIVERDES EM MIM” (João, 15: 4).

Como Deus é TUDO, por ser Onipresente, a Verdade é que DEUS ESTÁ SENDO DEUS COMO CADA FILHO ESPIRITUAL E PERFEITO!  Portanto, estarmos “FORA DE MIM”  significaria “ESTARMOS FORA DE NÓS MESMOS”, por acreditarmos ESTAR SENDO “ALGUM OUTRO”, QUE NÃO DEUS!  Se nisto acreditássemos, estaríamos crendo em ALGO IMPOSSÍVEL:

DEUS TER DEIXADO DE DE SER TUDO, E DEIXADO DE SER O FILHO QUE DELE SOMOS!

Alguém pode ser hipnotizado para se ver sendo um artista famoso, um ricaço, ou um mendigo; porém, em momento algum, teria DEIXADO DE SER ELE PRÓPRIO!  Este é o conhecimento que Jesus procurou passar à humanidade:

“Quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar; aquele Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim. E vós também testificareis, POIS ESTIVESTES COMIGO DESDE O PRINCÍPIO”.

Estas revelações precisam ser bem entendidas, para nos vermos SENDO O CRISTO,  NO REINO DIVINO, AQUI E AGORA, e não “carnais HIPNÓTICOS do mundo”,  empreendendo esforços para “se iluminar”.

É neste ENTENDIMENTO que, com “coração de menino”, fechamos os olhos e reconhecemos:

EU SOU DEUS EM ONIAÇÃO!

“Se alguém não ESTIVER EM MIM, será lançado fora, como o ramo, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e arderá”.  

Voltando à analogia do “hipnotizado”, SOMENTE OS “RAMOS HIPNÓTICOS” DELE SERIAM LANÇADOS FORA E QUEIMADOS, ISTO É, AS SUGESTÕES  HIPNÓTICAS  DE SER ELE ARTISTA  FAMOSO, OU RICAÇO, OU MENDIGO!

ANULADA A SUGESTÃO HIPNÓTICA, ESTARÁ ELE SE VENDO COMO  AQUELE QUE SEMPRE ESTIVERA SENDO!

Jesus explica que O CONSOLADOR É O ESPÍRITO DIVINO que atua em nossas orações e DESFAZ O HIPNOTISMO COLETIVO, que nos induz a crer “sermos carnais”!.  Sabia,  como também sabia Buda, que “a ilusão da mente” não se desfaz por meio da “mente em ilusão”.

Somos o CRISTO, e nenhum “outro”; assim, NEGUEMOS todas as  SUGESTÕES HIPNÓTICAS,  vazias de substância e de  real presença, e ACEITEMOS A VERDADE! 

É neste entendimento que O QUE SOMOS, ESPÍRITO DIVINO MANIFESTO COMO CRISTO, SE REVELA COMO A UNIDADE  “DEUS E FILHO DE DEUS”! 

E É QUANDO TAMBÉM TESTIFICAREMOS O QUE O CONSOLADOR TERÁ, EM CADA FILHO, “TESTIFICADO DE MIM”!

*

“ESTE É O DIA DO SENHOR VIVO, O DIA QUE O SENHOR FEZ!”

O Evangelho é a  REVELAÇÃO DA VIDA ETERNA, que é a ONIPRESENÇA DA VIDA PERMANENTE DE DEUS sendo INCLUSIVE  a VIDA INDIVIDUAL DO CRISTO, QUE, COMO DISSE PAULO, É TUDO EM NÓS TODOS!

Não existe “VIDA MORTAL”,  a não ser como “sonho” ou “ficção”. DEUS É DEUS DOS VIVOS E NÃO DE MORTOS”, disse Jesus. Como poderia “parecer existir” “VIDA QUE FOSSE MORTAL”? Somente NUM MUNDO SEM DEUS, isto é, num mundo imaginário, chamado por Jesus de “mundo do pai da mentira”, e por Buda, chamado de ILUSÃO!

“Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. … “ (Jo 11: 23).

“CRER EM MIM” SIGNIFICA CRER NA ONIPRESENÇA DA VIDA PERMANENTE DE DEUS. QUE, POR CONSEGUINTE, SIGNIFICA CRER NA VIDA ETERNA DO CRISTO QUE SOMOS. “EU SOU A RESSURREIÇÃO E A VIDA”, DISSE JESUS. Revelava o REINO CHEGADO DE DEUS!

Em João, 8:51, podemos ler: “E além do mais, Eu não estou buscando minha própria glória; existe Um que a busca por mim e a tudo julga. Em verdade, em verdade vos asseguro: se alguém obedecer a minha Palavra, jamais experimentará a morte.” Ao ouvirem isso, exclamaram os judeus: “Agora estamos certos de que tens um demônio. Abraão morreu, e também os profetas, e tu afirmas: ‘se alguém obedecer à minha palavra, jamais experimentará a morte’. …”

O que os judeus desconheciam, assim como desconhece até hoje a maior parte da humanidade, é que JESUS FALAVA DO REFERENCIAL DIVINO, ILUMINADO, PERMANENTE E PERFEITO, E NÃO DO REFERENCIAL HUMANO, DAS TREVAS, DAS CRENÇAS ILUSÓRIAS  EM NASCIMENTO E MORTE! DESCONHECIAM O QUE É REAL, VISTO PELA MENTE DE CRISTO, PRESENTE EM TODOS NÓS,  MAS QUE REQUER SER RECONHECIDA NO LUGAR DA SUPOSTA “MENTE CARNAL”, QUE, COMO DISSE PAULO, É O “ESPÍRITO DO HOMEM QUE NELE ESTÁ, E QUE NÃO NOS FOI DADO POR DEUS”.

O ensinamento absoluto REVELA NOSSA EXISTÊNCIA EM DEUS, e não no “mundo do pai da mentira”, endossando Jesus e Paulo, que pregaram a partir do mesmo referencial. Cada um terá de NASCER DE NOVO, renunciando à ilusória “vida mortal”,  reconhecendo e se identificando com DEUS E SUA VIDA, QUE É O CRISTO SENDO A VIDA ETERNA QUE VIVEMOS!

Não há verdade alguma em “mundo do pai da mentira’”, e não há, portanto, NINGUÉM VIVO em tal “sonho” ou “ficção”. Por isso, assim disse Jesus:

“Em verdade, em verdade vos asseguro: se alguém obedecer a minha Palavra, jamais experimentará a morte.” O sentido de “ se passar da morte para a vida” é OBEDECER À PALAVRA DA VERDADE, RECONHECER A LUZ VIVA QUE CADA UM É, NEGANDO-SE A SI MESMO COMO “CARNAL EM TREVAS”,

RESPONDENDO AOS JUDEUS, DISSE-LHES JESUS: “ABRAÃO, VOSSO MESTRE, EXULTOU AO VER O MEU DIA! ”  EXPUNHA O “DESPERTAR DE ABRAÃO”, PELO CONHECIMENTO DE SUA VERDADEIRA E ETERNA IDENTIDADE DIVINA!

Três discípulos, ao virem “Jesus transfigurado e iluminado”, viram-no EM SEU DIA DO SENHOR,  não como “corpo carnal” passível de ser crucificado! Em outras palavras, NÃO O ESTAVAM VENDO COM A “MENTE CARNAL”! VIAM-NO EM SEU ASPECTO REAL, DIVINO E PERMANENTE!

Quando as religiões e denominações do mundo entenderem esta Verdade, O DIA DO SENHOR VIVO SERÁ O AGORA PERMANENTE, E TODOS CONHECERÃO “O MEU DIA”, QUE É O DIA DE HOJE NA “UNIDADE PERFEITA”, “EM MIM”, NA TOTALIDADE DE DEUS,  INCLUINDO  O CRISTO QUE TODOS AGORA SOMOS!

*

“VÓS NÃO QUEREIS VIR A MIM!”

“Daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo, agora, já o não conhecemos deste modo.”

2 Cor. 5: 16

Nesta citação, o apóstolo Paulo ressalta o que vem a ser o real Evangelho do Cristo, que é o “renascimento espiritual” da humanidade, e não a sua estagnação na visão errônea do “julgamento segundo a carne”, condenado por Jesus, mas adotado pelas religiões e igrejas do mundo, que,. com a maior naturalidade, só conhecem adeptos e fiéis como “carnais”.

Paulo registra a necessidade de se  “conhecer Jesus,  cada um a si mesmo,  e ao próximo, “ não mais segundo a carne”.   Isto para todos poderem PERCEBER A UNIDADE PERFEITA, revelada por Jesus, e que TODOS  espiritualmente formamos! O descumprimento desta instrução  fundamental é o que  faz a humanidade idolatrar e glorificar um “Jesus pessoal”,  e se diminuir  e padecer sob a ilusória CRENÇA em pecados e pecadores”!  Tal CRENÇA impossibilita o “Renascimento”, por obstruir  a admissão e percepção plenas de que SOMOS TODOS UM, QUE SOMOS DEUSES E NÃO CARNAIS.

ESTES SÃO PONTOS VITAIS E RELEVANTES PARA NOSSA “SUBIDA AO PAI”.

“Se alguém está em Cristo, nova criatura é: passou o que era velho e se fez nova!” (2 Cor. 5: 17). Esta “nova criatura” é o CRISTO ETERNO que somos,  e que, sendo  aceito com “coração de menino”, FAZ “PASSAR O QUE ERA VELHO”.

Por que faz “passar o que era velho”? Por ser o “carnal ilusório”, somente  visto e reconhecido pela “mente carnal” ilusória, que, em vez de nos reconhecer SENDO O CRISTO EM ONIAÇÃO,  só o faz erroneamente, vendo-nos como “mortais e seus supostos feitos”,  sujeitos às errôneas CRENÇAS  EM DOIS PODERES. Resumindo,  traduzindo a VERDADE como MENTIRA’!

Jesus disse ter vindo ao mundo para “dar testemunho da Verdade!”  Ele e Paulo assim

o fizeram, dizendo que “VIR A MIM” seria todos   se perceberem  SENDO UM   NA UNIDADE PERFEITA, assim como ele próprio se percebia’! MAS ESTA VERDADE NÃO FOI PREGADA AO MUNDO,  SENDO TROCADA PELA “ADORAÇÃO DE JESUS” COMO FILHO DE DEUS, COM TODOS OS DEMAIS SENDO “INFERIORES A ELE”! O MOTIVO? “JULGAR A TODOS SEGUNDO A CARNE”, SEGUNDO O “VELHO HOMEM”, SEGUNDO  A VISÃO DA “MENTE CARNAL”,  QUE É A “INIMIZADE CONTRA DEUS”!

Que diria Jesus a estas igrejas e denominações?

Por certo, diria o seguinte:

“Todavia, VÓS NÃO QUEREIS VIR A MIM para terdes a Vida. EU NÃO RECEBO GLÓRIA QUE PROCEDE DOS HOMENS. Mas Eu vos conheço bem e sei que não tendes em vós o amor de Deus. …”

JOÃO 5: 41

*

“LEVANTA-TE DENTRE OS MORTOS!”

O “Senhor da Vida” é a imortalidade ou a eternidade Se expressando como tudo o que, de fato, tem realidade. Por que a Bíblia diz: “Levanta-te dentre os mortos”?  Por  a Verdade ser VIDA ONIPRESENTE, o que faz da suposta CRENÇA em nascimentos e mortes uma espécie de “pesadelo” com que a humanidade se ilude, se identifica, e nele supõe viver!

Ao  “pesadelo”, deu Jesus o nome de “mundo do pai da mentira”, e,  aos irreais “personagens sem vida”, aparentemente vivos no pesadelo, deu-lhes o nome de “mortos”. Por isso, Paulo que conhecia a Verdade, assim disse: “Desperta, tu que dormes, levanta-te dentre os mortos, e a LUZ DO CRISTO te iluminará!”

O que aparenta SEPARAR O HOMEM DE SUA PRÓPRIA LUZ, é meramente um “pesadelo”! E este “despertar” revela o que Jesus disse: “É chegado o Reino de Deus, e nele vivemos como “Luz do mundo”.   Portanto, a IDENTIFICAÇÃO feita pela humanidade com o “pesadelo e seus habitantes” é ILUSÓRIA! E esta ILUSÃO SE DESFAZ MEDIANTE O “DESPERTAR DO PESADELO”.

“O Reino está PRESENTE no mundo inteiro, mas os homens não o enxergam”, disse Jesus. Não o veem porque se identificam com “seres do pesadelo”, e não com “deuses”!

O PASSO INICIAL E FUNDAMENTAL, PARA “ALGUÉM LEVANTAR-SE  DENTRE OS MORTOS”, reside na admissão da “Consciência ILUMINADA”  como SUA  PRÓPRIA CONSCIÊNCIA INDIVIDUAL!  As revelações absolutas são todas referentes à Verdade percebida por alguém que NÃO SE IDENTIFICOU com a suposta  “mente humana”. Por isso, Paulo foi radical e firme: “TEMOS A MENTE DE CRISTO”!  Com ela, constatamos que “EM  DEUS VIVEMOS, NOS MOVEMOS E EXISTIMOS”!

Com a Mente de Cristo, nossa Consciência iluminada, percebemos a TOTALIDADE E UNICIDADE DE DEUS, e, com isto, percebemos que “NOSSOS NOMES ESTÃO ESCRITOS NOS CÉUS”, como disse Jesus!

O conhecimento destas Verdades faz com que nos compenetremos do REAL EVANGELHO DE JESUS, que é A TRANSCENDÊNCIA ao “mundo do pai da mentira”, para simplesmente abrirmos os OLHOS DA ALMA e nos contemplarmos como sendo O CRISTO, A VIDA ETERNA. O SER VERDADEIRO QUE “SEMPRE FOMOS, SOMOS E SEREMOS!”

“JESUS CRISTO ESTÁ EM VÓS” (2 Cor. 13: 5) . Assim disse Paulo, chamando de REPROVADOS àqueles que “dormem, sonham e se identificam com os mortos do sonho”!

O CRISTO, que está em todos nós, é a NOSSA CONSCIÊNCIA ILUMINADA”, NOSSA VIDA ETERNA, A VERDADE QUE SOMOS!

Medite e se atenha a estas Verdades, ciente do que disse João:

“QUEM TEM O FILHO, TEM EM SI MESMO O TESTEMUNHO DA VIDA ETERNA; E QUEM NÃO CRÊ, CHAMA A DEUS DE MENTIROSO!

*

ALINHE-SE COM A REAL “JUSTIÇA DO ALTO”

Com  suas constantes queixas e indignações, deixa a humanidade de seguir a sábia recomendação de Jesus: BUSCAR  SINTONIA COM O REINO E A JUSTIÇA DE DEUS.

O “mundo do pai da mentira” oferece seu desfile contínuo  de ILUSÕES,  e, com elas,  fomenta a desilusão da maioria para com a sua “justiça injusta” !

Perguntaram a Jesus: “É justo pagar tributos a César?”  SABENDO QUE TODOS SOMOS POSSUIDORES DE TUDO O QUE DEUS É  E POSSUI, E QUE TUDO, “DESTE MUNDO”, É ILUSÃO, a resposta de Jesus foi dada com outra pergunta: “De quem é a efígie mostrada nas moedas?” Ao ouvir dizerem: “De César!”, completou Jesus:

“DAI A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR, E A DEUS O QUE É DE DEUS!”.

Cada reclamação de alguém, quanto às “injustiças do mundo”, explica o motivo de “o mundo lhe parecer tão injusto”.  POR QUÊ? DEVIDO À LEI MENTAL:

“NÃO TE DOU O QUE ME PEDES, E SIM, O QUE SE SINTONIZA COM A TUA FREQUÊNCIA MENTAL”.

Em Romanos, 10: 12, Paulo expõe o seguinte: “Não há diferença porque UM MESMO é o Senhor de todos, rico para com todos que O evocam”.

Para quê nos são dadas estas informações? PARA NOS ALINHARMOS COM DEUS E NÃO COM “AS COISAS DE CÉSAR”! PARA NOSSA FREQUÊNCIA MENTAL SER A DE “HERDEIROS DE DEUS” E NÃO A DE “INDIGNADOS” COM O “MUNDO DO PAI DA MENTIRA”!

“Se  a VOSSA JUSTIÇA não exceder a dos escribas e fariseus, DE MODO ALGUM entrareis no Reino dos Céus”, disse Jesus. Explicava a FREQUÊNCIA MENTAL distante da Justiça divina! Enquanto alguém se mostrar alinhado com o IRREAL “mundo de aparências”, verá, nele manifestado, O SEU DESALINHAMENTO COM DEUS  E COM A JUSTIÇA DIVINA!  SIMPLES ASSIM!

As atitudes e formas de orar, exemplificadas nas Escrituras por Jesus, Paulo e outros, não são apenas para serem lidas e atribuídas a eles; antes, são indicações para todos seguirmos! De nada adiantaria, por exemplo, APENAS lermos que,  antes de multiplicar os pães e peixes, Jesus ergueu “olhos ao céu e deu graças”!  A leitura nos dará frutos se agirmos de modo idêntico, diante de supostas “aparências de carência”.

Da mesma forma, nossa IDENTIFICAÇÃO com a citação de Paulo nos fará alinhados com a JUSTIÇA DIVINA, por nos preenchermos com as ideias da Verdade e não mais ficarmos  submissos à “justiça dos escribas e fariseus”! 

O MESMO PAI, EM JESUS, ESTÁ EM TODOS NÓS! E, como afirmou Paulo, É “RICO PARA TODOS QUE O EVOCAM”!

 *

“DEUS É QUEM DÁ VIDA A TODOS”

Quanto mais alguém for conhecendo e contemplando a Verdade de que NOSSA VIDA É DEUS VIVENDO, menos se verá identificado com o ilusório “eu nascido e seus caprichos infundados”. Todos os chamados “mestres” que vieram ao mundo para libertar os povos,  explicaram que A VIDA É DEUS e não fruto de “união de mortais”. Mas a “mente carnal” se mostra apta para ILUDIR a maioria, e isto em todas as supostas épocas, fazendo com que as revelações ficassem fora de foco e desacreditadas!  A MENTIRA de que “HAJA VIDA NA MATÉRIA”, contina  predominando, a ponto de a VERDADE  ser comparada a  uma “ficção”!

“Quando CRISTO, que é a VOSSA VIDA, se manifestar, VÓS TAMBÉM VOS MANIFESTAREIS COM ELE EM GLÓRIA”. Esta foi a forma encontrada por Paulo para “preparar as mentes” daqueles ILUDIDOS pela CRENÇA EM VIDA TERRENA!  NÃO HAVIA CAMPO PARA AFIRMAR  SEREM TODOS “O CRISTO MANIFESTO”!

O  ENSINAMENTO ABSOLUTO  não reconhece a MENTIRA como  FATO OU VERDADE!  Revela diretamente e sem rodeios que, como também disse Paulo, “DEUS É QUEM DÁ VIDA A TODOS” (Atos 17: 25).

A suposta “mente carnal” não se mostra surpreendida nem tocada com tremendas revelações como esta! A ela, interessa ILUDIR A HUMANIDADE,  saturando o subconsciente de todos no sentido de fazer com que creiam TEREM TIDO PAI NA TERRA. O ensinamento absoluto DESTRÓI essa MENTIRA pela raiz, assim como faziam os “mestres” que por aqui passaram!

“Vós, deste mundo não sois”; “Não chameis de pai a ninguém sobre a face da terra”, “Vós sois deuses” –  assim, as Escrituras buscam anular as MENTIRAS, incitando a humanidade a “VENCER O MUNDO HIPNÓTICO”, que é “VENCER AS MENTIRAS” ACEITAS PELA “MENTE CARNAL”  SOBRE QUEM SOMOS E SOBRE ONDE REALMENTE VIVEMOS!

A  “cegueira” desta “mente falsa” é tamanha, que somente se mostra “maravilhada”  testemunhando “sinais ou milagres”, tais como  “curas”, “suprimento”,  “expulsão de demônios”, etc..  COM ISTO,  ILUDE e PRENDE a atenção dos incautos ao MUNDO MATERIAL DE SATANÁS – O PAI DA MENTIRA! Desse modo, a ILUSÃO de “melhorias” é atribuída a DEUS, e o fato real, permanente,  e MERECEDOR DE REAL ADMIRAÇÃO, É SIMPLESMENTE IGNORADO! QUAL FATO? O SEGUINTE:

“DEUS É A NOSSA VIDA”!

Jesus não se permitiu ILUDIR por este erro! Seus discípulos, alegres por terem “expulsado demônios” em “seu nome”, a ele relatavam o acontecimento, quando foram SEVERAMENTE REPREENDIDOS: “Não vos ALEGREIS por esse motivo! ALEGRAI-VOS POR TEREM  OS VOSSOS NOMES ESCRITOS NOS CÉUS”.

O “EM MEU NOME” fora entendido pelos discípulos como sendo “EM NOME DE JESUS”, EXATAMENTE COMO PREGAM, ERRONEAMENTE, AS DIVERSAS RELIGIÕES E DENOMINAÇÕES DO MUNDO! PORÉM, “EM MEU NOME” QUER DIZER “EM NOME DO CRISTO QUE SOMOS”,  NA UNIDADE PERFEITA!

“VOCÊ, AQUI E AGORA, É O CRISTO ONIPOTENTE, APTO A “FAZER CORRER” TODOS OS “DEMÔNIOS”, QUE SÃO CRENÇAS MENTIROSAS  COM QUE O MUNDO SATURA A MENTE DE TODOS COM A ILUSÃO DE QUE “SOMOS CARNAIS”!  QUE DISSE JESUS? QUE OS DISCÍPULOS SE ALEGRASSEM POR

“TEREM O PRÓPRIO NOME ESCRITO NOS CÉUS”, OU SEJA, QUE NÃO ERAM DO MUNDO NEM DOTADOS DE NOMES DO MUNDO! ERAM “DEUSES”!  E, NESTA PERCEPÇÃO, OS “DEMÔNIOS” SÃO  EXPULSOS E DESTRUÍDOS, POR SEREM CRENÇAS FALSAS, E MAIS NADA!

“DEUS É QUEM DÁ VIDA A TODOS”,

disse Paulo! DAVA FIM À ILUSÓRIA CRENÇA COLETIVA QUE AFIRMA “SERMOS CARNAIS DE ORIGEM HUMANA”!

Jesus fazia o mesmo:

UM SÓ É O VOSSO PAI, O QUAL ESTÁ NOS CÉUS!”.

 *

“FAZEI PROVA DE MIM!”

“Fazei prova de de Mim, se eu não vos abrir abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal que vos traga a maior abundância”.

Malaquias 32: 10

DEUS É AMOR, e o Amor divino se faz presente como o Filho de Deus, espiritual e iluminado, que somos. Vivemos no infinito e majestoso REINO DE DEUS, porém, infelizmente, esta Verdade se mostra encoberta para  a “mente em ilusão”. Para DEUS, e para O FILHO DE DEUS,  flui pela Graça divina TUDO que for necessário. O UNIVERSO REAL ESTÁ PRONTO, PERFEITO E AUTOSSUPRIDO, e não há como “APERFEIÇOAR A PERFEIÇÃO”!

Malaquias, conhecedor destas Verdades, vendo a humanidade carente e necessitada de recursos,  expôs ao mundo  a Verdade na forma de DESAFIO FEITO POR DEUS:

“Fazei prova de de Mim: se eu não vos abrir  as janela do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal que vos traga a maior abundância”. 

O Suprimento infinito e perfeito de Deus flui ininterruptamente, sobre e através de cada FILHO DE DEUS, desde que ELE SE IDENTIFIQUE com DEUS e não com as falsas CRENÇAS COLETIVAS!

O ensinamento absoluto não toma por foco a “mente iludida” e passível de ser reformada em cada ponto de seus erros e defeitos!  ESTA MENTE FALSA É DESCARTADA COMO “ALHEIA” À VERDADE QUE SOMOS, POR SERMOS O CRISTO EM UNIDADE COM DEUS E DOTADOS DA MENTE PERFEITA DO CRISTO!

Conhecida e posta em prática esta Verdade, perceberemos que AGIMOS EM UNIDADE COM DEUS, razão pela qual deverá JORRAR DE NÓS PRÓPRIOS o Amor de Deus e Sua Sabedoria!

Por isso, Malaquias colocou em pauta a questão  dos “dízimos”:

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento em minha casa; E DEPOIS. FAZEI PROVA DE MIM, diz o Senhor”.

A prática do dízimo é a aplicação pura da lei mental, “DAI, E VOS SERÁ DADO”, também ensinada por Jesus. Em seu sentido mais amplo, significa PERCEBERMOS QUE O QUE SUPOMOS “SER NOSSO”,  APENAS “ESCOA” ATRAVÉS DE NÓS. PROMOVENDO “AJUSTES” NA “SOMBRA” CHAMADA “MUNDO DE APARÊNCIAS”.

O “DÍZIMO”, PORTANTO, REFLETE NOSSO ALINHAMENTO COM O AMOR DE DEUS, mediante sábia recirculação das bênçãos recebidas sob todas as formas, e não somente em termos de dinheiro. E a “CASA DO TESOURO” deverá ser entendida não necessariamente  como “igrejas”, sendo, na verdade, cada irmão, que, como nós, é também TEMPLO DE DEUS!

Aquele que medita e reconhece sua UNIDADE COM DEUS diariamente, saberá agir com a “sabedoria do alto” também na “prática do dízimo”. Desse modo, estará  em permanente comunhão com Deus e com tudo o que  possa parecer ser-lhe necessário!

*

“DIGA A PALAVRA E MEU SERVO SERÁ SALVO!”

Conciliar a Verdade com supostos fatos temporais fenomênicos seria pretender “conciliar a luz com a escuridão”, ou “conciliar o Cristo”, – o Ser eterno que somos- “com um cadáver ambulante, chamado carnal nascido”.

Se forem projetadas numa parede as imagens de um  saudável lutador e de um débil doente, como diz a Seicho-no-ie, nesta projeção não haverá realidade nem vida!  Mas aparentará ocultar a parede. O suposto “mundo fenomênico” é simples “projeção sem vida”, e, no caso, quando as mensagens ressaltam a necessidade de “descartarmos as aparências”, buscam levar-nos ao que é real, ou seja, à parede, e não às figuras nela projetadas.

“Eu Sou o Princípio e o Fim” – diz a  Bíblia. SIGNIFICA QUE DEUS É O “EU SOU INFINITO ATEMPORAL”, “EU SOU”  ÚNICO E COMUM A TODOS OS SERES!

TUDO É ESPIRITUAL, TUDO É DEUS, TUDO É AGORA!

Na tradução da Bíblia extraída do grego, na passagem em que o centurião solicita ajuda a Jesus, para curar seu servo, Jesus disse que iria à casa dele para  atendê-lo, e se surpreendeu com a fé do centurião, que assim lhe disse:

“Eu não sou digno de que entre em minha morada!  DIGA A PALAVRA! E MEU SERVO FICARÁ CURADO”! 

“DIGA A PALAVRA!” – disse a Jesus; e, naquele instante, o servo “à distância” se mostrou “curado”.

Jesus não via “alguém, senão DEUS”; não fazia “curas”, mas tão somente reconhecia a perfeição da Unidade Perfeita’!  Na UNIDADE não há “DISTANCIA”! O Universo real é uma “ESPIRAL CONTÍNUA ÚNICA”,  QUE ABARCA TUDO E TODOS NA PERFEIÇÃO ONIPRESENTE!

O centurião, pelo visto, tinha conhecimento desta Verdade; entretanto, não possuía a CONVICÇÃO de Jesus, razão pela qual recorreu a ele!

ESTE “MECANISMO DE CURA’” TEM SIDO APRESENTADO NAS MENSAGENS ABSOLUTAS, OU SEJA, ASSOCIARMOS A “FÉ GRANDIOSA”  AO ENDOSSO DO CRISTO, QUE , EM COMUNHÃO COM O PAI, ERGUE-NOS ACIMA DA LETRA PARA O ESPÍRITO DA VERDADE!

O MUNDO NÃO ENTENDE O QUE É “SER UM” OU “SER TUDO”!  A “MENTE CEGA”, só percebendo “APARÊNCIAS”, acredita que “estariam todos” existindo SEPARADAMENTE:   Jesus, o centurião e o servo doente!  No caso de nossa analogia, estariam sendo aceitas as projeções do “saudável lutador” e  do “débil doente”, meras imagens hipnóticas sem vida e sem realidade, enquanto A PAREDE,  ali presente, sequer seria notada ou levada em conta!

QUE EXISTIA ANTES DA “PROJEÇÃO”? A PAREDE!  QUE PASSOU A EXISTIR, DEPOIS DA “PROJEÇÃO”? A PAREDE!

SE A PAREDE FOSSE DEUS, PODERIA DIZER: “EU SOU O PRINCÍPIO E O FIM”!  Unicamente a PAREDE estaria AGORA existindo! Mas, no caso do centurião, sabia ele que O MUNDO DOS FENÔMENOS era mera  “projeção sem vida”. Sabia que “EU SOU” era a PALAVRA! E SABIA QUE O CRISTO, SEJA EM JESUS OU EM NÓS, É QUEM “DIZENDO “A PALAVRA”, RECONHECENDO TODOS NA “EU SOU A ESPIRAL DA TOTALIDADE DE DEUS, FAZ SE ESVAIR A ATENÇÃO DADA À PROJEÇÃO FENOMÊNICA EM QUE PARECIAM EXISTIR, SEPARADAMENTE, “JESUS”, O “CENTURIÃO”  E O “SERVO DOENTE”!

A GRANDE ILUSÃO  DE

SEPARATIVIDADE 

SE DESFAZ, MEDIANTE A PALAVRA DE DEUS SENDO DITA!

*

 

 

“O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ”

“Porque nele (Evangelho de Cristo) se descobre a justiça de Deus, de fé em fé,  como está escrito: Mas o justo viverá da fé”.

Romanos, 1: 17

Enquanto a ILUSÃO HIPNÓTICA se apresentar como real, mesmo sendo mera “aparência” sem substância, O REINO PERFEITO DE DEUS, em que estamos vivendo, precisará ser reconhecido como presente, o que, segundo a Bíblia, significa SER RECONHECIDO PELA FÉ.

A justiça de Deus é descoberta “de fé em fé”, disse Paulo, Isto significa treinarmos e nos habituarmos a viver TROCANDO DE REFERENCIAL, na convicção de que O QUE DEUS FAZ É PERFEIÇÃO PERMANENTE, o que nos permite VER AS APARÊNCIAS sem darmos crédito a elas, cientes de serem simples “miragens”,  só aparentemente vistas pela ilusória “mente humana”.  Um maquinista de trem não reconhece como verdade os “trilhos que se juntam” à  frente dele! SUA FÉ O FAZ SEGUIR VIAGEM, CONVICTO DE “OS TRILHOS SEREM PARALELOS”! ASSIM TEREMOS DE RECONHECER AS OBRAS PERFEITAS DE DEUS ONDE A “MENTE CARNAL” AS MOSTRA COMO “APARÊNCIAS” BOAS OU MÁS!

 

VIVER REINTERPRETANDO AS “MIRAGENS” COMO ALGO IRREAL, E QUE SOMENTE “INSINUA” A PERFEIÇÃO DIVINA” REALMENTE ALI PRESENTE”, EIS O SENTIDO DA FRASE BÍBLICA:

“MAS O JUSTO VIVERÁ DA FÉ”.

O conhecimento e prática dos princípios expostos pela Metafísica Absoluta, com as “contemplações” e emprego da Ciência Mental, ajudam-nos a lidar corretamente com as ilusórias “sugestões agressivas” da mente carnal. Tanto Jesus como seus discípulos tiveram de se dedicar a este conhecimento da Verdade, porque O REAL É INVISÍVEL e O IRREAL É VISÍVEL, para a suposta “mente humana”.

DEUS É TUDO, E EM SUA UNIDADE ONIPRESENTE, TODOS VIVEMOS E EXISTIMOS!  Esta Verdade é o fundamento da chamada “FÉ”, que é definida como “a certeza de algo não visto”! Jesus assim disse: “Ao visitarem enfermos, ou encarcerados, A MIM estarão visitando”. EXPLICAVA O “VIVER DA FÉ”, E ESTA VIVÊNCIA NÃO DEVE SER ENTENDIDA COMO “TRABALHOSA”, MAS COMO “ALEGRIA SUPREMA!” SIGNIFICA  NOSSA LIBERTAÇÃO DA ILUSÃO!

Enquanto o mundo todo se enrosca nas “miragens vazias” do “mundo de aparências”, acreditando piamente em suas irreais imagens boas ou más, nós NEGAMOS A NÓS MESMOS COMO “CARNAIS”, AFIRMAMOS QUE “O CRISTO É TUDO EM NÓS”, E RECONHECEMOS VIVER NA UNIDADE PERFEITA E PERMANENTE, QUE É A VERDADE ETERNA DA REAL  EXISTÊNCIA! 

Nas “contemplações absolutas”, com os SENTIDOS DA ALMA,  fitamos o PARAÍSO ILUMINADO em que estamos; e, em nosso suposto dia a dia, confirmamos a VERDADE, O CRISTO QUE SOMOS,  e descartamos a ILUSÃO DO QUE NÃO SOMOS: “MORTAIS NASCIDOS DE MORTAIS”!

O principal é a CONVICÇÃO  de que TUDO QUE TEM REALIDADE É VISTO PELA “MENTE DE CRISTO” QUE TEMOS, enquanto TUDO QUE É PERCEBIDO PELA “MENTE CARNAL” É IRREALIDADE! DESSE MODO, O REINO DE DEUS É RECONHECIDO COMO “CHEGADO”, E O “MUNDO DO PAI DA MENTIRA” É DESCARTADO COMO PURÍSSIMO “NADA”!

É DESTE MODO QUE “O JUSTO VIVE DA FÉ”!

 

*

“ATÉ QUANDO ESTAREI CONVOSCO E SOFREREI COM VOSSA INCREDULIDADE?”

“Ó geração sem fé e perversa! Até quando estarei convosco e sofrerei com vossa incredulidade?”  

Lucas 9: 41

“Ser cristão” é fácil, mas, “SER O CRISTO” requer tudo de alguém, em termos de interesse, dedicação, tempo, desapego e entrega a Deus!. Por isso, todo o incentivo de Jesus era para que todos fossem O CRISTO, e não que apenas fossem CRISTÃOS!

Em Lucas, 9:41, encontramos um pai desolado, pois, dizia a Jesus ter pedido a seus discípulos que expulsassem o espírito maligno de seu filho, e eles não haviam conseguido! Que disse Jesus? Que fizeram bem em chamá-lo para resolver a questão? NÃO! DEU-LHES A MAIOR BRONCA, dizendo: “Ó geração sem fé e perversa! Até quando estarei convosco e sofrerei com vossa incredulidade?”

Por que “perversa”? Por terem se alinhado com o “mal aparente”, em vez de fazerem o alinhamento com O BEM REAL PERMANENTE! Por que “sem fé”? Porque “com fé”, estariam reconhecendo O CRISTO PERFEITO e não “ um menino possuído por espírito maligno”, ou seja, estariam descartando como NADA a “aparência fraudulenta” e reconhecendo, pela fé, O FATO REAL PERFEITO, “NÃO VISTO”   PELA ILUSÓRIA “MENTE CARNAL”.

 Trazei-me aqui o teu filho”- disse Jesus àquele pai aflito. Diz a Bíblia: Enquanto o menino caminhava em sua direção, o demônio o lançou por terra, em convulsão. Porém Jesus repreendeu o espírito imundo, curou o menino e o entregou de volta a seu pai” (Lc. 9: 42).

Na própria “bronca” dada aos discípulos, Jesus deu uma aula sobre os motivos de terem eles fracassado! O CRISTO, EM CADA UM, NÃO FORA RECONHECIDO COMO “TUDO NELES”, OU SEJA, TENTAVAM CURAR COMO “CARNAIS”! EM VISTA DISSO, NÃO HAVIA NELES “O FILHO  DE DEUS”,  EM QUEM “O PAI” PUDESSE ATUAR E “FAZER SUAS OBRAS”!

“Até quando estarei convosco e sofrerei com vossa incredulidade?” – disse Jesus. FALAVA DO CRISTO DOS DISCÍPULOS, QUE NÃO FORA RECONHECIDO POR ELES  EM SUA ONIPOTÊNCIA, PELA UNIDADE PERFEITA COM O PAI  CELESTIAL!  TAMBÉM O CRISTO DO MENINO, PELA MESMA INCREDULIDADE, DEIXARA DE SER RECONHECIDO!

EM VISTA DISSO,  A ILUSÃO DE “POSSE DEMONÍACA”  ALI “FAZIA A FESTA”, ATÉ  CHEGAR JESUS E RECONHECER QUE “SOMENTE EXISTE DEUS”,  PONDO FIM A ELA!

 *

RECONHEÇA “TER OLHOS QUE VEEM”!

“Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes Eu quis reunir os teus filhos como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas vós não o aceitastes!  Eis que a vossa Casa vos ficará desabitada! E, com toda a certeza vos asseguro, que não mais me vereis até que venhais  a proclamar: ‘Bendito o que vem em nome do Senhor”!” 

Lucas 13: 34

Podemos considerar que NÃO EXISTE DEUS, E, AO LADO DE DEUS, EXISTAM FILHOS DE DEUS EM EXPRESSÕES SEPARADAS! Por isso, no enfoque absoluto da Verdade, é empregada e realçada a palavra “COMO”. 

QUEM É VOCÊ? Sendo DEUS ESPÍRITO, VOCÊ É DEUS SE EXPRESSANDO COMO “SER INDIVIDUAL”,  QUE PODE TAMBÉM SER CHAMADO DE “FILHO DE DEUS” – jamais SEPARADO de Deus!

Em UNIDADE com o TODO, somos o que DEUS É, somos a UNIDADE PERFEITA; e quando nos vemos SENDO O CRISTO, somos toda a NATUREZA DE DEUS expressa especificamente COMO “SER INDIVIDUAL”!

A importância da palavra “COMO” reside neste entendimento, que anula a CRENÇA DUALISTA em DEUS FILHO DE DEUS, como se fossem existências separadas!

Afirme, reconheça e contemple A SI MESMO, não apenas EM DEUS, mas sim, COMO DEUS!  Lembre-se do que disse Jesus: “AQUELE QUE ME VÊ A MIM, VÊ O PAI”.  Significa ESTAR ATIVO COMO A ONIAÇÃO ONIPRESENTE, de modo análogo ao “oceano”, que dá movimentação global a si mesmo, e, com isto, faz movimentar cada uma de suas gotas! O oceano se expressa COMO gotas!

Quando Jesus chorou, por entrar em Jerusalém e vê-la fenomenicamente “imersa” em conflitos ou contendas, sabia que TODOS OS SEUS HABITANTES, aparentemente, estavam VIVENCIANDO A ILUSÃO DE MASSA, e não a REAL E HARMONIOSA VERDADE DA  “UNIDADE PERFEITA”.

Por que chorou, ciente de que “o mundo é ilusão”? Por saber que, para os ILUDIDOS, a ILUSÃO era entendida e sofrida como realidade! Veio para “livrar o mundo” do cativeiro ilusório, mas constatava que NINGUÉM PARECIA DEMONSTRAR INTERESSE PELOS SEUS ENSINOS!  A “velha Jerusalém”, assim citada na Bíblia, é o retrato de todo o “mundo fenomênico” da atualidade!

A libertação somente virá  ÀQUELES que  se voltarem ao próprio Cristo para proclamarem:

“BENDITO O QUE VEM EM NOME DO SENHOR!”

Jesus percebia as “aparências” que sugeriam dores e sofrimentos, e, ao mesmo tempo, com a Mente de Cristo, percebia o UNIVERSO PERFEITO E PLENO DE LUZ!

Aceitar, afirmar e contemplar que NÃO SOMOS “NASCIDOS DA CARNE”, E SIM, “NASCIDOS DO ESPÍRITO DE DEUS”,  LEVA-NOS A DAR ACOLHIDA E BOAS VINDAS  AO CRISTO CÓSMICO QUE SOMOS,  AO “RENASCIMENTO”, À PERCEPÇÃO DE QUE “SOMOS DEUS APARECENDO COMO SER INDIVIDUAL”.

TODOS TEMOS “OLHOS QUE VEEM”, PORQUE SOMOS “DEUSES” E NÃO “CARNAIS”!   Quando estas Verdades passarem a PREDOMINAR em nossas aceitações, a Mente de Cristo, que TODOS temos, receberá a atenção merecida e devida; os supostos “sentidos da mente carnal” serão descartados como nulos, e o REINO DE DEUS se revelará como SEMPRE SENDO VISTO!

E ISTO PORQUE “OS OLHOS QUE VEEM” SEMPRE ESTIVERAM SENDO OS “NOSSOS OLHOS”!

*

 

SEJA SUA PEDRA A PRIMEIRA A SER DERRUBADA!

“Quanto a estas coisas que vedes, dias virão em que não se deixará pedra sobre pedra, que não seja derrubada”.

Lucas 21: 6

Lillian DeWaters assim disse: “Aquele que se recusa a se identificar  como O Um SOMENTE – preferindo se identificar com uma mente a ser educada, com pensamentos a serem purificados e  com um corpo a ser curado – automaticamente lhe será negada a alegria máxima possível de existir – A REVELAÇÃO – O Caminho único à Perfeição, Bem-aventurança e Paz”.

As Mensagens do Absoluto não endossam a dualidade e seu  suposto “homem natural”, passível de ser rotulado de bom ou mau! Com isto, endossam e   frisam quem de fato somos:

O CRISTO EM UNIDADE COM DEUS.

Para isso, “desmama” cada “ser iludido” pelos supostos bens e prazeres terrenos, abrindo-lhe a Porta única à genuína REALIZAÇÃO, ou seja, à Verdade  de que

“EU SOU A PORTA”!

“Não ficará pedra sobre pedra sem que seja derrubada”, declarou Jesus sobre o suposto “mundo dos fenômenos”. Explicava que “cada pedra” seria uma ILUSÃO DECEPCIONANTE,   a ser percebida como NADA!  Como “escombro”!

Muitos confiavam em “riquezas materiais”, até terem o desprazer de ver esta “pedra” derrubada, ou por tê-la obtido, lícita ou ilicitamente, ou por não a ter conseguido, e sentindo-se no mesmo “vazio de sempre”! Outros, confiaram em viagens e mais viagens, buscando inclusive “terras santas” no “mundo do pai da’ mentira”, até se virem cansados desta “pedra” por  também se perceberem no mesmo “vazio existencial” de sempre”! Outros buscaram “lapidar” a sombra fenomênica chamada “corpo carnal”,  em  vez de “conhecerem a  PRÓPRIA LUZ, cederem à ILUSÃO de serem “corpos carnais”. Desse modo, não mediram esforços para adiar ao máximo a “derrubada dessa pedra”, mas em vão, pois a CRENÇA  já sentenciou “ter fim”.

Muitos investiram na “pedra” que os “completaria” através de “amor humano”! Com isto, apenas NEGARAM serem COMPLETOS E PERFEITOS FILHOS DE DEUS!

SEJA QUAL FOR A “PEDRA ADOTADA”, ELA SERÁ’ “DERRUBADA’”!  NENHUMA É REAL, SUBSTANCIAL OU DOTADA DE CONSISTÊNCIA!

Para adiantar a VERDADEIRA REALIZAÇÃO DO SER, Jesus e Paulo DELEGARAM a cada um a   DERRUBADA DA “PEDRA PRINCIPAL”:

O SUPOSTO “CARNAL NASCIDO”,  QUE,  SENDO PEDRA,  SÓ SABE “JUNTAR PEDRAS E MAIS PEDRAS”! “

“DESPOJE-SE DESSE VELHO HOMEM”, “NEGUE-SE A SI MESMO”, disseram Paulo, Jesus, e tantos outros!

Por isso, Lillian DeWaters previne a todos sobre a PEDRA ETERNA que SOMOS, e que JAMAIS SERÁ DERRUBADA:

NOSSA IDENTIFICAÇÃO  SOMENTE COM O “EU ÚNICO”!

OU A VERDADE “DEUS É TUDO” É RECONHECIDA, OU “PEDRAS E MAIS PEDRAS” SERÃO VISTAS SENDO “DERRUBADAS”.

QUEM CONHECE A VERDADE, SABE QUE ELAS TODAS SÃO ILUSÓRIAS! MAS,  QUEM DESCONHECE A VERDADE, ACHARÁ SEREM TODAS VERDADEIRAS! 

EM OUTRAS PALAVRAS, OU  REINO DE DEUS É ENTENDIDO COMO ONIPRESENTE, OU O “MUNDO DO PAI DA MENTIRA” SERÁ ERRONEAMENTE  ACEITO COMO EXISTENTE!

*

O ABSOLUTO, VIVENDO, É QUEM VOCÊ  AGORA É!

As revelações absolutas, constantes nas Escrituras, além de falarem em DEUS, falam ao mesmo tempo EM VOCÊ! Isto porque DEUS É TUDO, TUDO É DEUS, E A ONIPRESENÇA DO VERBO DIVINO constitui a IDENTIDADE CRÍSTICA ETERNA QUE VIVE AGORA COMO A SUA VIDA!

O suposto “mundo fenomênico”, como disse Buda, é uma ILUSÃO DE MASSA! E, como disse Jesus, é um “MUNDO DO PAI DA MENTIRA”,  atuando hipnoticamente como uma  espécie de “véu”, a encobrir e nublar a REALIDADE PERFEITA, QUE É O ABSOLUTO VIVENDO!

“Antes que clamem, responderei”, disse Isaías; “Vosso Pai conhece as vossas necessidades antes de Lho pedirdes”, disse Jesus! Esta revelações, que são coincidentes, deixam bem claro que TUDO JÁ ESTÁ CONSUMADO, e, portanto,  “ATENDIDO”, desde que a ilusória “mente que clama” desapareça de cena com sua cegueira, mediante nosso RECONHECIMENTO dessa Verdade.

“Antes que esta mente clame”, seus  corretos anseios já estavam todos atendidos! “Antes que esta mente peça”, suas reais necessidades já eram conhecidas e atendidas! POR QUÊ? PORQUE UNICAMENTE O ABSOLUTO ONISCIENTE É REALIDADE AUTOSSUPRIDA UNIVERSALMENTE E DE MODO PERFEITO!

Não existem “carências” nem “pedintes” no Universo do Absoluto! É por esse motivo que os “sinais” ou “milagres” são trazidos à “visibilidade fenomênica”, QUANDO A FÉ É GRANDIOSA!

A “FÉ” É A CERTEZA DA “COISA NÃO VISTA”!

A “Fé” é  grandiosa quando INTUÍMOS a Verdade de que “NO ABSOLUTO VIVEMOS, NOS MOVEMOS E EXISTIMOS”!

Em O Caminho Infinito, Goldsmith diz o seguinte: “Minha UNIÃO CONSCIENTE com Deus UNIFICA-ME COM TODO SER E IDEIA ESPIRITUAIS”. Comenta ele que esta frase, se fosse escrita em sânscrito, mereceria a atenção devida, tal a importância de seu conteúdo! De fato, muitos se mostram como “devoradores de livros”, sem VIVER os princípios essenciais expostos neles!

QUEM MEDITA E CONTEMPLA SUA UNIÃO CONSCIENTE COM DEUS ESTÁ RECONHECENDO “SER O ABSOLUTO VIVENDO”, SER UM COM O TODO QUE O ABSOLUTO É!  E SEM SER “CARNAL ALGUM” DO ILUSÓRIO “MUNDO DO PAI DA MENTIRA!

Portanto, PONHA EM PRÁTICA esta Verdade:

O ABSOLUTO, VIVENDO, É QUEM EU SOU – EXATAMENTE  AQUI E AGORA!

*

“EU VIM PARA QUE OS QUE VEEM SEJAM CEGOS!”

Embora a CEGUEIRA ESPIRITUAL da ILUSÓRIA MENTE HUMANA seja destaque, nas falas de Jesus, pouca ou nenhuma importância o mundo deu ao tema, por continuar acreditando e aceitando como realidade tudo aquilo que esta “mente” acredita perceber, ou seja, o suposto  “mundo do pai da mentira”.

Uma espécie de “pesadelo”, vivido coletivamente por uma “massa de sonhadores”, DESVIA A ATENÇÃO DA VERDADE PARA A ILUSÃO, DO REINO PERFEITO E ILUMINADO PARA AS “APARÊNCIAS HIPNÓTICAS”,  o que levou Jesus a taxativamente  afirmar:

“EU VIM PARA QUE OS QUE VEEM SEJAM CEGOS!”

As mensagens da Verdade Absoluta têm exatamente o mesmo objetivo: FAZER COM QUE TODOS SEJAM CEGOS PARA O ILUSÓRIO “MUNDO DE APARÊNCIAS FRAUDULENTAS”, SEJAM ELAS BOAS OU MÁS!

A declaração de Jesus continua:

“EU VIM PARA QUE OS QUE NÃO VEEM VEJAM!” 

Os “completamente cegos” acreditam VER UM MUNDO MATERIAL,  que JAMAIS EXISTIU!

“Este mundo tem por príncipe Satanás”, disse Jesus: “MENTIROSO DESDE O PRINCÍPIO”!

O  objetivo destas revelações é ANUNCIAR A VERDADE DE QUE UNICAMENTE DEUS É REALIDADE”!

Entretanto, para o mundo e suas religiões, Satanás se tornou “INIMIGO”!  DE DEUS E DOS HOMENS! NÃO ENTENDERAM QUE TERIAM DE “SER CEGOS”  PARA ENXERGAR A REALIDADE!

As Escrituras revelam que nem DEUS nem JESUS nos veem segundo a s “aparências”!

TUDO É VISTO SEGUNDO A MENTE ONIPRESENTE ILUMINADA! TUDO É LUZ, ESPÍRITO E PERFEIÇÃO!

A VERDADE NÃO RECONHECE “INIMIGOS”! A VERDADE NÃO RECONHECE “DESVIOS”. A VERDADE NÃO RECONHECE “ILUSÃO”!

A VERDADE, PORTANTO, É LUZ QUE DESCONHECE TREVAS!

“A LUZ RESPLANDECE NAS TREVAS, E AS TREVAS NÃO A COMPREENDERAM” (João, 1: 5).

VOCÊ É A LUZ RESPLANDECENTE DE DEUS, SEMPRE ILUMINANDO O MUNDO E TRADUZINDO-O COMO DE FATO ELE É:  O REINO DE DEUS!

ESTE É O SENTIDO FUNDAMENTAL DO CONTEÚDO LIBERTADOR DAS ESCRITURAS! NÃO HAVIA “SARÇA” ALGUMA  “SE TORNANDO ARDENTE” PARA MOISÉS! HAVIA A “MENTE CEGA” SE RENDENDO À VERDADE!

O mundo inteiro  JÁ é “ARDENTE”; O  CRISTO EM TODOS  já é “ARDENTE”!  Mas o homem de “coração endurecido” viverá ILUDIDO pelas irreais trevas, enquanto aquele dotado de “coração de menino” somente terá “olhos para a Luz”!

TODO SOLO É “SOLO SAGRADO” PARA ELE, E A LUZ DO SEU CRISTO É  SUA “ ETERNA ALIANÇA” COM A LUZ INFINITA DO PAI!

A vivência nesta Verdade é a Prática do Evangelho”! É O JUÍZO! A VINDA DO CRISTO COMO A SUA LUZ, O SEU DISCERNIMENTO PELA MENTE DE CRISTO,  A SUA PERCEPÇÃO DE QUE “A SUA LUZ RESPLANDECE SOBRE AS TREVAS”, COM ELAS SE REVELANDO COMO “NADAS”!

*

DIANTE DOS HOMENS, CONFESSE O CRISTO QUE VOCÊ É!

“Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus”.

MATEUS 10: 32-33

Quando João declara que DEUS É AMOR, que DEUS  É  LUZ SEM TREVAS, explica que, em vista da TOTALIDADE de Deus, somos o que DEUS É, ou seja, somos AMOR INFINITO e somos LUZ INFINITA! É  notório,  tendo em vista estasVerdades,  QUE SOMOS O CRISTO,  sem “carne” e sem “matéria”!

UM  DOS AXIOMAS BÁSICOS DA VERDADE É JUSTAMENTE ESTE: “A MATÉRIA NÃO EXISTE!”. Deus é o ABSOLUTO ILUMINADO, que a tudo e a todos abrange como UNIDADE ESSENCIAL PERFEITA, percebida e propagada por todos os mensageiros da Verdade

 que, como Jesus,  revelaram que SOMOS A LUZ DO MUNDO!

 

Assim também disse Jesus: “Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus”. Uma vez mais, Jesus revela que “quem tem o Filho, tem o Pai em si mesmo”, por serem UM e não “dois”!

 

Jesus era exemplo do que dizia e do que revelava que todos somos!

“TODO AQUELE QUE ME CONFESSAR DIANTE DOS HOMENS, TAMBÉM EU O CONFESSAREI DIANTE DE MEU PAI”.  

 

Que significa “confessar-me diante dos homens”?

 

SIGNIFICA ENDOSSAR A CRISTICIDADE E A UNIDADE ETERNA QUE HÁ ENTRE DEUS E CADA FILHO, DE MODO QUE NÃO SE ACHE “ONDE DEUS TERMINE E COMECE O FILHO”,  OU “ONDE DEUS COMECE E O FILHO TERMINE”!

EM OUTRAS PALAVRAS, ESTA UNIDADE É PERFEITA, INQUEBRANTÁVEL E INDIVISÍVEL, MUITO EMBORA PERMANEÇA INCÓLUME A INDIVIDUALIDADE CRÍSTICA DE CADA FILHO, E  ASSIM POR TODA A ETERNIDADE;

 

“QUALQUER QUE ME NEGAR DIANTE DOS HOMENS, TAMBÉM EU O NEGAREI DIANTE DO PAI”.

 

Que significa “negar-me diante dos homens”?

SIGNIFICA ENDOSSAR  VIVER NA “CARNE”, NA “MATÉRIA”, COMO FILHO DE PAIS TERRENOS, COM “MENTE HUMANA” E CRENDO “ESTAR APARTADO DE DEUS”!

 

“Jesus Cristo ESTÁ em vós” (2 Cor. 13: 5). Declarando esta Verdade, Paulo chamou de REPROVADOS aqueles que “negam EM SI MESMOS esta Verdade! Sabia, tanto quanto Jesus, que QUEM NÃO TEM O FILHO, NÃO TEM O PAI, ou seja, estará NEGANDO TODA A VERDADE DE QUE DEUS É TUDO! E NEGANDO TODA A VERDADE A RESPEITO DE SI PRÓPRIO!

 *